31/05/2015

[ DICA DE FILME ] Sniper Americano

Olá Pessoinhas!
Em primeiro lugar gostaria de dizer que não faço ideia de como fazer para falar desse filme. Não costumo assistir filmes de guerra, mas como no meu livro tem como um plano de fundo esse tema, eu comecei a assistir um ou dois filmes para tentar entender esse tema.
Meu marido ama filme de guerra, ele assistiu primeiro e depois disse que eu tinha que assistir e eu resolvi fazer a vontade dele, rs. E acreditem, só estou indicando esse filme aqui porque vale a pena vocês assistirem.
Assisti o filme quarta-feira, 27. Mas vamos deixar de papo e vamos ao que interessa.

Sniper Americano é baseado em uma história real e foi inspirado na biografia (o livro foi publicado pela intrínseca) do atirador considerado uma lenda na marinha dos Estados Unidos, Chris Kyle. Esse homem, conseguia atirar em alvos mega distantes, matou mais de 150 pessoas durante as quatro vezes que esteve na guerra do Iraque.

Ele era um Cawboy, morava no Texa, mas sua vida mudou quando viu um noticiário na televisão onde falavam de um bombardeio à embaixada norte americana em 1998 e então Kyle resolve se alistar na marinha. 
Mais ou menos nessa época Kyle conhece Sienna em um bar, ele começam um relacionamento e logo resolvem se casar, ela engravida em seguida, mas antes da criança nascer Kyle é mandado para o Iraque.

A primeira pessoa que Kyle mata na guerra é a parte mais chocante e dolorosa do filme, eu até poderia colocar aqui, não seria spoiler, pois esse fato não tem ligação alguma com o restante do filme, mas acho que será melhor vocês mesmo conferir. Só sei que fiquei horrorizada e senti o desespero dele.
Depois disso e mais algumas mortes, Kyle fica conhecido como uma lenda, o homem que mais matou na guerra. 

Kyle volta para casa perto do nascimento do primeiro filho, acho que essa também é uma parte chocante e cheia de drama, pois o Kyle antes e depois da guerra são duas pessoas completamente diferente e isso vai abalando seu casamento.
Ele começa a ficar digamos que perturbado. Tem uma cena que ele está parado em frente a tv desligada, mas ele está escutando tiros e barulhos de bombas explodindo como se ele ainda estivesse na guerra. 

A penúltima vez que Kyle decide voltar para a guerra é impressionante, porque não havia necessidade dele voltar, ele poderia ficar com sua esposa, seu filho e com sua nova filha, mas não... Dava para sentir a necessidade interna que ele sentia de ir e poder fazer alguma coisa por seu país. 
Em uma cena em casa ele fica agoniado e diz que tudo ali parece normal, que "as pessoas estão vivendo suas vidas normalmente enquanto naquele mesmo instante haviam vários soldados morrendo pela segurança de cada cidadão e ninguém ali se importava." Essa cena realmente marcou minha vida, e eu fiquei refletindo horas cada palavra que Kyle disse.
A esposa dele implora tanto para ele não ir, e qualquer um consegue perceber que seu casamento terá um fim ali mesmo. Senti uma mistura de sentimentos eu conseguia perfeitamente entender ela, e de uma forma também entendia ele.
As cenas da guerra são fortes, muito fortes. Não tenho palavras, tem cenas que eu não conseguia olhar direito e se você for fraco para isso como eu ao assistir o filme vai identificar de que cena estou falando. Tem muita crueldade e heroísmo.
Kyle conversa as vezes com Sienna por telefone, essas cenas foram reconfortantes e emocionantes.

E aquele final? MDS, é claro que não vou contar para vocês, se quiserem saber vão ter que assistir viu? Enfim, eu amei o filme. Os atores foram fantásticos, consegui sentir a dor da Sienna ao ver que está perdendo seu marido para a guerra, ao ver que cada vez que ele volta, o Kyle que ela conheceu se distancia. Consegui sentir o desespero de Kyle por ter que optar por seu amor pela pátria e pela família, seus conflitos interiores. Eles foram perfeitos.

Ponto negativo: Os bebês. Gente!!! O que deu na cabeça do diretor ou seja quem for o responsável, por colocar em cena dois bebezinhos de plástico? Só um cego para não ver que aquelas crianças não passam de bonecas. Tudo foi perfeito até aí... Erraram feio na escolha de bebes de plástico.

Mas o que é isso comparado com o restante do filme não é? Enfim, eu me emocionei muito, e indico para qualquer pessoa que gosta de um bom drama, guerra, romance e biografia.

Outra coisa que eu não poderia esquecer é em como eles foram geniais na escolha do ator para interpretar o verdadeiro Kyle, a semelhança é incrível.
Os verdadeiros Chris Kyle e Sienna

Eu espero que tenha conseguido passar atraves dessas palavras pelo menos 20% do que senti ao assistir esse filme. Espero que tenham gostado também. Se você já assistiu diz nos comentários o que achou e se não assistiu diz o que achou do post.
ASSISTA O TRAILER

Recado: Comente na caixa de comentário mais próxima do post =)
Um ótimo final de semana para todos

16 comentários:

  1. Oi Taty, vi o filme e gostei muito, acho que passa uma mensagem bem interessante, pena que o filme peca neste bebe né?! hahahah Eu amo este ator e achei que a atuação dele foi impecável mas contra o Eddie que ganhou o Oscar não teve como né?!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Joi kkkkk Concordo plenamente com você.
      A esse bebê foi a falha deles. Mas o filme é maravilhoso mesmo rsrs.
      Beijos

      Excluir
  2. Quero ver esse filme. Estou tentando achar tempo pra vê-lo desde a época do Óscar. Apesar de não ser muito o meu gênero preferido, gostei do trailer.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    http://encontrosliterarioslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, também não é muito meu gênero, mas valeu a pena ter assistido.
      Obrigada flor.
      beijos

      Excluir
  3. Olá
    achei muito incrível, tem partes nesse filme inacreditáveis mesmo rsrs
    sem falar que esse ator interpreta mais do que excelente
    Bjks
    Passa Lá No Meu Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Taty.

    Confesso que ao olhar seu post já pensei que não iria assistir a esse filme, mas depois pensei melhor e realmente parece que deve ser um excelente filme. Quero saber o final dele e quem foi essa primeira pessoa que ele matou. >.< Adorei a dica.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii que bom que te convenci kkkk
      Espero que goste heim.
      Beijos

      Excluir
  5. Que que é isso Taty! Cada vez mais se superando... Parabéns.
    Ficou de mais esse post. :)

    Bjs! Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. Eu vi esse filme porque fiquei curiosa na época que lançou mas confesso não fez meu estilo.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então não faz meu estilo também, mas eu gostei muito. kkk
      Tomara que minha próxima dica te agrade flor.
      Beijos

      Excluir
  7. Olá Taty, como vai??
    Gente, eu não conhecia o filme, mas fiquei encantada. Não sou muito de assistir filmes de guerras porque acho chato (a não ser que seja sobre a Segunda Guerra Mundial), mas esse chamou bastante a minha atenção. Não é só tiros e mortes, tem uma história e sei que vou chorar. Sim, sou sentimental demais, hahaha
    Obrigada pela dica! Vou ver em breve :D
    Beijos,

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ana.
      Ai que bom que você gostou.
      Também sou chorona kkkk
      Beijos

      Excluir
  8. Hahaha, eu ri na parte dos bebês de plástico, como assim?? Sobre o post, foi muito bem escrito. Adoro ver filmes com o Bradley Cooper, e após ler sua resenha quero ver mais esse (apesar de também não gostar muito de filmes de guerra). A história me interessou bastante, ainda mais por ser baseada em fatos reais.

    http://www.thaisnacidade.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii.
      Aii que bom que vai assistir.
      Também adoro o Cooper.
      E você vai ver como os BBs são falsos kkkk
      bjs

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo