31/03/2015

[LANÇAMENTO] Ágata - Emília Lima

Oii lindos e lindas. Tenho imensa alegria de ser a primeira blogueira a anunciar para vocês o próximo lançamento da Emília Lima, a mais nova parceira do CL. Vamos conferir?



Sinopse: Ágata é uma obra de ficção, ambientada em Portugal e na Bahia no final do Séc. XVI e início do Séc. XVII, e conta a história de Ágata Cirilo, personagem principal do livro e das mudanças que a vida impõe a ela, fazendo-a escolher entre ser uma pessoa melhor ou continuar em uma vida vazia.
Ágata é uma personagem temperamental e egoísta até se apaixonar por um homem totalmente diferente dela. Alberto é um homem que vive uma vida muito simples, e que não pretende mudar, nem mesmo por um grande amor.
Este livro fala sobre a força do amor e o quanto ele é a coisa mais importante na vida de uma pessoa. Quando ele aparece na nossa vida, nada nem ninguém são capazes de detê-lo. O amor verdadeiro pode mudar completamente uma pessoa.








Confira o post de parceria com a autora aqui no blog e conheça o livro Alina que conta a história da irmã da Ágata. Click.





A maior paixão dessa escritora sempre foi os livros. Desde pequena adorava ler e foi muito incentivada pelos avós maternos, Marlotinho e Zelinha, que só lhe davam de presente, livros. Dona de uma extensa biblioteca, ela às vezes se esquece do mundo quando está lendo e para todo lugar que vai sempre carrega muitos livros com ela. “É meu refúgio. Preciso disso para me retirar do mundo em alguns momentos do dia”, diz a mesma. Ela tem dois filhos e mora na Bahia. Ágata é seu segundo livro. Ela também é autora de Alina, primeiro livro da Série Família Cirilo.






Minha reação ao saber que o Coleções Literárias é o primeiro blog a divulgar a capa e a sinopse do novo lançamento da autora parceira aqui do CL, Emília Lima. Hehehehehehehe


Emília, muito obrigada por nos presentear com essa novidade. Sucesso flor.

Amanhã tem Caixinha do Correio heim.
Beijinhos e até a próxima.

30/03/2015

[PARCERIA] Emília Lima

Oiii pessoal, Hoje o CL apresenta a vocês mais uma autora parceira. Hehehehehehe. Vamos conhecer um pouquinho sobre essa linda autora?


A maior paixão dessa escritora sempre foi os livros. Desde pequena adorava ler e foi muito incentivada pelos avós maternos Marlotinho e Zelinha, que só lhe davam de presente livros. Dona de uma extensa biblioteca, ela às vezes se esquece do mundo quando está lendo e para todo lugar que vai sempre carrega muitos livros com ela. “É meu refúgio. Preciso disso para me retirar do mundo em alguns momentos do dia”, diz a mesma. Ela tem dois filhos e mora na Bahia. Seu primeiro livro é Alina e diz que pretende seguir a carreira de escritora pelo resto de sua vida. “Escrever Alina foi uma mudança na minha vida. E quero que essa mudança permaneça para sempre.”




Alina é uma obra de ficção, ambientada na Bahia no final do Séc. XVI e conta a história da família Cirilo, proveniente de Portugal com o intuito de ajudar na colonização do Brasil-colônia.
O livro conta a história da vida da família Cirilo e principalmente de Alina Cirilo, personagem principal do livro e do amor dela por Pedro Garcia, um grande amor, mas um amor proibido.
Alina é uma personagem de personalidade forte e muito determinada. Alguns acontecimentos mudam drasticamente o rumo da sua vida e mesmo assim ela consegue levar tudo adiante, com toda a coragem que uma moça de sua idade e de sua posição social pode ter.
Este livro fala sobre amor, família e as renúncias que às vezes temos que fazer em benefício das pessoas que mais amamos. E, também, de que quando um amor é verdadeiro, ele acontece, mesmo que achemos que o tempo desse amor já passou.

29/03/2015

[ENTREVISTA] Simone Taietti | Responde


Logo depois que terminei de ler Uma vida para sempre fiquei mega curiosa para saber mais sobre o livro, e uma entrevista seria ideal, são (15) perguntas e tenho certeza que vocês vão adorar. Então vamos lá? Simone Taietti, uma autora talentosíssima e parceira do CL, responde.

CL:  Qual foi sua inspiração para escrever Uma Vida para Sempre?

ST: Era uma ideia que eu tinha já há cerca de quatro anos, mas, em princípio, tratava-se de um personagem masculino adulto que vagava por hospitais ouvindo as histórias dos pacientes. Por algum motivo ainda não tinha desenvolvido a história, havia apenas um esboço. Com a popularização do subgênero Sick-Lit, com livros como “A Culpa é das Estrelas”, “Como Viver Eternamente” e “Antes de Morrer”, acabei identificando um segmento que achei bacana e no qual minha ideia precípua se encaixava. Ai voltei a divagar sobre do esboço até então esquecido, criei novas personagens e adaptei a história. E voilá, (risos).

CL: Como surgiu o nome Ethel?

ST: Certo dia vi na internet a história de uma senhora chamada Ethel, que é cega. Achei a história dela tão tocante, ao mesmo tempo que me encantei pelo nome. Fiquei com ele na cabeça e, depois de criar a personalidade dos personagens, ao dar nome a eles, lembrei-me logo de Ethel para a personagem principal.

CL: Qual parte da história foi mais difícil de escrever?

ST: A história é cheia de lições, ao menos era esse o intuito ao escrever. E reconheço que trata de um assunto pesado e por vezes, triste. Mas confesso que o final foi o mais difícil, até porque havia três possíveis finais. Decidir-me por um foi uma árdua tarefa, (risos).

CL: Te incomoda ver seu livro sendo comparado com A Culpa é das Estrelas?

ST: Definitivamente não. Como disse anteriormente, ambos pertencem ao mesmo subgênero e possuem como tema central histórias semelhantes. Contudo, tem muitas diferenças e fico feliz por ver que, apesar da comparação inevitável, as resenhas que tenho lido sobre meu livro exprimem pontualmente essas diferenças. Além do mais, ACEDE tornou-se um best-seller e emocionou muitas pessoas pelo mundo. Quem não gostaria de ter seu livro comparado a outro que alcançou tremendo sucesso? (risos).

28/03/2015

[PARCERIA] Amanda Ághata Costa

Oiii pessoal. Olha só quem entrou para o grupo de parceiros do blog... Amanda Ághata, linda né gente? Vamos conhecer mais um pouquinho dessa pessoinha linda e do seu livro maravilhoso?

Amanda Ághata Costa nasceu em 21 de Outubro de 1993, numa pacata cidade do interior de Santa Catarina. Estudante de Pedagogia e amante das palavras desde a infância, jamais imaginou que um dia sua voz seria ouvida. Com papel e caneta em mãos, espera poder tocar as pessoas com suas histórias, fazendo-as vibrar e amar cada fragmento das mesmas. De todas as coisas do universo, se aventurar nos mares da fantasia é sua maior paixão. A trilogia A Escolhida é seu romance de estreia.









Sinopse: Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota dispersa na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais desde a infância. Devido à sua aparente doçura e beleza, ninguém seria capaz de supor que, além de um anjo, ela também é um demônio com sede de poder. Os espertos deveriam manter-se distantes, mas há olhares que não deixam de admirá-la.
Egran não desperdiçaria a chance de apoderar-se de habilidades tão interessantes: ela é a escolha perfeita. Entretanto, nem todos se sentem realizados. O círculo seria um refúgio ideal para os demais feiticeiros, se o próprio líder não os tratasse como marionetes descartáveis. Movidos pelo medo e controlados pelo mestre, os componentes do grupo obedecem, sem pestanejar, às ordens recebidas. Ao se ver arrastada para lá, Ari se encontra diante de situações improváveis, arriscando-se a expor mais do que gostaria.
Para ela, sentir é algo que sempre esteve fora de seus limites. Não poderia vivenciar qualquer forma de emoção, esta era a promessa. Até que Luke surge em seu caminho e abala as estruturas congeladas, derretendo-as e modelando novos conceitos. O amor realmente fará brotar a alegria? Ou irá arrastá-la diretamente para a morte? O passado obscuro de Ari será o suficiente para fazê-la estilhaçar de uma vez por todas, não restando oportunidades para uma nova tentativa de se isolar do mundo.

24/03/2015

[NOVIDADES] Vinheta do Vlog Coleções Literárias

Oláááá. Estou mega feliz, pois resolvi fazer uma vinheta para o vlog Coleções Literárias (CL). 
Eu espero que vocês gostem, foi feito com muito carinho, e meus braços estão tremendo até agora kkkkkkkkkkk Tadinha da Taty :(  Mas valeu a pena, eu gostei do resultado tive a aprovação da minha amiga querida Greicy Marthins então acho que vocês vão curtir. 

Livros que apareceram na vinheta

Anna e o Beijo Frances - Resenha
Agridoce - Resenha
Perdendo-me - Resenha
Extraordinário - Resenha
Crepúsculo
Um Homem de Sorte
Princesa Adormecida - Resenha
Uma Vida Para Sempre - Resenha
Um Novo Amanhecer - Resenha
A culpa é das Estrelas - Resenha
A Seleção - Resenha
Anseio - Resenha
Divergente - Resenha

23/03/2015

[RESENHA] O Bisturi de Ouro - Chaiene Barboza Santos

Titulo: O Bisturi de Ouro
Autora: Chaiene Barboza Santos
Editora:Novo Século
Páginas: 208
Estrelas: 3/5
Livro: cedido pelo autor para resenha.
Um médico se torna um dos melhores cirurgiões de sua época. Apesar de ter tido uma infância pobre, Eduardo sempre se dedicou aos estudos, seguindo os conselhos de sua mãe que era muito inteligente e conseguia enxergar o futuro com os olhos da sabedoria. No começo, seu pai não lhe dava apoio. Todavia, ele entendeu que o desejo penetrado no coração do jovem estudante era uma mola propulsora que o faria alcançar o seu objetivo e passou a apoiá-lo com os poucos recursos que possuía. O médico enfrentará um inimigo homicida, escondido sob o manto da amizade. Este mata a pessoa que Eduardo mais ama na vida e depois de descobrir a culpa do "amigo", terá de enfrentar um grande dilema: o desejo de vingança ou de perdão.



Um Sonho, Muita Dificuldade... Um Assassino

Eduardo desde muito pequeno sempre teve um sonho quase impossível de realizar pelo fato de pertencer a uma classe social muito pobre... Ele queria ser médico. Sua mãe sempre o apoiou e juntava dinheiro para ajudar a pagar a faculdade do filho.
Edu sempre foi um garoto inteligente que se destacava facilmente na escola, tinha facilidade em aprender qualquer matéria, mas acima de tudo era um garoto esforçado. 
Na adolescência Edu também conheceu Helena, uma linda garota, eles começaram um namoro, o destino os separou, mas ambos não se esqueceram.

Edu teve uma infância feliz no amar amável, mas sofria muito na escola por ser sempre o queridinho dos professores, isso despertou inveja em Glauco, um colega da sua turma que se aproximou de Edu com uma falsa amizade. Quando Glauco soube que Dona Catarina (mãe de Edu) estava juntando dinheiro para ajudar o filho a realizar o sonho de ser médico, Glauco planejou roubar o dinheiro, mesmo sendo de uma boa vida financeira. As coisas não saíram como planejado e ele acabou matando a sangue frio a mãe do "amigo".

Edu descobriu que Glauco era o assassino de sua mãe. mas não tinha provas o suficiente para coloca-lo atrás das grades e assim decidiu prosseguir com a vida e sozinho realizar o seu sonho e o da sua mãe, mas sempre tinha alguém o acompanhando, um homem mascarado que tentou mata-lo por diversas vezes.

Ele consegue realizar seu sonho se tornando o melhor médico cirurgião e recebendo o apelido de "O bisturi de Ouro", mas ainda tinha algo a fazer, colocar o assassino de sua mãe atras das grades e faze-lo pagar por tirar do mundo a pessoa que mais amou.

A história começa em 1975 e o autor soube perfeitamente ir mudando a maneira que as pessoas falavam nessa época até chegar no ano 2000, achei isso muito legal.
O autor no incio era bem detalhista, mas isso foi se perdendo no decorrer da história e as coisas ficaram meio rápidas e lentas ao mesmo tempo, não sei como explicar. 
Achei os diálogos artificiais, mas na reta final melhorou bastante. 
Quando recebi o livro, fiquei mega curiosa e obviamente achei que seria um livro repleto de suspense, até porque a capa indica isso, mas infelizmente tudo é muito previsível, logo no inicio já é deduzível o fim. O perseguidor de Edu só poderia ser duas pessoas e o livro deixa claro isso, então não teve como me surpreender.

Acho que vi o livro mais como uma "biografia" (ou algo parecido), pois o leitor vai acompanhar Edu realizar o sonho de ser médico, todos os concursos e provas, todos trabalhos até ele chegar onde realmente queria chegar e chegou. Acompanhamos Edu da infância ao envelhecer, sabe? Então o que eu realmente gostei muito foi a determinação dele, nunca desistiu, se matava estudando, deixou a diversão de lado para realizar seu sonho e ajudar o pai e os dois irmãos menores. Edu é um exemplo de vida, deixando claro que quando queremos somos capazes.

Eu gostei do finalzinho do livro, que deixou um ar de continuação e algo realmente misterioso, pois já havia sido revelado tudo e no finalzinho fica aquela coisa tipo "O que está acontecendo?" e realmente deu a entender que aquilo era coisa sobrenatural (Vocês vão entender quando ler).

Quando comecei a ler o livro eu quase desisti, pois o inicio é triste. Edu quando criança via seus coleguinhas comerem lanches delicioso e ele não tinha condição alguma de comprar. O pai que trabalhava em uma fabrica trazia pedaços de carnes ou sobremesas que deixava de comer no serviço para levar para os filhos que o esperavam ansiosos para saber o que o pai trazia daquela vez. Então isso me deixou reflexiva sabe? Temos tudo nas mãos e não corremos atras dos nossos sonhos por achar que é muito difícil. (Digo isso por mim) e Edu que não tinha condição e a única que acreditava em seu sonho foi tirada dele por um homem que se dizia "amigo"
Outro fato incrivel e reflexivo e quando Edu decide  mostrar a Glauco o quanto seu coração é de ouro (Não vou contar o que ele fez, porque seria spoiler), mas foi algo que me deixou pensando (Será que eu seria capaz?). Edu é um homem de ouro.
Bom gente, leia o livro, pois a lição de vida é incrível e o exemplo de Edu é ainda mais maravilhoso.

22/03/2015

[DICA DE FILME] O Preço do Amanhã


"Cada Segundo Conta"

Domingo + Filmes = PERFEIÇÃO
Oiiii pessoas lindas, hoje vim indicar para vocês um filme muito bom ainda mais porque tem nossa amada diva Amanda Seyfried. Assisti esse filme duas vezes e acho que está na hora de assistir de novo, é realmente muito bom. Vamos lá então.

O preço do amanhã (In Time) é uma ficção distopica que estrou no dia 28 de outubro de 2011.
No mundo de In Time, o tempo virou moeda. As pessoas param de envelhecer aos 25 anos. Os ricos conseguem "ganhar" décadas de uma só vez, podendo até se tornar imortais. Os outros têm de pedir esmolas, pegar emprestado ou roubar mais horas para chegarem vivos até o final do dia. Ao ser falsamente acusado de ter roubado todo o "tempo" de um homem, o que teria provocado sua morte, Will Salas, morador da periferia, terá de provar a sua inocência e descobrir uma maneira de destruir o sistema.

O dinheiro virou "tempo" virou "vida". Quando o relogio zera a vida acaba. Se assistirmos o filme e persarmos bem, não está longe de ser uma imensa verdade. O tempo realmente é vida, a cada segundo que passa estamos mais próximos da morte. 
O filme é uma correria, tem pessoas que só tem uma hora no relogio, é angustiante saber que se a pessoa não conseguir mais tempo irá morrer em menos de uma hora. Eles trabalham em troca de tempo nesse relogio, tudo que compram pagam com tempo.
 

Will, é pobre e corre contra o tempo para sobreviver, até que um dia um homem com mais de milhoes de horas no relogio passa todo esse "tempo" para o relogio de Will que rapidamente arquiteta um plano e entra no mundo dos ricos. Lá ele conhece Sylvia, uma garota rica. Ele volta para o mundo dos mais pobres e a leva junto. E juntos eles começam uma especie de vingança contra o "governo". (Tomara que eu esteja certa de tudo, faz tempo que assisti o filme kkkkk)

 

http://www.theupcoming.co.uk/wp-content/uploads/2011/10/intime2.jpg

21/03/2015

[VÍDEO TAG] Conhecendo o Leitor


Oiiii pessoas lindas!

Hoje trago para vocês o segundo vídeo do canal Coleções Literárias. 
Vi a tag lá no blog Livrologias.

Acompanhe as perguntas

1- Qual seu gênero literário preferido?

2- Quando descobriu sua paixão pela leitura?

3- Se você pudesse entrevistar um escritor, quem seria e porque? 

4- Um livro que todo mundo gosta menos você? 

5- Um livro que você sempre indica? 

6- Você segue alguma regra para organizar seus livros na estante?

7- Um livro que te fez chorar? 

8- Qual o melhor livro que você já leu? 

9- Qual seu sonho como leitor? 

10- Qual o seu autor preferido?



20/03/2015

[RESENHA] Uma Curva na Estrada - Nicholas Sparks


Titulo: Uma curva na estrada
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 303
Estrelas: 5/5
Sinopse: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.




Às vezes, quando se busca o amor,
Primeiro é preciso encontrar o perdão

Miles Ryan tem trinta anos, é subexerife de New Bern. Tem um filho, Jonah um garotinho adorável e é casado com Missy o amor da sua vida. A vida dessa família parecia perfeita e feliz até tudo desmoronar. Em um entardecer Missy sai para correr quando um carro bate nela e sua vida acaba ali, na curva daquela rua solitária.
Dois anos depois Miles ainda busca o culpado pela morte da esposa, mas tenta levar sua vida se dedicando inteiramente a essa busca e ao pequeno Jonah de sete anos. Ele não consegue se relacionar com mais ninguém, mas sua vida toma um rumo diferente quando Sarah surge em sua vida.

Sarah Andrews é uma moradora recente da cidade de New Bern, onde seus pais moram. Sarah tenta prosseguir com a vida depois de ver seu casamento acabar de uma forma horrível, que deixou marcas profundas em seu coração. Ela começa a dar aula para Jonah e percebe que o garoto tem dificuldade em acompanhar o desenvolvimento da turma, ela então procura Miles e propõe a dar aulas extras para Jonah gratuitamente, e a partir disso um sentimento vai surgindo no coração de ambos.

Sei que os livros do tio Sparks são bem clichês, todos bem parecidos em alguns pontos, mas eu me surpreendi de verdade em Uma Curva na Estrada, pois além do desenvolvimento de um romance (o que tem em todos os livros do Sparks) nesse livro tem um mistério (Quem matou Missy?) e não sei se eu não prestei muita atenção, mas juro que me surpreendi quando foi revelado o nome da pessoinha que estava dirigindo aquele carro que atropelou Missy. O mais interessante é que o livro começa sendo narrado pelo "assassino" e ele também narra alguns capítulos no decorrer no livro, acho que esse foi o melhor ponto positivo do livro.
Uma curva na estrada foi um dos cinco melhores livros que eu li em 2014, não chorei lendo esse livro kkkk, mas meu coração quase saiu do peito algumas vezes. 

Há um conflito muito grande, que eu não posso revelar, mas isso me deixou aflita durante a leitura, Nicholas Sparks conseguiu mais uma vez mexer com meus sentimentos através dos seus livros. Há muitos pontos de reflexão na história e um dos principais é o perdão, saber perdoar, engolir o orgulho e deixar o amor falar mais forte. O final do livro foi perfeito, cheguei a duvidar se aquele seria mesmo o final, mas conhecendo o tio Sparks não poderia ser diferente não é mesmo?

O titulo do livro se encaixa com perfeição na história, faz realmente todo sentido, e vocês vão compreender isso muito melhor lendo do que eu contando, mas como disse Missy morreu logo apos uma curva na estrada e a história vai girar em volta disso basicamente.
Me coloquei no lugar de cada um dos personagens e acho que é impossível alguém ler esse livro sem fazer o mesmo. Acho que o mais conturbador é estar no lugar do assassino (vocês vão entender o por que), Miles tenta ser durão, mas ele desaba sempre que está sozinho, a maneira como ele cuida do filho é tão linda, sabe? acordar no meio da madrugada para ajudar o filho que está tendo "pesadelos"etc... é de cortar o coração, teve momentos que eu quis de todo jeito reverter aquela situação, queria que Missy não tivesse saído para correr aquele dia, tinha tantas outras maneiras de ter evitado, sabe? 

Bom! pessoinhas, eu queria dar muito mais detalhes, mas li o livro em fevereiro de 2014 e já esqueci algumas coisas que me ajudaria desenvolver melhor a resenha. Mas acho que deu para ter uma ideia de como o livro é bom né? Então você que se decepciona com os livros do Sparks, que não vê novidades, leia Uma curva na estrada e se surpreenda. 





18/03/2015

[RESENHA] Agridoce - Simone O. Marques

Titulo: AGRIDOCE 1° livro da Saga Sabores do Sangue
Autora: Simone O. Marques
Editora:(atualmente MADRAS)
Páginas: 342
Estrelas: 5/5
Livro: cedido pela autora para resenha.
Sinopse: Anya é uma garota comum, estudante de gastronomia e mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, um perfume, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela se vê perseguida pelo aroma, e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma que tanto anceia por experimentar, alcança seu pescoço e o morde numa veia pulsante. Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperado com o sal da água... o sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital, que fará parte de sua vida à partir de então, a necessidade de sangue...



Do dia para a noite você acorda com a necessidade de beber sangue para sobreviver... O que fazer?



Anya é uma garota de 20 anos, que perdera a mãe aos seis anos de idade. Foi criada pelo pai (professor da mesma universidade que Anya estuda) é super protetor, pois Anya tem uma alergia que a impossibilita que sair a luz do sol (Solar dermatitis Severa - herdada pela mãe). Anya faz faculdade de gastronomia e está no ultimo ano da faculdade, é uma garota tímida e super obediente ao pai.
Em uma noite Anya decide caminhar pela praia e sente um cheiro que a deixa louca, um cheiro agridoce. Ela procura de onde veio aquele cheiro, mas não consegue encontrar respostas, no outro dia ele faz o mesmo caminho pela praia e finalmente percebe que aquele cheiro maravilhoso que a hipnotizava vinha de um banhista de um corpo maravilhoso, sem se dar conta do que ela estava prestes a fazer, Anya o morde e tudo se apaga em seguida.
Ela acorda em um hospital, é examinada por Dante um médico muito lindo, com olhos verdes maravilhosos. Coisas estranhas acontecem e antes que ela fosse descoberta Edgar (pai dela) liga para Ivan ("tio dela") e a tira do hospital apagando todo o rastro de Anya dali... O que Ivan não esperava era que tinha se esquecido de apagar Anya da mente do Dr. Dante. O médico fica atormentado, e determinado a encontra-la.

Anya descobri ser um portador (vampira), entre muitos outros segredos guardado pelo pai e Ivan. Entre eles como foi a verdadeira história da morte da mãe.

Agridoce narra uma história vampiresca, mas muito diferente das que conhecemos. No livro um vampiro é conhecido como portador que possui uma doença que faz com que a pessoa necessite de sangue para sobreviver (uma doença genética) a pessoa desperta vampiro quando morde um mensageiro que também é um portador com a missão de atrair pessoas com essa genética, fazendo com que este o morda e desperte.
Há também os escravos, que são despertados logo depois que seu portador desperta. Escravos são pessoas que doam o sangue para seu portador e os protegem, principalmente do caçadores (ou antagonista), o escravo tem uma intimidade muito grande com seu protetor, sendo também capaz de morrer por ele. Os Antagonistas (caçadores) também despertam junto com o portador e tem a missão de mata-lo.
Cada portador tem seu escravo e seu caçador.

Além de Anya, Edgar, Dante e Ivan (Ivan é um ex-escravo), também passamos a conhecer Daniel um garoto marombado, lindo de morrer e garoto de programa (acreditem ou não), Rafael é o tutor de Anya, quem vai ensina-la a aprender mais sobre sua nova vida, Rafael é um homem lindo, elegante, rico e também é um portador. Léo é o irmão mais novo de Dante, um garoto inteligente, que ajudará muito Dante a passar por esse momento perturbador, Viviane é uma mulher linda, musculosa e carinhosa, escrava de Rafael. Renato é um amigo de Anya que possui um amor platônico por ela (ele me deixou de boca aberta no decorrer da história). 
Acho que deu para perceber que Anya é uma garota de sorte né? Cercada de homens lindos. E não subestimem nem mesmo um simples morador de rua, os personagens estão de uma forma ou outra todos envolvidos. kkkkk É espetacular.

Um dos momentos mais curiosos é a descoberta do caçador e escravo da Anya, eu poderia até falar quem é quem, mas vou deixar vocês mesmos descobrir, obviamente vão ficar em dúvida entre Daniel e Dante, eu como sempre no inicio estava escolhendo o cara errado kkkkk, fiquei impressionada quando descobri, mas não me decepcionei, gosto dos dois, embora prefira o escravo, logico.

No decorrer da história aparecerá muitos personagens assim como Alex (o portador mensageiro que atraiu Anya para que o mordesse e despertasse) entre muitos outros. Além dos mistérios e segredos que vão sendo revelados até a ultima página.

Eu estou apaixonada pela escrita da Simone, adorei como Anya descreve o cheiro de cada pessoa, quando ela fala que sente tal cheiro já associamos a pessoa e não precisa de mais nada para saber quem é (ex: o escravo de Anya tem o cheiro e gosto de chocolate), e adorei também os termos e linguagem médica usados quando Dante é o ponto principal no momento da história. Enfim a escrita é maravilhosa, detalhada e flui de uma maneira natural e intensa. Me envolvi muitooo com a história, sonhei com vampiros duas noites kkkkkk. 
A diagramação é simplesmente INCRÍVEL, (vocês podem conferir um pouco nas fotos), adoreiii tudo, o tamanho da fonte que favorece uma leitura rápida, folhas amarelas que eu amo, capítulos curtos e com títulos que tem tudo haver o capitulo, e essa capa? Eu me apaixoneiiii, imagino a Anya exatamente assim, e quem reparar bem logo atras dela tem um rapaz de jaqueta preta, aquele para mim é o escravo dela (Lindoooo) 

Um ponto que gostei muitooo e ri algumas vezes, foi como Ivan trata o escravo de Anya, ele não gosta dele, alias os homens que cercam Anya não se bicam kkkk É um ameaçando o outro, bem divertido kkkk.

Anya é uma daquelas mocinhas que choram e é paparicada por todos a sua volta, mas as vezes tem algumas atitudes diferente e algo me diz que ela vai mudar muito durante essa saga. Mas em compensação os garotos são de tirar o folego. 
Bom! eu queria dizer muito muito mais, mas vou soltar spoilers e isso é horrível né? Só posso dizer que o livro é repleto de mistérios, a capa capitulo tem algo novo, um segredo revelado, um mistério novo e muitas surpresas.

Agridoce é um dos melhores livros que li em 2015 até agora, e tornou um dos meus favoritos. E garanto a vocês que estão cansados de livros de vampiros clichês, Agridoce não é nada clichê, pelo menos no meu ponto de vista, eu nunca li nada parecido e nem mesmo em séries ou filmes. Super recomendo para quem curte, vampiros e livros de fantasia.

Enfim, Estou louca pela continuação, ainda mais por que ficou alguns mistérios para serem revelados e alguns personagens novos apareceram no fim de Agridoce e eles aparecem no primeiro capitulo de Cítrico (Sim, no fim de agridoce há um capitulo extra de Cítrico) Isso é para deixar os leitores loucos kkkkkkkkkk






Quotes
[...] o sangue agia como um imã, atraindo o Escravo para o portador independente de sua vontade. Um Escravo sempre sabia o que oferecer... - pág 73
[...] É claro que uma estaca pode nos matar... mataria qualquer um... (Rafael) - pág 148
-Ele fica bancando o garotão, mas é mais velho que nós, meu irmão!
- Mas ainda vou levar flores no seu túmulo, Escravo.
-Girassóis por favor. Se ainda tiver mãos para carrega-los, depois que eu arrancá-las sem anestesia. (Rafael e Ivan) - pág 151
[...] Falhe e terá seu pescoço destroçado  e seu sangue sugado até a ultima gota, isso se eu não arrancar sua cabeça antes. (Ivan ameaçando o Escravo de Anya) - pág 177
Aquele clima ilustrava perfeitamente sua vida: tempestades violentas e raros momentos de sol... - pág 192
- [...] a nossa relação com o portador vai se ajeitando com o passar dos anos. Nos acostumamos tanto um com o outro que, às vezes, as palavras não são mais necessárias... acabamos conhecendo tão bem o outro que um simples olhar ou até o jeito diferente de respirar explica tudo! (Ivan) - pág 279
-[...] você não é só uma barra de chocolate...
-Sou um rio de chocolate. (Anya e seu Escravo) - pág 286

[SORTEIO] A Verdadeira Bela autografado + MIMOS



O sorteio será realizado amanhã 19/03/15

Gente! Esse é o primeiro sorteio realizado pelo blog, o primeiro de muitos... Não vão perder né? Corram, ainda há tempo. 

O sorteio será realizado na fanpage do blog no facebook (obviamente)

As regras são fáceis, como indica na imagem acima.


Quem ainda não viu a resenha do livro aqui no blog é só clicar AQUI
E para participar do sorteio clique >> PARTICIPAR.

Aproveite, quem sabe você leva para casa esse livro envolvente e divertido para casa.

Beijos e até a próxima

16/03/2015

[TAG] De Tudo um Pouco

Oiii Pessoas!
Vim trazer mais uma tag para vocês. É uma tag mais pessoal, não tem nada de literária, mas ainda é bem legal. Fui indicada pela Kamilla do blog Lendo & Apreciando.

Regra: Responder 11 perguntas; Indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da tag; Colocar os créditos ao blog criador (Atrás da penteadeira); e colocar o blog que te indicou.

Agora vamos a tag.

1- Qual seu estilo musical preferido?
Eu adoro uma música romântica. Sabe aquela música que te deixa na fossa, que te faz chorar horrores? Eu amooo músicas assim, ainda mais quando estou escrevendo uma cena triste ou romântica.

14/03/2015

[TAG] Minha Vida em 10 Músicas



Oi pessoas!
Hoje vim trazer para vocês uma tag mega legal, não sei quem a criou, mas fui indicada pelo Marcio do blog Um Baixinho nos Livros
A tag funciona assim, tenho que relacionar momentos da minha vida em música, mega legal né? Então vamos lá?

1- Uma música que te lembre um momento bom.
Gente! Essa é maldade né? Como posso escolher apenas uma? Não dá né? kkkk Quando eu ainda estudava no ensino fundamental eu e meus amigos tínhamos uma música que amávamos e ainda amamos, na verdade são duas, Só Hoje - Jota Quest e Numb - Linkin Park. Sempre que escuto essas músicas me lembro dos meus amigos, dos momentos bons.






2- Uma música que defina sua vida.
Nossa! Essa é difícil também. São muitas músicas, em cada uma das minhas favoritas há um pouco de mim, mas para representar todas elas eu escolho Nobody's Perfect - Jessie J. Amo justamente essa versão acústica, Jessie canta com sentimentos e a letra dessa música é inacreditavelmente linda.




3- Uma música que foi tema de algum relacionamento.
Não posso escolher outra música que não seja a que eu cantei mais meu esposo no nosso casamento não é mesmo? O tempo não pode apagar - Cassiane e Jairinho




4- Uma música que sempre te faz chorar.
Esse sim é fácil. Não tem ser humano no mundo que não chore escutando essa música, quanto mais assistindo esse vídeo, não ha uma só vez que eu não ouço a música sem chorar. Quem quiser saber a história do cantor e sua noiva (para quem ele fez a música) clique AQUI. Chris Medina - What Are Words.




13/03/2015

[PARCERIA] Daniele Fleur & Hellen Pimentel


Olá pessoas!!!
Hoje vim trazer mais um post de parcerias para vocês. Eu estou muito feliz e quero compartilhar minha felicidade com vocês. Fechei parceria essa semana com a Hellen e com a Dani, elas são lindas né? Vamos conhecer o trabalho delas?

[DIVULGAÇÃO] Promoção livros da autora Li Mendi


Livros com até 50% de desconto. (NÃO VAI PERDER, VAI?)
Para aproveitar a promoção é só enviar um e-mail para a autora e dizer que é seguidor do blog Coleções Literárias.

12/03/2015

[RESENHA] Sempre Foi Você - Anna Lemos

Titulo: Sempre foi Você
Autora: Ana Lemos
Editora: Novo Século
Páginas: 264
Estrelas: 3/5
Livro: cedido pela autora para resenha.
Quando a brasileira Lucy Somel passou a morar em Nova York ela tinha apenas uma meta: concluir a faculdade de direito e trabalhar ao lado de sua grande amiga Anna. O amor parece não caber em seu projeto de vida, considerando os poucos breves e decepcionantes relacionamentos.No entanto, esta linda e inteligente mulher será surpreendida por uma “forcinha do destino” ao conhecer seu orientador para o trabalho de conclusão do curso. Marco Salvatore é uma lenda dos tribunais, talento que lhe garantiu a fama de ser um dos melhores advogados da cidade, porém, relacionamentos amorosos também não estão em seus planos.O desejo entre os dois é imediato, mas será o suficiente para fazer marco mudar de ideia e iniciar um relacionamento duradouro? Ou fazer Lucy acreditar que pode viver um grande amor?




E se você se apaixonasse pelo seu orientador de conclusão da faculdade?

Luciana ou (Lucy) é uma brasileira cheia de sonhos, quando ainda estava no ensino médio conheceu Anna, uma garota dos Estados Unidos que começou estudar na sua sala temporariamente, pois o pai estava no país para resolver negócios. As duas ficaram melhores amigas, Lucy conquistou também o coração da família de Anna que resolveu fazer uma proposta para sua mãe, sabendo que Lucy sonhava em terminar os estudos nos Estados Unidos. Dona Inês aceita e Lucy vai morar com a nova família longe do seu país. Na faculdade Lucy e Anna conheceram Thomas, Bia e Kat e logo tornaram amigos.

Anna e Lucy escolheram se formar em Direito, e no trabalho final de conclusão cada uma teria um orientador, é aí que tudo muda na vida dessa brasileira. Lucy estava certa que seu orientador seria um senhor de idade ou uma mulher, mas quando viu Marco pela primeira vez ela sabia que estava encrencada, pois o homem era um deus grego (como ela mesma diz). Depois de uma entrevista Lucy conhece sua sala e começa o trabalho.
Em poucos dias o clima esquenta entre ela e Marco e rola o primeiro beijo, depois disso eles começam uma guerra para manter o lado profissional longe do pessoal.

Lucy é muito ligada aos amigos, eles sempre se encontram nas quartas-feira para colocar a "fofoca" em dia e é lógico que Lucy era o centro da atenção, sendo obrigada a contar tudo o que acontecia com ela e Marco em todos os detalhes.

Eu gostei do livro e vou explicar o motivo das três estrelas. No inicio eu gostei da personalidade forte de Lucy, o jeito como ela falava o que pensava para Marco, como ela o retrucava, odorei os diálogos deles no incio. Mas as coisas mudaram quando acontece uma tragédia e ela volta urgentemente para o Brasil e nesse tempo longe de Marco eles tem a experiencia da primeira briga, eu achei que Lucy e todos seus amigos e família fizeram uma tempestade em copo d'água. É claro que o que Marco fez foi feio, não confiou nela e precipitou seu ponto de vista sem dar a ela a chance de se explicar, mas acho que não precisava daquilo tudo. Outra coisa que me incomodou um pouco foi o fato da Lucy e Marco só pensarem em sexo, caramba gente!!! kkkkkkkkk Eles só pensam nisso quando estão juntos, vão jantar e não há uma narrativa sobre o jantar, mas sim depois do jantar kkkkk (sexo), então senti falta de diálogos entre os dois. Lucy também age de forma bem infantil, mas isso não me incomodou, eu até me identifiquei nessa parte com ela kkkkk. Ela também se deslumbra facil com coisas um pouco simples, mas fazer o que né? Ela é uma mulher apaixonada.

Marco é bem romântico e tal, tirando o fato de ser muito tarado. Para falar a verdade eu gostei de três personagens um deles é Thomas, um dos amigos de Lucy que é gay. Os outros dois foram os personagens que mais me identifiquei e já sei que o próximo livro conta a história desses dois, então com certeza vou amar o livro, os personagens são Andrew e Alice, ele é irmão da Anna e da Lucy por consideração já foram criados juntos, e Alice é a secretaria da Anna e Lucy. Me apaixonei por esses dois e não vejo a hora de ler o livro narrado por eles.

Algo que gostei muito no livro, foi a persistência da Lucy, sua dedicação total aos estudos, e como o livro mostra perfeitamente bem a luta de uma garota de origens difíceis para realizar seus sonhos. Seu carinho pelas pessoas que a cercam e como mirou no alvo e por mais que estivesse a beira de desviar ela não desviou e o atingiu em cheio, gosto disso em Lucy.

Sempre foi você é o primeiro livro da trilogia Amores Traçados, narrado em primeira pessoa com capítulos intercalados entre Lucy e Marco, outra coisa que eu particularmente adoro, pois assim é possível que o leitor saiba o que ainda na mente e coração de ambos personagens. 
Para quem quer ler um livro mais leve e hot, esse é o livro. A leitura flui rápida, quando menos se espera vocês já leu uma boa parte do livro. 
Agora eu estou ansiosa para ler o livro narrados por meus personagens favoritos Alice e Andrew, eu nem imaginava que o próximo livro seria dos dois e fiquei mega feliz, pois eu estou apaixonada por eles.

Obs: Quem aí percebeu que o sobrenome do Marco é o mesmo dos irmãos mais lindos do mundo Stefan e Damon Salvatore da série The Vampire Diaries. Adoreiiiiii.









QUOTES
Você tornou-se parte minha, sem a qual não posso mais viver, porque você é o coração que bate em meu peito, é a razão pela qual acordo todos os dias, o sol que aquece e ilumina minha vida. - Pág 246
Parece que vou acordar de um sonho e descobrir que meu príncipe encantado virou sapo e fugiu para o lago mais próximo. - Pág 248
Não tenho nenhuma dúvida a respeito disso, desde o dia em que percebi que estava apaixonado por você, Lucy. Sempre foi você! - Pág 248

É isso pessoal, quem já leu ou quer ler o livro deixe sua opinião nos comentários.
Ana Lemos minha linda, obrigada pela confiança e desculpe pela sinceridade :/ mas tenho certeza que vou amar o segundo livro, pois me apaixonei por Alice e Drew no primeiro livro kkkkkk, Alice é muito misteriosa, estou louca para saber por que corre tanto do coitadinho.

Beijinhos e até a próxima

11/03/2015

[PARCERIA] Autoras Parcerias



Oii pessoas!
Aqui estou eu com mais um post de parceria e meu sorriso está nas orelhas kkkkkkk. Vamos conhecer as novas parcerias do blog?

10/03/2015

[ENQUETE] Beleza Padrão


Oiii pessoas!
Hoje vim trazer para vocês o segundo post de enquete hehehehehe. O tema é beleza padrão, e chamei alguns amigos para responder a pergunta acima, com participação especial do blogueiro Marcio do blog Um Baixinho nos Livros e da Cinthia a linda parceira do blog, autora do livro fofo Um Novo Amanhecer (UNA) veja a resenha.
Vamos lá conferir as respostas dessas pessoinhas do meu coração?

Cruel, pois desde a infância somos induzidos a crer que, meninas magras, de cabelos lisos e olhos claros é o que realmente é belo. Na adolescência isso se repete, quando chegamos a fase adulta somos apresentados a mulheres com corpos esculturais e cabelos perfeitos mas e onde encontramos isso? Apenas na televisão, cinema e revistas, e infelizmente acabamos cobrando demais de nós mesmas sendo que a grande maioria da população não se encaixa nos padrões estabelecidos pela mídia Ser baixa, gorda, negra ou ter cabelos verdadeiramente cacheados para a mídia é sinal de fraqueza, timidez, inferioridade, podemos ver isso claramente nos personagens, geralmente os protagonistas não seguem esse padrão. É triste, mas infelizmente essa é a ditadura da beleza nos dias atuais. Muito silicone, nada de barriga e o máximo de coisas artificiais que possamos colocar em nosso corpo.




A grande verdade é que a luta pela liberdade e conscientização, de que o melhor padrão de beleza é você nunca cessou. Essa luta só se modificou com o tempo. Hoje de forma bem clara observamos cada vez mais meninas darem um bye bye a ditadura da chapinha. Mas a pergunta que se tornou explicita na minha mente é será que junto com esse novo movimento e identidade própria trazem a consciência negra junto? Parece que não! A consciência negra não se restringe só a mulheres mais a homens também. Quando o Brasil conseguir ver o homem que adere e topa assumir sua identidade negra seja em forma de um Black Power ou um Dread normal teremos um dos melhores remédios para o Brasil que é o de se perceber que seguir padrões de beleza impostos é a maior furada. Sem contar que teremos uma diminuição significativa de suicídio e depressão e um aumento enorme da alegria e valorização própria. Diga não a ditadura da Beleza!

Na minha opinião, a sociedade muda, a mídia prega uma coisa hoje que dentro de alguns meses já não estará mais na moda, os padrões mudam. Dietas, treinos, medicamentos e outros produtos são diariamente a solução mais buscada pelas pessoas que querem melhorar sua aparência. De um modo geral, os valores de beleza que são propagados pela mídia têm uma forte influência sobre o que a sociedade contemporânea define como “corpo perfeito”, o que se tornou uma das maiores buscas das pessoas. Sem duvidas, o verdadeiro padrão de beleza não esta em um rosto ou corpo bonito, mas sim no caráter (uma coisa que dificilmente a mídia prega). Concluindo, desde que as pessoas não se esqueçam disso, a busca pelo padrão de beleza, desde que, de maneira saudável, embora oscilante e difícil de ser alcançada pode até ser bem sucedida.

Eu não concordo muito com essas regras de padrões de beleza!!!
Pois há muitas pessoas que tem sonho de ser por exemplo modelo e quando vão para fazer um teste, acabam sendo reprovados.
Hoje em dia somos muito julgados pela nossa beleza, se somos bonitos: acabamos sendo aceitos em tudo que é tipo de evento “por exemplo”.
Mais se somos feios! Não recebemos nem pelo menos um elogio, olham dos pés a cabeça e não é só com esse tipo de beleza, desvalorizam até uma pessoa que é baixinha ou tem algum problema e acabam por se levar pelo preconceito. Por isso não concordo com esse tipo de padrões de beleza.

Primeiramente quero agradecer a Cinthia (autora do livro UNA), Jeferson e Greicy (Meus amigos lindos) e ao Marcio um querido amigo blogueiro. Obrigada pelo carinho, por tirarem um tempinho para me ajudar com esse post.

E aí? Qual é a opinião de vocês? Deixe um comentário.
Beijinhos e até a próxima.
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo