11/12/2017

[ RESENHA ] O Despertar dos Titãs

Título: O Despertar dos Titãs (Entre Mundos #2)
Autora: Thaylane R.Ramos
Páginas: 527
Editora: Amazon
Estrelas: 5/5

Após uma traumática batalha contra os deuses olimpianos, os feiticeiros Alma, Ellen, Jason e Rodrigo decidem retomar suas antigas vidas em busca de paz e tranquilidade. A belíssima Espanha é o local escolhido para esse recomeço, e o início da faculdade parece ser o caminho mais indicado para isso. No entanto, se mudar para outro lugar e conhecer novas pessoas não apagava a realidade de que eles continuavam com os seus poderes, e que tinham que lidar com isso dia a dia para não expor o segredo da magia ao mundo.Então, alguém inesperado reaparece, e um terrível desejo de vingança pode colocar tudo a perder. Algumas escolhas deverão ser feitas e isso poderá acabar com tudo com o que eles mais se importavam: amizade, amor e família. A volta dos Titãs era uma ameaça até mesmo para os deuses, e por isso, eles não podiam permitir que tal coisa ressurgisse. Mas, e se a confiança firmada há tantos anos por uma velha amizade fosse quebrada por interesses particulares? Você seria capaz de confiar novamente em um traidor?
 


Sabem aquele livro tão incrível que você lê e depois quer contar para todo mundo o quão fascinada e encantada você ficou com a obra? Então, é assim que eu estou me sentindo em relação a esse livro haha.

Antes de iniciar a resenha desse livro, recomendo que vocês leiam a resenha que fiz sobre o primeiro volume dessa série chamado Os Feiticeiros aqui no blog, para que vocês entendam melhor do que se trata a história.

Muitas coisas aconteceram com os jovens Ellen, Alma, Rodrigo e Jason no primeiro livro, pois eles não apenas descobriram que eram filhos de feiticeiros com deuses da mitologia, como também cada um possuía poderes incríveis que foram sendo desenvolvidos quando eles conheceram a Magic’s House, a escola de magia liderada pelo poderoso feiticeiro, Thomas, o pai de Alma, Ellen e Rodrigo. (Simm, eles também descobriram que eram irmãos!) <3

Contudo, por conta de Circe, uma mulher vingativa e incrivelmente poderosa, uma guerra entre deuses e feiticeiros ocorrera e a trégua que há muito tempo fora feita não existia mais. E para que os humanos não descobrissem sobre esse mundo, os feiticeiros foram obrigados a esquecer tudo que aprenderam e viveram na maravilhosa escola de magia, mas graças à Ellen, que não apenas poderia controlar os animais como também tinha o poder da telepatia, os quatro mantiveram as suas memórias.


Assim como a descoberta sobre os seus verdadeiros pais, o amor também ocorrera para um dos feiticeiros. Ellen e Lucke, um feiticeiro que assim como a Ellen, tinha o poder da telepatia, poderia se transformar num cavalo negro e se tele transportar para qualquer lugar que ele quisesse. (Tenho que dizer que esse foi um dos personagens mais incríveis e maravilhosos que eu tive o prazer de conhecer e que se tornara o meu preferido haha!) Bom, continuando... O que começara com um romance lindo e intenso, não terminara nada bem, não contarei o que aconteceu para não dar spoiler haha. Mas que, infelizmente, deixara uma ferida muito grande no coração da Ellen.
Agora vamos à resenha do segundo volume...

08/12/2017

[ RESENHA ] Nós Para Sempre

Título: Nós Para Sempre (Trilogia Forever #3)
Autora: Sandi Lynn
Editora: Valentina
Páginas: 256
Estrelas: 4/5

Realizando um sonho que ambos acreditavam ser impossível, Ellery e Connor agora são três: chegou Julia, que nasceu para ser a grande alegria dos pais. Quando tudo corre bem para a nova família – Connor está prestes a ampliar a Black Enterprises e Ellery é convidada a expor na inauguração de uma galeria em Chicago –, duas bombas explodem na sua vida: Ashlyn acusa Connor no tribunal de tê-la torturado psicologicamente e arruinado sua sanidade, ameaçando destruir a reputação dele para sempre. Furiosa, Ellery resolve ter uma “conversinha” com Ashlyn – naturalmente, sem contar nada a Connor. E quando ela começa a receber torpedos indecentes de um homem misterioso, é a vez de Connor ficar uma fera e tentar resolver o assunto “à sua maneira” – e o resultado é a crise mais grave que o casamento dos dois já enfrentou.


A história começa onde o livro Você para Sempre terminou. Connor e Ellery estavam jantando com Henry e Peyton, comemorando o noivado dos amigos, quando a bolsa de Elle estoura. Sentindo muita dor por conta das contrações, Elle não via a hora de sua filha nascer, mas ao invés de deixar sua esposa calma até a ida para o hospital, Connor a estava deixando mais nervosa e irritada, principalmente quando à mandava respirar calmamente, como dizia os livros sobre gravidez que o casal lera junto. Além do estresse e da dor, havia outros problemas mais graves, como o médico de Elle, que não chegaria a tempo de fazer o parto, assim como Elle e sua filha estavam começando a correrem risco de vida senão tirassem o bebê rapidamente. Então, Henry decide fazer uma cesariana.

Apesar dos riscos e do medo de perderem um ao outro depois de tudo pelo que passaram, tudo corre bem na cirurgia e Julia Rose Black, a primeira filha do casal nasce, e Connor não poderia estar mais feliz. 

 
“-Lindas flores, Connor. Não precisava- disse ele, sorrindo. –Hoje a noite vai ser um dia especial, Denny. Vou poder transar de novo com a minha mulher! –Parabéns, Connor. Alguém vai ficar com Julia enquanto vocês dois comemoram?-Não, acho que não. Por quê?-perguntei.-Boa sorte, então.-Ele deu uma risadinha. Suspirei, porque não fazia a menor ideia do que ele quisera dizer.” 

06/12/2017

[ RESENHA ] Você Para Sempre

Título: Você Para Sempre (Trilogia Forever #2)
Autora: Sandi Lynn
Editora: Valentina
Páginas: 272
Estrelas: 4/5

A vida de Connor Black é a sua empresa e seu uso de múltiplos mulheres e nunca Forever Youseria o amor, relacionamentos ou uma vida de conto de fadas. Emocionalmente morto e danificado, resultado de uma tragédia pessoal, Connor jurou nunca mais amar ou se apaixonar por uma mulher, até que Ellery Lane, entrou na sua vida por acaso e o mudou para sempre. Ele começa a experimentar sentimentos e emoções que nunca sentiu antes. Você leu a jornada com Connor e Ellery e como seu amor, coragem e força foi posta à prova. Você assistiu seus mundos se unirem através dos olhos de Elley em Forever Black. Agora é hora de fazer a viagem através dos olhos de Connor.
 


A vida de sofrimento e culpa de Connor Black iniciou-se nos seus 18 anos, quando conhecera sua primeira namorada, Amanda, numa festa. A atração ocorrera rapidamente e o início do seu relacionamento com ela era tudo às mil maravilhas; até ele decidir ir para a faculdade e ela surtar. Pensando que os dois não iriam mais se ver com a mesma frequência de antes e com Amanda tendo medo de que Connor fosse trocá-la por uma nova garota, o namoro começa a sufocá-lo. Ele gostava dela, mas nunca a amara e estava chegando a um ponto em que ele não conseguia mais suportá-la. 


Então ele decide terminar com ela, contudo, Amanda era uma jovem problemática e não aguentando viver sem ele em sua vida, ela resolve suicidar-se. Mas não antes de mandar uma mensagem a Connor dizendo para encontrá-la em sua casa para conversarem uma última vez, e chegando lá, ele a encontra deitada no chão em sua própria poça de sangue.  E para piorar a situação, Ashlyn, a irmã de Amanda também a encontra junto com Connor, e uma carta que Amanda escrevera para ele, o culpando pela sua morte.

04/12/2017

[ RESENHA ] Black Para Sempre

Título: Black Para Sempre (Trilogia Forever #1)
Autora: Sandi Lynn
Editora: Valentina
Páginas: 256
Estrelas: 4/5

O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente.




Ellery Lane sempre fora uma mulher forte e independente. E por conta da morte de sua mãe que tinha câncer quando ela ainda era criança e o falecimento de seu pai, por conta da bebida antes dos seus dezesseis anos, Elle teve de amadurecer muito rápido, principalmente por pensar que sempre estaria destinada a ficar sozinha; até conhecer Kyle. Os dois se conheceram numa festa de Fraternidade no segundo ano na Universidade de Michigan, Kyle estudava Ciências Contábeis e Elle, Artes. Após a faculdade, eles se mudam para Nova York por conta do trabalho de Kyle numa grande firma de contabilidade. Elle arranja um emprego de meio expediente numa gravadora e pinta os quadros que prometera a galeria de arte. Sua vida era boa e ela pensava que estava feliz, mas infelizmente, Kyle não pensava o mesmo.

Ellery estava parada diante da porta do quarto, vendo Kyle guardar suas coisas e dizer que só precisava de um pouco de espaço. Os dois sabiam que a situação estava tomando esse rumo, mas Elle não queria admitir. Ela implora para que Kyle fique, não porque o amasse, mas por medo de ficar sozinha. Ele beija sua testa, deixa o dinheiro do aluguel e vai embora sem dizer nenhuma palavra enquanto Elle fica parada no meio da sala e suas lágrimas começam a rolar. Depois de quatro anos juntos, ela estava sozinha novamente.

Após se enroscar no sofá e chorar até dormir, Peyton, melhor amiga de Elle, surge na sua porta trazendo comida chinesa e sobremesa para tentar consolá-la, pois Kyle havia ligado contando tudo. Elle fica furiosa por saber que depois de tê-la abandonado, ele ainda tinha a audácia de fingir se preocupar com ela. Mas Elle não poderia ficar remoendo isso para sempre, ela precisava terminar seus quadros para exibi-los na galeria, principalmente, porque a pintura iria permiti-la fugir da tristeza e da solidão.


Fazia uma semana que Kyle se fora, e era hora de enfrentar o mundo e recomeçar sua vida. Com os três quadros nos braços, Elle finalmente iria apresentá-los a Sal, o dono da galeria e que também lhe oferecera um contrato, fazendo com que ela se comprometesse a pintar três quadros por consignação na galeria. E como sempre fora o seu sonho, ela os faz com extrema maestria e beleza, deixando o dono fascinado e ansioso para vender suas obras. Elle fica muito feliz, pois seria a primeira vez que mostraria o seu trabalho, e para comemorar, Peyton exige que as duas fossem a uma boate.

29/11/2017

[ RESENHA ] O Cobiçado

Título: O Cobiçado #1
Autora: Mari Scotti
Páginas: 414
Editora: Amazon
Estrelas: 5/5
 Vinte e quatro mulheres à sua disposição. Um coração incapaz de ceder.Rohan Sen é um solteirão convicto, vocalista da Four River, uma banda de rock conhecida internacionalmente. Galã nas horas vagas (e nas ocupadas também), desistiu do romantismo após ser largado no altar em rede nacional.
Tudo estava bem, até que foi convidado para ser o astro de "O Cobiçado", um novo reality show.Aillen Kern encontrou na voz rouca de Sen, um bálsamo para as dores da perda. Após a morte de seu noivo, ela se entregou ao luto, trancando seu coração, mas não o seu amor pela música.
Só não esperava ter a chance de conhecer seu ídolo, um dia. Menos ainda participar de um programa em busca de um novo amor, algo que ela decidiu nunca mais procurar.Encontrar o amor em um programa de TV parece improvável, mas a vida pode surpreender.


Maio de 2005, Curitiba.

A Igreja estava lotada de convidados, na maioria do lado da noiva, incluindo jornalistas, já que na parte de Rohan, ele preferia chamar apenas amigos mais chegados e a família por parte de mãe. Pelo fato de não ter conhecido seus parentes por parte de pai, pois eles não aceitaram que seu pai, sendo um indiano, se casasse com uma brasileira. Contudo, ele havia falecido quando Rohan tinha apenas meses de vida. Fazendo sua mãe voltar com seu único filho, para a sua cidade natal no Rio de Janeiro.

Sua noiva, Gisele Fritsnamberg,era a mulher mais estonteante de todas as mulheres que ele já havia namorado, sendo irmã do baterista Alosyo, um dos seus melhores amigos, que para a sua grande alegria, havia aproximado os dois enquanto estavam em Turnê pelo país em Curitiba. Ruiva de olhos negros e sorriso sensual. Ela surge na marcha nupcial fazendo Rohan sentir seu estômago gelar de antecipação. Gisele mudava o cabelo constantemente e dessa vez estava castanho escuro, encaracolado e solto pelos ombros. Com um lindo vestido tomara que caia e tubinho, a escolha não o agradara, mas mesmo assim, ela continuava sendo a noiva mais linda que ele já vira.

Aos vinte anos, Rohan estava feliz por ter ignorado as matérias de jornais dizendo que ele era muito novo para se casar. Mas mesmo ao olhar para sua noiva que estava com o olhar vacilante diante dos convidados, ele percebe que ela estava tão nervosa quanto ele e não via à hora de torná-la sua esposa. Pois, enquanto ela andava com seu pai, ele se antecipa para buscá-la aos pés do altar.

O Padre começa a cerimônia, e ao fazer a grande pergunta à noiva. Com o sorriso nervoso, Gisele direciona seu olhar para uma pessoa atrás de Rohan, e ao olhar para trás, ele percebe que foi para Hugo Pena, um dos seus melhores amigos. O padre tosse, com impaciência, esperando a resposta da noiva e para a surpresa de todos, principalmente do noivo, ela não apenas diz: não. Como também, foge do casamento com o amigo do noivo.

O coração de Rohan salta desesperado, seu mundo acabava de correr pelo corredor central, ele só conseguia se sentir confuso, embasbacado e incrédulo.   
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo