11/01/2016

[ RESENHA ] Eles Não Usam Black-Tie

Titulo: Eles Não Usam Black-Tie

Autor: Gianfrancesco Guarnieri 

Editora: Civilização Brasileira

Páginas: 108
Estrelas: 5/5

“Eles Não Usam Black-Tie” é uma aguda observação da classe operária brasileira; uma classe que, nos últimos tempos, está se conduzindo praticamente sem líderes, em momento histórico em que suas reivindicações e seus gritos de protesto nascem quase diariamente como explosão inadiável, como que a demonstrar que nada está bem, e não como consequência fria de cálculos políticos.





Olá, meus caros leitores

Hoje resolvi contar para vocês sobre uma experiência que tive há alguns anos: a primeira vez que li uma peça de teatro. Não é um gênero muito comum nas livrarias, e o espaço dedicado a esse tipo de livro geralmente é bem menor, mas tive uma surpresa e acabei ganhando esse livro na escola. O livro serviu para me apresentar a dois mundos dos quais eu ainda me sentia bem distante: a leitura do teatro e a temática política.

Ao ler a sinopse do livro, ou mesmo este meu comentário acima, algumas pessoas podem perder a vontade de ler o livro por acharem que ele está diretamente ligado à política dos partidos que vemos na TV ou coisas assim, mas eu asseguro que não. Eu diria que este livro pode ser mais relacionado com decisões políticas que pessoas comuns precisam tomar na vida, enfrentando um duelo entre a ideologia que carregam e a necessidade de conseguir dinheiro, muitas vezes de uma forma que vai contra seus princípios morais.

A questão principal gira em torno de Tião, um jovem operário cuja namorada descobre que está grávida, e ambos sentem a necessidade do casamento. No entanto, os operários da fábrica onde Tião trabalha começam uma greve. Nesse momento, ele se vê obrigado a escolher se irá participar da greve também, como acredita ser necessário, ou se irá furar a greve, devido às necessidades que tem de dinheiro para o casamento.
“TIÃO – Embora! Não te enche essa vida, não. Trabalha, trabalha... e sempre lutando... E pra quê?” (pag. 50)

Certamente não irei contar qual foi a decisão tomada por Tião, mas ao longo da história diversos indícios foram revelando qual seria o rumo do personagem. Analisando bem o livro, alguns motivos me fazem acreditar que ele realmente merece cinco estrelas, e agora irei explicar as razões deste meu julgamento.

Linguagem
A linguagem usada no livro é bem simples e popular, algo que eu considerei um elemento que aproxima ainda mais o leitor da realidade social na qual os personagens vivem. Tião e sua família são pessoas de classe baixa e trabalhadores, por isso tanto a escolha de palavras e abreviações foram essenciais para ilustrar esse aspecto.
“OTÁVIO – Êta, se é! Nego ia entrando, a gente conversava uns minutos e pronto! Já tava o homem ajudando no piquete. O aumento vai saí estourado!” (pag. 100)


Cenário
Grande parte da história acontece em um barraco e em seus arredores. O local é descrito com objetos simples, que conseguem captar a ideia da posição social na qual se encontram os personagens da história. Por se tratar de uma peça de teatro, a escolha de poucos elementos para o cenário também é um fator positivo para a encenação no palco.

“(Barraco de Romana. Mesa ao centro. Um pequeno fogareiro, cômoda, caixotes servem de bancos. Há apenas uma cadeira. Dois colchões onde dormem Chiquinho e Tião.)” (pag. 19)
Personagens
Há uma boa quantidade de personagens, algo que poderia ter feito com que uma história tão curta perdesse a essência de cada um deles, mas é impressionante como podemos perceber com clareza a personalidade de cada um deles. Enquanto Tião é um jovem confuso entre a ideologia e a necessidade financeira, Maria é uma moça romântica, Romana passa a imagem de mãe sábia, Otávio é o pai com espírito revolucionário e etc.


Literatura Nacional
Apesar do autor ser italiano, sua naturalização é brasileira, o que faz deste livro uma obra de literatura nacional, algo que já ganha pontinhos comigo, pois parece meio distante de alguns leitores, acostumados com livros gringos. Vejo aqui a importância de ressaltar que a literatura nacional é muito rica, mesmo que às vezes os livros mais divulgados por ela sejam apenas os clássicos que conhecemos na escola.

Autor
Uma curiosidade legal sobre este livro está no próprio autor. Talvez você não se lembre de nome assim dele, mas se há alguns anos você também estava acostumado a assistir “Mundo da Lua”, aquele programa da Tv Cultura, Gianfrancesco estava lá! Ele era o avô do Lucas! hahaha Por toda essa nostalgia de infância, já digo que o livro merece a leitura.








Espero que tenham gostado de saber um pouco mais sobre este livro. 
Se alguém aí também já leu, comenta aí embaixo para eu saber o que acharam. :D

39 comentários:

  1. Oun que amor de resenha amor, tava precisando conhecer mais livros novos mesmo, os da minha lista estao poucos, porque esse ano quero ler mais que o ano passado entao esse vai pra minha listinha <3. Beijos e obg por fazer essa resenha <3 <3
    http://www.atrasdpenteadeira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, linda! ^-^
      Fico muito feliz que você tenha gostado da resenha e ainda mais feliz por saber que ela despertou seu interesse para ler este livro. É um livro muito bom mesmo, e eu espero que você goste dele tanto quanto eu. Beijos e aproveite sua leitura. <3

      Excluir
  2. OI, Jéssica
    Eu gostei do livro e mesmo com esse tema político eu não desistiria da leitura, pelo contrário, ficaria ainda mais interessada.
    Ótima dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia! ^-^
      A temática política me interessa bastante também, então é bem legal para quem gosta do assunto. Fico feliz que a indicação tenha te agradado. Beijinhos e espero que consiga lê-lo um dia. <3

      Excluir
  3. Oi. Essa temática é muito interessante, ao menos, pesquiso bastante, afinal, nunca fui financeiramente privilegiada, sou fruto de programas sociais como bolsa família etc. Já me indicaram esse livro, mas sempre fico com o pé atrás com essa sinopse, mesmo sabendo a necessidade de contextualizar com a época que foi produzida, mas a verdade é que nunca o li e tenho interesse.
    Recordo-me do ator em algumas novelas que assistia na infância e adolescência.
    Também gosto muito de ler peças teatrais, hábito de cultivo desde tempos da faculdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lilian!
      Eu confesso que a sinopse também não me chamou muito a atenção, mas o conteúdo me surpreendeu muito. Vale a pena, principalmente para quem gosta de peças teatrais. Beijos ^-^

      Excluir
  4. Oie Jéssica,
    Eu não me interessei muito pelo livro, apesar dos pontos positivos que você ressaltou não consegui ter interesse em ler :/ Não dispenso a leitura, mas também só leria se ganhasse ou achasse na biblioteca da escola (rs).
    Beijos
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna!
      Que pena que o livro não te agradou, mas entendo que cada um tem diferentes preferências em gêneros literários. Beijos! ^-^

      Excluir
  5. Olha, lendo aqui a sinopse não me despertou interesse, mas lendo os comentários tbm notei que com você foi o mesmo, mas que pelo conteúdo valeu apena. Não sei se coloco na lista logo de cara, mas é um livro que daqui algum tempo posso ler sem o menor problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! ^-^
      Sim, às vezes é bom dar uma chance às coisas que parecem diferentes do que geralmente leríamos. Torço para que dê uma chance a ele um dia. Beijos. ^-^

      Excluir
  6. Oiii
    Que amor este livro, eu também tenho um livro assim escrito. Mas, ainda não o li, parece que não me atraiu hahaha
    Eu achei incrível este e leria com toda certeza.
    Beijinhos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgana!
      O livro é uma graça mesmo! O título dele, que aliás me esqueci de comentar na resenha, é baseado em uma música que os personagens cantam, e que mostra que eles não precisam de dinheiro para serem felizes. É uma história muito interessante, espero que leia um dia. Beijos. ^-^

      Excluir
  7. Interessante, nunca li um livro-peça de teatro. Nem imaginava muito como seria, ainda bem que você colocou uma página no livro ali! :)
    Acho que deve ser realmente uma boa leitura. Vou tentar encontrar para comprar no futuro (no momento não estou podendo, infelizmente).

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Samy!
      Peças de teatro são bem legais para ler. É aquele tipo de leitura rápida e dinâmica, que muitas vezes você consegue fazer em um único dia. Fico feliz por você ter gostado. Beijos! ^-^

      Excluir
  8. Olá! Achei a estória interessantíssima! Apesar de não curtir muito temática política,posso dizer que num geral essa obra me interessa.
    Adoro ler resenhas de livros nacionais,e adorei a sua,Parabéns!
    Conheço o autor da TV sim...muito massa!
    Abraços.

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rodrigo!
      Que bom que se sentiu interessado pelo livro! Fico feliz também pela resenha ter te agradado. Espero que possa ler o livro também. Beijos. ^-^

      Excluir
  9. Eu conheço o filme, mas acho que nunca tinha prestado atenção que é uma adaptação. A temática é forte e tem muito a ver com o contexto social do país. Adorei saber do livro e que é uma peça teatral. Eu lembro doa autor e de algumas novelas que ela atuou.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nilda!
      Olha só, que legal! Você não sabia sobre a existência da peça teatral enquanto eu não sabia sobre a existência de um filme! Acabamos de ter uma troca de experiências aqui! hahahahahaha Procurarei o filme para assistir. Beijos! ^-^

      Excluir
  10. Eu amava ele no Mundo da Lua e não sabia q era escritor. Adorei a temática do livro e nunca li nada assim, sobre a linguagem utilizada já li um livro com algo parecido o que enriqueceu a narrativa e me fez sentir mais próxima da leitura e dos personagens.

    Coração leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica!
      Nossa, Mundo da Lua chega a dar saudades de infância! Fico muito feliz que tenha gostado da temática do livro e espero que consiga um tempinho para lê-lo algum dia. Beijos ^-^

      Excluir
  11. Ótimo o seu texto!
    Você não só contou sobre a história em sia, como analisou a linguagem usada, os personagens e a parte técnica. Muito difícil encontrar textos assim. Conheço a obra, também de referências teatrais, ou seja, nunca li.
    Parabéns novamente.
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nu!
      Obrigada pelos elogios! Senti que fosse importante ressaltar esses aspectos além da história porque considero este livro um diferencial, principalmente em questão de linguagem, já que não estamos tão acostumados a ler palavras escritas fora da norma culta na maioria dos livros. Espero ter conseguido provocar o seu interesse pela leitura dessa obra. Beijos! ^-^

      Excluir
  12. Olá; acho que livros que trazem textos de peças teatrais são ótimas indicações, principalmente para quem está começando no mundo da leitura agora. Tenho poucos livros do tipo, mas todos muito especiais. Esse eu ainda não li, mas pela sua resenha já quero lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! ^-^
      Bom, eu não sei se este seria o caso de um livro que eu indicaria a alguém que está começando a leitura agora, porque a temática eu considero um pouco adulta demais para uma criança. Mas fico feliz em saber que você também gosta desse tipo de livro e espero que um dia consiga ler este. Beijos! <3

      Excluir
  13. Oiiie
    Muito legal a resenha e não conhecia o livro mas achei o tema mega interessante e fiquei curiosa, espero poder ver mais depois e tentar ler

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catharina!
      Que bom que gostou da resenha e que o livro te agradou! Fico feliz quando consigo mostrar um livro que as pessoas não conhecem e saber que elas gostaram. Garanto que você não se arrependeria mesmo em ler! Beijos. ^-^

      Excluir
  14. Oi Jess, tudo bem?
    Eu já li duas peças de teatro (um no Ensino Médio para uma peça que realizarmos na época e a outra foi uma que meu colega escreveu).
    Gostei de sua resenha e de como falou da história, fiquei muito interessada na leitura e vou anotar a dica, já que não conhecia a obra.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jeh! Tudo bem sim, e contigo?
      Me deixa feliz saber que ficou interessada na leitura e que já conhece peças de teatro. Espero que também possa esta! Beijos. ^-^

      Excluir
  15. Gosto de ler peças de teatro, o formato de roteiro flui muito naturalmente pra mim. Essa obra ainda não conhecia, mas gostei de conhecer e sua resenha está ótima! Com certeza irei ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dani!
      Tem razão, as peças de teatro costumam ser mais dinâmicas mesmo. Me alegra muito saber que você também gostou e pretende ler o livro! Beijos! ^-^

      Excluir
  16. Oie,

    Eu já ouvi falar nesse livro em algum lugar que eu não me recordo bem onde, eu quase nunca leio livros que sejam peças teatrais acho que a unica que eu li foi Auto da barca do inferno, que foi na escola e já faz um bom tempo, e essa decisão entre entrar em greve ou continuar trabalhando é bem difícil. Quando eu tiver alguma chance com certeza irei ler o livro.

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mayla!
      Nossa, já ouvi falar muito sobre o Auto da Barca do Inferno, inclusive é um dos livros que quero ler um dia. E é realmente uma decisão difícil isso da greve. Se você recusar participar, está agindo de forma egoísta, mas se aceitar, pode ter prejuízos. O livro te faz pensar bastante sobre isso. Fico feliz que tenha ficado interessada em ler. Beijos. ^-^

      Excluir
  17. Oi ^^

    O autor eu já conhecia, mas não como autor hehehe
    A obra realmente é algo novo para mim, não sabia dela, mas gostei da premissa e da ambientação. Sinto que terei uma ótima experiência com a leitura desta história :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! ^-^
      Realmente o autor é um rosto conhecido na TV, e eu também fiquei surpresa quando descobri que ele era escritor. hahaha Fico muito feliz em saber que gostou e que está otimista com a leitura. Espero que realmente goste! Beijos! <3

      Excluir
  18. Oie, tudo bem? Nada como valorizar autores nacionais não é mesmo? Tantos livros sendo lançados todos os anos no mercado, é bom que nossos autores mereçam destaque. Não assisto a TV Cultura, mas vejo o Viva e lembro dele na novela Cambalacho, sim deve ser bem antiga haha Gostei da forma como são feitos os diálogos, me lembra livros de quando eu era criança. Sua resenha ficou ótima. Beijos, Érika

    >> www.queroseralice.com.br <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tudo bem sim, e você? ^-^
      Concordo totalmente sobre o fato da literatura nacional precisar ser valorizada e fico muito feliz que tenha gostado da resenha. Beijos! <3

      Excluir
  19. Oee,
    Esse não é um gênero que eu tenha muita vontade de ler e então não sei se esse livro fluiria bem comigo :c

    Étreintes!!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriel!
      Entendo, também tenho alguns gêneros literários que não me agradam. Beijos! ^-^

      Excluir
  20. Oii, tudo bem?
    Bom, eu não conhecia o livro, mas ele parece ser bom, tem uma premissa interessante e é bem curtinho né, que bom que a leitura lhe agradou, espero ter oportunidade de ler um dia.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo