31/08/2016

[ RESENHA ] A Coroa, A Cruz e a Espada

Título: A Coroa, a cruz e a espada - Coleção Brasilis #4
Autor: Eduardo Bueno
Páginas: 285
Editora:  Selo Estação Brasil
Estrelas: 3/5
Livro: Cedido em parceria com a Sextante

Sinopse: Em 1548, com a derrocada das capitanias hereditárias, Portugal decidiu estabelecer um Governo-Geral no Brasil. No ano seguinte, o militar Tomé de Sousa desembarcou na Bahia, acompanhado por burocratas, funcionários públicos, soldados e degredados. Sua missão era construir a primeira capital da colônia, a Cidade do Salvador, e, a partir dali, estabelecer a lei e a ordem em todo o território.A cidade – erguida em regime de empreitada, com licitações fraudadas e obras superfaturadas – de fato foi construída. Mas a lei e a ordem não fixaram residência ali. Pelo contrário: a desordem e a ilegalidade se tornaram a regra, não a exceção.





Olá Pessoal,

A resenha de hoje se trata de um livro que guarda a verdadeira história do Brasil, mas precisamente sobre a situação política da Colônia, que por um certo lapso de tempo apresentou vários desafios para os primeiros colonizadores, que precisaram de muita coragem para conseguir organizar politicamente o país. A obra também propõe reflexões a respeito da influencia do passado, na atual situação política do Brasil, levando o leitor a questionar e refletir sobre tudo o que conhece.

O livro busca retratar uma visão crítica a respeito colonização do Brasil e todas as implicações políticas que o cercavam. Nos deparamos com uma história, totalmente adversa daquelas que aprendemos na escola, pois Eduardo Bueno, mostra cruel as raízes da corrupção, despotismos, burocracia e nepotismo, não tão diferente dos nossos dias atuais. Neste livro, encontramos o país nos primórdios da colonização portuguesa, que ao tentar resgatar o Governo Geral, primeira tentativa de colonização realizada com os recursos da Coroa Portuguesa, é apresentado um grande desafio: a desigualdade. Começamos a história em 1549, na Bahia, onde Tomé de Souza desembarca, acompanhado de vários funcionários, que excedem e muito, o número de pessoas necessárias para todos os cargos, até então disponíveis na colônia.


A figura de Tomé de Souza é sem dúvidas notável, que se envolveu muito bem com as ações governamentais. No entanto, logo tudo foi desfeito pelo senhor  Duarte da Costa – governante que substitui Tomé – que por falta de experiência ou talvez um certo despreparo para determinados assuntos, acaba fazendo nascer a verdadeira corrupção. Por outro lado Tomé de Souza patrocinou acordos com os índios, cujas consequências políticas, religiosas, antropológicas e históricas influenciaram diretamente a vida brasileira, por mais de um século.


“Povo que não conhece a sua história, está fadado a repeti-la”.

A Coroa, a Cruz e a Espada, narra um importante cenário da história brasileira, justamente por tratar de um assunto largamente discutido no país: a corrupção. Se por vezes eu me vi escandalizada com todo os rumos políticos da época, me vi surpreendida por perceber diversas semelhanças com o nosso cenário atual político, o que me deixou abismada com essa história.

Confesso que esse livro foi um grande desafio para mim, pois embora eu goste muito de história, este livro apresentou um assunto demasiadamente complexo, explicado no ponto de vista de um autor que aponta diversas críticas, muito bem fundamentadas por sinal, as quais me fizeram refletir muito sobre as relações humanas e o quanto o nosso passado pode influenciar o futuro.Essa leitura infelizmente não fluiu tão bem, pois o livro é uma carga de informações e por vezes me vi cansada por ler somente duas páginas, o que atrasou um pouco o progresso dessa obra, mas não desisti e cheguei ao final com várias reflexões. A escrita do autor é leve, mas no ritmo de um livro mais acadêmico, mas sem ser pesada ou técnica demais.


"O objetivo de meus livros não é ideológico, no sentido mais rasteiro da palavra, e sim fazer com que os leitores cheguem às suas próprias conclusões. Só pretendo fornecer dados e informações. Tenho uma certa obsessão pela minúcia de detalhes que permita aos leitores interpretar a história por si. Acredito que seja uma postura muito mais libertária".

Sendo uma obra de cunho informativo, o livro apresenta várias figuras da história brasileira, algumas não tão bem aprofundadas, outras conseguem se destacar mais no livro, embora o foco principal seja a situação política do país. O livro faz parte de uma coleção denominada Brasilis, sendo que esta já foi inclusive, publicada por outras editoras, mas preciso destacar que a Sextante fez um excelente trabalho com a revisão, diagramação e ortografia, que se apresentaram de forma impecável.


Embora o livro seja parte de uma “série” não necessariamente precisa-se ler os volumes anteriores, eu mesma iniciei essa leitura independente e isso não dificultou de forma alguma a leitura. A capa é bonita e condizente com o livro. A recomendação fica para aqueles que realmente gostam de história e queiram se aprofundar mais na história do país, pois embora Eduardo Bueno não seja um historiador, mas sim um jornalista, o seu talento para a escrita é notável. 

16 comentários:

  1. Olá!

    Embora não seja uma leitura que eu faça com frequência acho interessante livros que retratam a história.
    Eu não conhecia essa série e me interessou muito. Achei bom que os livros não precisam ser lidos na ordem.
    Vou conferir!!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parece um livro bem didático e simples de ler. Livros como esse, não tendo uma visão romantizada, sim mais objetiva da história deviam ser adotados para as aulas.
    Sem contar que libertaria o aluno da opinião do professor.
    Não sei se nesse caso, esse livro atenderia esse ideal que citei. De todo jeito, é um livro que eu leria, não pelo conteúdo, sim pela forma que ele foi escrito.
    Curti a resenha. 😍
    😘
    www.eupraticolivroterapia.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ola Vivi a premissa do livro em si não me chama atenção, mas fiquei bem impressionada com a pesquisa muito bem feita pelo autor e críticas muito bem fundamentadas conforme sua resenha comenta. Quem sabe saia de minha zona de conforto e leia algum dia. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oiiii Vivianne, como vai?
    Menina que obra linda é essa? Achei a edição um arraso com toda certeza, mas não sei se realizaria a leitura, ando meio fugindo de livros que abordam esse tema.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Vivi@
    Pessoalmente esse livro não me chamou atenção. A edição da obra está linda, realmente impecavel, mas o tema abordado, esse lado meio histórico, não me atrai, justamente porque comigo a leitura não ia fluir. Provavel eu abandonar. Mas que bom que gostou tanto.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Viviane. Livros como esse sempre me interessam bastante e gostei muito de ler uma resenha sobre ele. Eu estava curiosa desde que o vi nos lançamentos da editora e gostei de ver a sua opinião e de saber um pouco mais sobre a obra.

    ResponderExcluir
  7. Oie, viviane, eu adoro livros que são escritos por jornalistas, por isso um pontinho super favorável para esse livro. Além disso gosto muito da história do brasil antiga e adorei saber que aparecem figuras notáveis que fizeram parte da construção da história. Que pena que o ritmo foi um pouco lento, mas mesmo assim eu super fiquei afim de dar uma chance para esse livro e espero poder fazer isso em breve

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu gosto bastante de história, mas confesso que o livro não me chamou a atenção. Me pareceu ser uma leitura cansativa e ando procurando livros mais leves e divertidos no momento.
    Ainda assim, adorei a resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá. Apesar de gostar de história, ler esse será um desafio pra mim. Leio poucos livros assim, de vez em quando... Não sei se leria esse no momento.

    ResponderExcluir
  10. Oie
    que legal sua resenha, não é o tipo de livro que eu leria mas muito legal o enredo e tudo mais, bem legal a dica para quem curte esse gênero

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi
    não leria o livro, acho que história só perdia para geografia na lista de matérias menos favoritas que já estudei, mas acho um livro interessante para se trabalhar em escolas, se não todo, em partes. A ideia de leitura escolar tá muito atrelada com português e qualquer iniciativa que mude isso é ótimo, ainda mais um livro que vai ser bastante reflexivo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá, que livro interessante, estou muito curiosa, sou apaixonada por história, sempre foi uma das minhas disciplinas preferidas e pretendo cursar história assim que terminar o curso de letras, a falta de conhecimento da história é um dos pontos que mais colaboram para a mente fraca de algumas pessoas hoje em dia, a maioria das pessoas deviam se empenhar para estudar esse assunto, e esse livro é uma ótima pedida para isso

    ResponderExcluir
  13. Olá Vi,
    Acho interessante livros que retratam de forma mais clara determinado cenário da nossa história. Confesso que não tenho o hábito de ler livros assim, mas não nego que é uma excelente oportunidade de conhecimento. Vou acrescentar na minha lista para leituras futuras.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Hi baby, tudo bem? sou louca por História, mas leio pouco livros desse tipo, porém esse me pareceu ser extremamente interessante, deve ter detalhes desconhecidos que valem a pena ser descobertos, gostei muito da sua resenha ela me animou completamente para ler

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    Eu sempre gostei de livros assim, mas faz um bom tempo que não leio.
    Fiquei curiosa com esse livro e amei as ilustrações, além dos detalhes que o autor tenta mostrar para o leitor.
    Beijos e parabéns pela resenha
    Daya

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Apesar de sua resenha ser muito positiva, esse não é um livro que faz muito o meu gênero. Nunca gostei muito de história, e os poucos livros que li não me agradaram tanto, por isso deixarei a dica passar :/

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo