25/08/2016

[ RESENHA ] O Livro do Destino

Título: O Livro do Destino
Autor: Raphael Miguel
Editora: Chiado
Páginas: 208
Estrelas: 5/5

Livro: Cedido pela editora
O que você faria se recebesse um artefato capaz de alterar o destino de pessoas ao seu redor, interferir no futuro e destruir realidades? O que faria se um instrumento de tamanho poder caísse em suas mãos? Praticaria o bem ou o mal? Utilizaria para sanar as desgraças do mundo ou para alcançar objetivos egoístas? Tentaria salvar àqueles ao seu lado, ou salvaria apenas a si mesmo? Eric Dias é um rapaz de recém feitos dezessete anos. Pacato, vive uma vida tranquila, sem grandes preocupações. No entanto, um presente inusitado pode alterar para sempre seu destino e de todos ao seu redor. O que o rapaz fará com tal responsabilidade sobre seus jovens ombros?


Olá, caros leitores!

Estou tão animada em comentar sobre este livro, pois me surpreendi tanto com ele! Tenho que admitir que não gostei desta capa, pois apesar dela fazer bastante referência ao conteúdo da história, não a achei bonita e isso quase me causou desânimo para a leitura, mas felizmente consegui deixar o fato para lá e aceitei a proposta.

Os principais motivos que me fizeram querer ler este livro foram o título e a sinopse, que me lembraram muito a ideia de enredo do mangá Death Note, meu mangá favorito. Para quem não conhece a história de Death Note, resumidamente trata-se de um garoto que possui um caderno no qual toda pessoa cujo nome ele escreve neste caderno, morre. Recomendo muito também que leiam esse mangá, pois tem uma história bem interessante envolvendo conflitos éticos. Imagino que o próprio autor do livro deva conhecer Death Note e tenha tirado algumas inspirações de lá para escrever sua obra, mesmo que ainda assim conseguiu ser muito criativo no desenvolver de uma história totalmente própria e original neste livro.


O livro conta a história de Eric, um garoto de dezessete anos que mora com a mãe e o irmão. Tudo parecia bem em sua vida, porém alguém muito importante de sua família morre, o que causa um grande abalo em sua rotina. No entanto, este familiar escrevera um testamento antes de morrer, no qual deixava a Eric um antigo livro como herança. Com o passar do tempo, o garoto descobre que aquele livro poderia alterar o destino das pessoas sobre as quais escrevesse nele, e a partir dessa descoberta, muitas coisas começam a mudar em sua vida, inclusive com o surgimento de alguns perigos que jamais poderia imaginar.


Não darei spoilers sobre o livro, mas preciso dizer que apesar do pequeno número de páginas, o autor fez um ótimo trabalho no desenvolvimento da história, inserindo nela temas bastante surpreendentes e conseguindo terminá-la com um final maravilhoso, sem deixar dúvidas na cabeça do leitor. Destacarei agora alguns dos fatores que achei mais relevantes na obra.

Linguagem
Este é um livro para aqueles que apreciam uma leitura rápida e dinâmica. Durante os primeiros capítulos, isso não parece estar muito claro, mas conforme o livro vai se aproximando do meio, as coisas começam a acontecer de forma mais rápida, mas sempre deixando no ar aquele clima de mistério no leitor, que incentiva a continuar lendo. O autor tem uma linguagem simples e objetiva, que não é muito descritiva, mas que não deixa nada a desejar quando cita cenários. Confesso que tive certo receio quando li que o autor se declarava cristão, pois logo imaginei que poderia encontrar algum tipo de preconceito quando à outras religiões em sua linguagem, mas isso não ocorre, pois religião não é um tema tratado na história, o que eu achei ótimo. A história é narrada em terceira pessoa, pelo ponto de vista predominantemente do Eric.

“Uma solução simples e rápida, tal qual uma sugestão de um anime japonês. Mas aquilo não pareceu correto aos olhos do portador do livro. Decretar a morte de alguém, mesmo de um vilão egoísta e inescrupuloso, não era uma opção para o coração piedoso de Eric.” (pág. 171)

Referências
O livro nos dá uma ideia tão grande de proximidade com o cenário vivido pelo protagonista, que me levou a pensar que isso acontece por causa das referências presentes nele. Muitos elementos da cultura pop são citados na história, de forma direta ou indireta, como Crepúsculo e Batman, por exemplo. O autor foi bastante inteligente em fazer uso desses elementos, pois eles acabam fazendo com que o leitor se sinta como se compartilhasse algo com o personagem.


Paranoia
Eric é um personagem que não me agradou muito na maior parte da história, eu admito. Ele é extremamente bondoso e parece não ter muitos defeitos, o que fez dele um personagem meio chato para mim grande parte do tempo, entretanto a forma como o autor desenvolveu o sentimento de paranoia nele em certo momento da história foi brilhante. O leitor consegue sentir a angústia do protagonista, a sensação de estar sendo seguido, de estar sendo observado, é bastante inquietante e foi algo que gostei muito.

“Na verdade, Eric Dias se considerava bastante controverso. Tinha certeza de ter propensão a se tornar uma pessoa paranoica e preocupada em demasia, mas, por outro lado, procurava as atitudes mais confortáveis e que exigissem menos empenho.” (pág. 137)

Realidades paralelas
Um conceito que também chamou muito a minha atenção na história foi o tema de realidades paralelas. Não posso falar muito a respeito de como isso foi tratado na narrativa, pois seria um spoiler, mas é muito interessante ver que o autor conseguiu falar sobre uma teoria tão complexa de uma forma tão simples e fácil de ser compreendida pelo leitor. Ou seja, se você gosta de ficção científica, vai encontrar um pouquinho disso também no livro.

Personagens
Como já mencionei, Eric é um personagem que não chamou muito a minha atenção, mas há outros que gostei bastante. É bem interessante observar os fatos em torno do tio de Eric e também de seu irmão mais velho. De início, temos uma visão um pouco genérica deles, mas vamos percebendo mais sobre cada um aos poucos, e isso é muito legal. Entretanto, meu personagem favorito foi certamente Nathaniel. Não falarei muito sobre este personagem para não estragar a experiência de leitura daqueles que ficaram interessados, mas é preciso afirmar que a aura de conhecimento e mistério que o cerca é uma coisa que despertou minha curiosidade o tempo todo. Penso que seria interessante até mesmo ler um livro só sobre Nathaniel, pois ele é um personagem maravilhoso, que foi pouco abordado.

“- Exato. Porém, o que acontece quando tentamos mudar algo que já foi escolhido? A partir do momento que uma pessoa faz uma escolha na vida, traça as diretrizes para o futuro.” (pág. 184) 


Indico muito o livro para aqueles que querem se surpreender com uma leitura que consegue misturar temas que envolvem o sobrenatural com teorias científicas. Vale muito a pena! :D 

17 comentários:

  1. ADORO livros surpreendentes!!!
    Sua resenha está ótima e deu pra ter uma ideia boa do enredo do livro.
    A temática é bem diferente, já dá curiosidade e você dando essa nota e ainda mais dizendo que é surpreendente... Preciso ler!!
    =)

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Jess!
    Eu gostei da ideia do livro, mas confesso que não dava nada por ele pela capa, diferentemente de você. Que bom que a leitura agradou. Não seria pra mim, no momento, algo que eu gostaria de ler, já que não sou muito adepto ao Death Note não. Tipo, sou medroso, ai, acaba não sendo o tipo de anime que curto. Mas desse eu gostei.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Confesso que a capa também não me agradou.
    Eu tive a oportunidade de ler as primeiras páginas do livro e já aguçou minha curiosidade, sua resenha só reforço, adoro livros com temáticas diferentes e que surpreendam.
    Espero em breve ler o resto da história.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Já vi várias resenhas desse livro, mas nenhum tão completa quanto a sua. Parabéns desde já. Quanto a obra, não sei se a leria, a parte de ter elementos sobrenaturais não me agradou tanto, não me sinto presa à história. E a capa é feia mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Olá linda,

    Confesso que a capa é beeeem estranha e não leria o livro por isso, mas com a sinopse que me deixou muitoo animada e sua resenha que detalhou os pontos que o livro levanta, fiquei animada e já estou vendo o preço da obra para ler no final de dezembro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oiii Jéssica, como vai?
    Menina eu já li esse livro e amei mais que tudo na vida, está como meu favorito em tudo que é lugar na vida, com toda certeza irei reler e adorei saber a sua avaliação <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu já conhecia o livro e o autor, mas nunca tive a oportunidade de ler! Adoro livros que nos surpreendem e eu confesso que essa capa também não me chamou a atenção e eu fiquei com um pouco de preconceito por causa disso também. Mas adorei saber que a história é rápida e dinâmica e que você amou o livro! Agora vou comprar sem peso na consciência.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas ache a premissa dele super interessante! Realmente lembra Death Note, rs.
    Gostei de saber que o autor tem uma linguagem simples e objetiva, confesso que não curto muito livros descritivos, então esse problema eu não teria com esse livro.
    Essa mistura com realidades paralelas me chama muito a atenção!
    Adorei a resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica. Fiz as primeiras impressões e gostei bastante da escrita do autor. Achei a ideia principal do livro muito legal e gostei bastante do mistério que a história tem. Me lembrei de DN também, foi a primeira coisa que me veio a mente. beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Jessica, tudo bem?

    Eu já li uma resenha com o enredo bem parecido, lendo sua resenha tive um déjà vu. Enfim, a narrativa parece surpreendente e confesso que não achei a capa linda, entretanto também não achei feia. Gostei muito da estória e embora não conheça o autor, me senti atraída a ler sua obra. Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Realmente, a capa do livro não é das melhores. Mas tem um enredo bem interessante, onde fiquei curiosa para conferir. E a sua resenha me deixou bastante curiosa para conferir, ela está bem empolgada.

    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Vi esse livro em dois book hauls no youtuber e fiquei bem interessada, lendo a sua resenha eu achei a história e a ideia bem interessante, Quando tiver a oportunidade irei conferir a obra.

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia o livro, mas gostei muita da sua opinião a respeito. Gosto de livros que traz referências, elas realmente nos aproximam dos personagens. Gostei da descrição da linguagem também,chamou a minha atenção.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Oi Jessica, sua linda, tudo bem?
    Essa não é a primeira resenha que leio elogiando o livro. Que pena que não conseguiu gostar muito do personagem principal, mas a trama parece ser muito interessante, você conseguiu me deixar curiosa, risos.... Dica mais do que anotada. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá
    parece ser uma leitura muito legal, quem sabe uma hora eu arrisque mas no momento não ando com tempo ahha mesmo assim dica anotada e parabéns pela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Jéssica, assim como aconteceu com você, a capa desse livro não me chamou muito a atenção. Não conhecia a sua história e confesso que me surpreendi com a sua resenha.
    Acho que é o tipo de livro que gosto, por isso o leria sim.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. uau!! que resenha maravilhosa!! fiquei babando pra ler esse livro.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo