07/07/2016

[ RESENHA ] O Sol É Para Todos

Título: O Sol É Para Todos
Autora: Harper Lee
Páginas: 349
Editora: José Olympio
Estrelas: 5/5 

Considerado um dos romances norte-americanos mais importantes do século XX, O Sol É Para Todos surpreende pela atualidade de seu enredo e estilo. A lamentável permanência do tema, o racismo, percorre a narrativa de Scout, criança sensível, filha de advogado Atticus Finch, responsável pela defesa de um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca em Maycomb, pequeno município do Alabama, no sul dos Estados Unidos, no início dos anos 1930.


Um livro que discute com clareza o racismo no Estados Unidos no século XX através dos olhos de uma criança chamada Scout Finch, ela tem apenas seus 9 anos de idade, mas é muito esperta com relação aos problemas da sociedade. A autora Harper Lee em "O Sol é Para Todos" foi de extrema maturidade ao abordar um assunto tão sensível e se você, assim como eu, gosta de temas polêmicos essa obra é um achado que merece estar na sua estante.

A família Finch composta por Atticus (pai e advogado), Jem (filho mais velho) e Scout (filha) vive em uma cidadezinha chamada Maycomb no sul do país. 


Para Scout e Jem a rotina era simples e leve, relativamente perfeita para uma criança. Com momentos acompanhados do amigo Dill em todas as férias de verão onde brincavam o dia todo e compartilhavam planos de descobrir o que acontecia na casa do vizinho da frente. Isso porque este vizinho conhecido na cidade como Boo Radley nunca foi visto e vive por ali com seus pais e irmão, isolado completamente do mundo, por conta desse isolamento os irmãos conjecturam maneiras de vê-lo e entender por quê ele vive trancafiado em casa nunca colocando o nariz para fora.

Essa parte da história gira em torna do mistério que é Boo e, assim, as crianças criam estórias sobre a casa ser assombrada e que seres do mal vagam na calada da noite por ali.

É no dia a dia que vamos entendendo a rotina da família Finch, de hábitos simples e sempre gentis com todos, independente da cor ou renda.

"(...) - Se o pai de vocês tem alguma qualidade, é o bom coração. Atirar bem é um dom divino, um talento, precisa praticar para se aperfeiçoar, mas atirar é diferente de tocar piano ou coisas assim. Acho que ele deixou a espingarda de lado quando que Deus tinha lhe dado uma vantagem injusta em relação às outras coisas vivas e resolveu só atirar quando fosse necessário, como hoje." 

No entanto um estupro acontece na periferia de Maycomb, um negro é acusado de abusar sexualmente de uma branca. Naquele período existia uma separação racial e os negros já não eram mais escravos só que ainda eram tratados por muitos brancos como animais e seres inferiores da terra.

E quando esse crime explode no boca a boca vamos entender o quanto a sociedade da época era racista. Para defender Tom -  o acusado do crime - o tribunal escolhe o advogado Atticus Finch, um homem viúvo que vive na companhia de seus dois filhos pequenos e que é muito reconhecido na cidade como autêntico, ético, honesto e que pratica o bem não importa quem.


Atticus irá defender seu cliente com intensidade e isso causará uma série de problemas para ele, já que a maioria do povoado é muito preconceituoso, na cabeça deles Tom realmente estuprou a moça, afinal é negro e isso já é argumento suficiente para tal ato.

" 'Sabemos, senhores, que se trata de uma mentira tão negra quanto a pele de Tom Robinson, uma mentira que não preciso explicar aos senhores. Os senhores sabem a verdade: alguns negros mentem, alguns negros são imorais, alguns negros não merecem a confiança de ficar perto das mulheres, sejam elas brancas ou negras. Mas essa verdade se aplica à raça humana, sem distinção. Não existem ninguém neste tribunal que nunca tenha mentido, que nunca tenha feito algo imoral, não existe um homem vivo que nunca tenha olhado para uma mulher com desejo.' " 

Logicamente que Atticus contará com o apoio de algumas pessoas por ali, mas isso não impedirá que o burburinho rode cada casa e afete diretamente a vida de seus filhos no ambiente escolar, todavia graças a edução exemplar que ele deu aos dois conseguirá lidar com a situação de maneira relativamente tranquila para que suportem esse difícil período de muito julgamento e pouca razão.

"- É isso mesmo. Vovó diz que já não basta vocês serem criados soltos por aí, agora ele também virou amigos dos pretos e nunca mais vamos poder andar pelas ruas de Maycomb. Ele está simplesmente arruinando a nossa família." 

Confesso a vocês que amo livros que abordam temas polêmicos contatados ou narrados aos olhos de uma criança, sempre dá um tom muito mais agradável a leitura e torna a "viagem" bem melhor, rs.

Se prepare para ficar com raiva em certas ocasiões, porque ver o negro ser destratado constantemente é de te deixar no chão e com sangue nos olhos.

"O Sol É Para Todos" é um livro para refletirmos e de fato compreendermos que o sol - a oportunidade - nasceu para todos independente da cor, da renda, da geração, do credo ou da ação.

Essa obra tem continuação no livro "Vá, coloque um vigia" e conta a vida de Scout 20 anos depois.

Espero que tenham gostado da resenha e se você ficou interessado em saber um pouco mais sobre a história tem vídeo no Canal Borogodó Literário:


Nos vemos em breve. ^^

Beijos.
Att,
Paty Argachof.
(Administradora do Canal Borogodó Literário)

26 comentários:

  1. Oi...

    Que resenha maravilhosa!
    Esse livro me lembrou um filme. Será o mesmo? Tem o mesmo nome e é bem antigo. E fala também de um negro que foi acusado de estuprar uma branca.
    Achei o link dele....
    http://www.adorocinema.com/filmes/filme-42792/

    Não sei se é. Mas pareceu. Tua resenha me transportou para o filme de tão incrível que está.

    ☺Bjsss 😍

    ResponderExcluir
  2. Oi...

    Que resenha maravilhosa!
    Esse livro me lembrou um filme. Será o mesmo? Tem o mesmo nome e é bem antigo. E fala também de um negro que foi acusado de estuprar uma branca.
    Achei o link dele....
    http://www.adorocinema.com/filmes/filme-42792/

    Não sei se é. Mas pareceu. Tua resenha me transportou para o filme de tão incrível que está.

    ☺Bjsss 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Denise.
      Que bom que gostou!!
      Então, esse filme é sobre o livro sim. Na verdade "O Sol é Para Todos" é um clássico norte-americano, pessoal estuda a obra na escola por lá. ^^

      Muito obrigada! Fico feliz. <3
      Bjinhosss

      Excluir
  3. Oi. Que coincidência engraçada, haha! Este é um dos inúmeros livros da minha TBR da Maratona Literária, porém, eu dei uma "folheada" (por ebook, então creio que não seja o termo adequado) nele e vi que seu conteúdo era muito denso para ser completamente absorvido num só mês e por medo da ressaca literária, acabei por adiar a leitura. Entretanto, eu espero ler ele logo e tua resenha só me deixou ainda mais inquieto, haha. Abraços.

    www.lendocomchuva.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é denso não, cara! De fato o assunto abordado é pesado, mas como é retratado pelos olhos de uma criança fica mais "leve"... É uma leitura bem rápida porque você fica envolvido demais com a história toda, vale a pena, arrisque-se. rsrs

      Bjinhossss ^^

      Excluir
  4. Olá
    Esse livro é um dos que eu quero ler antes morrer, tanto pelo tema do do livro, que é forte e corajaso ( já que foi escrito em uma época em que os negros dos EUA ainda lutavam pelos direitos cívis. E também por ser um clássico mundial. Gostei muito da sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaa, que mara que gostou!
      Então, é um livro que todos deveriam ler, pois traz várias reflexões importantes... leia logo! rsrsrs
      Bjsssss ^^

      Excluir
  5. Nossa! Parabéns pelo post, esse livro é belíssimo e encantador, ganhei de niver essa obra e esta para ser lido, apesar que li só algumas páginas e fiquei maravilhado. Tem o outro livro da autora que é muito aclamado pela critica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida alguma esse livro é maravilhoso! Espero que já tenha lido, rsrs.
      Bjinhosss

      Excluir
  6. Olá Paty!!!
    Admito que já tinha ouvido falar sobre o livro, porém só tinha ouvido falar mesmo nunca tinha lido nada falando sobre ele...
    O livro traz um tema bastante polêmico apesar dos dias que vivemos hoje é um tema que está constante em nossa sociedade e nossa naquela época era difícil demais pelo que vejo e ouço falar ser negro.
    Parabéns pela resenha e esse livro é uma obra prima :)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo: obra prima! rsrs
      Com certeza é um livro que deveria ser mais colocado em pauta aqui no Brasil.
      Bjinhossss ^^

      Excluir
  7. Oi Paty, O Sol é Para Todos é um dos livros que eu espero ler e levar por toda a vida. Eu já sabia do que se tratava e todo mundo sempre elogia tanto, que a cada resenha lida sobre ele não tem como não pensar: não acredito que ainda não li esse livro!
    Espero poder conferir o livro em breve e a continuação também. Dizem que a autora trata do assunto como ninguém. (também amo livros com assuntos sérios narrados por crianças)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, já se arriscou e leu? rsrs. É lindo demais esse romance, deixa no chinelo muitos outros por ser tão bem descrito e narrado lindamente. Vale muito a pena ler.
      Bjinhhossss

      Excluir
  8. Oi!
    Amei sua resenha! Me convenceu a ler!
    Vou confessar aqui que nunca tinha ido atrás do que realmente se trata esse livro e MEU DEUS que culpa estou sentindo agora...
    Eu também gosto muito de livros assim. Tem um filme chamado Histórias Cruzadas que gira em torno desse preconceito negro também, que é adaptação de um livro "A Resposta". Recomendo =D
    Já vou correr atrás do meu para ler, preciso!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque se pararmos pra pensar a capa não tem nada a ver com a história, aí muitas pessoas nem olham pra ele, mas quando a gente lê a sinopse e resenhas vamos compreendendo o quanto a obra é maravilhosa. ^^
      Já conseguiu ler?
      Bjinhosss

      Excluir
  9. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, mas já li vários comentários positivos sobre a trama, principalmente pela reflexão que o livro proporciona. Eu li o livro seguinte, que se passa alguns anos depois e achei bem interessante a narrativa da autora.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, você leu o segundo antes?? Hmmm, dizem que o primeiro é melhor por isso ainda não li "Vá, coloque um vigia". O que você achou?
      Bjinhossss ^^

      Excluir
  10. Oie!
    Nossa que resenha...
    Eu conhecia esse livro, mas vou te ser bem sincera, não é o meu tipo de leitura em nada.
    A história parece ser realmente muito intensa e o livro vale muito a pena, mas não funciona para mim, infelizmente :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um pena que não funcione pra você, mas olha, de vez em quando é bom respirar novoas ares literários, quem sabe no futuro você não se arrisca né?
      Bjinhossss ^^

      Excluir
  11. Eu li esse livro já tem algum tempo, e gostei muito. Só lamento que tenha feito uma leitura muito rápida, pois era uma leitura de semestre na faculdade, então tinha prazo apertado para concluir. Na época li um exemplar da biblioteca, mas recentemente comprei o meu exemplar e pretendo fazer uma releitura, dessa com bastante calma, pois o livro merece. Concordo com você em relação ao fato de tornar agradável a narrativa ser feita por uma criança, pois dá um certo ar de leveza a um tema bastante tenso. Vá, coloque um vigia eu ainda não tive oportunidade de ler, mas pretendo, assim que fizer a releitura de O sol é para todos. Adorei a resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza o livro merece um leitura mais crítica, é bom demais!! Tbm não li ainda "Vá, coloque um vigia", preciso correr atrás dele ainda, rsrs.
      Obrigada!
      Bjoksss

      Excluir
  12. Oiee, tudo bem?

    Ai gente, adoro seu canal, sempre me divirto muito com seus vídeos. Sobre o livro eu li ano passado e gostei demais da leitura, foi um dos favoritos do ano passado. Pretendo ler a continuação já que a tenho aqui, só não sei quando, fico com medinho de estragar tudo, já que alguns disseram que foi bem decepcionante e que os personagens estão bem diferentes e o Articus não está nada bonzinho.Hahahaha, nem a sinopse dele eu li.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *Atticus
      Sempre falo o contrário,hahaha

      Excluir
    2. Oii, flor! Ahhhh, que demais, fico feliz que acompanhe o Borogodó. <3
      Tbm estou com medinho de ler a continuação por conta disso, masssss em breve eu arrisco. ^^
      Bjão <3

      Excluir
  13. Oie
    nossa, sou mega suspeita para flar do livro, eu amo e fiquei super chateada com a morte da autora, é um livro maravilhoso, que bom que curtiu também e adorei a resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa autora escreve lindamente e esse livro é top demais.
      Obrigada! Amei o livro.

      Bjão
      ^^

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo