06/05/2016

[ RESENHA ] O Céu Noturno em Minha Mente

Título: O Céu Noturno em Minha Mente
Autora: Sarah Hammond
Páginas: 288
Editora: Galera Record - selo Galera Junior
Estrelas: 4/5

Livro: Cedido pela Galera Record
Mikey Baxter tem 14 anos, mas muitas coisas o diferenciam dos outros garotos da sua idade. Para começar, o pai está na prisão e a mãe se recusa a falar sobre o assunto. Ele sabe que, de alguma forma, isso está ligado à cicatriz em sua cabeça e ao fato de ele parecer ter mais dificuldade em entender certos assuntos do que os outros. Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade e Mikey é o primeiro a chegar à cena do crime, ele não sabe o que pensar. O que o levou até ali? Quem teria matado o morador de rua da cidade, que parecia nunca ter feito mal a ninguém? E quem era o homem caipira que estava nos arredores?

Mikey é um garoto de 14 anos que convive com suas diferenças dos demais garotos desde muito pequeno. Seu pai está preso desde essa época e sua mãe criou a regra de ouro, nunca mencionar nada sobre o pai do garoto. Além disso Mikey tem uma cicatriz atras da cabeça que pela narrativa da história tudo indica que a cicatriz tem uma ligação sobre o pai do garoto estar preso.


O que Mikey tem de diferente dos outros garotos está ligado à cicatriz e por causa desta, ele consegue ver segredos do passado, conseguindo ver cenas que já aconteceram, algo que Mikey chama de o Pra Trás. Em uma dessas visões do Pra Trás Mikey vê o pai, mas quando o garoto está no Pra Trás ninguém o enxerga e ele nem pode tocar em nada do Pra Trás, mas naquele dia no porão, Mikey viu o pai assustando o vagabundo (Um morador de Rua) o mistério é que o pai de Mikey vê o filho, conversa com ele deixando o garoto assustado e confuso, será que Mikey estava no Pra Trás, ou no Agora?

"Ele está aqui.
Ele está atrás de mim.
Fui longe demais no Pra Trás."

Logo após esse acontecimento Mikey resolve pescar com seu fiel companheiro - seu cachorro Timmer (que está presente no livro desde a primeira página), então nesse dia Mikey encontra um corpo no lago, o corpo do vagabundo (o morador de rua, Mikey o chama assim). Ele tem quase certeza que foi seu pai que matou o pobre homem, mas por qual motivo ele faria uma coisa assim? Será que foi mesmo ele? 
Então depois que Mikey descobre que consegue usar seu dom do Pra Trás para descobrir coisas ele resolve investigar o crime e também saber mais sobre seu pai, o que vai deixando a leitura muito mais interessante e atrativa.
Infelizmente não dá para falar muito desse livro, pois contém um enredo simples e qualquer coisa que eu fale a mais será spoiler.

"Nunca usei o Pra Trás assim... para achar respostas. Quase descobri o que aconteceu com o vagabundo no rio..."

Li poucos livros infanto-juvenil e com a gravidez resolvi aumentar o estoque aqui já pensando futuramente em incentivar o Enzo a ler, rsrsrsrs. Mas o que me encantou de primeira no livro foi o titulo e fiquei muito curiosa para ler.

O livro é narrado em primeira pessoa por Mikey, o que deixa a leitura ainda mais intensa e nos aproxima do personagem. Tive extrema dificuldade em imaginar que o personagem tinha 14 anos de idade, sinceramente só conseguia imaginar uma criança de oito anos. Mikey é muito inocente, ingênuo que não vê maldade nas pessoas.  


Em uma cena eu realmente queria balançar ele pelos ombros e dizer "Eiii meu filho, esses garotos estão zoando você". Um grupo de garotos estão em um bar, chama Mikey e começam o desafiar a fazer algo dizendo que assim ele entraria para o grupo, aí eles riem e Mikey pensa que estão rindo porque gostam dele, todo mundo vê que estão zoando, até mesmo Timmer (o cachorro), menos Mikey e isso realmente me deixou irritada, mas é claro que qualquer pessoa que ler o livro vai notar logo de primeira que Mikey tem algum tipo de retardo (talvez essa não seja a palavra ideal), mas percebemos que ha algo de diferente no garoto, tanto que ele estuda em uma escola para crianças especiais.

"A margem do rio está tentando me contar seu grande segredo. É tão grande que transborda por toda volta para que eu veja.
O assassino está atrás de mim."

Mas o livro é sensível e tem uma narrativa gostosa de ler e bem leve. Admito que a escrita da autora e o personagem Mikey me lembrou muito o livro Extraordinário que é um livro maravilhoso também. Mas embora a narrativa seja leve eu demorei um pouco para ler o livro, não entendo o motivo, para mim a leitura fluiu muito melhor depois da página 100 quando o mistério começou a ir aos poucos se desvendando,  mas eu ainda não conseguia ao certo ter certeza de nada, queria saber as respostas e isso torna a leitura bem mais agradável, enfim... Esse é um livro que recomendo muito.

Conforme vamos acompanhando Mikey vamos compreendendo melhor o lado dele e o quanto é ruim para ele ter visões sobre o passado, pois nem sempre essas visões são boas, e muitas vezes o Pra Trás vem para mostrar coisas que o deixa triste e com medo. Isso foi algo que me deixou mais apegada ao garoto. 

E como escrever uma resenha no qual o livro tem um cachorro sem falar do cachorro, Timmer é um personagem que gostei muito, ele e Mikey tem uma conexão extremamente forte, percebemos isso desde quando o garoto resolve adota-lo, é incrível como eles parecem se comunicar e realmente entender o que o outro quer dizer. Adorei essa amizade ♥

"Achei. É esse aqui que vou escolher
Esse é o meu cachorrinho.
Ele pode ir para casa cuidar de nós agora que Papai se foi."

Agora vamos falar da diagramação que está simples, mas muito boa, espaçamento bom, fonte também tem um bom tamanho, houve uma separação em negrito em cenas do Pra Trás que me ajudou muito a entender quando o Mikey estava no agora e quando estava vendo coisas do passado. Folhas amareladas, capítulos curtos e a capa belíssima, a editora não poderia ter escolhido capa melhor, essa está perfeita tem tudo haver com a história assim como o título. 

Para quem gosta de um bom infanto-juvenil, mistério, com um toque bem sensível e drama vai amar o livro. 

29 comentários:

  1. Já li várias resenhas sobre esse livro e estou bem curiosa para fazer a leitura dessa trama. Imagino mesmo que o livro deva ser bem sensível. E eu acho essa capa linda, o que a princípio, foi o que mais chamou a minha atenção. Fiquei curiosa sobre o cachorro <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que curtiu o livro. Eu realmente gostei bastante e acho que vale a pena conferir <3

      Excluir
  2. Eu u estou bem curiosa com esse livro. Pelo que vi na sua resenha ele deve ser muito sensível mesmo, mas não tenho tanta certeza se vou gostar da história. Sem dúvida parece ser uma trama muito boa, mas tem algumas questões que eu não sei bem se durante a leitura gostaria MAs pra saber, só lendo mesmo. A capa é bem diferente e acho super bonitinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, é um livro bem sensível.
      Uma pena que tem algumas coisas que vc acha que não vai curtir, mas ainda vale a pena tentar heim

      Excluir
  3. Oi Taty!
    Eu não li a obra, mas minha resenhista solicitou e gostou muito. Também disse que o final é surpreendente, embora a visão dela não tenha sido tão positiva. Eu também concordo com você. Desde que procurei da sinopse que fiquei curioso e o protagonista parece muito cativante. E sim também me lembrou Extraordinário, e pelo suspense com o fim, um pouco de Mentiroso. Já leu? Recomendo

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que ela gostou hehehe.
      Pois é, lembra muito Extraordinário, acho que a narrativa e o personagem sabe.
      Nunca li mentirosos, mas quero muito ler.

      Excluir
  4. Oi flor, estou bem interessada com o livro e acho que será uma leitura válida para mim e par ao meu filho também. Você me deixou curiosa quanto ao cachorro também, talvez porque não falou muito... rs Quero ler em breve!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Aaaa tenho certeza que vc e seu filho vão gostar do livro <3
      Ahahah, o cachorro é um amor, gostei muito dele, que bom que consegui despertar curiosidades em vc heehe

      Excluir
  5. Oie!
    Eu entendo quando diz que a história é boa, mas que o começo demora a acontecer. Isso aconteceu com o último livro que li, no começo não consegui gostar tanto dos personagens, e quando percebi, já estava amando tudo. Eu ainda não tive a oportunidade de elr o livro, mas fiquei bem curiosa para conferir essa trama tão emocionante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, demorou um pouco para as coisas ficarem beeem interessantes, mas depois tudo é bem mais fluido.
      Que bom que gostou

      Excluir
  6. Oiee Taty ^^
    Eu também quis chacoalhar o Mikey em algumas cenas, foi horrível saber que estavam tirando uma com a cara dele e ele era inocente demais para perceber. Mas eu adorei o personagem, assim como adorei o fiel escudeiro dele ♥ Achei o livro um pouco tenso demais para ser um infanto-juvenil o.O
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Realmente dá vontade de gritar com ele nessas cenas kkkk. Mas ela é um amor. Realmente é bem tenso para infanto-juvenil também senti isso.

      Excluir
  7. Ooi
    Desde a primeira resenha que li desse livro já me interessei.Amo histórias assim, parece mesmo ser bem intensa, e são tantos os elogios que não tem como não chamar sua atenção. Pretendo ler em breve!
    Beijoos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, espero que leia o mais breve <3

      Excluir
  8. Oiii!

    Aaah esses personagens um pouco cegos acabam me irritando um pouco sabe?/deixam a leitura mais pesadas e cansativas, talvez por isso você tenha demorado pra concluir.
    Mas essa comparação com Extraordinário me ganhou. Adoro o livro e tenho certeza que seria um leitura inspiradora.
    Gostei da sua sinceridade e da forma como expôs seus sentimentos durante a leitura.
    Dica anotada

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, acho que ainda não foi por isso que demorei para ler, mas esses fatos me irritaram sim kkkkk
      Que bom que gostou flor, realmente fico muito feliz

      Excluir
  9. Realmente, como escrever um livro que tem um cachorro sem falar do cachorro? hahaha... Adorei saber que ele e o garoto têm uma ligação tão forte, que parecem se comunicar e entender um ao outro... me sinto assim com meus gatos, e acredito que isso vai me fazer gostar bastante dessa amizade também. É uma leitura que farei muito em breve, nessa semana ou na outra, adoro juvenis, principalmente com drama e esse toque sensível, acho que vou gostar bastante.

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né hahahhahah
      Ah a relação dos dois é mega fofa ♥
      Também me sinto assim com meu gato kkkkkkk.
      Leia sim e me conta depois.

      Excluir
  10. Olá Taty,
    Estou curiosa com essa leitura desde as primeiras resenhas que li dele.
    Achei a premissa muito interessante e gostei de conhecer, ainda mais, sobre a história. A inocência do Mikey me incomodaria um pouco, com certeza, mas acho que a leitura vale a pena.
    Quando pegar o livro para ler, já estarei apaixonada pelo Timmer.
    Fico feliz que você já esteja pensando no futuro do Enzo! Espero que ele leia muito.
    Dica anotada.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Oie. Acho a capa desse livro uma graça a parte. E apesar da história de um garoto com uma cicatriz na cabeça e poderes me lembrar um outro garoto chamado Harry...a premissa desse livro chama bastante minha atenção. E eu adoro infanto juvenil.
    Vou torcer para que o Enzo quando crescer adore ler também. Eu super incentivo os meus pequenos a gostarem também.
    BJ

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Diferente de você eu sempre estou lendo algum infanto-juvenil, porque amo esse gênero, mas também foi o título desse livro que me deixou encantada, junto com a capa, claro kkkk Realmente Mikey é muito ingênuo, em vários momentos também queria balançar ele e gritar pra ver se ele sacava a real kkkk Mas com o contexto dá para entender o motivo e tudo mais. Enfim, é um livro que eu também recomendo para todos, porque é uma história linda e emocionante.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Olá lindona,

    Quando li que o garoto tinha 14 anos e a capa azul me lembrei do Auggie de Extraordinário *_* e fiquei logo interessada na leitura e também porque tem um drama e um belo mistério no enredo que já me conquistou de primeira.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oie Taty, tudo bom??
    Eu vi a capa do livro, mas nunca imaginaria que tem esse toque meio de suspense, com isso dele conseguir ver os segredos do passado. Achei bem diferente o enredo do livro.
    E eu amo livros YA, mas infanto juvenil eu não leio muito, mas é uma boa hora para começar, já que o livro é muito interessante.
    =)

    ResponderExcluir
  15. Oi Taty
    Confesso que estou dividida em relação a esse livro. Vejo opiniões muito diferentes em várias resenhas que li e não consegui me decidir.
    Gostei das suas observações e da sinceridade em sua resenha, pois não costumo ler juvenis com frequência e a rua resenha me deu outra perspectiva.
    Anotei a dica para ler e vou pensar com carinho.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro... Mas ainda bemq ue gostaste assim tanto! :)

    Adoro liovroa ssim, com esse toque de sensibilidade, uma boa narrativa que e tambem fluida!! :) E que nos faz correr as paginas à procura de respostas..! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Eu adoro infanto-juvenis, e é muito bacana sua ideia de já pensar no futuro leitorzinho... Não conhecia o livro, mas como você fiquei interessada pelo título, e a capa é demais também. Sem dúvida nenhuma iria pegá-lo nas mãos se estivesse em uma livraria. Além disso gostei da premissa da história. Eu viajo longe nesse tipo de narrativa.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Sua resenha está bem completinha, amei!
    Eu amo a capa desse livro! Mas infanto-juvenil eu não leio! Dada raras circunstancias! A falta de tempo me restringe!
    Pensei a mesma coisa que você quando fiquei gravida! rsrs Tenho alguns livros guardados para o meu (ainda tem 3 anos e não se liga nisso!).

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  19. Oi Taty, eu li o livro recentemente e gostei muito, fico feliz em ver que ele lhe agradou, também achei que é uma história bem sensível e com um bom mistério. O personagem me encantou com sua sensibilidade. É um livro que sempre irei recomendar!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo