02/12/2016

[ RESENHA ] Lúcida

Título: Lúcida
Autora: Ron Bass & Adrienne Soltz
Páginas: 363
Editora: Cortesia da Galera Record
Estrelas: 3/5 ♥
Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?"


Duas mentes que estão passando por uma confusão de sonhos e medos, as personagens Maggie e Sloane tem vidas separadas, mas toda a noite quando dormem elas sonham com a vida da outra, ou seja, a Maggie sonha com tudo o que a Sloane viveu no dia anterior e Sloane sonha com tudo o que aconteceu com a Maggie.

Como isso pode acontecer? Será que isso tudo é real ou alguma delas pode ter criado uma realidade diferente que a ajude a superar certas dificuldades? O que elas passam é tão real que nós entendemos que de fato se trata de duas pessoas com personalidades opostas sonhando com a vida da outra, por mágica ou bruxaria ou algum poder? Háhá, as hipóteses são muitas, mas o que se passa com essas duas é algo bem mais complicado do que a razão.


Maggie é atriz e está em uma fase crítica de início de carreira tentando encontrar um papel de sucesso, faz sucessivos testes, mas não consegue engrenar em nenhum. Ela vive preocupada com sua irmã mais nova Jade que na cabeça de Maggie vive doente e pode estar correndo risco de vida. Convive também com sua mãe Nicole, que é uma empresária muito ocupada que dedica pouco tempos as filhas, mas que tenta a sua maneira, trazer boas energias para os testes que a filha faz. 
Ela perdeu o pai e sente muita falta dele em sua vida, por essa e outras razões, meio que se sente responsável pela educação e cuidado de Jade. Acaba se apaixonando por um jovem que conhece em dos seus passeios para relaxar, e este garoto vai ajudá-la e muito nessa fase crítica que viverá. Para lidar com seus sentimentos ela frequenta sua psiquiatra Emma toda semana e tenta aliviar seus medos com relação ao que esses sonhos podem representar tanto no seu presente quando no seu futuro breve, as consequências podem ser péssimas a curto prazo, mas ainda piores a longo.

“Por causa das minhas lágrimas, posso ver no rosto de Andrew que se deu conta de que tudo é real. E que sou uma aberração. E isso só me fez chorar ainda mais (...)”

Sloane vive com sua mãe, seu pai e seus irmãos, nada fora do normal, exceto esses seus sonhos que a perseguem e o fato de ter perdido um grande amigo há poucos dias em um acidente trágico de carro. Ela ainda frequenta o ensino médio e terá que prestar uma homenagem a Bill na frente de todos os colegas de escola, pra isso contará com a ajuda de seu outro amigo Gordy que é um certo alguém com uma relação meio nebulosa com Sloane, às vezes sentimos que ele é só um amigo mesmo e em outras situações parece haver um algo mais entre os dois que logo é deixado de lado.

Na real Sloane já deu seu coração para Bill, ele partiu e no momento ela precisa se reencontrar em meio a todas as dificuldades que o ensino médio representa, além das paixonites que podem rolar por um jovem estudante que chegou chamado James e que tem tudo pra virar a cabeça dela. Enquanto ela fica nesse conflito psicológico de gostar de um outro cara que não seja Bill e sua amizade meio delicada com Gordy, ela ainda tem que lidar com seus sonhos constantes da vida de Maggie.


Ao longo do romance vamos percebendo conexões entre as duas que podem revelar que duas podem ser uma, mas em outros momentos fica claramente óbvio que são duas pessoas vivendo a vida da outra de maneira isolada.

“Sloane me olha de volta. Dou um berro. O banheiro refletido é o dela, não o meu.”

Demora um pouco para engrenar na história porque o livro é bastante descritivo, vamos ter o dia a dia de cada protagonista em detalhes e aos poucos as coisas vão ficando mais claras e relacionadas.

Maluco? Com certeza!

É pra nos deixar de cabelo em pé tentando desvendar esse mistério.

Recomendo que você conheça “Lúcida” principalmente se você curte esses tipos de romances dramáticos e thrillers psicológicos, porque você deve estar preparado para ficar um pouquinho maluquinho quando ler, conjecturando sobre as várias possibilidades e ansiando pelo desfecho mais revelador possível.

Ao meu ver ele tem um público alvo definido: jovem! Mas, é claro, livro não tem idade, então pode ser que qualquer faixa etária curta, rsrs.

A minha avaliação para essa obra foi razoável - na média -, por motivos pessoais, eu acho que o livro não me prendeu como deveria, imaginei que seguiria uma outra linha de raciocínio e confesso que thriller psicológicos adolescentes não são muito minha praia, já tentei algumas vezes e nunca consigo favoritá-los.


E algo que tenho que acrescentar é essa edição lindíssima, a Galera Record arrasou, sem dúvida alguma é uma das capas mais bonitas do ano.

É isso, leitores!
Nos vemos em breve.

Bjs.
Att,
Paty Argachof.

11 comentários:

  1. Oiii Paty, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, não sou muito chegada nesse tipo de enredo, mas fiquei encantada com a sua resenha e achei a capa linda demais, gostei muito da sua sinceridade em relação ao livro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu ainda não conhecia o livro mas com certeza eu já achei o enredo completamente louco e até fiquei meio confusa no começo da resenha. Enfim, não me atrai muito para a leitura, mas se por acaso eu estivesse com o livro eu acho até que leria.

    ResponderExcluir
  3. Amei muito a capa, mas não amei tanto a historia. Quero deixar claro que a sua resenha foi linda, mas conhecendo pelo oque vc falou, pensaria bem se compraria ou nao.

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu li esse livro e gostei do começo, mas não entendi muito o final da história.
    A história tinha tudo para ser boa, mas não sei o que aconteceu, o final foi muito estranho e não entendi muito bem. Uma pena...
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paty! Obrigada por explorar os pontos bons e não tão bons da trama. Seu texto ficou bem completo. Por não ser meu estilo favorito, não pretendo ler, ao menos, não no futuro próximo.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Estou apaixonada por essa capa que achei linda demais.
    Desconhecia a obra, mas de cara já achei bem inusitada e me deixou bem intrigada para saber mais sobre ela. Parece ser meio confusa, mas acho que a leitura me fará sair da zona de conforto e é isso que tenho buscado. Portanto, dica anotada.
    Adorei saber suas impressões.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Paty,

    Interessante ler sua resenha, justamente porque vi várias opiniões negativas sobre o livro, dizendo que a história demora fluir. Eu até fiquei com medo de comprar e não gostar, mas agora lendo sua resenha, adorei os pontos destacados e imagino que a leitura seja mesmo massante, mas tenho que confessar que o tema do livro é um bocado interessante, adoro o mundo dos sonhos haha.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  8. Oii Paty, tudo bem? Eu achei a premissa do livro super original, mas acho que ficaria super confusa durante a leitura. Mas quero ler, pois adoro o gênero, e minha única experiência com um thriller todo voltado para o público juvenil foi muito boa. Ótima resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Paty,
    Estou com esse livro em casa e confesso que estou um pouco receosa de começar a leitura devido a tontas opiniões diferentes. Mas gosto do mistério e por ser um thriller mas psicológico, chama ainda mais minha atenção. Espero gostar da leitura.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu achei uma mistura que fiquei curioso para ler, thrillers psicológicos e romance dramático, será que fica legal? Já vi alguns booktubers falando bem e falando mal dessa obra, estão um pouco divididos rs. Já vou marcar na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem Paty? Achei bem curioso tudo que é tratado. Confesso que já li várias opiniões e elas divergem demais, me deixando confusa. Porém gosto de um pequeno mistério. Possa ser que futuramente eu dê chance!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo