29/05/2017

[ RESENHA ] Perdida em seu Coração

Título: Perdida em seu Coração (Sob o Domínio do Ritmo #1)
Autora: Suellen Mendes
Editora: Independente
Páginas: 110
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da editora - pdf
Há seis anos Fernanda se mudou para Londres. Durante esse tempo, a jovem brasileira conseguiu tudo o que queria – estabilidade profissional e o reconhecimento como a bailarina principal daBallet Company, além de um relacionamento que aparentemente era perfeito. Durante suas férias, a jovem retorna ao seu país de origem e se vê atraída pelos enteados de sua tia. Em um jogo envolvente, os dois irmãos a encantam, fazendo com que ela reveja suas escolhas até então, esquecendo-se de Ty - seu namorado londrino - até que este decide visitá-la no Brasil, criando muita confusão e deixando Fernanda perdida em meio aos seus sentimentos.“Olhei para ele e o deixei fazer aquilo que a música clamava: deixei-o me beijar como eu realmente queria ser amada! Pude sentir a verdade em seu toque e me entreguei ao momento. Apesar de me sentir perdida, eu me encontrei nos braços dele”
 



Fernanda, sempre fora apaixonada pela dança, principalmente o Balé, cujos belos movimentos ela adorava fazer ao som da música clássica. E desde que fora apresentada a ela por sua Tia e madrinha, Tereza, na Ritmos, uma escola de dança em sua cidade natal no Belém do Pará, Fernanda não parou mais. Assim, o seu sonho de se tornar uma dançarina profissional começara a ganhar força; até que ele é realizado. Fê se tornara uma estrela da Ballet Company em Londres, mas não fora nada fácil! Ela precisou provar que realmente era digna de fazer parte da tão conceituada companhia de dança através de vários testes, aulas infinitas, treinamento extra e muitos machucados nos pés. Mas tudo isso valeu a pena, até agora.

Após seis anos em Londres, Fernanda começa a sentir falta da sua vida no Brasil. Principalmente dos seus pais, cujos trabalhos não permitiam que na suas agendas profissionais tivessem espaço para visitar a filha. Pois, sendo seu pai um importante promotor e sua mãe uma cirurgiã plástica muito famosa, sempre haveria desencontros. Apenas seu irmão, Felipe continuava a visitá-la, pois além de ser músico, morava em Nova York e gostava de visitá-la de vez em quando e de flertar com Becca, sua amiga e companheira de apartamento. Fazia tempo que Fernanda queria desistir de tudo, porém ela ainda receava por não querer deixar Tyler, seu namorado e parceiro de palco.

Na noite da sua última apresentação, ela vê Becca e Ty abraçados e rindo enquanto ele dizia algo no ouvido dela. Fê tenta se controlar, lutando contra a sua insegurança, temendo que algo ruim no seu passado se repetisse, quando ela tinha dezessete anos e pegara o namorado com a prima. E o pior de tudo, foi que além de perceber que Téo e Eliza pareciam almas gêmeas um do outro, ela fora convidada para o casamento deles em Belém. Mas Fê percebe que Tyler nunca faria o mesmo e os dois fazem a apresentação como de costume, e ela termina incrível, tecnicamente perfeita, mas isso a incomodava. Ela queria ser mais livre e criar seus próprios passos, apenas sentindo a música.


Entretanto, a companhia era muito rígida e os dançarinos deveriam seguir os passos devidamente marcados pela Madame Coller sem reclamar.
Encerrada a temporada, Fernanda teria um mês de folga e como prometido, iria para o Brasil rever a sua família e pensar no que era melhor para ela, sua vida em Londres com sua dança e seu namorado perfeito ou o Brasil, cujo local e as pessoas queridas ela sentia muita falta.


Mas sua decisão se complica mais ainda ao conhecer os dois irmãos mais lindos que ela já vira na vida, que além de serem completamente diferentes um do outro, também se sentem completamente atraídos pela nossa dançarina. O primeiro é o doce e gentil, Gabriel. Filho mais velho dos Irmãos Dinis e cujo dom é deixar Fernanda sem fala sempre que a elogia, tratando-a como uma princesa em sua primeira aparição no aeroporto para buscá-la no lugar dos pais da moça.

“Gabriel é um homem muito atraente, no auge dos seus vinte e sete anos. Ele faz o tipo certinho, com o cabelo castanho cortado e penteado tipo mauricinho, tem olhos castanhos e aquelas covinhas encantadoras que aparecem quando sorri; mas sempre achei que por trás dessa aparência perfeita existe um rebelde domado, afinal aqueles músculos incríveis não poderiam ter surgido do nada, tampouco aquela tatuagem que ele esconde por debaixo das camisas de botão. Na última vez em que visitei tia Tereza, ela havia preparado um churrasco na piscina de sua casa e pude observar a tatuagem de dragão que Gabe tem por toda a extensão de sua costa. Quando penso nele apenas uma palavra surge em minha mente: sexy! (Sim, eu gosto de definir as pessoas e os momentos por palavras.)”

Já Max, é o sedutor em pessoa, diferente de Gabriel, cuja aparência ela se lembrava melhor por tê-lo conhecido no casamento de sua madrinha. Ela e Max sempre se desencontravam, e assim como ela, ele também era um grande dançarino, mas o seu gosto por música era um pouco diferente do dela e até participava de clipes de dança, sempre estando envolvido com projetos desse tipo. Então, sua aparição é uma grande surpresa para Fernanda, principalmente quando ela descobre que o rapaz não tem nenhum medo de dizer o que pensa na primeira vez que vê a prima. 

"- Por quê? Queres abraço e beijinhos?-perguntei provocativa. -Quero sim, priminha; afinal, nem todos os caras têm a mesma sorte que eu de ter uma prima tão linda assim.-Aquele Adônis falou me provocando em retribuição.-Dá um tempo Max.-Gabe se intrometeu visivelmente contrariado.-Meninos, parem com isso! -Tudo bem, madrinha. Se o meu "priminho" quer tanto um abraço e beijinhos eu lhe darei. Aproximei-me dele e o abracei, em seguida dei dois beijinhos em suas bochechas. Ele por sua vez, segurou-me um pouco mais do que o adequado e disse bem baixinho, em meu ouvido, para que somente eu pudesse ouvir: -Afrodite. Aquela voz rouca, e sua referência à deusa do amor, fizeram minha pele arrepiar, deixando-me completamente sem palavras. Buscando a pouca sanidade que ainda me restava, pedi licença aos três e fui em direção ao vestiário, onde me troquei; em seguida, fui a minha casa jantar com os meus pais.”

Já deu pra perceber a encrenca em que a Fernanda se meteu haha! Sem contar que há cada momento que ela passava com os irmãos, mais eles ocupavam espaço em seus pensamentos, substituindo Ty rapidamente e fazendo-a questionar o quanto ela estava- de fato- satisfeita com o seu relacionamento. Até que ele decide visitá-la, e a confusão está completa na vida de Fernanda.

Mas é claro que o coração dela sempre baterá mais forte por um desses rapazes maravilhosos, por isso deixo a critério de vocês descobrirem quem será o escolhido?

Confesso que não gosto muito de triângulos amorosos pelo simples fato da mocinha ter que escolher um dos dois rapazes, pois um sempre sairá machucado na história. Mas a autora conseguiu criar um final até melhor do que eu imaginava, e fiquei muito feliz por isso haha. É uma história linda, viciante e emocionante. E é claro que, se tratando de uma história onde a música se faz presente em todo o momento, não poderia faltar uma playlist, que por sinal está sensacional!

Contudo, além do dilema entre os rapazes e do romance, a história ainda contém drama, momentos engraçados e um pouquinho de ação na história que me deixou bem aflita. Me apaixonei pela história da Fê e não vejo a hora de ler as continuações dessa trilogia incrível!


15 comentários:

  1. Que linda essa capa... Me deixou super curiosa! Vou anotar a dica!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luisa! É simm, muito linda! Fico feliz que tenha gostado, bjss!

      Excluir
  2. Oie! Tudo bem?

    Eu curti bastante a proposta do livro, mas desanimei quando notei esse triangulo amoroso, estou correndo um pouco disso e procurando algo mais inovador por assim dizer, que caia fora do Clichê, mas de qualquer forma vou deixar o nome anotado quem sabe futuramente não realizo a leitura dele!

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nay! Tudo sim, e você? Te entendo totalmente haha, espero que você leia um dia. Bjss!

      Excluir
  3. Oii, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa. O fato de Fernanda estar dividida entre 3 caras me deixa desanimada, seria mais fácil não namorar e pegar todos euheuehehe
    Não é muito o que curto, mas vou colocar na minha lista de leituras <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paula! Com certeza hahaha, namorar dá muito trabalho ainda mais tendo que decidir entre os três! Espero que você leia um dia, bjss! <3

      Excluir
  4. Adoraria ser bailarina, mas não tenho talento nem coordenação motora. Estas histórias sempre ganham a minha atenção pelas escolhas que devem ser feitas por quem assume este tipo de vida. Gostei da proposta, vou pesquisar mais sobre o livro. Valeu pela dica! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beta! Sério?! Que lindoo! Eu adorava ver as pessoas dançarem, mas eu achava que não serviria para mim pelo mesmo problema haha. Fico feliz que tenha se interessado pela história. De nada, bjss!

      Excluir
  5. Olá, tudo bem?

    Apesar de ser um triângulo amoroso, gostei da premissa do livro. E com um "tema" diferente. Vou pesquisar mais sobre o livro. Sua resenha está fantástica. Me deixou com vontade de ler.

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro e a autora, mas adorei o que foi mostrado. Confesso que sou fã de triângulos amorosos, quando bem construído, então fiquei com curiosidade. Dica anotada!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não conhecia o livro, mas até que gostei da premissa, apesar do clichê envolvido. Faz tempo que não leio um livro com triângulo amoroso... obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  8. Oi, adoro histórias com playlists, então isso já é um ponto positivo. Também gostei de saber que apesar de ter um triângulo amoroso as coisas não terminam mal e foi um fim satisfatório. EU nunca tinha ouvido falar na história, mas já achei bem bacana.

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?!?! Não conhecia a obra e nem a autora, mas já anotei a dica.
    Gostei de como a história de desenrolou e acredito que eu vá gostar de conhecê-la.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Jennifer, sua linda, tudo bem?
    Histórias com dança e música no cenário sempre me cativam. Nossa, fiquei desconfiada desse namorado dela também. Ele está rindo com a amiga pode ter sido inocente, mas abraçando, não sei, acho estranho. Pelo enredo acho que ficarei apaixonada. Não conhecia, mas você me deixou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. OIii!

    Assim como você, eu não curto muito triangulos amorosos e fiquei muito feliz em ver que a autora teve um cuidado especial em relação a isso e transformou algo que vc não curte em agradavel.
    O enredo parece ser envolvente de acordo com sua resenha e eu fiquei curiosa. Quem sabe um dia?

    Beijinhos,

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo