06/11/2017

[ RESENHA ] Em Águas Sombrias

Resultado de imagem para águas sombrias
Título: Águas Sombrias
Autor: Paula Hawkins
Editora: Record
Páginas: 362
Estrelas: 5/5 ♥

Nos dias que antecedem sua morte, Nel ligou para a irmã, mas Jules, como sempre, não atendeu. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único luga do qual achou que havia escapado para sempre. Mas Jules está com medo. Um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, da certeza de que Nel nunca teria se jogado. E, acima de tudo, ela está com medo do rio e do trecho que todos chamam de "O Poço dos Afogamentos".Com a mesma escrita frenética e mesma caracterização precisa dos institos humanos e cativaram diversos leitores ao redor do mundo com seu explosivo romance de estreia A Garota no Trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura eletrizante que supera as expectativas, sobre as histórias que contamos do passado e sobre o poder que elas têm de destruir nosso presente.

Paula Hawkins estourou com sua estreia best-seller A Garota no Trem (que já virou filme), mas definitivamente ela mostra que realmente é boa no que faz em Em Águas Sombrias.

A história se inicia quando Jules recebe a notícia que sua irmã mais velha, Nel, morreu e ela precisa voltar a Beckford para cuidar da sua sobrinha de 15 anos. Só que Jules e Nel nunca se deram bem. Depois da morte da mãe Jules cortou a relação com a irmã e  não falava com ela há anos e do nada BUM, Nel morre e deixa toda a confusão para a outra ajeitar.  Muitas coisas incomodam Jules, a casa do moinho com as lembranças dolorosas, uma sobrinha rebelde e perdida e a certeza de que Nel  nunca se jogaria de um penhasco para as águas sombrias do rio pelo qual ela era obcecada. Sim, obcecada. Ela tomava banho no rio todos os dias, mesmo no inverno. Morava naquela casa  para poder vê-lo e ouvi-lo. E estava desenvolvendo um livro contando todas as histórias que envolviam as mortes que aconteceram ali.

Resultado de imagem para Em Águas Sombrias
"Há quem diga que essas mulheres dexaram algo de si na água, outros que a água retém parte do poder de cada uma pois desde então tem atraído para suas margens as desventuradas, as deseperadas, as infelizes, as perdidas. Elas vêm aqui para nadar com suas irmãs."

Para cuidar do caso de Nel Abbot foram designados Sean, inspetor nascido e criado da cidade; e Erin, uma policial transferida de Londres. Tudo indica que o caso realmente foi um suicídio, não há provas do contrário, mas ainda assim algo parece fora do lugar. Durante anos diversas mulheres foram encontradas ali, todas, supostamente, se suicidaram. Entre elas estão Lauren, a mãe de Sean, Libby, Anne e Katie.

A trama é composta por diversas personagens e todas têm destaque e exercem papel de narrador em algum momento. Às vezes você pode ficar confuso, mas logo consegue lidar com essa questão. Na verdade, ter a perspectiva de todos dessa cidade esquisita enriqueceu muita a leitura e traz uma visão mais ampla de tudo que aconteceu, no passado e no presente. Entre tantos personagens temos Lena,a sobrinha de Jules que acabou de perder a mãe e não entende como ela foi capaz de abandoná-la. Ela notou que sua mãe estava estranha, com medo e já não tomava banho de rio. As duas tiveram uma grande briga porque Lena acreditava que a mãe lhe escondia algo. Agora ela está morando com uma estranha que odeia e completamente sozinha. É compreensível a raiva da personagem, mas sinceramente, ela era bastante irritante. Apesar disso, o desenrolar da história dela e o envolvimento com outros personagens deu uma tensão muito boa ao livro. Na verdade, todos os personagens, por menores que sejam, tem uma importância na narrativa.

Temos ainda Louise, a mãe de Josh e de Katie. Ela não entende o motivo da filha ter se matado e ainda busca respostas para poder seguir em frente.  Nickie, uma velha sensitiva presa várias vezes que enxerga e sabe de tudo que ocorre na cidade. Patrick, o pai de Sean, policial aposentado que criou o filho sozinho. Mark, o professor da escola, e Helen, a diretora da escola e mulher de Sean.

A cidade é rodeada por  segredos e mistérios que ainda esperam resoluções. O livro realmente te prende de um jeito que você fica virando as páginas até a última. A tensão e a ansiedade da obra faz parecer que você ta segurando a respiração até poder soltar em uma das revelações. Paula Hawkins fez desse livro algo maior do que fez em A Garota do Trem e mostra sua evolução. Como sempre, os personagens são muito complexos e problemáticos.

Como perita em thrillers psicológicos, suspenses e mistérios, eu sempre disconfio de todos. E todos tinham um motivo para assassinar Nel. O que toma a sua cabeça é: o que realmente aconteceu a essas mulheres? Todas cometeram mesmo suicídio? Foram assassinadas? Se sim, Por que e por quem? No livro tudo vai sendo respondido pouco a pouco. Com o passar dos capítulos, as verdade vão sendo reveladas; um caso fora do casamento, uma relação imprudente, abusos. Definitivamente não se pode confiar nos cidadãos de Beckford.

Resultado de imagem para Em Águas Sombrias

Enfim, dá para notar que amei o livro. Um dos favoritos do ano, com certeza. A história é muito mais do que um caso de serial killer, é sobre o que ser uma mulher pode significar. Ela retrata os abusos psicológicos e físicos que sofrem simplesmente pelo gênero, como as mulheres sofrem para ter voz e como ela são silenciadas subitamente quando falam ou agem fora do ideal. Isso é algo real e me deu raiva, especialmente de um personagem específico pelo ódio e razão que ele achava que tinha e que muitas vezes ganha subsídios para existir porque outros concordam com essa visão. Demonstra perfeitamente como os homens do bem podem ser verdadeiros monstros e esconder muito bem seus feitos pelas rachaduras que existem em diversos dispositivos sociais que corroboram com a misoginia.

Não cheguei a ficar muito surpresa com o que aconteceu com Nel. A uma certa altura da leitura eu já tinha desconfiado dessa pessoa por uma carecterística peculiar. E eu torci muito para ela ter o que merecia.  Mas o principal do livro não foi a resolução, mas o que há por trás disso e dos outros casos. Eles não são iguais, então para saber o que houve com cada uma, só lendo.

Enfim, a autora superou minha expectativas com essa obra. Logo que li a sinopse já gostei. Os capítulos são curtos, por vezes Hawkins exagera na quantidade de descrição tornando um pouco cansativo. Nada que prejudique muito. A obra consegue causar diversas emoções, fazer você entrar em conflito, te envolve e te leva também para aquelas àguas.

" Beckford não é um local de suicídios. Beckford é local para se livrar de mulheres encrenqueiras."

38 comentários:

  1. Eu tô loucaaaaa pra ler esse livro. Mas agora fiquei com um pouco de medo de ser previsível kkkkk Amei sua resenha, super bem escrita, clara e objetiva. Eu li o primeiro livro dessa autora, gostei e fiquei com vontade de ler este. Tá aqui na fila mas ainda tá longe pra chegar a vez dele, rsrs. A cada resenha que leio dele, uma nova sensação! hahaha
    Soltei uma resenha hoje também, se puder dá uma passadinha lá pra conferir! É muito importante pra mim!
    Beijooos
    http://www.aquelaepifania.com.br/2017/11/resenha-here-comes-sun-joshua-m-greene.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliza. Obrigada! Que bom que gostou da resenha. Mas o livro não é nada previsível, desse mal você não vai sofrer. Espero que você goste tanto quanto eu.
      Beijos

      Excluir
  2. Ohh como quero ler A Garota do trem e agora vem você com essa resenha f*da, me fazendo querer ler outro livro da autora.
    Espero poder perder a respiração lendo esse livro e o da garota. Dica anota.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Os dois livros são ótimos, vale mesmo à pena lê-los.
      Beijos

      Excluir
  3. Olá, tudo bem? Caramba, lendo tua resenha fiquei me fazendo diversas perguntas... acho que mesmo lendo o livro não iria desvendar antes os segredos, pois sou péssima nisso, hahaha. Amei a resenha e fiquei curiosíssima para ler esta estória!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa. Uma das coisas que mais gostei no livro é que não deixa todas as respostas para o final e você lê tão rápido que nem fica tentando desvendar. Que ótimo que você gostou da resenha.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Thais!
    Adorei sua resenha! Parece uma história instigante, daquelas que você só consegue largar no final! rsrs Vai para a minha lista!
    Bjos!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucy! Realmente o livro é desse tipo. Eu li mais rápido do que pensei que levaria.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi tudo bem?
    Te confesso que não sou muito de ler trillers mas sua resenha me deixou curiosa para saber o que vai acontecer com a Nell ( mesmo que isso não tenha te surpreendido).

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tais, tudo bem. Na verdade, eu torci para a pessoa que eu tinha pensado ser a assassina, acho que por isso não fiquei tão surpresa. Mas outras coisas são tão ou até mais instigante do que aconteceu com Nell. Espero que você tenha a chance de ler.
      Beijos

      Excluir
  6. Ahhhh eu também amei o livro, já me apaixonei pela autora desde A Garota no Trem.
    Ela de um jeito suspeito traz o que realmente somos quando estamos só com a gente mesmo, nossos traumas, complexos e etc.
    Amei sua resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Márcia. Eu também já gostei da autora desde o primeiro livro. Apesar de ter me surpreendido mais no primeiro, nesse segundo eu achei o tema mais instigante. E os personagens dela realmente são muito bem construídos, talvez seja o melhor dos livros dela.

      Excluir
  7. Olá, esse livro está na minha lista de bf, eu já li a garota no trem e amei muito. Estou ansiosa pra ler esse livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara! Leia mesmo. Se gostou de A Garota do Trem provavelmente vai gostar desse.

      Excluir
  8. Olá!
    Menina to muito curiosa pra leitura desse livro. Eu adorei A garota do trem e acho que essa história parece mais consistente e repleta de nuances.
    Espero ler ainda esse ano!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila! Como eu disse, achei essa história um avanço na escrita da autora. A Garota do Trem é ótimo, mas esse consegue ser melhor.

      Beijos

      Excluir
  9. Já ouvi gente falando super bem mas outros nem tanto... Não sei se livros como A Garota do Trem me atraem, mas obrigada pela dica!
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari. Realmente vi opiniões bem divergentes sobre o livro, mas obviamente a minha é positiva. Acho que quando se trata de literatura dar uma chance para novos gêneros é ótimo.
      Beijos!

      Excluir
  10. Oiii Thais

    Acredita que teve uma Leitura Coletiva desse livro e eu não participei porque li algumas resenhas ruins e pensei que fosse ruim???? Agora lendo a sua opinião to aqui me remoendo de arrependida. Fazer o que? A coisa é que A garota do trem teve várias criticas boas e ruins, mas esse confesso que não me interessei em ler desde o inicio... Em Aguas sombrias pelo contrário, desde que vi a capa queria muito ler e acabei desistindo pensando que não seria tudo aquilo... Ai ai acho que deveria tentar dar uma oportunidade mesmo né? Quem sabe também me surpreenda.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice! Esse parece ser o livro ou ama ou odeia. Mas -como deu para perceber- to no primeiro grupo e acho válido dar uma chance para ela. Eu nem comentei na resenha, mas essa capa é linda mesmo. Foi o que me atraiu de primeira na Amazon.
      Beijos

      Excluir
  11. Não li A Garota no Trem, apenas assisti o filme e o achei muito bom, surpreendente! Já fiquei querendo ler esse livro, pois amo histórias que envolvem mistério e suspense! Sua resenha me deixou muito curiosa!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida. Se você gosta de mistério e suspense super recomendo esse livro. E já que você gostou do filme de A Garota no Trem não vai se decepcionar com o novo livro da autora.
      Beijos!

      Excluir
  12. Achei a capa enigmaticamente linda. Uau um dos seus favoritos do ano, realmente é um ponto a ser considerado. Não li garota do trem e fiquei muito inclinada a conhecer a escrita da autora por este livro graças a sua resenha que dá um amplo panorama ao mesmo tempo em que me deixou com interrogações.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tânia! Fico feliz que a resenha te fez querer ler algo da autora. Eu acho que dar uma chance é sempre bom para conhecer e ter boas surpresas (espero que sejam boas).
      Beijos

      ps: a capa é maravilhosa mesmo

      Excluir
  13. Menina, adoro estas narrativas que nem me deixam respirar direito, onde a tensão está presente em cada página. Não tive o prazer de ler este livro ainda, mas quero.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rose, eu também adoro livros assim. Você mergulha na narrativa e nem vê as horas passando.
      Beijos

      Excluir
  14. Olá!
    Que bom que esse livro te agradou. Eu ainda não não li nenhum livro dessa autora, mas ela me passa a impressão que sabe o que está fazendo e escreve com muita propriedade, gosto disso.
    Confesso que fiquei bem curiosa para saber o que acontece com essas mulheres. E agiria como você: suspeitaria de tudo e todos haha
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna. A minha filosofia nesse gênero literários é todo mundo é culpado até que se prove o contrário! Eu realmente recomendo os livro de Paula porque, como você disse, ela sabe bem como fazer uma boa história.
      Beijos

      Excluir
  15. Eu li o A garota no trem da autora é simplesmente favoritei e me encantei pela historia e a narrativa, estou curiosa para ler este livro.
    https://biahhysilva.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia. A gente já pode montar o fã-clube da Paula aqui haha. Espero que aproveite a leitura.
      Beijos

      Excluir
  16. Oi,
    Nossa sua resenha me deixou bastante curiosa. Eu apenas vi a adaptação do filme A garota do trem e gostei sim bastante, me parece que a autora parece trabalhar bem os personagens e seu psicológico. Como você fiquei me perguntando qual o mistério por trás de tudo isso e apesar desse não ser meu gênero literário favorito confesso que fiquei curiosa para conhecer essa história parece valer a pena.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel! Para mim valeu muito à pena. Além de gostar do gênero, a temática tratada é algo que gosto muito de ler sobre. E para mim o trabalho da construção dos personagens é o que a autora faz de melhor.
      Beijos

      Excluir
  17. Oi, tudo bem? Eu ainda não li nada da Paula, mas até então não senti muita vontade de ler. Por você dizer que este, em especial, fala sobre a violência de gênero, confesso que me fez reconsiderar. Me convenceu a lê-lo, de verdade. Não sou muito de livros policiais, mas, considerando que é uma mulher escrevendo sobre outra mulher, já fica aí a deixa para que eu queira ler. Vou ficar de olho nas promoções :) Adorei sua resenha, muito boa e muito convincente hahaha.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! O fato da minha resenha fazer você considerar a leitura me deixa muito feliz. Eu já gosto do gênero mistério e trazendo um tema como esse só elevou o patamar. Inclusive se tiver dicas de leitura sobre gênero na ficção vou adorar.
      Beijos

      Excluir
  18. Eu estou louca para ler esse livro, estou com ele há meses e nunca que consigo tempo para encaixar no meio da pilha de leituras. A trama me atraí muito e tenho certeza que vai ser uma excelente leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz! Realmente espero que você aproveite tanto quanto eu. Vê se consegue encaixa-lo nesse fim de ano.
      Beijos

      Excluir
  19. OIii!

    Eu ouvi (sim, ouvi) o A Garota no Trem e me encantei, então ver que esse livro se tornou um dos seus favoritos, me deixa muito feliz. Não sou fã de trillers mas quero ler só pra entender sua paixão pela obra.

    Beiijinhos,

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Ta ai um gênero que queria me arriscar muito a ler, porém não possuo nenhuma declinação. Sempre indico a amigos que gostam, já que só vejo elogios, e você está junto ao coro. Adorei a sua resenha <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo