19/10/2017

19 [ RESENHA] Melhores Amigas

Título: Melhores Amigas
Autora: Emily Gould
Editora: Rocco
Páginas: 256
Estrelas: 2,5/5
Livro: Cortesia da Editora 
Bem-sucedido romance de estreia de Emily Gould, Melhores amigas pinta um retrato honesto e bem-humorado da mulher na faixa dos 20 e tantos aos 30 e poucos anos hoje, com suas expectativas e seus questionamentos. Segundo da coleção Geração Ha, o livro acompanha as trajetórias de Bev e Amy, amigas de longa data que chegaram aos 30, mas ainda não encontraram seu rumo na vida, entre escolhas pessoais e profissionais duvidosas. Ao longo da trama, entre sushis, taças de vinho e cigarros ocasionais, elas dividem seus planos e suas incertezas uma com a outra. Mas a amizade é posta à prova quando o plano de Amy de morar com o namorado naufraga, ao mesmo tempo em que Bev engravida de um desconhecido. Juntas, elas terão que descobrir se a amizade é capaz de resistir à força do tempo e às reviravoltas da vida, nesta deliciosa crônica da vida da mulher moderna.

Estava muito empolgada com esse livro, muito mesmo, mas infelizmente foi decepcionante. Desde já deixo claro que não consegui ir ao final da leitura e explicarei melhor o motivo. (Calma!)

Amy foi no passado uma blogueira famosinha, mas seu trabalho atual é algo que não a faz feliz, ela passa a maior parte do tempo conversando com Bev pelo computador para se distrair. Seu salário mal dá para pagar o aluguel de seu apartamento... Aluguel esse que sempre aumenta, chegando ao ponto de Amy cogitar morar com seu namorado Sam, o problema é que ela não esperava que Sam estava planejando ir para Espanha, o que a deixa desesperada sem saber o que fazer.

Bev acaba voltando para sua cidade depois de seu relacionamento não dar certo. Com um mestrado não acabado, aluguel vencendo... a vida fora do eixo. Ela vai então em busca de um emprego temporário em uma corretora de imóveis. Como se tudo já não estivesse bastante difícil ela acaba aceitando jantar com um cara, por causa da comida grátis (para vocês verem como a coisa estava feia) e depois de exagerarem um pouco na bebida, ela vai para o apartamento dele e meses depois vem a grande noticia - Um bebê estava a caminho.

“Bem, ainda somos relativamente novas, sabe? Estou certa de que todos os tipos de coisas inimagináveis acontecerão."

Bev fica com a grande decisão nas mãos, ter ou não ter o bebê... Sua escolha pelo aborto torna-se ainda maior quando o "pai" diz duvidar se a criança é mesmo dele. 

Temos uma terceira narrativa que é de Sally, uma mulher mais velha casada com Jason que sonham em ter um bebê, mas por algum motivo nada acontece. A vida desse casal cruzam com Bev e Amy em determinado momento e vocês já podem imaginar mais ou menos parte do enredo.

Ok! A história é boa... Na verdade, é muito boa mesmo, mas no meu caso o problema foi a narrativa da autora. Ela detalhou em mínimos detalhes coisas desnecessária da vida das personagens e isso deixou a leitura quase impossível para mim, tinha momentos que a leitura começava a fluir e eu pensava (Opa! Agora vai!) e do nada a narrativa voltava a ficar arrastada, e infelizmente não consegui concluir a leitura  (Mas quero deixar claro que não vou abandonar o livro, vou ir lendo aos poucos, com calma e quando terminar voltarei com uma segunda resenha sobre ele. Tive que soltar essa resenha, pois já estava muito atrasada!) 

Não consegui - infelizmente - me apegar aos personagens, mas Bev chamou mais minha atenção, foi a que mais curti. Também teve momentos que não acreditei muito que essa amizade de Amy e Bev merecia ser titulada como "Melhores Amigas", mas é claro que a amizade das duas não é aquela bonitinha que estamos acostumados a ver nos livros. E esse foi um baita ponto positivo para a autora.

"A gente não precisa se sentir superior uma à outra. Esse não é o sentido da amizade, Amy. Talvez seja para você, sei lá, mas não é para mim."

No livro encontramos uma amizade bem realista, não só a amizade, mas praticamente tudo que envolve as personagens. Outra coisa que gostei muito foi como que a autora colocou outra vez de forma bem realista a situação das personagens, como esperavam estar bem sucedidas aos 30, e como a realidade foi diferente, quem não idealiza o futuro e as vezes se decepciona com a realidade?




Bom! É isso. Essa foi "MINHA" opinião critica sobre o livro, pode ser que você goste muito, até porque o enredo é muito bom, e espero voltar logo com a segunda resenha bem mais positiva, as vezes o final muda todo um livro, não é mesmo?

19 comentários via Blogger
comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Oi Taty,
    Não conhecia esse título, mas achei a premissa dele muito interessante. É uma pena que a autora tenha pecado no excesso de descrições, isso faz tudo ficar cansativo demais e me incomoda.
    Sua resenha está sincera e incrível e me fez pensar em dar uma chance, mesmo você não tendo gostado.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Uma pena mesmo, pois o enredo é muito bom, mas toda aquela descrição sem necessidade cansou.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha.

      Excluir
  2. Realmente o final muda tudo, traz um grande influencia mesmo, gostei de saber a sua opinião, mesmo que a avaliação não tenha sido muito alta, ótima resenha e quem sabe futuramente eu daria uma oportunidade de leitura, essa edição está linda!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá, ainda não conhecia esse livro, achei a capa super bonitinha. A vida das duas amigas parece mesmo estar muito complicada, torço para que até o final do livro elas consigam dar a volta por cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também curti a capa.
      Bem complicada né hahahhaaha, também estou aqui torcendo.

      Excluir
  4. Oi, Taty. Eu acho que teria sido melhor você ler o livro completo para trazer uma resenha só ou poderia fazer um post falando sobre o andamento da leitura. Enfim, eu não gosto de livros assim tão detalhados e isso me irrita demais, tenho certeza que,embora a história até pareça ser interessante, eu não gostaria nada dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como eu disse Beatriz, eu realmente precisava liberar a resenha e faltou pouca coisa para terminar o livro, mas a resenha estava mais que atrasada.

      Excluir
  5. Oi Taty, achei a premissa legal, o fato de ser detalhado demais me incomoda também. MAs mesmo com as suas ressalvas, fiquei curiosa para ler, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.
      Que bom que gostou, a premissa realmente é bem interessante.

      Excluir
  6. Oi Taty, gosto de enredos realistas, e realmente, temos a tendência de idealizar uma coisa e na verdade ela ser outra. Melhores amigas parece um livro que vai me agradar sim.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto muito.
      Espero que tenha a oportunidade de ler.

      Excluir
  7. Que pena que não conseguiu finalizar a leitura, eu tenho alguns assim na minha estante e me sinto mal em olhar pra eles rsrs.
    Tenho uma raiva de descrições desnecessárias, aquelas que não agrega em nada na trama. Infelizmente eu passo essa dica e te desejo mais sorte quando retomar a leitura.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que ruim que cê não tenha conseguido terminar o livro ainda. Mas às vezes acontece de a história não nos prender mesmo, fazer o quê? Particularmente não me senti atraída pela história do livro. Essa coisa de mulheres desesperadas sem saber o que fazer com suas vidas e que recorrem a homens como salvadores não me desperta atenção alguma. Mas talvez a história fique bacana mais pra frente, talvez elas se deem conta de que só podem depender de si mesmas. Acho que vale a pena insistir, hein.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Foi triste mesmo, mas não desisti kkkk vou conseguir terminar kkkkk

      Excluir
  9. Espero que você consiga terminar a leitura e que acabe gostando mais do livro, mas não querendo te desanimar todas as resenhas que vi dele foram negativas, o que me fez desistir de ler faz tempo... Hehe... Pra mim é essencial que eu me apegue pelo menos à maior parte das personagens, e essas descrições desnecessárias acabam me irritando normalmente, então sua opinião serviu pra eu realmente confirmar que não quero ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor, também torço muito para eu conseguir hahahahha.
      Pois é, eu li algumas e entre elas só uma era positiva.

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ 2018 - Todos os direitos reservados ♥ imagem-logo