29/04/2016

[ RESENHA ] Objetos Cortantes

Título: Objetos Cortantes
Autora: Gillian Flynn
Páginas: 256
Editora: Intrínseca

Estrelas: 5/5
Sinopse: Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida. Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas. 




Impossível não se cativar pelas obras dessa autora, que me conquistou com Garota Exemplar e dessa vez com Objetos Cortantes, me surpreendeu de uma forma que esse livro vai estar para sempre marcado na minha memória.



Nessa trama somos apresentados a enigmática Camille Preaker, uma jovem conturbada, repórter de um jornal não muito famoso e que após longos anos longe da sua cidade natal, é obrigada a voltar ao local para cobrir uma matéria do misterioso caso de assassinato de garotinhas. Mesmo relutante em voltar ao local, a jovem vê nessa oportunidade uma forma de ser reconhecida na sua profissão e até mesmo ganhar uma promoção, no entanto, essa repentina volta pode despertar emoções já esquecidas e até mesmo atrapalhar a sanidade mental da jovem.

Quando ela enfim chega a cidade, resolve se hospedar na casa da sua mãe, uma mulher que carrega um ar de perfeição exagerada e que é super protetora com a meia-irmã da Camille. Ao estar de volta, várias coisas despertam as lembranças do passado da protagonista, que teve uma adolescência conturbada por drogas, sexo e desentendimentos familiares, além de uma irmãzinha morta. 

“Esse lugar faz coisas ruins comigo, eu me sinto errada”.

Mesmo estando em um lugar que é um poço de emoções, a jovem tenta desvendar o mistério que ronda a cidade e começa a buscar algumas pistas nos assassinatos e várias coisas acabam remetendo ao passado dela. Como se não bastasse isso, a sua meia-irmã é uma garota com dupla personalidade, que se comporta como uma criança carente perto da mãe delas, mas que na rua se torna uma garota rude e estranha, que faz coisas inimagináveis. 

Os personagens que surgem ao longo da trama são bem abordados e cada qual com uma participação importante na história. Nós também descobrimos mais a respeito da própria protagonista, que se cortava na infância e por isso possui diversas cicatrizes pelo corpo e na maioria das vezes ela usa roupas bem fechadas por causa disso.


Além das conturbações psicológicas da personagem, a autora nos introduz a uma investigação policial muito bem descrita, onde a profissão da Camille também ganha um grande destaque porque ela é realmente insistente sabe? Aborda a polícia, aborda as pessoas, ela realmente corre atrás de respostas.

“Nunca entenderei o seu gosto pela feiúra. Parece que você tem o suficiente disso na vida sem precisar procurar por vontade própria”.

A história flui de uma forma fácil e instigante, eu não conseguia largar o livro, mas precisei ler com um pouco mais de calma para conseguir entender os acontecimentos da história. E eu preciso dizer pessoal que esse é um livro forte, um pouco até sombrio, teve fatos narrados pela autora que me marcaram muito sabe? Cenas em que eu realmente senti uma certa agonia, como eu estivesse presenciando a cena. E é por isso que eu achei que a autora, soube se superar nessa história, é envolvente, marcante e você simplesmente precisa ler.

Eu confesso que esperava um pouco mais do final do livro, mas nem por isso digo que ele foi ruim, pelo contrário ,mesmo que os acontecimentos tenham acontecido, ao meu ver, de uma forma muito rápida, o desenrolamento foi bom e suficiente e acho que vou ficar marcada com essa história por toda a minha vida.

“Sempre me senti triste pela garota que eu era, porque nunca me ocorrera que minha mãe poderia me consolar. Ela nunca me disse que me amava, e nunca supus que sim. Ela cuidava de mim. Ela me administrava”.

A capa do livro segue um certo padrão da autora, sempre fundo preto com dizeres brancos/brancos e desenhos brancos/coloridos. O nome do livro, obviamente é condizente com a situação da Camille, o fato dela se cortar e os seus traumas psicológicos. A diagramação do livro está muito boa, as páginas são amarelas e a minha edição está em perfeito estado.


Eu li algumas notícias a respeito da adaptação desse livro e eu espero que sejam verdadeiras, porque essa é uma história que renderia um bom filme sabe? Simplesmente não vejo como não criarem uma boa adaptação cinematográfica, tem todos os elementos necessários para isso e se realmente houver uma, espero não me decepcionar.

Recomendo essa história para as pessoas que gostam de um bom suspense e de personagens complicados, com elementos reais da vida e que estejam preparados para uma boa carga de emoções. 

Até a próxima pessoal ;)

24 comentários:

  1. Oi Vivi, tenho muita curiosidade em ler esse livro, e depois de ler sua resenha fiquei ainda mais motivada a querer fazer a leitura. O gênero me atrai bastante, ainda mais se retrata pessoas complicadas, e um cenário realista em meio a tanto suspense. Sempre fiquei muito curiosa sobre o título da obra, mas agora entendi que é sobre o fato de ela se cortar e tal. Espero poder ler em breve.
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Fico muito feliz que você tenha se interessado, eu também gosto muito de personagens complicados haha.

      Abraços

      Excluir
  2. Oi, Viviane! Eu li "Garota exemplar" e, desde então, fiquei querendo ler mais coisas da Gillian. No momento estou lendo "Lugares escuros" e tendo a mesma dificuldade que você teve ao ler "Objetos cortantes": parar de ler! Não sei o que Gillian faz, mas depois que a gente começa é quase impossível parar. Pela sua resenha, vejo que ela mantém o estilo dela. Com certeza vou ler!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carla,

      Nossa os livros dela são viciantes não são? Eu também gostei muito de Lugares Escuros e até vi a adaptação, está tudo muito lindo. Espero que você possa embarcar na leitura de Objetos Cortantes em breve.

      Abraços

      Excluir
  3. Adoreei! não conhecia teu blog mas já estou segyindo rs, depois dá uma olhadinha no meu blog ,comecei a pouco tempo será um prazer :) atelliedabeblys.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Obrigada, a dona do blog é a Taty e ela arrasa mesmo <3 .
      Vou dar uma visitada sim.

      Abraços

      Excluir
  4. Oi Vivianne!
    Morro de vontade de ler algo da autora,ppis só ouço elogios aos seus livros. Vi a adaptação de Garota Exemplar e fiquei boquiaberta com a história. Objetos Cortantes,pela sua resenha,parece causar o mesmo efeito e isso me deixa ainda mais intrigada e com vontade de o ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Com certeza Objetos Cortantes causa o mesmo impacto, acredito que você vai se surpreender muito.

      Abraços

      Excluir
  5. Eu ainda não li esse livro mas morro de vontade. O enredo parece ser bem complexo e a trama parece se desenvolver de uma maneira que me deixaria grudada nas páginas até terminar a leitura. Adorei as fotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz,

      Com certeza é uma história mais pesada sabe? Envolve sentimentos diversos e sim você ficaria grudada no livro.

      Abraços

      Excluir
  6. Oii,

    Adorei a resenha do livro, como você mesma disse, parece ser um livro bem forte e intrigante, me deu muita vontade de ler, e fiquei curiosa pra saber um pouco da infância da protagonista, o fato dela se cortar.. me deixou bem curiosa.

    beijos
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ariane,

      A infância da personagem realmente é algo a se notar, bem conturbada, cheia de reviravoltas que ajudam ela a entender o que está acontecendo no presente. Esse livro é um prato cheio de suspense, aqueles que nos deixam chocadas mesmo sabe?

      Abraços

      Excluir
  7. Oi Viviane,
    estou com esse livro aqui desde o inicio do ano e ainda não tive tempo de lê-lo, no momento estou lendo um outro livro do gênero e estou amando, ando negligenciando os suspenses da vida, mas acho que vou aproveitar que estou no ritmo e já vou pegar esse na sequência.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  8. Olá Viviane,
    Lembro que, quando era mais nova, muitas pessoas ao meu redor tinham esse hábito de se cortar para aliviar a dor que sentiam por dentro. Sinceramente, nunca entendi muito isso, mas as pessoas precisam de rotas de fugas diferentes.
    Tenho muita vontade de ler os livros da autora, principalmente esse. Acho que a premissa dele é fascinante e que a autora consegue deixar o psicológico dos leitores abalados.
    Fico feliz que, mesmo que não tenha curtido muito o final, o livro, como um todo, tenha te agradado.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Acredita que ainda não li nenhum livro dessa autora? Eu conheço um que foi adaptado para o cinema, mas não conferi a história do livro ainda. Que bom que gostou da leitura, e transmitiu isso na resenha. Preciso dessa inspiração para começar a leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    A autora já é consagrada por suas historias e eu to louca pra ler esse livro, já que só li Gone Girl. Eu gosto da maneira como a autora desenvolve a história, acho bem sem rodeios, o que da impressão de uma certa rapidez. Fico feliz que essa história também flua bem, mesmo que o final tenha te decepcionado um pouco. Quero ler em breve. :D

    beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oiee Vivianne ^^
    Eu também gostei bastante da escrita da autora em "Garota Exemplar", mas acho que fui ler o livro com expectativas muito altas, e ele acabou não sendo tão bom quanto eu pensei que seria. Mesmo sendo um pouco curto, eu demorei mais do que imaginava para lê-lo, pois os personagens não me conquistaram :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Eu já conhecia o livro e autora, mas ainda não tive oportunidade de ler nenhum dos livros dela... Objetos cortantes parece ser uma ótima história, essa premissa de voltar à cidade natal já rendeu algumas boas leituras para mim, sem contar que fiquei curiosa sobre essas cenas angustiantes. É uma pena que o final não tenha sido tudo o que você esperava, mas nem isso tirou minha vontade de ler haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Vivi
    Adorei esse livro. Claro que Garota Exemplar ainda é meu favorito, mas a aflição da nossa personagem é de cortar o coração.
    Gostei como os acontecimentos foram se desenvolvendo na narrativa e o final foi bom, mas poderia ser melhor mesmo.
    Mesmo assim, vale muito a leitura.
    Ótima resenha
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada dessa autora, mas tenho uma certa curiosidade por conta dos inúmeros comentários positivos que vejo por ai. Agora esse livro eu ainda não tinha lido uma resenha tão explicativa quanto a sua, e a mesma me deixou bem animada, parece ser realmente uma leitura bem interessante e fiquei curiosa com todos os mistérios da história. Enfim, marquei a dica, embora não seja do gênero que costumo ler, eu acredito que também vou ser conquistada.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Olá!! :)

    Ainda bem que a historia fluiu assim.. Bem, eu ja conheço o livro (embora nunca o tenha lido) e fiquei curioso!! :)

    Que o otimo que gostaste tanto! Acho que tambem estou a precisar de um livro assim, com personagens complicados (e reais!), emoções a flor da pele.. Adoro!

    Compreendo isso do filme.. Espero que nao te dececiones mesmo! :)´

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Viviane, eu quero ler este livro e espero que seja diferente de A garota Exemplar que achei mega entendiante. Acho que este realmente tem um tema super pesado e agora que você citou a irmã acho que é mais complicado ainda. Mas a autora sempre usa temas fortes.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  17. Me parece um livro intenso, adorei saber que os personagens são bem construtivos, e a parte do drama da protagonista me chamou muita atenção, fora o fato de haver mistério e suspense e isso me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  18. Olá, que pena que o final não era tudo o que você esperava. Eu sempre ouvi falarem muito bem desse livro e da autora, eu nunca li nada dela mas já vi um filme baseado em uma obra dela. E já que eu gosto bastante de suspense e mistério, acredito que iria gostar bastante desse livro, adorei a dica!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo