15/06/2018

10 [ RESENHA ] Guerra à Ruína

Título: Guerra à Ruína
Autor: Jonas de S. Martins
Editora: Livro autopublicado
Páginas: 588
Estrelas: 5/5
Graças ao avanço tecnológico, finalmente corajosos desbravadores puderam explorar, pela primeira vez, o extremo norte do planeta de Asatna, mas o que descobriram naquele continente até então pensado como apenas um ermo e vazio bloco de gelo, foi um novo e poderoso recurso mágico, de energia aparentemente ilimitada, que jogaria, pela primeira vez na história, todo o mundo de Asatna e seus países e continentes numa acalorada disputa pelo valiosíssimo e finito recurso.No caos da guerra que então rege o mundo, três homens em posições bastante distintas, Octávio, Álex e Azai, seguem com seus próprios objetivos e decisões, enfrentando as próprias batalhas, encarando verdades obscuras e fazendo descobertas que mudarão com suas vidas para sempre, sem saber, porém, que suas ações ditarão também com o destino de seus países, da guerra, do futuro e de toda a Asatna.


“O que vira lá foi ainda mais súbito e impensável que a floresta em si ou a pirâmide incontáveis vezes mais aterrorizador. Com milhares de vezes o tamanho de qualquer gigante, colossal, ele fitava o rapaz com o seu olhar vazio, descasando em seu trono de pedra, uma montanha sob um deus.”

No mundo de Asatna vivem não apenas os humanos, mas também seres de todas as espécies que conhecemos em histórias de fantasia, são eles: vampiros, fantasmas, fadas, harpias, ogros, gigantes e muitos outros. Asatna é dividida entre os países: Nova Crasíria, Namória, Horac, Thirlundia, Thir, Crát, Alon, Mun Nhir, Zuul e Qholo. Houve um tempo em que todos esses países estavam em constante guerra uns contra os outros, cujas histórias sobre batalhas, heroísmos e sacrifícios são lembradas até hoje pelos líderes de cada país e seus habitantes. Com o passar dos anos, eles conseguiram manter a paz desde que cada um ficasse em seu próprio território, desenvolvendo ciência, tecnologia, magia e comércio, que eram os principais recursos de cada país. 
 
Em uma expedição a mando do líder de Horac com o objetivo de explorar um local ao extremo norte do Planeta, um capitão e seus marinheiros passam por uma longa jornada em direção ao Continente sem Nome, um local nunca antes habitado, cuja viagem trouxe muitas aventuras, perigos e até mesmo mortes, mas que no fim, deu-se lugar a glória. Pois além dos tripulantes terem visto coisas nunca antes vistas por nenhum outro ser, eles descobrem a magia em sua própria manifestação física, ou seja, um recurso de energia mágica infinita chamada de Ruína.

“Relutante, mas impulsionado pelos mesmos instintos que o fizera embarcar naquela viajem, que o fizeram adiantar-se naquela floresta surreal, os instintos habitantes dentro do coraçãode cada pessoa, que levaram exploradores e descobrirem novas ilhas e continentes e conquistadores a levarem seus exércitos a vitória, o rapaz pôs-se a subir degrau por degrau, instigado pela curiosidade, sedento de reconhecimento, riqueza glória e poder.”

09/06/2018

14 [ DICA DE SÉRIE ] The Rain

Imagem relacionada
Lançamento:  2018 || Temporadas: 1 || Episódios: 8 || Gênero: Drama, Ficção Científica || Elenco: Alba August, Lucas Lynggaard, Mikkel Boe ... || País: Dinamarca || Indico para: +14
NOTA: 
Seis anos após um vírus brutal ter massacrado quase que toda a população da Escandinávia, dois irmãos dinamarqueses decidem sair da segurança de seu búnquer para verificar o que se passa do lado de fora de sua fortaleza. Em meio aos escombros, eles encontram um grupo de jovens sobreviventes e juntos irão até o fim para encontrar uma única esperança de uma vida melhor.

Eu sou louca por filmes de ficção cientifica que envolve vírus, já assisti todos do catálogos da netflix (louca né?) e se o filme é pós-apocalíptico aí a felicidade é completa. Quando vi que a Netflix ia lançar a série The Rain já coloquei na minha lista. No dia seguinte do lançamento eu já estava viciada na série.
Resultado de imagem para the rain gif netflix
Simone estava na escola se preparando para uma apresentação quando o pai chega desesperado e arrasta ela do local, assim que ela entra no carro onde a mãe e o irmão mais novo Rasmus (de aproximadamente 10 anos) já a aguardavam. Algo estava acontecendo e Simone não entendia absolutamente nada. Seu pai apenas dizia que estava prestes a chover e que eles precisavam correr.

08/06/2018

14 [ RESENHA ] O Marquês

Título: O Marquês
Autora: Luís A. Delgado
Editora: Autografia
Páginas: 296
Estrelas: 4/5
Da floresta onde vivem a Louca da Ermida, o fantasmagórico Arvoredo e o Eremita com escritos sobre outros mundos, Augusto seguirá tentando lembrar-se de quem é e de onde veio, voando por planícies castanhas em sonhos enigmáticos, acompanhado de vozes de antigos xamãs e de espíritos. Ele não sabe da teia de poder que mãos de nobres teceram no passado, em uma vila, não sabe que veio da morte, mas fará de tudo para o saber, arremetendo contra muitas sombras em uma conspiração que se revela a cada página, pois que sente outro coração com delicada voz chamando-o de volta. Acordará?

Recebi esse livro de parceria e fiquei bem interessada pela sinopse.
A história conta sobre Augusto, um homem que acorda dentro de um rio todo machucado e sem memória. E ao levantar sai em caminhada pela floresta para tentar achar alguém ou algo que o ajudasse. Nessa caminhada consegue lembrar de seu nome e de dois fatos de seu passado, mas que não o ajudam a entender seu passado. Continuando nessa busca ele encontra duas pessoas, além de ajudar na recuperação dos machucados, que introduzem um dos assuntos principais da história que é a religião. Uma dessas pessoas é uma freira de uma igreja abandonada e um Eremita que estuda espiritismo. E essas pessoas criam um monte de questionamentos na mente do personagem.

Um fato acontece e impulsiona Augusto, ainda sem memória, a seguir caminho e assim encontra uma vila. Esta que atrai o personagem, mesmo que ele não seja bem recebido na mesma. E logo é compreendido que nessa vila estão as respostas para todas as perguntas de Augusto.  Nesse local são apresentados os personagens que são importantes para história e que estão envolvidos no grande mistério. O livro se passa no passado, mas sem data exata, como é explicado no prólogo.  

“Esta estória se passa em um tempo quando não havia eletricidade; as pessoas usavam lamparinas, tochas e fogueiras para se iluminarem, além de se locomoverem, apenas, por carroças, carruagens e montadas em cavalos, mas mesmo assim, não se pode determinar uma data precisa”

05/06/2018

15 [ RESENHA ] Aos Perdidos, Com Amor

Título: Aos perdidos, com amor
Autor: Brigid Kemmerer
Editora: Plataforma 21
Estrelas: 4/5
Juliet Young sempre escreveu cartas para sua mãe. Mesmo depois da morte dela, continua escrevendo – e as deixa no cemitério. É a única coisa que tem ajudado a jovem a não se perder de si mesma. Já Declan Murphy é o típico rebelde. O cara da escola de quem sempre desconfiam que fará algo errado, ou até ilegal. O que poucos sabem é que, apesar da aparência durona, ele se sente perdido. Enquanto cumpre pena prestando serviço comunitário no cemitério local, vive assombrado por fantasmas do passado. Um dia, Declan encontra uma carta anônima em um túmulo e reconhece a dor presente nela. Assim, começa a se corresponder com uma desconhecida... exceto por um detalhe: Juliet e Declan não são completos desconhecidos um do outro.Eles estudam na mesma escola, porém são tão diferentes que sempre se repeliram. E agora, sem saber, trocam os segredos mais íntimos. Mas, aos poucos, a vida real começa a interferir no niverso particular das confidências. E isso pode separá-los ou uni-los para sempre.


Juliet Young e Declan Murphy são adolescentes passando pela época do colegial e enfrentando a dura realidade do luto. Juliet é uma jovem apaixonada por fotografia, que sempre idolatrou sua mãe - uma famosa jornalista-fotógrafa que passava boa parte do tempo viajando para os lugares mais arriscados do mundo, capturando cenários de guerra e horror.

 Com a recente morte de sua mãe, Juliet se torna uma garota que não consegue deixar o passado pra trás e temerosa com a ideia de voltar a fotografar sem sua mãe: sua maior fonte de inspiração.

 Declan é um adolescente do mesmo ambiente escolar de Juliet. Diferente da menina exemplar, Declan é na visão de todos uma espécie de delinquente, que está cumprindo pena por ter invadido um prédio enquanto dirigia bêbado. O que nem todos sabem é o passado sombrio de Declan, que esconde um trauma pela morte de sua irmã mais nova.

02/06/2018

24 [ DICA DE FILME ] Verdade ou Desafio.


Olivia, Lucas e um grupo de amigos viajam ao México como uma despedida antes da formatura. Lá, um estranho convence um dos estudantes a jogar um aparentemente inofensivo jogo de verdade ou desafio com os outros. Ao começar, o jogo desperta algo maligno que força os amigos a compartilharem segredos sombrios e confrontarem seus medos mais profundos. A regra é simples, porém cruel: fale a verdade ou morra, faça o desafio ou morra, e se parar de jogar, também morre.
Gênero: Terror || Duração: 1h 40min ||Lançamento: Abril 2018 ||Elenco: Lucy Hale, Tyler Posey... || +16
Nota: 4


Verdade ou desafio é um filme americano lançado em 2018, foi dirigido por Jeff Wadlow. O filme estrela Lucy Hale (eu sei, de Pretty Little Lies.), e Tyler Posey (Teen Wolf). Embora o filme pareça ser muito alto em orçamento, seu orçamento é considerado baixo, apenas $35 milhões de dólares (metade apenas para pagar os atores, eu diria). O filme arrecadou quase $30 milhões de dólares, considerado um sucesso financeiro.

Verdade ou desafio começa com um monte de adolescente planejando visitar o México, (quem não quer?) Tudo vai bem até chegar ao México. Olivia (Lucy Hale) encontra um garoto encantador em uma festa, e ele a convida para ir em um lugar especial. No entanto, ela não vai sozinha e leva todos os seus amigos com eles.

Quando chegam ao lugar em particular, eles descobrem ser uma igreja muito histórica em uma colina. A história começa quando eles começam a jogar, verdade ou desafio. O que eles não esperam é que cada desafio, ou verdade, precisa ser feito de verdade, ou eles morrem. Na real Olivia e seus amigos não jogam o jogo, o jogo joga eles. 


Imagem relacionada

© Coleções Literárias ♥ 2018 - Todos os direitos reservados ♥ imagem-logo