19/10/2016

[ RESENHA ] Magônia

Título: Magônia
Autora: Maria Dahvana Headley
Páginas: 308
Editora: Galera Record
Estrelas: 3/5
Livro: Cedido pela Galera Record
Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ''Magônia'', ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo.

Aza Ray tem uma doença rara, tão rara que a doença recebeu seu próprio nome sendo a Síndrome de Azaray. Aza basicamente se afoga com o ar (sei, isso pode parecer muito estranho), mas os pulmões da garota não funcionam da maneira que deveriam funcionar e além disso ela tem alguns órgãos que estão levemente nos lugares errados.
O hospital faz parte de sua vida desde sempre, e sua expectativa de vida é curta, segundo os médicos ela não vive mais que 16 anos.

"Sou rara assim... Rara no sentido de minha doença estar num palco, de smoking, cantando uma música com um verso no estilo Baby, você é a única para mim. E a doença simplesmente fica ali, esperando que eu ande para seus braços e desista de resistir. Talvez pareça que estou exagerando. Não. Minha doença é tão rara que foi chamada de Azaray.
Maldade. Não quero uma doença com o mesmo nome que eu."

Quando seu 16° aniversário se aproxima Aza começa a ver coisas sem lógica, como um navio no céu e alguém a chamando pelo nome. Claro que seus pais não acreditam que ela realmente viu um navio no céu e a convence que tudo foi apenas uma alucinação por conta dos medicamentos e etc... Mas as coisas vão piorando, e ela continua escutando seu nome sendo chamado, pássaros começam a aparecer em sua janela de forma estranha, além de uma pena que foi misteriosamente parar em seu pulmão. O único que acredita nela é seu melhor amigo Jason que entre uma pesquisa e outra descobre relatos de algumas pessoas que afirmam ter visto navios no céu.

Pouco tempo depois Aza é levada para Magônia, um mundo acima das nuvens. Ela acorda em um barco cercada por criaturas com traços que lembram humanos e outros que lembram pássaros. Aza agora respira normalmente, como se seus pulmões nunca tivessem a ponto de falhar. Logo descobre que Zal (a capitã do barco) é sua mãe verdadeira, e que ela não é humana e sim magoniana. Segundo Zal, Aza foi sequestrada e levada para a terra, misteriosamente conseguiu se manter viva entre os afogados (afogados = humanos ), Zal também afirma ter passado 16 anos procurando pela filha.

Aza também descobre que tem uma missão e grandes poderes. Ela parece se encaixar em magônia, mas sente falta de seus familiares e de Jason que não fazem ideia de onde a garota está. Mas seu amigo começa a procura-la, será que Jason a encontrará? Como Aza foi parar em magônia? Quem a raptou quando era ainda um bebê e a levou para morrer entre os afogados? Qual será sua missão e seus poderes? 

"Acho que não nasci para ser humana. Não funciono direito"

A autora criou uma história original,  o livro é muito bem escrito, mas infelizmente achei que tudo demorou para acontecer e isso fez com que a leitura travasse um pouco, eu levei inacreditavelmente quase 30 dias para ler o livro, não que a história não seja envolvente, mas demorou muito para o que era de fato importante acontecer, e depois que a personagem já estava em magônia, na minha opinião houve mais um pouco de enrolação que me fez cansar um pouco.

Mas o livro é muito bom, envolvente e original. Achei interessante o fato de acontecer mágica através da música. E preciso admitir que depois de ler esse livro não olharei mais para o céu da mesma forma, pois a autora foi simplesmente criativa quando por exemplo é explicado a "verdade" sobre tudo o que conhecemos sobre o céu, como a chuva, que na "verdade" é causado pelas baleias-tempestade de magônia, os círculos em plantações que são feitos por magonianos que dessem na terra para roubar comida, entre tantas outras coisas.

"Garanto que nunca viu uma expressão mais surpresa do que a de um bovino sendo puxado para o céu.
Então. Aquelas lendas sobre óvnis roubando gado? Certo, aparentemente a causa não eram óvnis, e sim navios magonianos"

De todos os personagens gostei mais do Jason, e ficava louca para chegar logo os capítulos narrados por ele (que na minha opinião foram poucos). O livro é narrado em primeira pessoa por, Aza e Jason. Gostei da personalidade dos dois personagens, são fortes e me cativaram. 

Embora o livro não tenha funcionado comigo da maneira que pensei que funcionaria quero muito dar uma chance para a história e vou ler sim o segundo livro (yes, o livro é o primeiro de uma trilogia), até porque admito que fiquei curiosa, só espero que a autora dê uma acelerada nos acontecimentos nos próximos volumes.

A diagramação está bem simples, mas fontes em um tamanho bom, margens perfeitas, folhas amarelinhas, nenhum erro de revisão e uma capa maravilhosa. Recomendo muito o livro para pessoas que curtem livros de fantasia.


4 comentários:

  1. ameiii a resenha!! e me apaixonei pela capa^^
    Te marquei em uma tag no meu blog,espero que goste,amo seu blog.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/p/blogs-preferidos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Que bom que você gostou. Fico mega feliz.
      Vou dar uma olhada na tag e valeu por me marcar hahaha

      Excluir
  2. Oi, Taty!
    Não conhecia esse livro, mas amei a sua resenha! Parece ser bem diferente, vou procurar saber mais sobre ele :)
    E a capa também é linda <3

    Beijos,
    Giulia | www.1liro1filme.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou.
      Sim sim, é bem original, recomendo.

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo