01/06/2016

[ RESENHA ] A Rebelde do Deserto

Título: A Rebelde do Deserto #1
Autora: Alwyn Hamilton
Páginas: 280
Editora: Seguinte
Estrelas: 5/5

O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele. Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por revelar a ela o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.








Olá Pessoal,

A resenha de hoje se trata de um livro que me conquistou muito, não só pela capa que é estonteante como também pela premissa, que é no mínimo bem intrigante e que sabe atiçar a curiosidade dos fãs de fantasia de plantão. Apesar de uma longa espera para receber o meu exemplar, enfim consegui colocar as mãos nessa preciosidade e só preciso dizer que valeu cada hora de espera e ansiedade.

A Rebelde do Deserto nos apresenta como protagonista a jovem Amani Al’ Hiza, uma garota que perdeu a mãe por essa ter matado o pai, e sendo assim foi obrigada a viver com o seu tio e suas sete esposas que não são nada simpáticas, dentre elas a Farrah que é tia da Amani, faz de tudo para menosprezar a moça, pois tem vergonha da irmã ter sido morta como uma criminosa, embora o pai da Amani fosse alcoólatra e agressivo. A vida da garota nunca foi lá um mar de maravilhas e por isso desde cedo a jovem aprendeu a atirar em garrafas vazias no deserto de Miraji (país onde eles vivem), nos tiros ela sempre tentava encontrar um refúgio, ao mesmo tempo que armas não eram difíceis de serem adquiridas já que a cidade possuía uma fábrica delas que forneciam os armamentos para o Sultão Oman.

Desde de cedo a Amani sempre almejou sair do Condado onde ela vive, a princípio ela planejava ir juntamente com a sua mãe para Izman, capital de Miraji. Mas após a morte da mesma, esse passou a ser um desejo só dela e assim a jovem economizou durante muito tempo para conseguir escapar do lugar, mas a quantia ainda estava longe de ser o suficiente. As coisas se complicam, no entanto, quando Amani ouve de madrugada uma conversa do seu Tio e da sua Tia, que também é a primeira esposa e logo possui influência nas decisões da casa. O assunto nada mais é que o casamento da moça ou com algum forasteiro qualquer ou mesmo com o próprio Tio dela, que não se importa de ter mais uma esposa. Assustada com a situação, ela decide que precisa tomar uma decisão rápida e conseguir logo um emprego antes de cair nas garras do Tio.

“ Era difícil continuar com raiva de alguém que tinha salvado a minha vida”.

Sendo assim, a Amani se veste de menino e resolve participar de torneio de tiros, onde o vencedor leva uma quantia para casa e é exatamente desse dinheiro que ela precisa para conseguir sua liberdade. As coisas na casa de tiro acabam não ocorrendo como o previsto, principalmente quando a Amani encontra como um dos rivais, um forasteiro que além de ser muito intrigante, claramente não pertence aquele lugar. Como as coisas não dão muito certo no torneio, a Amani acaba não levando dinheiro nenhum para casa e resolve deixar o forasteiro por conta própria, quando os dois conseguem sair vivos do lugar.

No dia seguinte, a Amani vai trabalhar na loja da família quando o forasteiro aparece bem na frente dela. Machucado e afobado ele diz que precisa de ajuda e é nesse momento que ela percebe que o exército do Sultão acaba de chegar na cidade. Sem muitas alternativas e tendo um débito com o rapaz, ela acaba ajudando-o , mas ela acredita que ele não a reconhece, pois na noite anterior ela havia se fantasiado de garoto. Sendo assim, ela esconde o rapaz, que se revelou chama Jin, no balcão da loja enquanto é questionada pelos guardas e um comandante, o Naguib, um homem mesquinho, filho do Sultão e que anseia por poder.

Ela acaba conseguindo despistar os guardas e faz um curativo no forasteiro. Mas a reviravolta na história acontece, quando a Amani vê um monte de gente correndo pela cidade e percebe que eles estão atrás de um buraqi, um cavalo de areia, que só se materializa caso tenha contato com o ferro, ele é uma das criaturas do deserto mencionadas no livro. A lei no Condado é simples, quem capiturar o cavalo, será dono dele, no caso da Amani o tio dela seria, já que as mulheres não podem serem proprietárias de nada. Mas ela não pensa muito nisso, pois o cavalo poderia ajuda-la a fugir e corre em direção o bicho e consegue capturá-lo.

“ – Você não pode me julgar por querer ser algo além de outro grão de areia neste deserto”.

O sentimento de emoção, no entanto, dura pouco pois ela é logo arrastada pelo general que descobriu através de um menino da vila, que também estava no torneio e reconheceu a Amani, que ela estava junto com o forasteiro. O general Naguib é implacável e ameaça até mesmo o amigo da moça, o Tamid, mas quando a Amani pensa que tudo está perdido e que sua vida está por um fio, ela vê uma explosão acontecendo bem diante dos olhos dela e o Jin montado no buraqi e correndo em direção dela com a mão estendida, e é nesse momento em que ela decide embarcar em uma aventura que mudará para sempre a sua vida.

E bom, a partir daí a trama gira em várias aventuras da Amani e do Jin, além de nos revelar um pouco mais sobre os personagens, a história também nos conta sobre as criaturas do deserto, que não são todas lá encantadoras, além de explicar a história e religião que ronda a história, que são fatos muito importantes pessoal, são basicamente o que dão sentido a trama. E bom, dividida entre conseguir sua liberdade e seguir rumos desconhecidos, mas com um propósito ao lado do Jin, a Amani tem que tomar várias decisões ao longo da história, sendo que essas vão influir muito nos acontecimentos futuros da vida da personagem.

Eu preciso dizer que as minhas expectativas  estavam muito altas por causa desse livro e eu não me decepcionei em nada. A história soube ser muito cativante e inovadora, nos apresentando uma fantasia diferente, ousada e que nos faz lembrar das clássicas histórias das mil e uma noites. Os personagens são muito bem desenvolvidos e eu gostei de todos eles. O romance do livro acontece de uma forma intensa e contagiante e não tem como não torcer pelo casal, na verdade achei até que faltou mais romantismo no livro, pois não tem não ficar querendo mais. O final dado para autora é bem satisfatório e da margem para o próximo livro, o que me deixa bem ansiosa.

"Quando todo mundo parece ter tanta certeza, é difícil acreditar que alguém esteja certo”.

O livro soube trazer tudo que eu esperava dele e acredito que muitas pessoas vão gostar de embarcar nessa história. Esta obra faz parte de uma série, eu não sei ainda quantos livros vão ser e infelizmente nada sei a respeito do lançamento do próximo volume da série, mas espero que a autora não nos faça esperar tanto haha. A capa do livro é um arraso pessoal, muito linda e como todos os livros da Editora Seguinte, veio com o marcador na orelha do livro para recortar. A diagramação é bem bonita e feita com os mesmos detalhes da capa. A minha edição veio em perfeito estado e não tenho anda a reclamar, só a elogiar o belíssimo trabalho da editora.

E por fim, recomendo esse livro para os fãs de fantasia com uma pitada de romance. Vocês vão se surpreender muito com esse livro pessoal, uma leitura leve, encantadora e que vai te deixar querendo mais.


Até a próxima ;)

14 comentários:

  1. Oi!!
    Estou com o livro aqui e será uma das minhas próximas leituras, como estou com medo de ler algo que me faço criar expectativa demais ou possa interferir na minha opinião, resolvi ler somente as considerações finais da resenha.
    Nossa eu nem sabia que o livro tinha uma continuação, bom espero que eu goste da leitura assim como você gostou.
    Essa capa é linda demais.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Que livro maravilhoso! A capa realmente é linda, mas parece que não é só isso né? Fiquei impressionada com a vida da garota. Quero ler pra ontem <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece maravilhoso! Estou muito curiosa pela história e gostei muito da sua resenha, me deixou querendo ainda mais lê-lo <3 A capa e linda e adorei as fotos que cê tirou, ficaram maravilhosas.

    ResponderExcluir
  4. Oiee

    Este livro está nos próximos que vou ler e estou super curiosa.
    Gostei da resenha, bom que superou suas expectativas e me deixou com mais vontade de lê-lo.
    A capa é um show a parte mesmo! Linda!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Só tenho ouvido coisas boas sobre esse livro.
    Adorei a resenha, as fotos também.
    estou com ele aqui para ler. Agora fiquei mais empolgada.
    bjss

    ResponderExcluir
  6. Oie, eu não sou de livros de fantasia, não é algo que gosto muito de ler.
    Porém achei a história muito boa. Gostei do nomem Amani e acredito que além do romance temos muitas aventuras no livro.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Eu não conhecia o livro, mas fiquei super curiosa
    Amooo fantasia bem escrita, já quero ler
    Muito bom quando a história surpreende e amamos demais
    Parabéns pela resenha e adorei a sua empolgação

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Já vi um vídeo mostrando a capa e ela é realmente maravilhosa *--*
    Adorei a sua resenha, estou super curiosa para ler esse livro, a premissa é super cativante e te deixa louca para entender mais sobre a história. =)

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, começo falando que essa capa do livro é divina de tão linda *.*
    Eu fiquei bem curiosa quando iam lançar esse livro e achei a premissa bem interessante e diferente de tudo que já li, uma fantasia diferente, que envolve cultura e costumes diferentes. Amei a resenha e ela só instigou a minha curiosidade. Vou lê-lo em breve para poder formar melhor uma opinião.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu amei sua resenha, parabéns! A capa está linda! Sou fã de fantasia, e quando comecei a ler sua resenha fiquei totalmente empolgada. Realmente, o cenário lembra As Mil e Uma Noites...Fiquei empolgada com protagonista ser determinada, tem bastante ação! Fiquei empolgada para ler, beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos
    ,

    ResponderExcluir
  11. Quando a história nos surpreende é bom demais, não é? Gostei da capa, em tons de ouro e azul, ficou bastante legal. Não conhecia a história desse livro e embora fantasia não seja o meu forte, também não me desagrada.
    Não estou na onda de livros com continuação no momento, mas ao mesmo tempo não dá para deixar passar algo tão bom assim, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  12. Estou curiosíssima com esse livro também! Principalmente por ela se passar por menino, acontecer no deserto, ter um sultão! Deve ser muito bem escrito! Já to shippando ela com o forasteiro hahaha. Logo confiro a leitura também.
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  13. Oie
    essa capa está linda demais, parece ser uma leitura muito legal, gostei bastante do enredo e sua resenha conseguiu me deixar mega curiosa apesar de não costumar ler esse tipo de livro

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Taty, adorei sua resenha, o livro parece ser ótimo. Amei a capa e já adicionei à lista de desejados :)

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo