02/02/2016

[ RESENHA ] Fragmentos

Titulo: Fragmentos
Autor: Rodrigo Cherobin
Editora: Indigestus
Páginas: 134
Estrelas: 5/5

Livro: Cedido pelo autor
O jogo de sentidos que as palavras e as rimas proporcionam, os múltiplos significados que um mesmo texto produz em leitores diferentes – que misturam seus sentimentos e experiências com as palavras do autor –, tornam o texto poético uma força ímpar. Nessa perspectiva, de produzir sensações, se possível, em alguns momentos, que fossem para alguns arrebatadoras, profundas, intensas, é que nasceu Fragmentos, com as belas ilustrações coloridas de Phelipe Oliveira. Elas enchem os olhos e os atraem para o elemento central: a palavra. São fragmentos em versos, memórias, desejos, palavras em desenhos. Um lindo presente para sentir e refletir.


Olá, caros leitores!

Vocês não fazem ideia da alegria que sinto ao falar sobre este livro! Ao me propor a lê-lo, imaginava que pudesse encontrar belos poemas nele, mas não tinha a menor ideia de que o conteúdo presente é muito maior do que isso, se expande para uma proposta belíssima que vai muito além das 134 páginas que estão presentes na obra.

Para aqueles que gostam de poemas e estão acostumados a ler grandes autores da poesia, este livro não decepcionará. Para os que não estão habituados a este gênero, este livro pode ser um ótimo primeiro passo. Rodrigo tem poemas curtos, mas de enorme aspecto reflexivo, portanto farei aqui uma breve análise sobre os principais elementos que podem ser encontrados em sua obra.


Estrutura
O livro é composto por vários pequenos poemas, sendo que alguns deles apresentam versos rimados, mas nem todos adotam este recurso para a sonoridade. Além disso, no livro também estão escritos alguns contos e breves conjuntos de frases que provocam a reflexão sobre coisas corriqueiras ou até os mais minuciosos aspectos da vida.


“Interessante como elaboramos e pensamos muito...
Pra deixar exata e rigorosamente tudo como está.” (pag. 96)


Tristeza
Os sentimentos contidos no livro são bem variados, mas o que eu percebi com maior frequência é a tristeza. Li em algum lugar o autor comentar que esperava ter feito um livro que começasse com poemas mais pessimistas e seguisse rumo aos otimistas e isso realmente acontece, mas a quantidade de poemas envolvidos por uma aura de melancolia me pareceu bem maior do que os alegres. Particularmente, por gostar mais de poemas tristes, isso me agradou bastante.

Temas
Os temas abordados pelo poeta são diversos, e pela forma como o livro é dividido em capítulos caracterizados por cores, é possível perceber que cada cor representa determinada temática a ser tratada nos poemas. Por exemplo: no capítulo “Epitáfio”, caracterizado pela cor rosa, os temas mais tratados são o tempo, os planos mal sucedidos, a morte e etc. Já no capítulo “Inverno”, caracterizado pela cor verde, os temas demonstram uma preocupação social, pois o poeta escreve sobre racismo, fanatismo por celebridades que nem sabem da existência dos fãs, tecnologias que dominam as pessoas e tornam suas vidas menos reais e etc. No capítulo “Outono”, representado pela cor cinza, os textos trazem uma ideia de mudança, tanto na vida quanto na natureza, mudanças que chegam para o bem e para o mal.

Mas tenho que confessar que meu capítulo favorito é, com certeza, “Tempestade”, representado pela cor laranja, com a qual o poeta consegue expressar a intensidade da forma como enxerga as coisas. Tudo em “Tempestade” é intenso; os poetas são intensos, o amor é intenso, a raiva é intensa. São poemas eufóricos, poemas cheios de rebeldia e ódio à hipocrisia. Para fechar o livro, seu último capítulo, “Prelúdio”, é representado pela cor roxa e me pareceu ser o capítulo mais otimista da obra, por trazer poemas que falam sobre memórias felizes, relacionamentos perfeitos, uma vida equilibrada, amizades e esperança de continuar sonhando.

“De nossas gaiolas, fingimos piar felicidades.” (pag. 97)
Estética
Seria impossível falar deste livro sem elogiar muito o capricho com que esta edição foi feita. Mesmo não sendo um livro de capa dura, a capa é feita de um tipo de papel bem resistente e ótimo para proteger o livro. Além disso, o ilustrador merece uma salva de palmas pelo lindíssimo trabalho que fez tanto na parte da diagramação quanto na ilustração. Os desenhos são lindos, e tanto o formato quanto a maneira como as ilustrações são dispostas na página estão diretamente ligados aos poemas e contribuem muito com a experiência de leitura, deixando-a muito mais agradável. Vejam:





Favorito
Como estava em época de TCC na faculdade, fiquei tão inspirada pelo livro que até mesmo utilizei o poema “Pesadelos” como epígrafe no meu trabalho. hahaha No  entanto, depois da leitura da obra completa, consegui eleger “Ilusão” como meu poema favorito. Apesar do tamanho, sua carga de significados para mim foi enorme, por isso o deixarei aqui para que vocês também conheçam um pouquinho mais do trabalho deste autor.

“Tem gente que (des)gosta da gente,

Do jeito que a gente é.

E tem gente que (des)gosta da gente,
Do jeito que pensa que a gente é.

Tem gente que busca na gente,
O mesmo que é.

E tem gente que é indiferente,
De tão diferente que é.”


(Ilusão – Fragmentos – Pag. 45)

Espero que vocês tenham gostado de saber mais sobre este livro! Alguém aí já leu ou se interessou em conhecer? 

37 comentários:

  1. Oi, Jessica!

    Adorei a forma como tu organizou a resenha. Eu ainda não tinha conhecimento desse livro, estou sendo apresentada a ele nesse momento.
    Eu acabei de ler um livro de poemas de um autor contemporâneo. É como falei na minha resenha, não tenho o costume de ler, mas só por falta de oportunidade, pois gosto bastante.
    Eu gosto muito de poemas tristes, hahaha, acho que é um ponto a favor do livro em relação a mim.
    Enfim, eu fiquei apaixonada por essas páginas, simplesmente apaixonada. Que coisa mais linda! Ai, quero muuuuuuuuito ler, sério. Parabéns pela resenha!

    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thamiris! ^-^
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha. Não é sempre que eu leio poesia, mas também é um gênero que gosto, sinto que é bom às vezes tirarmos um tempinho para ler este gênero que explora tantos aspectos da nossa própria sensibilidade. As páginas são lindas mesmo, né? hahahaha Espero que consiga lê-lo também! Beijos!

      Excluir
  2. Olá!!!

    Admito que não sou muito chegada em poesia e que não tenho o costume de ler. Mas estava querendo ler pelo menos um pouco de poesia esse ano, queria começar com Mario Quintana pois percebi que ele tem poemas lindos.
    Sobre o livro Fragmentos, eu gostei do que você descreveu sobre ele descrever vários sentimentos e sobre ter a divisão de cores e vários graus de intensidade. Adorei o fato de ter ilustrações acho que torna a coisa toda muito interessante e é uma forma de se expressar artisticamente muito boa.
    Adorei o poema que apresentou ao final, achei ele muito verdadeiro e acho que todos podem se identificar com ele.
    Já que to querendo conhecer poesia, esse com certeza vai para a minha lista.

    Beijinhos!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pamella! Tudo bem?
      Que bom que está começando a se interessar por poesia e que gostou deste livro. Nunca li nada do Mario Quintana, mas também recomendo Vinícius de Moraes, que tem poemas muito bonitos. Fico feliz também por ter gostado do poema e fazer deste livro parte da sua listinha. Beijos! ^-^

      Excluir
    2. Mário Quintana é meu poeta preferido. Ele usa uma linguagem muito direta. É como gosto de poesia, e foi um dos principais critérios que usei para selecionar os poemas para o livro "FRAGMENTOS". Textos que tocassem as pessoas diretamente.
      Fiquei muito feliz que tenham percebido tantas nuances, já que fizemos esse trabalho - eu e o ilustrador Phelipe Oliveira - com muito, mas muito capricho. Abraços. :D
      Aproveitem pra ver os vídeos de lançamento do livro, que ficaram lindos: http://livrofragmentos.com/teasers

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, fico muito feliz com sua presença aqui no blog! Espero que eu tenha conseguido interpretar as coisas da forma como você as quis transmitir em seu livro. Com certeza irei ver os vídeos do link que você passou e futuramente tentarei ler Mario Quintana também. Novamente, parabéns pelo trabalho que você e o Phelipe realizaram! ^-^

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    O livro parece ser muito bacana, eu geralmente gosto muito de livros nesse estilo e me encanto por eles, vou dá uma procurada nele, espero que possa lê-lo em breve, obrigada pela dica.

    ✩ Voando Sem Peter ✩

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tina!
      Que bom que gostou da dica. É um livro ótimo, tenho certeza que não irá se arrepender. Espero que consiga lê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  5. Oi, Jéssica!
    Eu gosto de poemas, mas infelizmente tenho lido poucos livros assim. Mas não por falta de vontade.
    Gostei muito dessa obra e ainda não a conhecia. Gosto assim mesmo, curtos e reflexivos. Adorei a dica, espero ter a oportunidade de ler.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leticia!
      É sempre bom relembrar o encanto dos poemas. Fico feliz que tenha gostado da dica e torço para que consiga lê-lo! Beijos ^-^

      Excluir
  6. Eu adoro livros de poemas, mas tenho lido poucos ultimamente. Gostei da dica de leitura, pois essa edição está incrível, e todos os temas tratados são muito interessantes. Fiquei empolgada para comprar a obra, espero poder ler em breve!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dessa!
      Quero muito que este livro possa te passar todas as impressões boas que tive com a leitura. Aguardo suas opiniões sobre ele depois! Beijos! ^-^

      Excluir
  7. Ahh!! Que livro mais gracinha gente... que diagramação linda ♥
    Eu gosto muito de poemas, apesar de fazer tempo que eu não os leio.
    Eu leio alguns grandes autores gringos, já que tenho um pouco de preguiça de ler os poetas nacionais... tipo, tem uns que são muito viajantes e ainda não estou disposta a ingerir entorpecentes para fazer determinado autor se entender... se é que me entende... kkkkkkkkk
    Mas fiquei muito curiosa com esse livro, sua resenha foi mt animadora.
    Espero poder lê-lo em breve também e ter perspectivas tão lindas e inspiradoras quanto as suas.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raíssa!
      Eu acho que nunca li poetas gringos, só os nacionais mesmo. Apesar de que tenho muita vontade de ler Federico Garcia Lorca em breve. Eu ri do seu comentário sobre terem poetas muito viajantes! hahahaha Concordo que às vezes também encontro alguns, mas existem muitos nacionais que valem muito a pena, acredite! E estou torcendo para que você também goste deste livro! Beijos. ^-^

      Excluir
  8. Oi
    Adorei conhecer esse livro! Há tempos não leio nada do gênero.
    Gosto de poemas e a diagramação, temática e estrutura de Fragmentos me conquistaram Quero ler sim!
    Ótima dica
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rizia!
      Fico feliz que tenha gostado de conhecer este livro, com certeza é uma leitura que vale muito a pena. Espero que a leitura deste livro seja tão significativa para você como foi para mim e que você consiga absorver boas sensações por meio dela. Beijos! ^-^

      Excluir
  9. Adorei a arte gráfica do livro e amei saber que mesmo em época de TCC, você mantem a leitura em dia. Que bom que o livro pode até contribuir para o seu trabalho, né? este é o tipo de livro que adoro, que esmiúço, que, trocadilho ou não, fragmento. Anotei a dica e com certeza, quero comprar em breve!!
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lenir!
      Acredito que é importante nos esforçarmos para mesclar um pouco a leitura de entretenimento com a leitura obrigatória da faculdade. Eu tento fazer isso porque se manter apenas na leitura teórica do curso às vezes chega a ser muito desanimador. A leitura de entretenimento acaba sendo um alívio nesses casos. hahahaha Adorei o trocadilho <3 Espero que goste do livro também! Beijos! ^-^

      Excluir
  10. Nunca tinha ouvido falar no autor, mas como gosto muito de poesia, sobretudo as mais reflexivas, já fiquei interessada. Gosto de ler poemas porque são textos que, embora curtos, mexem profundamente conosco. Às vezes chego a ficar horas pensando em um determinado poema. Pelas fotos que você mostrou, fiquei com a impressão de que o projeto gráfico do livro está muito bom também. Dica anotada!

    Tatiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tatiana!
      Tem toda a razão! Poemas mexem com a nossa sensibilidade e muitas vezes nos fazem enxergar novos aspectos na vida. O projeto gráfico é lindo mesmo, pode confiar! Beijos! ^-^

      Excluir
  11. OI Jéssica, não tem como negar que o livro é lindo, a capa é simples mas bonita e dentro então, é totalmente lindo e super bem feito! Não sou muito fã de poesia mas acredito que se você gostou bastante, que curte vai adorar de verdade. Ainda estou encantada com a delicadeza da diagramação.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Greice!
      A diagramação é um amorzinho, né? E os textos também! Beijos! ^-^

      Excluir
  12. Oi Jéssica, nossa eu não conhecia esse livro ainda e fiquei super curiosa com ele, e olha que eu nem sou chegada a poemas, mas essa diagramação está de tirar o fôlego e um bom livro bonito tem seu valor, né? ainda mais sabendo que os poemas são de arrasar!

    Beijos


    www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kétrin!
      Fico feliz que apesar de não gostar tanto de poemas, este livro despertou sua atenção. A diagramação é com certeza um ponto forte à favor do livro e os poemas também são condizentes com o que diz na sinopse, podem apresentar "múltiplos significados" de acordo com a pessoa que lê. Com certeza são muito bons! Beijos! ^-^

      Excluir
  13. Oiii
    A capa é linda né? Simples,mas linda.
    Nunca tinha visto nada sobre o autor.
    Me surpreendi com as ilustrações que você mostrou a diagramação é perfeita.
    Não leio muitos livros de poemas,mas esse me deixou particulamente muito curiosa.
    O poema no final,é o que chamou mais a atenção.
    Obrigada pela dica,adorei sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iza!
      A capa é realmente muito bonita. E confesso que tinha visto ela por uma foto antes de pegar o livro nas mãos, mas ela consegue ser ainda mais bonita pessoalmente do que é na imagem. Também fico feliz que tenha gostado do poema que escolhi e da resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  14. Olha eu sempre gostei mutio de poesia, mas
    eu não sou muito de ler hoje em dia não.
    Gostaria de voltar a ler, porque eu acho muito bonito
    algumas mensagens que passam e acho muito legal
    alguns blogs fazer resenha sobre eles. Mas eu sinceramente não conseguiria
    me expressar, até porque poesia é cheio de um sentimento que a gente as
    vezes não sabe nem descrever e acho que precisa de alguma forma sentir para
    poder passar para o computador as suas impressões.

    Espero poder ler ainda esse livro, porque sinceramente nunca li nada assim
    E achei a diagramação do livro linda. Espero tê-lo na minha estante ainda =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-confucio-as-licoes-do-mestre.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Silvana!
      Poesia é um gênero que não costumo ler sempre, mas acho que é uma ótima opção sempre quando sentimos a necessidade de uma pausa na leitura de prosa. Também espero que você o tenha um dia e goste! Beijos! ^-^

      Excluir
  15. Oii!!!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro..lendo a sinopse não tinha me interessado muito não..confesso que se eu o visse em alguma livraria nem tinha pego pra dar uma bisbilhotadinha.. mas sua resenha me fez mudar de ideia e vendo um pouquinho do conteúdo pelas fotos fiquei completamente encantada..a diagramação também está mt fofa :)
    Com certeza eu leria e incluiria na minha lista de leituras :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/02/resenha-um-beijo-inesquecivel-julia.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne!
      Eu confesso que pela sinopse dele também não achei muita informação para caracterizar a obra como um todo, mas que bom que se interessou em colocá-lo em sua lista de leitura após a resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  16. Oiiie,

    Eu não conhecia o livro, e eu faço parte daqueles que não gostam muito de poemas, mas esse me chamou mega atenção. Esse ano quero me deixar ser apresentada a novos estilos literários, e acho que esse seria uma boa opção para começar a ler poesias. Poemas falam na nossa alma. A diagramação está lindíssima. Adorei.


    Bjs
    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Estefânia!
      "Poemas falam da nossa alma", exatamente como você disse. Concordo totalmente! E fico feliz que tenha gostado. Beijos! ^-^

      Excluir
  17. Oi não conhecia o livro , e para ser sincera sou do tipo que não curte tanto poesia , nunca consigo compreender a mensagem que o autor tentou transmitir através do poema e acabo me sentindo entediada e abandonando a leitura ,mais creio que para quem gosta deva ser uma leitura muito prazerosa
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline!
      É uma pena que você não goste de poesia, é um gênero muito bonito. Mas entendo porque também há gêneros que eu não gosto por sentir que não consigo entrar no clima do autor quando ele quer expressar determinadas emoções. É normal que tenhamos alguns favoritos e outros que preferimos evitar. hahaha Beijos! ^-^

      Excluir
  18. Olá tudo bom?
    Confesso que não sou muito fã de poesia, culpe minhas professoras de Língua Portuguesa que não sabiam explicar e/ou não tinham o menor interesse nesse gênero. Aprecio quem consegue escrever, mas não sei muito o que esperar de um e isso faz com que eu me afaste deles. Mas pela sua resenha fiquei tentada a conhecer as poesias de Rodrigo. Parabéns pela resenha, ficou ótima!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rob! Tudo bem, e você?
      Que triste isso das suas professoras. Acho que tive um pouco de sorte quanto a isso, pois os professores que tive pareciam gostar de poesia também. Fico feliz que tenha gostado da resenha e vale a pena dar uma olhadinha no trabalho do Rodrigo, se ficou curiosa. Beijos! ^-^

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo