17/05/2016

[ RESENHA ] Crônicas



Titulo: Crônicas
Autor: Cássio Giorgetti
Editora: Agbook
Páginas: 161
Estrelas: 5/5 
Livro: Cortesia do autor.
...a vida aqui fora está complicada, meu amigo. As pessoas, cada vez mais preconceituosas, intolerantes e mesquinhas. Você deverá estar preparado, pois quando sair terá que se deparar com elas. Vão te julgar, não tenha dúvida; te lançar olhares rancorosos e desconfiados. Acharão que são melhores que você, em virtude do teu erro, mas essas mesmas pessoas, sem que peso algum recaia sobre suas consciências, se agridem e se hostilizam mutuamente nas ruas, em seus trabalhos, em suas casas e em todo lugar, diariamente. Estão tão encarceradas como você, não atrás de muros de concreto ou grades de ferro, mas dentro de seus prescindíveis mundinhos e das suas medíocres existências...





Posso definir esse livro como:


"Um olhar sobre a realidade"


Trata-se de um livro composto por uma serie de crônicas, que retratam fielmente a realidade que está a nossa volta e muitas vezes não nos damos contas. O autor consegue trazer de uma forma descomprometida histórias de pessoas como nós, mas que vivem injustiçadas.



O caos de viver em uma cidade grande, a intolerância religiosa que pode trazer a morte de inocentes, a triste realidade das crianças que vive em um mundo digital, onde trocam seus brinquedos e o contato com outras crianças por celulares e computadores. Cada um das crônicas conta uma história real, algumas tão absurdas que custei a acreditar que fossem reais, mas são, Em algumas delas encontramos dados estáticos que são incluídos nos textos de forma sutil, sem deixar  a leitura pesada ou entediante. 

"Ao entardecer, no meio da multidão expurgada que partia daquele lugar, sem rumo, aquele homem solitário era o único de mãos vazias."

O auto explora a realidade muitas das vezes algumas dessas crônicas realmente foram vividas por ele. É uma mistura de sensibilidade e crueldade. Sensibilidade de enxergar, observar, perceber e escrever o que está a nossa volta. Crueldade, porque é real, está ao nosso lado, faz parte de nossas vidas, é responsabilidade dos nossos governantes que fingem não ver.

"O tempo parou. A luz desapareceu. Para sempre."


Além de tudo isso, o autor explora a linguá portuguesa. Já cansei de pegar livros para ler no qual os autores não se empenham em tornar os livros ricos de palavras, descrever sentimentos com intensidade. O vocabulário é rico, mas o texto é leve, fácil de ser compreendido.


"Mas quanto à herança deixada pela miséria, é certo que levaremos muito, mas muito tempo para superar." 

A capa do livro é simples, tudo no livro é simples, mas não deixa de ser lindo. 

18 comentários:

  1. Oi Sefora, confesso que não curto muito a leitura de crônicas. Claro que as vezes acho interessante ler quando não temos nenhuma leitura programada, e nos deixa mais relaxado. Esse título parece ser interessante sim, pelo menos pelo que pude conferir em suas considerações, especialmente por conta da riqueza das palavras.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oie, adorei essa dica. Nunca tinha ouvido falar no livro mas já fiquei querendo ler a partir da sua resenha. Em primeiro lugar adorei esses quots, ilustram bem o que nos espera no livro, e em segundo lugar adoro isso de um olhar sobre a realidade e o que está acontecendo ao nosso redor. O tema de crianças no mundo digital é um tema que me chama muita atenção e vou gostar de ler sobre ele no livro. Espero poder ter esse exemplar em breve.

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu gosto muito de contos e crônicas e embora não tenha gostado muito da capa desse livro, eu fiquei curiosa para saber sobre as crônicas. É bom quando lemos um texto que nos traz riqueza nas palavras, bom pelo menos eu gosto.

    ResponderExcluir
  4. Oi, eu amo contos e crônicas e amei a dica!
    Acho que nesse livro a capa foi o que ficou escondido,pois a maioria dos livros do gênero trazem capas com cores vibrantes.

    ResponderExcluir
  5. Oi, flor!
    Adorei saber que esse livro é tão bom, porque adoro crônicas. O fato de o autor ter abordado temas complexos e tão cotidianos me encantou. Mas curti ainda mais a ideia de que ele valoriza a Língua Portuguesa. <3 Pretendo ler!

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Séfora,
    São muitos elogios para um livro, isso é fantástico.
    Não tenho lido muito contos e crônicas e não fiquei interessada nessa leitura, mesmo o autor tendo explorado bem palavras da língua portuguesa.
    Sua resenha está incrível.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi, flor.

    Vejo que o livro realmente te cativou. Mas eu não curto muito crônicas, então não sei se leria o livro. Os quotes que você pôs são bastante reflexivos. Eu também gosto muito quando um autor escreve com lindas palavras e explorando bem o nosso vocabulário.
    Quem sabe eu não leia algum dia?

    beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, achei a proposta do livro bem interessante e curto crônicas, e acho que ter um livro que retrata assuntos do nosso cotidiano que não nos damos conta é algo valioso e primoroso, e acho que vou amar esse livro, já que gosto de livros com essa pegada, e adoro livros com uma linguagem enriquecida. Anotada a dica. Amei a resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas eu não gosto muito de crônicas, então o livro não me chamou a atenção. Fico feliz que você tenha gostado delas, e de saber que em nenhum momento a leitura fica cansativa ou entediante, mas, ainda assim, acho que eu não o leria, pois não é o tipo de livro que eu quero ler no momento *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bom?
    Não tenho o costume de ler crônicas, mas, esse livro chamou minha atenção pelos temas que as mesmas abordam, como a intolerância religiosa e o efeito do avanço digital nas crianças, que abandonam os brinquedos pelas novas tecnologias. Gostei de saber da riqueza gramatical do mesmo e que a leitura não fica entediante. Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  11. Apesar da simplicidade da capa, gostei bastante dela. Amo cronicas e adoro quando os autores inserem temas cotidianos, ainda que complexos. Quero ler o mais rápido possível!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu não costumava gostar de crônicas, mas com o tempo fui me envolvendo e gosto cada vez mais. Para mim as melhores são as que falam do cotidiano, do que estamos vivendo.Gosto quando o autor consegue nos divertir, nos entreter e mesmo assim falar de assuntos sérios.
    Gostei bastante do livro!

    Abraços, Lara.
    http://imperioimaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Séfora, tudo bem?
    Preciso lhe admitir que faz um bom tempo que não leio crônicas, mas sinto imensas saudades! As crônicas descritas no livro devem ser muito interessantes por retratarem situações reais que fazem parte do nosso cotidiano e mal somos capazes de perceber, por mais que estejam debaixo de nossos narizes. Por isso acredito que deve ser uma leitura interessante, esse parece ser o tipo de livro que nos faz refletir nossos atos e eu admiro livros assim. Gostei de você ter mencionado que contém um vocabulário rico mas que ainda assim não deixa de ser leve. Pretendo ler o livro e espero gostar tanto quanto você.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  14. Oi Séfora,
    Não costumo ser leitora de crônicas, acho que é falta de hábito, porque costumam ser livros interessantes como esse parece.
    Gostei de tudo que você disse, desde o bom uso do português aos temas relevantes que acontecem no dia-a-dia, mas que as vezw não percebemos té a capa, que no tempo de capas majestosas ( e eu sou louca por capas) passa uma simplicidade tranquila.
    Parece ser aquele livro que você não dá nada, mas é tudo.
    Gostei.
    Tendo oportunidade, lerei com certeza.
    Bj
    Luana
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Séfora, tudo bem?

    Não tenho muito o costume de ler crônicas, mas sempre acabo gostando das que eu leio. Gosto dessa sensação de que tudo aquilo que é escrito é real, mesmo que seja uma realidade cruel. Parece ser um livro envolvente e gostei de saber que o autor sabe explorar os sentimentos e emoções.

    Gostei dessa capa, ela é realmente simples e delicada, e parece combinar com a história.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Não tenho costume de ler crônicas, mas achei muito interessante o livro, adoro textos realistas onde mostra a realidade ali, dura mesmo. É triste mais temos que aceitar e fazer algo para mudar, mesmo que demore. A capa é bem simples mesmo, e eu ão compraria se visse na livraria rs', mas gostei de saber dele e quero conferir.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi *---*

    Não gosto de ler cronicas pois quase sempre acho meio monotanas saber. Mas esse fiquei meio curiosa por ser simples sem deixar de encantar. Quero saber do porque ter te encnatado tanto. Também acho legal ele ter escrito algumas coisas sobre as coisas que ele viveu, isso deixa bem interessante.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá! Olha Sei que muitas pessoas não gostam de crônicas, mas eu acho um gênero tão rico. Adorei a sua dica e fiquei ainda mais encantada quando você falou da capacidade do autor de enriquecer este vocabulário. Não desprezo autores de outros gêneros, mas escritores que escrevem pouco e falam muito com o pouco que escreveram sempre me chama a atenção.

    Encantada com a tua resenha.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo