23/03/2017

[ RESENHA ] A Música do Silêncio

Título: A Música do Silêncio ( A Crônica do Matador do Rei #2.5)
Autor: Patrick Rothfuss
Páginas: 144
Editora: Arqueiro
Estrelas: 5/5
Debaixo da Universidade, bem lá no fundo, há um lugar escuro. Poucas pessoas sabem de sua existência, uma rede descontínua de antigas passagens e cômodos abandonados. Ali, bem no meio desse local esquecido, situado no coração dos Subterrâneos, vive uma jovem.Seu nome é Auri, e ela é cheia de mistérios.A música do silêncio é um recorte breve e agridoce de sua vida, uma pequena aventura só dela. Ao mesmo tempo alegre e inquietante, esta história nos oferece a oportunidade de enxergar o mundo pelos olhos de Auri. E nos dá a chance de conhecer algumas coisas que só ela sabe...Neste livro, Patrick Rothfuss nos leva ao mundo de uma das personagens mais enigmáticas da série As Crônicas do Matador do Rei. Repleto de segredos e mistérios, A música do silêncio é uma narrativa sobre uma jovem ferida em um mundo devastado.
 


Antes de começar esse livro, o leitor irá se deparar com um aviso do próprio autor fazendo com que desperte mais ainda a curiosidade de lê-lo. Porém, como o próprio autor assinala, não é uma continuação da história do Kvothe e nem é uma história comum. Iremos conhecer um pouco mais sobre o dia a dia da personagem mais doce, inteligente, gentil, misteriosa e como alguns podem achar, até mesmo um pouco louca, mas isso é para aqueles que não a conhecem de verdade.

Auri mora nos Subterrâneos, e para ela, cada dia possui um nome e tarefas diferentes para se concluir. Por exemplo, há dias de achar, de fazer, de queimar, há momentos em que o dia está tímido ou ás vezes está sendo tão orgulhoso que não quer dar o seu nome. Confuso? Para aqueles leitores que não a conhecem, com certeza!

É uma história onde uma menina magra e pequenina, com cabelos loiros em cascatas, vive sozinha em um lugar, que a primeira vista, pode ser escuro e assustador. Mas não para Auri, que possui uma luzinha que está junto dela desde sempre iluminando o seu caminho com sua cor verde azulada, que ela o chama de Foxen. Ela também é cercada por outros objetos inanimados e os trata com tamanha ternura, mas por que ela se permite morar em um lugar tão estranho e solitário? Não sabemos, seu passado é um mistério, apenas que o ocorrido a havia tornado vazia, triste, quebrada e inalcançável para outras pessoas. Até encontrar Kvothe, que através de sua gentileza, amizade e paciência, havia lhe dado um novo nome que combinasse perfeitamente com ela, como se o sol nunca lhe deixasse, era um nome tão doce e perfeito que não lhe seria um fardo ou uma lembrança do seu passado.

 "Com o coração saltitante de felicidade, Auri tornou a pegar a engrenagem de bronze, sorrindo ao fechar as mãos em torno dela. Mal percorrera metade do caminho de volta ao Manto, ouviu uma sugestão de música."

Faltavam sete dias até que Kvothe fosse visitá-la, para que ele pudesse lhe agraciar com sua música e sua companhia. Então Auri teria tempo de sobra para encontrar um presente perfeito para lhe entregar quando ele chegasse, ela estava tão alegre que seu coração pulava de ansiedade ao saber que iria revê-lo. Seu dia a dia é uma mistura de alegria, mistérios, frustrações, tristezas, medo, ás vezes vazio, mas também de amor e surpresas doces e maravilhosas. Só lendo para entender!


Além de conter ilustrações lindas que nos conectam com a história, este livro é para aqueles que amaram essa personagem incrível e fofa desde “O Nome do Vento” e que querem desvendar os mistérios que se escondem nos Subterrâneos e se divertir com as aventuras dessa jovem encantadora.

 " Mas é simplesmente impossível apressar as coisas. Auri tinha certeza disso. Além do mais, precisava corrigir o espelho antes de qualquer providência. Isso significava uma cobertura. Então ela subiu a escada sem nomes, pés saltitando para lá e par cá, evitando as pedras frouxas. Passou pela parede quebrada e entrou na Carreta." 

A Auri é uma daquelas personagens que você já imagina sendo sua melhor amiga desde o início. Esse livro é um Spin Off que contém não apenas uma história maravilhosa e que além de ter me surpreendido bastante com o seu conteúdo, também contém lindas ilustrações que completam e combinam totalmente com a obra.

 Amei os momentos em que a Auri tratava os objetos como se realmente entendesse suas necessidades, como se realmente tivessem vida. Ela é uma menina alegre e que mesmo solitária, conseguia fazer do seu simples lar um lugar divertido e confortável. Adorei conhecer um pouco mais do dia a dia da Auri e acho que se procurássemos bem, poderíamos fazer uma festa do pijama de arrasar nos Subterrâneos haha. Quem sabe na Galeria ou no Manto, brincadeira! Mas quem tiver amado essa personagem desde o início assim como eu, vale a pena conferir!

Um comentário:

  1. Jennifer que resenha incrível! Estou mega curiosa, preciso desse livro haha

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo