30/08/2017

[ RESENHA ] Poemas do Fim do Mundo

Título: Poemas do Fim do Mundo
Autor: Eriberto Henrique
Editora: Autografia
Páginas: 88
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Editora

Em Poemas do Fim do Mundo, Eriberto Henrique reúne uma série de poemas que foram escritos por ele durante boatos, por uma profecia, de que o mundo estava chegando ao fim. O autor produziu textos reflexivos sobre sua vida e tudo ao redor, em tom de despedida, encerrando um ciclo e recebendo um novo mundo.
Com palavras tocantes, Poemas do Fim do Mundo fala de diversas vidas, com assuntos dos mais profundos aos mais “ordinários”, das pessoas que vêm e que vão. Utilizando figuras de linguagem como metáforas e rimas, Eriberto prende o leitor e faz pensar, ao mesmo tempo em que entretém. É o livro perfeito para carregar a todo canto e para ser lido a qualquer momento.
 

Uma ideia que teve início por conta de uma brincadeira sobre o Fim do Mundo, mas que foi ganhando forma e como consequência a tudo isso, Eriberto Henrique concluíra um lindo livro de poemas que seria como uma reflexão sobre si mesmo e as pessoas que cruzamos e convivemos ao longo da nossa vida. Com o objetivo de fazer com que o leitor conclua uma viagem para o seu próprio corpo, alma e mente.

Com isso, vêm as seguintes perguntas: O que você faria se soubesse que o mundo fosse acabar? Você se sentiria realizado com tudo que você possui ou fez? Ou sentiria que ainda havia coisas que você gostaria de fazer, mas o medo o impediu de concluir?

Poemas que falam sobre a infância, sonhos, sentimentos e sensações que não são mais os mesmos. Antigas paixões e o arrependimento de não ter feito o bastante, dias e momentos simples com boas recordações, mas que, infelizmente, não voltam mais. Coisas belas da vida que não paramos para apreciar como contemplar o nascer do sol, a natureza em sua plenitude, uma amizade, um amor. 

 Ou seja, não possuímos mais aquela alegria diante de coisas pequenas da vida e que às vezes não reparamos, pois estamos muito ocupados com nossas obrigações com o trabalho, estudo. Estamos sempre com pressa e não damos a devida atenção ao que realmente importa. Ficamos sobrecarregados depois de um dia cheio e esquecemos de aproveitar os momentos únicos que não voltarão mais. Será que o tempo é realmente curto e os problemas não possuem soluções?

28/08/2017

[ RESENHA ] Dumplin'

Título: Dumplin'
Autora: Julie Murphy
Editora: Valentina
Páginas: 333
Estrelas: 5/5 ♥
Livro: Cortesia da Editora Valentina

Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.

Olá leitores,
"Cresça e apareça. Faça e aconteça!"
Como não cair de amores com um livro como Dumplin'?

Você pode não ser gorda ou ter um nariz dois dedos além do que gostaria. Você pode ser autocrítica ou crítica somente para outras pessoas além de você.

O que você não pode, como pré requisito para gostar desse livro, é ser totalmente confiante. Segura de si e de cada passo que dá. Se for assim, você não vai entender como essa história é boa.

- "Por quê isso?" - repito a pergunta, também aos gritos - Porque você me deixou sozinha na piscina. Porque me abandonou completamente. E quem era aquele palito escroto? - Assim que as palavras saem da minha boca, sinto um arrependimento mortal. A vida inteira tive um corpo digno de comentários, e se há uma coisa que viver na minha pele me ensinou foi que,se o corpo não é seu, você não tem direito de dizer nada. Seja a pessoa gorda, magra, alta ou baixa, não interessa" 

Mais do que a vida de uma pessoa gorda, Dumplin' é sobre como você reage ao seu dia a dia. Seja quando algo de bom acontece com você ou quando você é jogada no chão e pisada. Ás vezes reagimos, outras não. Quando seu mantra é um dia de cada vez, não dá pra cair numa poça de lágrima sempre que dá vontade e Willowdean Dickson para uns, Will para outros e Dumplin´(ou bolinho, se você for traduzir) pela mãe, sabe disso.

25/08/2017

[ RESENHA ] Guerra

Título: Guerra
Autor: Guilherme Aniceto
Editora: Penalux
Páginas: 90
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Editora
Se desejamos a paz, preparemo-nos para a guerra. A luta, literária ou social, exige que tenhamos a capacidade de compreender as ideias que acompanham a palavra, ou de edificar nossos baluartes onde possamos nos defender com a segurança esperada, e enfrentar o adversário que se oculta nas trilhas sombrias das injustiças. A verve poética de Guilherme Aniceto transcende o inconformismo. Representa no front um grito contra a violação da liberdade, no seu mais amplo sentido,decorrente das mais variadas manifestações do juízo de valor antecipado. Tendo como escudo o seu verso, o poeta demonstra o seu amadurecimento literário ao mesmo tempo em que faz seu protesto contra a atual conjuntura política e social instalada, lamentavelmente, nas sociedades modernas.
 


A poesia é uma forma que todo autor encontra de se expressar e fazer com que o leitor reflita sobre o tema que lhe é proposto. Contudo, essa obra é muito mais do que isso, é também fazer com que ele repense a sua maneira de ver o mundo.

"Ninguém tem pena de nósHoje não há poema.Os livros estão engavetados.As gravatas sufocam.Os telefones soltam a voz.Os grampos amarram os papéis.As redes não descansam.Houve vazamentos.A esperança foi soterrada.
E a pena foi a única a safar-se do trabalho.Em tempo, aposentou-se."


Nessa obra, o autor Guilherme Aniceto procura transcrever todos os sentimentos que estavam entranhados em sua alma para o papel, com o objetivo de lutar pelo respeito, as diversidades e ao livre arbítrio, é claro, de forma poética. Pois segundo ele, essa poesia será uma proposta de renascimento, o começo de outra vida, melhor e maior, um produto da luta contra o preconceito, a intolerância, ao fundamentalismo, a homo-bi-transfobia, ao racismo, à misoginia e a toda forma de opressão que nos imponha limites.

22/08/2017

[ RESENHA ] O Homem No Espelho

Título: O Homem No Espelho
Autora: Vivianne Sophie
Páginas: 260
Editora: Constelação Editorial
Estrelas: 5/5

Jennifer Mills sempre foi cética quando o assunto se tratava de seres sobrenaturais, vivendo em meio à turbulência de Nova York tudo que ela queria era descobrir porque não sonhava, já que o mundo dos sonhos parecia bem atrativo. Quando uma oportunidade de trabalhar no Museu de História Natural surge em sua vida, ela não mede esforços para ser reconhecida em seu cargo. Mas logo na sua primeira tarefa, coisas estranhas começam a acontecer. Uma coleção de artefatos vindos da Índia precisam ser catalogados. Dentre eles, um espelho negro sem origem certa. Esta é a primeira missão de Jennifer, descobrir a real natureza do misterioso objeto. Mas a medida que ela se embrenha mais na história do espelho, episódios cada vez mais estranhos vão surgindo em sua vida: Sombras que espreitam os seus caminhos, histórias de deuses hindus envolvendo a criação do espelho e seu primeiro sonho, que é lindo e aterrorizante, tanto quanto a figura que começa a aparecer no espelho. Dispostas a ir contra as crenças de tudo que acreditou na vida, Jennifer descobrirá que sua real natureza, é a resposta para maioria das suas perguntas.Uma mistura de Dark Fantasy, com mitologia hindu e aventuras em um reino perdido, “O Homem no Espelho” promete encantar os leitores com uma história inesquecível e bem ambientada. Se entregue a magia e mergulhe em universo totalmente novo, onde as dimensões não têm limites.


Sonhar, nunca fora um hábito para Jennifer Mills, pois nada passava pelas suas pálpebras, exceto o que tentava imaginar ainda acordada em uma vã tentativa de ser um pouco normal. Aos 12 anos, ela apenas ouvia sua melhor amiga, Hope, falar sobre seus sonhos e sempre ficava frustrada por nunca conseguir fazer o mesmo. Agora aos 22 anos, não entendia o porquê de não sonhar. Procurou por todos os especialistas do assunto, cujos testes sempre falhavam.

Deixada ainda bebê na porta de Elizabeth e Wilson Mills, um casal muito amoroso e que cuidou dela como se fosse sua própria filha. Além da sua aparência oriental, um colar de flor de lótus também estava no pescoço como único objeto de lembrança da sua família biológica. Jennifer não gostava de usá-lo e também nunca teve vontade de encontrá-los. Porém segundo Sr. Hard, um hipnotista e o seu último especialista, talvez a sua falta de sonhos tenha a ver com um bloqueio e que o seu colar possa revelar mais do que ela imagina, pois ela sempre procura por ele ao acordar pela manhã. 


Mesmo formada em História, Jennifer ainda não havia conseguido se estabilizar financeiramente, e dar aulas no primário havia se tornado bem estressante. Com isso, ela decide recorrer ao Museu de História Natural, que abriria uma vaga em especial para historiadores e seria uma ótima oportunidade para falar sobre um assunto que sempre fora a sua paixão.

21/08/2017

[ LANÇAMENTOS ] Editora Rocco - Agosto



Evie Snow tem 82 anos quando parte calmamente desta vida durante o sono, cercada pelos filhos e netos. Esta é a forma como a maioria de nós deseja partir, mas quando ela chega ao seu céu particular, descobre que voltou aos 27 anos e não consegue abrir a porta para entrar. A alma de Evie precisa estar leve o suficiente para que possa fazer a travessia, então ela deve se livrar de tudo que a esteja tornando pesada. Isto significa enfrentar seus três maiores segredos, carregados por mais de cinquenta anos feito um fardo, e buscar uma maneira de revelá-los antes que seja tarde demais. Ao dar início à jornada mais importante de sua vida, Evie aprende mais sobre a existência e o amor do que imaginava ser possível e, de alguma maneira, poderá também retomar sua verdadeira e secreta história de amor… Poderoso, mágico e profundamente romântico, Do outro lado transportará o leitor para um mundo impossível de ser esquecido. Esta é uma história de amor como nunca existiu, cuja beleza e alegria trarão lágrimas aos olhos.




Resultado de imagem para lançamento rocco agosto 2017
Guerra dos tronos encontra Mitologia nórdica, bestseller de Neil Gaiman, neste conto de fadas ambientado na Rússia medieval. Romance de estreia da norte-americana Katherine Arden, que morou dois anos em Moscou, O urso e o rouxinol mistura aventura, fantasia e mitologia ao acompanhar a jornada da jovem Vasya, criada, junto aos irmãos, num vilarejo próximo de uma floresta, e que cresceu ouvindo de sua ama contos e lendas sobre criaturas que vivem nas matas e que precisam receber oferendas para manter o mal adormecido em seu interior. Mas a chegada de Anna, madrasta de Vasya vinda da capital, de hábitos católicos, e de um padre ortodoxo que resolve instituir as práticas cristãs no vilarejo, provoca uma mudança na rotina da menina e abre as portas para uma terrível catástrofe. Sensível e determinada, Vasya é a única que consegue enxergar e conversar com esses seres fantásticos e torna-se a última esperança para salvar o povoado onde nasceu da destruição.


Resultado de imagem para lançamento rocco agosto 2017
Em Beacon Heights, Washington, cinco garotas do último ano do ensino médio sabem que você não precisa ser bom para ser perfeito.Mackenzie, um gênio da música, quer desesperadamente entrar na Julliard, mesmo se isso significar um dueto com o namorado da sua melhor amiga. A linda Ava não se orgulha de usar sua beleza para conseguir a nota máxima. A atlética Caitlyn está a um gol de uma bolsa de estudos de esporte – isso se ela conseguir dar um tempo no drama do seu relacionamento. A popular Julie tem tudo o que quer – literalmente, graças a sua mãe acumuladora – e vai fazer de tudo para manter o segredo da sua família. Parker, antiga it girl, está experimentando seu lado mais selvagem. As cinco meninas acham que não têm nada em comum, até que descobrem que odeiam a mesma pessoa: o rico e convencido Nolan, que fez coisas terríveis com cada uma delas. Elas montam o plano de um assassinato perfeito – um assassinato hipotético, é claro. É tudo apenas um desejo… até que elas acordam um dia e descobrem que se tornou realidade. Nolan foi morto – exatamente do jeito que elas planejaram. Mas elas não fizeram isso. Então quem fez? De repente, as meninas são as principais suspeitas do assassinato. E, a não ser que elas encontrem o verdadeiro assassino, suas vidas perfeitas vão começar a estilhaçar ao redor delas.

17/08/2017

[ LANÇAMENTOS ] Constelação Editorial - Agosto



Annelena Macleish acaba de partir numa viagem de carro na qual atravessará o país. O seu destino é a Faculdade Preparatória Para Medicina da UCLA, em Los Angeles. Em sua bagagem carrega apenas poucas roupas, alguma comida, pouco dinheiro, muitos sonhos e seu maior bem – um roteiro de viagem feito por sua falecida mãe, Renata, deixado como herança, e que esconde muitos segredos. No entanto, o que deveria ser uma solitária viagem de autodescoberta, acaba se tornando uma Road Trip em grupo. São os irmãos Bristol que temperam sua aventura com liberdade, descobertas, amores e encontros eternos. Sean, Hanna e Kyle trazem consigo seus próprios demônios e envolvem Lena numa trama de intrigas, que pode atrapalhá-la na descoberta dos segredos deixados por sua mãe ao longo da estrada. Em meio à sexo, música, amizades, mistérios e paixões eles vão muito além de Los Angeles ou de qualquer outro destino: alcançam o amadurecimento que somente a estrada poderia proporcionar. Tudo era novo! Nada como a estrada para iniciar uma nova vida. E a cada milha eles viviam uma aventura diferente...



Paul é um engenheiro bem sucedido que vê sua vida tornar-se um caos após uma grande perda e encontra-se submerso em um mar de dor, sentindo seu desejo de justiça o consumir. Em contra partida há Chloe, uma advogada decidida a se reerguer após ter seus sonhos brutalmente interrompidos em uma manhã de outono. A esperança que rege um e a morte que guia o outro mudam o rumo de suas vidas e faz com que se encontrem. Será que poderão sobreviver a pressão de suas carreiras e à todos os desafios de sua, quase, morte interna? Não espere deste livro um conto normal de romance, e não espere deste conto um fim comum. Nesse livro somos levados à um mundo onde adultos sonham, sofrem e amam... Amam sem Fim!

16/08/2017

[ LANÇAMENTOS ] Grupo Editorial Pensamento - Agosto




A aventura final da trilogia de Tibor Lobato está começando: uma nova quaresma chegou e todos os moradores dos vilarejos em torno da Vila do Meio sofrem o ataque brutal de um exército de criaturas horrendas. Ao saber da ocorrência de estranhos rituais, Tibor descobre que tudo faz parte de um plano macabro da Cuca, que ele pretende derrotar de uma vez por todas. Em meio a batalhas épicas, sonhos e pesadelos sobrenaturais, Tibor precisa enfrentar o maior de todos os desafios: conhecer a si mesmo e a extensão da própria força.Gustavo Rosseb resgata e moderniza os mitos e causos do folclore brasileiro, entretendo os leitores e provocando reflexões sobre temas como o preconceito, a morte e o poder da amizade e dos laços de família. As aventuras de Tibor estão chegando ao fim, mas a diversão está apenas começando.

13/08/2017

[ RESENHA ] Ivy Pocket: O Segredo do Diamante

Título: Ivy Pocket: O Segredo do Diamante
Autora: Caleb Krisp
Editora: Rocco 
Páginas: 336
Estrelas: 4/5
Livro: Rocco
Primeiro livro de uma trilogia britânica que conta as peripécias de uma menina órfã esperta, charmosa, autoconfiante e... muito desastrada. Em sua primeira aventura, Ivy se vê abandonada em Paris, sem nenhum centavo e completamente perdida. Quando uma duquesa a incumbe de entregar um colar incrível (e possivelmente amaldiçoado) a uma menina chamada Matilda, em seu aniversário de 12 anos, Ivy enxerga a chance de retornar a Londres e embarca num navio para cumprir a missão. A partir daí, a intrépida protagonista conhece uma série de personagens improváveis e se envolve em muitas confusões e mistérios, incluindo um ataque de estranhas criaturas nanicas que usam vestes de monges. Será que Ivy conseguirá entregar o colar a Matilda e, principalmente, chegar sã e salva à última página?

DIVERTIDO! 
Não consigo pensar em outra palavra para definir essa obra tão fofa e extremamente divertida. Ivy Pocket é a personagem mais convencida e sem papa na língua que já conheci... Sem dúvida alguma, não existe ninguém como Ivy Pocket. A frase que está na contracapa não poderia escrever melhor essa garotinha, Você pode não estar preparada para Ivy Pocket, mas ela está preparada para você! 

Ivy é uma garotinha de 12 anos órfã, ela foi deixada no lar Hrrington para crianças desamparadas aos cinco anos, mas Ivy não gosta muito dessa história e sempre trata de inventar algo melhor. Aos 11 anos conseguiu um emprego como criada em Londres, trabalhou para essa família por 1 ano, depois disso foi contratada pela condessa Carbunkle em Paris. O problema é que Ivy como eu disse no inicio não tem papas na linguá, fala o que quer, quando quer e como quer, sem falar que é completamente desastrada, principalmente quando pensa estar "ajudando". Em uma dessas suas "ajudas" ela é demitida. A condessa deixa apenas algum dinheiro para a garota e uma carta nada amigável, pedindo que ela mantenha o máximo de distância possível.

10/08/2017

[ RESENHA ] A Poção Secreta

Título: A Poção Secreta
Autora: Amy Alward
Editora: Jangada
Páginas: 368
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia do Grupo Editorial Pensamentos
A Princesa do Reino de Nova toma acidentalmente uma poção do amor, e se apaixona por si mesma! Para encontrar o antídoto que possa curá-la, o rei mobiliza todos numa expedição chamada Caçada Selvagem. Competidores do mundo todo saem em busca dos mais raros ingredientes em florestas mágicas e montanhas geladas, enfrentando perigos e encarando a morte para encontrar a fórmula da poção secreta. Dentre eles, está Samantha, uma garota comum que herdou dos seus ancestrais alquimistas o talento para preparar poções. Esta pode ser a oportunidade para reerguer a decadente loja de poções da família, afinal o mundo todo estará acompanhando a Caçada nas mídias sociais. Será que ela conseguirá descobrir a cura e salvar a Princesa?

Samantha Kemi é uma alquimista aprendiz de seu talentoso avô. Ela cuida da loja de poções da família que fica em Nova, um reino repleto de magia. Os Kemi eram alquimistas famosos e poderosos, mas tudo acabou na última caçada selvagem que é basicamente quando todos os alquimistas são convocados para fazer poções para salvar algum membro da família real que se encontra em perigo. Nessa última caçada, a bisavó de Samantha encontrou a poção perfeita, mas foi roubada, e a poção acabou sendo feita com ingredientes sintéticos que acabou levando o prêmio e toda a fama e poder. 

"A Loja de Poções Kemi foi um dia uma das boticas mais proeminentes de Kingstown. Mas ninguém precisa mais de boticas. Não quando tem megafarmácias, no centro da cidade, vendendo versões sintéticas das poções tradicionais pela metade do preço. Agora somos resquícios de um tempo que não volta mais. Relíquias."


Desde então os sintéticos vem dominando Nova, crescendo a cada dia mais, somente os Kemi permaneceram fieis com suas poções naturais, mas não vendem tanto como vendiam antes dos sintéticos.

09/08/2017

[ Mãe, Lê pra mim! ] O Primeiro dia de Chu na Escola

Título: O Primeiro dia de Chu na Escola #2
Autora: Neil Gaiman e Adam Rex
Editora: Rocco
Páginas: 36
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Editora
Chu está prestes a ir para a escola. E como toda criança, ele está um pouco nervoso. O que ele vai fazer lá? Será que seus colegas vão gostar dele? Em seu primeiro dia de aula, Chu deveria se apresentar à professora e aos novos amigos e dizer o que mais gosta de fazer. Mas de repente, uma poeirinha de giz entra em seu nariz. E antes mesmo que ele possa começar a falar, ele solta um espirro daqueles. Como será que Chu se sairá em seu primeiro dia na escola?

Sempre estou trazendo novidades para o mundo do meu pequeno, novidades literárias... Dessa vez ele conheceu um pandinha fofura total chamado Chu ( Fala sério, ele é fofo até no nome ), pena que a mamãe aqui não notou que esse é o volume dois da coleção do pandinha Chu. Mas aos poucos vamos completa-la.


O livro é bem curtinho, até mesmo os textos é bem reduzido... O que é perfeito para crianças que estão começando a ler... (não é o caso do meu baby, pois ainda não sabe ler, mas é perfeito se seu baby não é muito paciente para esperar você ler aqueles textos gigantes, esse livro vai te ajudar)

07/08/2017

[ RESENHA ] Devaneio

Título: Devaneio
Autor: Augusto De Brito
Editora: Publicação Independente
Páginas: 669
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia do autor - pdf
Não se sabe como ou em que circunstâncias aquele homem havia chegado até a praia, as roupas molhadas sugeriam que ele poderia ter vindo do mar. Atordoado ele despertou confuso. Não sabia quem era, de onde vinha, nem porque estava ali, só tinha uma certeza, uma missão, algo que o chamava fortemente e que guiaria seu caminho em busca de respostas. Em busca de clareza. Munido apenas de três fotos em seu bolso, e sem saber que o mundo em que despertara estava sendo tomado pela escuridão e terror, criados por uma entidade sombria, será ele capaz de encontrar as respostas que procura? E qual seria sua ligação com essa entidade e a destruição que ela vinha causando? Uma narrativa não linear, que flui sutilmente através da visão e lembranças de diferentes personagens, permitindo ao leitor compreender os diferentes processos de formação de cada um, sendo impossível não se apegar aos diferentes núcleos da história. Devaneio possui um enredo de ação, alimentado por criaturas fantásticas, malignas e humanas, que interagem em relações que vão muito além do “bem contra o mal”, passando pelas esferas, conceitos e questionamentos que envolvem a imaginação, fé, crenças e religião.
 


A história começa na Praia Vermelha na Cidade de Furnas, Quarta-feira do dia 4 de Junho. Noite de maré alta, um homem que se encontrava desacordado e com a respiração fraca é despertado por um cão Fila que estava passando pelo local. Assustado, zonzo e com as roupas encharcadas, ele anda cambaleando até a orla, tentando se lembrar de como fora parar ali, mas não conseguia encontrar nada em sua memória. Suas roupas não pareciam do tipo que alguém usaria para velejar. O luar instigava algo em sua memória que ele não sabia o que era. Sentindo algo em seu bolso direito, ele encontra três fotos molhadas. Numa delas ele se via com as mesmas roupas que estava naquele momento e com uma mulher que parecia ser sua esposa, pela posição que os dois estavam na foto, na segunda havia uma menina que aparentava ter uns 10 anos numa cama de hospital, e na terceira foto a menina estava junto da mulher da primeira foto com um chapéu de aniversário. E ao aproximar as fotos dos olhos, uma forte dor lateja em sua cabeça, adicionada a golpes violentos no estômago e com o corpo em brasas por dentro, ele não consegue mais aguentar e grita de dor.

Dennis, um homem rico e esnobe, e Rebeca, uma prostituta, estavam dentro de um V8 estacionado perto da praia quando escutam o grito do homem. Não dando atenção ao som, Dennis tenta voltar a fazer sexo com Rebeca, que preocupada, ela tenta convencê-lo a ajudar, mas ele se torna violento e agressivo. Começando a machucá-la quando o homem da praia surge, dando um murro muito forte em Dennis. Além da sua voz ser fria e robótica, o homem também tinha uma incrível força, fazendo com que o pulso de Dennis quebre e dando um soco muito forte no meio do maxilar a ponto de fazê-lo cuspir sangue. Com o olhar de desprezo e nojo para Denis, o homem pega as chaves do carro e sua jaqueta, e entra no carro. Depois de descobrir onde estava e que dia era, ele dá a partida, levando o cachorro junto. Apesar da tranquilidade robótica, ele consegue tranquilizar Rebeca. Depois de estacionar o carro numa boate, onde Rebeca trabalhava, ele fica confuso quando ela lhe pergunta o seu nome. Pois ele não conseguia lembrar, então ele adere ao nome Neva, sendo o primeiro nome que vê no chaveiro da ignição. Achando estranho, mas não dizendo nada, Rebeca lhe dá um beijo antes que ele reagisse e vai embora.

04/08/2017

[ RESENHA ] Quando tudo faz sentido

Título: Quando tudo faz sentido
Autora: Amy Zhang
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Páginas: 320
Estrelas: 3/5
Liz Emmerson é uma garota popular no colégio e tem uma vida aparentemente invejável. Por que ela tentaria tirar a própria vida, simulando um acidente de carro depois de assistir a uma aula sobre as Leis de Newton? Neste surpreendente romance de estreia, Amy Zhang, que nasceu na China e mora no estado de Nova York, aborda temas como abandono, bullying, depressão e suicídio com uma narrativa crua e pungente que vai arrebatar os fãs de obras como As vantagens de ser invisível, Nuvens de Ketchup e Meu coração e outros buracos negros, entre outros. Na trama, Liz é resgatada por Liam, um garoto que ela sempre desprezou, mas talvez uma das poucas pessoas ao seu redor capaz de enxergá-la além das aparências. Envolvente e emocionante, o livro – que prende também pelo mistério se a protagonista vai ou não sobreviver (e que só é revelado no final) – mostra a fragilidade, a solidão e os dilemas dos jovens de forma sensível e sincera.

Cansada do silêncio, da solidão, Liz não vê esperança de que as coisas mudem e ela acredita que não estar mais no mundo será um bem maior para a humanidade. Por isso ela acredita que tirando a própria vida de maneira que aparente ser um acidente de carro em uma curva difícil ela convencerá as pessoas que não foi um suicídio bem premeditado.

Ela é garota popular que esconde os seus pensamentos mais obscuros e ruins, porque dessa maneira é mais fácil ser aceita, fingindo ser o que não é diariamente. Sua mãe é uma mulher extremamente ocupada, uma workholic, passa mais tempo viajando do que em casa e Liz sente falta dela sempre, porque vive sozinha quase toda semana. Seu pai, que era seu fiel escudeiro e compreendia tudo o que ela amava faleceu quando ela era ainda criança, acabou caindo do telhado e desse dia em diante a vida de Liz se tornou uma sucessão de vazios.

Seu ex-namorado Jack, um jogador de basquete também popular trai Liz com frequência, mas na concepção deturpada dele isso é normal. E ela mesmo sabendo dos seus rolos por fora do namoro aceitava essas traições, porque na companhia do namorado ela era ainda mais bem vista.


Mesmo namorando outros garotos eram atraídos por Liz, dentre eles, Liam, um bom garoto, estudioso, focado, bem nerd e que amava tocar sua flauta. Ele era o único que conseguia enxergar a Liz por trás das máscaras sociais. Por coincidência do destino foi justo Liam que contactou a polícia quando ela sofreu o acidente com o carro. De uma maneira meio louca, ele sabia ou sentia que esse acidente na verdade significava outra coisa, estava mais para uma desistência de viver, a chance de acabar com a tristeza.

"Em certas noites, Liz olhava para trás e contava os cadáveres, todas as vidas que tinha arruinado pelo simples fato de existir. Então escolheu deixar de existir."

03/08/2017

[ RESENHA ] O Sorriso da Hiena

Título: O Sorriso da Hiena
Autora: Gustavo Ávila
Editora: Verus
Páginas: 263
Estrelas: 5/5 
Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitável psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém, a proposta feita pelo misterioso David coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é uma pessoa má por ter presenciado o brutal assassinato dos seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a dele, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma na vida delas. Até onde ele será capaz de ir? É possível justificar o mal quando há a intenção de fazer o bem?
 

Olá leitores,
Que tal iniciar uma leitura que questione (ainda mais) o tipo de pessoa que somos ou, sob pressão, podemos nos tornar? O romance policial de estreia de Gustavo Ávila nos dá esta proposta.
É possível justificar o mal quando há intenção de fazer o bem? 



Logo no início nos deparamos com o assassinato impactante dos pais de David Rocha Soares, na época com oito anos, David fora obrigado a assistir a cena devastante de boas pessoas partirem brutalmente para outra. A falta de estrutura familiar e o reformatório juvenil não oferece exatamente o que se espera  em termos de recuperação do psicológico e, mesmo com a sorte de alguém não desistir dele, David se tornou um assassino frio e calculista, mas que quer entender se houve mesmo uma transformação pelo trauma ou se sua essência apenas é corruptível.
A violência era comum nas ruas e também dentro das casas. Era rotina escutar gritos e brigas domésticas. Por medo ou, na grande maioria das vezes, descaso, ninguém se metia. O cenário perfeito para alguém cometer um crime sem ser incomodado pelos vizinhos.

02/08/2017

[ RESENHA ] Não Olhe!

Título: Não Olhe! (Trilogia Não Pare #2)
Autora: FML Pepper
Páginas: 352
Editora: Valentina
Estrelas: 5/5

Zyrk pode estar com as horas contadas: a híbrida acabou de cruzar o portal e o frágil equilíbrio entre os quatro clãs encontra-se definitivamente ameaçado. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder.Fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir se a Morte possui várias faces?Nina acorda entre a vida e a morte na terceira dimensão, levada para a sombria Thron. Richard, o nada confiável resgatador de apaixonantes olhos azul-turquesa, luta contra sua própria natureza. Cruel e sanguinário, Rick está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos.Mesmo o melhor dos guerreiros, o mais temido e destemido, está protegido da força de um grande amor?Ele e a híbrida viajarão por toda Zyrk, e ela irá se deparar com um universo fantástico, um mundo violento, o plano da Morte. Lutando para se libertar de seus medos e determinada a encontrar seu caminho e sua identidade, Nina embarcará em uma jornada de descobertas arrasadoras, um percurso sem volta.Mas a garota das pupilas verticais descobrirá que as vontades do coração podem ser mais traiçoeiras que lendas ou maldições.
 

Antes de eu começar a falar sobre o segundo volume dessa maravilhosa obra, vamos a alguns fatos super importantes relacionados a esse novo mundo criado pela talentosa autora FML Pepper, para que os leitores fiquem por dentro ou relembrem os acontecimentos do livro anterior, e para aqueles que ainda não leram, recomendo que façam como a Nina... Fujam porque terá spoiler haha.

******************* Inicio do Spoiler *******************

Bom, no livro Não Pare, Nina descobre que Richard e Kevin não apenas estavam atrás dela durante todo esse tempo, como também são de outro mundo. Não gente, eles não são alienígenas! Mais especificamente, eles são de outra dimensão. Segundo Richard, ao todo existem quatro dimensões chamadas: Plano, Intermediário, Zyrk e Vértice.

O Plano, que para nós humanos é nada mais, nada menos que o Céu, o lugar aonde os bonzinhos irão um dia. O Intermediário, é onde estamos, a Terra. Zyrk, é uma dimensão totalmente nova, o lar de Richard, Kevin e de muitos outros habitantes que são chamados de zirquinianos, cujos papeis são muito importantes: manter o equilíbrio da dimensão Intermediária. Mas como assim? Eles são nada mais, nada menos que a Morte.  Pois o dever da maioria dos guerreiros zirquinianos é resgatar a alma na hora certa de sua morte para que haja equilíbrio entre os mundos, os bonzinhos irão para o Plano e o maus, para o último e temido mundo das sombras e da escuridão chamado Vértice, ou para nós humanos, o Inferno.

Aí vocês me perguntam, mas o quê isso tem a ver com a Nina? Há muitos anos atrás, uma maldição foi lançada pelo deus Tyron sobre os ancestrais zirquinianos, onde esse povo além de nunca possuir sentimentos bons como amor, amizade e compaixão. Iriam apenas sentir ódio, egoísmo, raiva e entre outros sentimentos ruins. Também haveria o dever a ser cumprido, cada criança, seja ela menino ou menina, que nascesse saudável e forte deveria treinar para se tornar um (a) guerreiro (a) e um resgatador (a) na idade adulta, responsável por coletar as almas. Porém após muitos anos, algo que deveria ser impossível, acontece. Durante uma dessas missões, um zirquiniano se apaixonou por uma humana que no final acabaram gerando uma criança híbrida. E quem é essa criança? A nossa heroína, Nina Scott! 



Com o descobrimento da híbrida, uma profecia surgiu, de que a criança seria o milagre e a salvação 
para todos os zirquinianos, pois ela faria com que surgisse os sentimentos bons nesse povo amaldiçoado. Contudo, nem todos acreditaram nessa profecia, e por medo de que algo desconhecido pusesse em risco o equilíbrio das quatro dimensões, cada líder dos quatro reinos em Zyrk ordenou para cada um dos seus melhores resgatadores, que Nina fosse eliminada o quanto antes.  Mas para o alívio ou para mais confusão na vida de Nina, um desses resgatadores começou a ter fortes sentimentos pela nossa mocinha que o deixaram completamente confuso. E o fizeram entrar em conflito entre escolher matar a híbrida para salvar o seu povo ou a dar ouvidos a esse novo sentimento, que estava começando a mudar o seu modo de agir e fazê-lo perder a cabeça para tentar protegê-la.  Esse alguém é o lindo e irresistível Richard Trent.

****************** Fim do Spoiler. *******************
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo