21/06/2016

[ RESENHA ] Confissões de uma garota excluída, mal- amada e (um pouco) dramática

Título: Confissões de uma garota excluída, mal- amada e (um pouco) dramática.

Autora: Thalita Rebouças
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Estrelas: 5/5

Livro: Cedido pela Editora Arqueiro
Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.


Ingredientes como adolescência, amizade, família, romance e confusão são como bolo de prestígio e milk shake para mim. Não posso ver, fico louca. Sorte a minha que meu marido acha fofo, me incentiva, escuta meus comentários e não faz (muita) piada. Isso é importante, viu gente?

" - Tetê, repara: você não ri, está sempre de cara amarrada, de mal com a vida, não conversa, não tem amigos, não namora, vive pelos cantos, só quer saber de ouvir músicas tristes, de ver filmes tristes e de ler livros tristes - enumerou minha mãe. Pausou para respirar e continuou: - E não faz esportes, não sai, não dança, não pega sol, não come jujuba, não gosta de Nutella, não faz unha, não depila o buço. Só fica feliz na cozinha. Onde já se viu? Você acha isso normal".


As pessoas tem uma mania de dar idade aos livros juvenis, assim não dá, não concordo porque já estou com 25 e detesto bullying literário, leio quase de tudo. Se seguisse a linha "leio o que esperam que eu leia" como ia indicar essa delícia de historia que a Thalita escreveu? Como vocês iam relembrar a Tetê? Sim, porque a Teanira somos todos nós: cheia de dúvidas, insegurança, hormônios e fome.

" -Lembre-se: os nerds de hoje serão os milionários de amanhã, os horrendos serão os lindos, as lindas serão as mocreias e os lindos serão carecas e barrigudos - alertou meu pai - Tai um ensinamento para a vida toda."

Confissões de uma garota (...) relata a vida que a Tetê, ainda tão jovem, quer esquecer devido a falta de amizades e todos os apelidos que pareciam definir quem era ela, o desinteresse total pelo que ela tinha a dizer, Tetê na escola era só uma gama de apelidos maldosos. Mesmo com uma vida mais abastada na Barra da Tijuca, sua alegria e seus amigos só vieram depois que o pai perdeu o emprego e as economias com apostas e precisou aceitar o convite dos pais da esposa para morarem juntos em Copacabana. 

Numa casa com avós, bisavós e pais cada um de um modo peculiar e cheios de opiniões sobre sua vida, ela imaginava que os apelidos que a faziam perder o sono e a perseguição por seu jeito só tendiam a aumentar, seu medo e reclusão era tanto que a mãe decidiu que ela teria que se consultar com o psiquiatra, algo que ela não queria, mas a experiência não foi tão ruim.

" A verdade é que as mudanças sempre me assustaram. O medo de que as coisas piorassem me impediu a vida toda de tomar atitudes que representassem qualquer tipo de risco"


No colégio novo, as coisas, por sorte, revelaram-se diferentes e Tetê fez seus primeiros amigos, que a aceitavam (embora o Zeca vá mostrar que a personalidade dela pode ser a mesma, mas que ela tem primeiro que se descobrir de outras maneiras) e são encantadores. Sério, amei Zeca e Davi. Davi que fala certinho, é quietinho, estudioso e como ama os avós. Outra abordagem incrível foi o relacionamento entre pais e filhos e, principalmente, netos e avós. Amei demais. Amo quando os avós são bem tratados pela família <3

"Corri para dar um abraço apertado naquele homem que era tão especial para mim. Ele realmente não existia! Eu tinha muita sorte de tê- lo em minha vida."

Divertido, leve e recheado de receitas fáceis e deliciosas, Tetê relata situações cotidianas envolventes, mesmo assuntos sérios como relações interpessoais, bullying e perdas tem um tom leve, porém deixa um recado claro e objetivo.

Preciso dizer que recomendo? Não, mas já disse né. Recomendo sim, mas Thalita, hoje em dia gente do Ensino Médio não diz mais "recreio". Porque tenho que dar um ponto negativo, já que a capa é linda e chamativa e a altura das letras são ideais também.


 

Até mais!


26 comentários:

  1. Oiee

    Eu também detesto bullying literário. Só não leio mesmo os hots e romances melosos demais, por gosto mesmo.
    Gostei desse, parece ser um leitura leve apesar dos temas abordados.
    Adorei suas fotos!!

    bjs
    Fernanda
    https://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda,
      Realmente temas sérios são abordados de um modo bem leve, a Thalita foi ótima!

      Bjs

      Excluir
  2. Oiii Thaise, tudo bem?
    Morro de vontade de ler esse livro, desde que vi o lançamento anotei na minha listinha de desejados, sua resenha está incrível e só aumentou a minha vontade ainda mais de ler.
    Beijinhos linda <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana :)

      Fico muito feliz de tê- lá instigado ainda mais.

      Bjs, apareça mais vezes

      Excluir
  3. Achei a capa desse livro muito linda, mas nao curto livros com essa pegada, nem com adolescentes, muito menos qnd eles estao em crise...kkk .. Fico feliz que tenha gostada, ele nao e pra mim.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      A capa é perfeita, não Raissa? Também me apaixonei.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Os livros da Thalita são ótimos.Vou esperar mais um pouco para ler meu exemplar.
    E acho que mesmo a gente já adulta (oi?) rola muito ler livros mais teens, porque já passamos por isso e sempre aprendemos mais um pouco.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helana,
      É muito divertido nos ver no passado, ainda maos se algumas coisas ainda se mantem a mesma!
      Bjs

      Excluir
  5. Oi, Thaise
    Esse livro tem sido bem comentado na net. Eu gosto da sinopse dele e dessa capa linda e leria se tivesse oportunidade.
    Gostei de ver que você aprovou o livro.Essas confusões adolescentes não é o que mais me atrai em livros, mas gosto do tema também, além dos assuntos mais sérios abordados.
    Uma ótima dica tenho certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia,
      Que bom que gostou da resenha, fico muito contente. Espero que leia mesmo *-*

      Excluir
  6. Oie
    Não estava muito animada para ler esse livro. Mas depois de ler o que vc achou, já estou pensando diferente.
    Vou anotar aqui a dica.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosana,
      Você não sabe como me deixa contente saber que minhas palavras mudaram, de maneira positiva, sua opinião quanto à leitura.

      Bj

      Excluir
  7. Adoro a thalita, e como sou o drama em pessoa tenho certeza que vou adorar ler esse livro, ja ta na minha lista

    ResponderExcluir
  8. Um pouco dramática??? Adorei o título... O gênero não faz muito o meu tipo, mas achei interessante a premissa. Adorei o título também, achei super divertido... Ah e essa história de recreio, acredita que sou professora e os meus chamam de recreio ainda. Moro no interior de São Paulo, talvez por isso eles ainda falem assim. Adorei isso.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  9. Oi, eu amei a capa desse livro e do título, achei bem original e divertido. Adorei a trama e a personagem, retratando muito bem uma adolescente nos dias de hoje e mesmo não sendo mais adolescente, eu com certeza leria. Dica anotadíssima.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Tudo bom?
    Também adoro livros adolescentes!
    Meu marido só faz piada quando eu fico rindo a toa, e me olha estranho quando eu me acabo de chorar
    kkkkkkkkkkkk mas ainda me abraça e me deixa chorar no colo dele <3
    Ainda não li nada da Thalita, acredita?
    Sou louca para ler algo, e esse livro parece ser super fofo, do jeito q eu gosto!
    Ainda nao tinha lido resenha dele, adorei!
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Nunca li nada da autora, até tenho vontade, mas nunca peguei um livro dela pensando em comprar. Adorei esse lançamento e estou pensando em começar por ele.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Adorei quando vc escreveu "não diz mais recreio", ri sozinha aqui, pq eu dizia (ó eu revelando minha idade - rs). Tb não gosto de preconceito e seja de que tipo for, o que me conquistou na premissa que vc apresentou, foi a questão familiar, o fato de os avós serem bem tratados, gosto disso. Ah, por mais que não seja um estilo que eu leia com frequência, chamou minha atenção. *-*

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom???

    Eu ainda não li nada da Thalita, mas quando fui no encontro da arqueiro, e ela estava presente para falar do lançamento desse livro, eu me apaixonei!
    Ela é uma comédia, não tem como não querer ler qualquer coisa que ela escreva!!!
    Eu adorei a premissa do livro, tem tudo que eu gosto em um livro YA, tem romance, diversão, amizade!!!
    Esse livro está na minha lista, não consegui ainda pegar para ler, mas é o próximo!!!

    =)

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. haha

    amei a resenha!!! a gente tem que ler o que gosta esmo né???? não dá pra ficar se importando com o que os outros pensam, também leio o que gosto...

    gostei da premissa, ainda não tinha lido nenhuma resenha da obra...bela dica!!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oie
    eu li o livro e estava bem curiosa e ansiosa mas infelizmente não gostei muito de como o tema foi abordado, acabei não curtindo a leitura apesar de achara a autora um amooor, mas não funcionou para mim

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Thaise, sua linda, tudo bem?
    Não se sinta só, eu sou como você, não importa a idade dos personagens, eu adoro ler e ponto!!! E vou lhe dizer, alguns livros infanto-juvenis me ensinaram mais do que qualquer livro adulto. Um não exclui o outro, eu gosto mesmo é de ler. Adorei o clima da sua resenha, sua empolgação me diz muito do que irei encontrar no livro. Tenho certeza de que irei amar!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá Thaise,

    Eu gostei muito da sua resenha sobre esse livro, embora não tenha me chamado muito a atenção de ínicio, consegui mudar minha opinião após ler sua resenha. Espero em breve adquirir o meu.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Olha, eu conheço o trabalho da Thalita Rebouças como jornalista, mas nunca li seus livros. Tenho vontade de ler para conhecer o seu trabalho de escritora. A premissa dessa obra parece boa, talvez eu arrisque a leitura assim que possível.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Olá Thaise!!!
    Bem, tenho que admitir que Thalita não me interessa suas obras muito.
    Eu admito que ouvi muitas críticas boas e algumas rins sobre ele, porém mesmo com tanta coisa ainda acho que não é um livro pra mim.
    Mesmo assim, parabéns pela resenha :3

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi flor, ainda não li nada da autora, gostei da resenha...achei o enredo interessante, acho que irei conferir esse, já anotei a dica!

    Sucesso

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo