06/06/2017

[ RESENHA ] Não Pare!

Título: Não Pare! (Trilogia Não Pare #1)
Autora: FML Pepper
Páginas: 280
Editora: Valentina
Estrelas: 5/5
Nina Scott não suportava mais a vida nômade e solitária que sua mãe, Stela, a obrigava a ter. Mudar de cidade ou de país a cada piscar de olhos, conviver com tantas perguntas que a consumiam, assombrada por mistérios de um passado guardado a sete chaves. Agora, aos 16 anos, a garota das estranhas pupilas verticais exigia respostas.
E, para sua péssima sorte, elas já estavam a caminho!
Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes... Enfim, curtir a juventude.Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina!Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos. O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor? O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos? Estariam eles interligados?Seria a Morte sua companheira para toda a vida?É chegada a hora da verdade.

 

A estória começa em Amsterdã, sabendo que haveria um showzinho prestes a começar na praça Dam, a predileta de Nina, sua mãe, Stela, a chamava eufórica para que sua filha se apressasse. E enquanto elas iam se aproximando, um artista de rua em sua exibição de facas voadoras, de repente lança um olhar estranho em direção a Nina, um pouco aéreo como se estivesse em transe. Ele começa a se movimentar com uma tremenda rapidez em direção a jovem.  As lâminas afiadas se chocavam, tornando as faíscas hipnóticas despertando gritos de delírio sobre a plateia que não percebia que havia algo de errado. Porém quando as facas se encontraram cada vez mais perto de Nina, ela ouve uma voz incisiva por trás dela mandando-a se abaixar.  E ao mesmo tempo em que ela se abaixava, Nina também se vira na busca pela voz que a alertou, porém ela percebe que não apenas não havia ninguém como também sente um vento frio passando pelo seu cabelo e uma ardência no pescoço, era sangue.


Todos na plateia a olhavam assustados, inclusive o exibicionista, de repente percebendo que uma das lâminas havia escapado de suas mãos. Se o reflexo de Nina não fosse tão rápido, a lâmina teria transpassado seu pescoço. Stela estava apavorada, com medo de que algo mais acontecesse a sua filha ela a puxa acelerada para longe da multidão. Nina não entendia o porquê de todo aquele alvoroço, para ela fora apenas um acidente e que agora estava tudo bem. Até que sua mãe lhe dá a notícia de que elas iriam se mudar outra vez, bastava algo ruim acontecer com Nina, o que também não era nada comum, que elas se mudavam como sempre aconteceu nas dezenas de cidades e países que tinham vivido nos últimos dezessete anos.

E como se a vida da jovem já não fosse complicada o bastante, Nina nasceu com um defeito em ambas as córneas, ela possuía a visão perfeita, mas as pupilas eram estranhamente incomuns, finas e verticais assemelhando-se aos olhos de cobra, lagarto ou como a própria Nina preferia, a de um felino. Para que ninguém percebesse e fizesse perguntas sobre os olhos da filha, Stela, sendo uma mãe super protetora e uma mulher inteligentíssima, criou lentes de contatos específicas para a anomalia de Nina e com um grau de conhecimento singular, ela foi chamada para muitas empresas famosas. E agora, ela afirmava que havia um novo trabalho no ramo da indústria de produção de lentes de contato em New York.

Nina se sente frustrada e irada com sua mãe, por esta ser tão neurótica e ficar arrumando desculpas para se mudar. Nina sabia que estava de mãos dadas para o azar, mas o que mais a incomodava era ela nunca ter tido a oportunidade de ter uma vida normal, como ter um lugar fixo para morar, ter amigos e não atrasar o seu ano letivo na escola por conta das constantes mudanças. Como se a paranóia em protegê-la o tempo inteiro já não fosse o bastante, Stela também nunca lhe contava nada sobre sua família, principalmente sobre seu pai, cujo rosto ela nunca vira, pois não havia fotos. E sempre que Nina o mencionava, sua mãe se tornava fria e seu olhar ficava distante. Mas apesar de tudo, ela amava sua mãe, e quando olhava para o seu semblante de dor e medo. Ela não sabia o que fazer, talvez houvesse algo mais e que sua mãe não quisesse lhe contar.



Já de manhã, no bairro de East Village em Manhattan, Nina acorda ainda ressentida com sua mãe e nem um pouco feliz com o seu primeiro dia de aula na Eleanor Roosevelt Hight School, pois previa que seria apenas questão de tempo até que Stela decidisse que elas se mudariam outra vez.  Nina queria ser discreta, colocando sua armadura de indiferença para que no momento do inevitável, não tivesse que se despedir de ninguém. Isso quase deu certo, mas no final do dia, ela acaba fazendo amizade com duas pessoas, Philip, um rapaz de cabelo encaracolado, que adorava esbarrar nela sempre que podia e que perguntava qual seria a sua próxima aula na esperança de ficaram na mesma sala. E também havia Melanie, ou melhor, Melly, uma ruiva com muitas sardas que sempre dizia o que ninguém tinha coragem de dizer, divertida, acolhedora e amistosa, Nina gostou dela rapidamente. Contudo, estava bom demais para ser verdade... 

Pela primeira vez em minha vida, daria pra fazer planos para o dia seguinte, começar algo e não ter que abandonar logo em seguida.”

Enquanto as meninas esperavam o metrô, Nina começa a ouvir ruídos atordoantes como se fossem pedaços de vidro dentro do seu ouvido, ficando pálida, tonta, fraca e sentindo calafrios pelo corpo inteiro. Melly fica preocupada e pede para que ela se sente. E como se nada mais pudesse piorar sua situação, Nina cai no meio dos trilhos na hora em que um andaime estava indo em sua direção. Ela fica apavorada, mas por algum motivo, não conseguia se mover, seus braços e pernas estavam inertes, seu corpo formigava e ela sentia falta de ar. Até que num piscar de olhos, ela é puxada pela cintura e é abruptamente lançada em outra direção. Pessoas boquiabertas surgiam a sua volta, procurando alguma explicação, assim como ela, para o que acabara de acontecer. E ao olhar para os transeuntes, Nina se depara com uma figura com par de olhos azul- turquesa, penetrantes e tão intensos como se pudessem devorá-la apenas com o olhar, deixando-a desconcertada a ponto de desviar o olhar, mas quando ela reúne coragem, a figura já havia desaparecido. Deveria haver uma razão para todos aqueles “quase” acidentes. Nina queria que sua mãe lhe explicasse de uma vez por todas, mas para que elas não tivessem que se mudar, ela pede para que Melly não conte a ninguém o que aconteceu.
 
Nina decide que estava na hora de arrumar um emprego e criar raízes, ela abriu mão de sua infância e adolescência, não iria fazer o mesmo com a sua juventude. Porém, chegando em casa, ela recebe a grande notícia de sua mãe de que elas continuariam em New York, Nina fica muito feliz ainda mais quando recebe a notícia de que foi aceita para trabalhar em uma livraria que ela tanto queria.  E conforme ela tenta viver uma vida normal, em meio aos “quase” acidentes que continuavam a acontecer, seguidos dos mesmos calafrios e de tonturas constantes. Nina conhece dois rapazes belos, porém completamente diferentes um do outro e que irão lhe trazer muitos problemas. Kevin, um rapaz loiro e dono de belos olhos verdes, alto, gentil e carismático, extrovertido e bem humorado, que na sua primeira aparição conquista rapidamente a nossa mocinha, transformando-se em seu anjo da guarda pessoal nas horas vagas. Será? Haha.

O segundo, mas não menos importante, também é um gato, porém um bad boy incrivelmente rude, marrento, convencido e indiferente chamado Richard Trent. Sempre vestido de preto, escondendo seu cabelo por baixo de uma bandana de igual cor e usa óculos escuros. Mas que por debaixo da roupa e dos óculos, ele era dono de intensos e quase hipnóticos olhos azul- turquesa e intrigantes cicatrizes pelo corpo todo. Sua aparição na estória é hilária, porém ao mesmo tempo, também me deu vontade de socá-lo por ser tão arrogante e mal educado. E ele irá causar esse efeito muitas vezes na Nina haha. 



Os dois rapazes, por coincidência estarão na mesma sala de Nina, e mesmo que ambos a olhassem com intensidade durante toda a aula. Havia diferenças cruciais no sentimento que cada um despertava em Nina, pois enquanto Kevin a encantava, Richard a tirava do sério e a fazia perder a cabeça constantemente sendo um tremendo implicante na sala de aula e fora dela, no entanto, por algum motivo ele a fazia sentir o famoso calafrio. Mas quem disse que a estória irá se resumir apenas nesse triângulo amoroso? Não mesmo! Por coincidência ou não, com a chegada dos dois. Os perigos irão aumentar para Nina, que além de começar a desmaiar durante os calafrios e os “quase”acidentes, ela perceberá que pessoas estão morrendo depois dos acontecimentos. Mas o que tudo isso tem a ver com ela? Ela irá em busca dessas verdades. Contudo, ela deve tomar cuidado, pois não se pode confiar em ninguém e que a morte está sempre à espreita, ansiosa por alcançá-la. Será que ela conseguirá fugir?
 
"Dentro de mim algo sinalizava que havia chegado o momento. Os acidentes anteriores me alertaram, mas não conseguiram me preparar para este terrível momento: minha morte.”

Gentee, que livro maravilhoso! Confesso que quando comecei a lê-lo já sabia de algumas coisas relacionadas ao enredo, porém a história não deixou de me surpreender. Primeiramente quero falar da maravilhosa diagramação desse livro, contendo desenhos de uma rosa e uma adaga em todas as páginas, mas não contarei o porquê desse item senão seria spoiler haha. Só digo que estou completamente encantada, assim como a capa que combinou totalmente com a história e a jovem retrata muito bem a personagem principal. Em relação à história eu não poderia estar mais satisfeita, têm ação o tempo todo e cenas que me deixaram apreensiva, indignada e que me fizeram perder o fôlego.  A escrita é feita em primeira pessoa, com a Nina narrando pela sua perspectiva. Mesmo com apenas 16 anos, não a achei imatura, e sim uma personagem muito corajosa, forte e bem divertida. Sua mãe é uma guerreira e mesmo vivendo com medo de que algo machucasse sua filha, ela era uma mãe super amorosa.  O final me deixou com uma vontade enorme de correr para ler logo o segundo volume, além de ter me dado uma grande ressaca literária haha. Vale muito à pena conferir!  

17 comentários:

  1. Oiee! Tudo bem?

    Assim como você esse livro me deixou encantada! Amei logo no começo e devorei os livros ♥ Adorei sua resenha e ele merece muitos ♥♥♥♥♥♥

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awnn obrigada Paloma! <3 <3 Ele é maravilhoso, não é?! Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado. Bjss!

      Excluir
  2. Oiii Jennifer tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler qualquer livro da Fml, nessa obra ela parece trazer um grande suspense para nós e não pensaria duas vezes a não ser aceitar me aventurar, sua resenha ficou ótima e a edição está um luxo pelo que pude perceber.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgs! Simm, ela é uma autora incrível haha, com certeza! Obrigada, fico feliz que tenha gostado. Bjss!

      Excluir
  3. Heiii, tudo bem?
    Adoro demais a FML Pepper, mesmo sem ter lido nada dela, hahaha. Ela é mto amor.
    Ai que tudo essa história hein?! Fui lendo a resenha e loka pra saber mais sobre os protagonistas e o desfecho! E pela sua empolgação, to vendo que o livro é tudo de bom mesmo e que a escrita da pepper é maravilhosa.
    Vou ver se consigo ler logo, ja que tem todos os livros lançados ja.
    A capa ta um show, gostei demais.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzzy! Eu também era assim hahaha, eu nem conhecia a sua escrita, mas já gostava muito da autora, ela muito simpática e muito gentil com seus fãs. Que bom que gostou da resenha, então você irá se encantar pela história, com certeza. Lê simm, bjss!

      Excluir
  4. Oi,
    Também amo essa série é FML consegue realmente deixar o leitor maluco de curiosidade. Mas, confesso que achei a Mina bem mala sem alça!! Hahahaha
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iris! São incríveis, com certeza haha não sosseguei até ter terminado toda a trilogia. Sério, por que haha?! Bjss!

      Excluir
  5. Oi, Jennifer.
    Tenho até vergonha de assumir que comprei esses livros em ebook na Amazon há um tempão, mas nunca consegui tempo para fazer essa leitura!! Estou sempre fazendo planos para ler essa história porque já imagino que vá amar, mas então alguma coisa acontece e não consigo dar conta!! Mas continuo querendo ler e sua resenha só me deixou ainda mais animada!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camis! Te entendo totalmente haha. Obrigada, fico feliz que tenha gostado. Espero que você consiga ler um dia e se apaixone pela história assim como eu. Bjss!

      Excluir
  6. oi, bacana ver que você gostou da obra. Algo que achei muito importante é a maturidade da personagem, detesto personagens imaturos. Também me agradou muito o fato de ter bastante ação e ser bem construído.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamara! Simm, com certeza! A maturidade é bem evidente e deixa a história mais viciante ainda haha. Sim, tem ação o tempo todo. Bjss!

      Excluir
  7. Olá,

    Sempre vejo esse livro lá no feed do Instagram, até tenho o desejo de lê-lo por conta da quantidade de comentários positivos, mas não sabia sobre o que a história iria abordar. Achei a premissa incrível, me parece ser uma história cheia de agiria, do jeitinho que gosto, então estou curiosa para essa leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oiee Jennifer ^^
    Tão bom quando a gente é surpreendida por um livro bom assim, né? Lembro que li "Não pare!" quando ele só estava na Amazon, antes mesmo da publicação física, e tinha adorado. Mas hoje eu já não sei se acabaria gostando tanto da história, pois ando cada vez mais crítica com romances e histórias "nesse tipo"...hehe'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha lido nada nesse estilo, teve momentos que meu "coração parava na boca". Juro, que ficava agoniada a cada capítulo. Pensava, quando souber minha ansiedade vai diminuir, puro engano!!! Fml Pepper me deixava cada vez angustiada e acha que acabou com a finalização do livro 1??????
    Parabéns pela resenha
    beijos
    www.conchegodasletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Gente eu adoro esse livro! Estou louca para reler, eu li em ebook acho que tem uns dois anos e agora tenho o físico e vou conferir tudo de novo! Sua resenha está maravilhosa!

    Parabéns!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Li esse livro assim que lançou e amei a história também, preciso ler os outros livros da série devido não lembrar muito bem de alguns detalhes rs' acontece haha..
    mas lembro que foi uma leitura eletrizante, personagens maravilhosos.. me deu saudade!

    Beijos!
    https://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo