31/12/2016

2 Feliz Ano Novo || #vem2017

Olá amores! 😻

RECADINHO: Esse mês de dezembro teve poucas postagens aqui no blog e quero me desculpar... Sabemos o quanto esse mês é corrido. Mas em janeiro tudo se normaliza.



O ano de 2016 foi simplesmente maravilhoso para mim... Tanto na minha vida pessoal como na de blogueira. Em 2016 tive a oportunidade de gerar uma vida e me tornei mãe de um príncipe lindo que me mostrou um amor inexplicavel, um amor que nem mesmo aqueles dos livros se compara.
No blog coleções Literárias tive a chance de trabalhar com editoras maravilhosas Galera Record, Editora Rocco, Editora Arqueiro, Editora Sextante, Editoras Unica, Gente, primavera, giz, dplacido, chiado etc... Foram sonhos realizados, muitos livros bons lidos, sorteios, novas amizades entre muita coisa boa. Obrigada a todos por acompanhar o CL e que 2017 seja 2x mais maravilindoo
Feliz Ano Novo meus colecionadores 📖

Vem 2017

24/12/2016

8 [ TAG ] Christmas Cracker

Fala sério, gente, essa é a época mais aconchegante do ano. Muita gente de férias, finalzinho de 2016 e finalmente, o natal!!
A Taty e eu vamos responder a Tag Christmas Cracker que foi criada pela Lucy do canal lucythereader e que, felizmente, foi traduzida pelo Filipe do canal The YA Reader.

1. Escolha um livro com uma capa relacionada com o Inverno.



Mari: Definitivamente, o livro Gelo Negro. Tudo bem que o nosso inverno não tem muita relação com neve, mas esse livro apareceu na minha memória quase que automaticamente após eu ler a categoria. Ainda não li, mas ele está na minhas lista de próximas leituras e eu tenho altas expectativas.


2. Escolha um livro que compraria como presente de natal.

Mari: Belleville é um livro lindo, leve e encantador. Creio que todo mundo merece conhecer Anabelle e Lucius porque foi uma história intensamente fofa de acompanhar. 

23/12/2016

16 [ RESENHA ] No Limite da Atração

Livro: No Limite da Atração
Autora: Katie McGarry
Páginas: 364
Editora: Verus Editora
Estrelas: 5/5

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma esquisita cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.
Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente.
No Limite da Atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.


No Limite da Atração era um dos New Adult (NA) que queria ler desde seu lançamento, em 2013. Depois de anos enrolando, deixando de lado, resolvi pegar para ler e eu lhes garanto que surpresa boa isso foi. Porque aqui não encontramos adolescentes padrões, nem uma história padrão.

Noah e Echo tem terríveis acidentes no seu passado. Ela sofre de uma perda de memória de um acidente que lhe ocorreu com a mãe, deixando-a com diversas cicatrizes no seu braço e que a fez ser a esquisita e a fofoca da escola. Ele perdeu os pais em um incêndio, fazendo com que caísse no sistema de adoção e passasse por vários lares adotivos, tornando-o uma pessoa rebelde. Duas pessoas que queriam que a normalidade voltasse para suas vidas, porém a vida as vezes faz escolha diferentes.


"Não importava. Não eram eles que ficavam deitados na cama à noite tentando descobrir o que tinha acontecido. Não eram eles que acordavam gritando. Não eram eles que se perguntavam se estavam enlouquecendo. Não eram eles que se sentiam desesperados." 


Nossa, como eu me encantei com esse livro e a história que é tratada. Não temos aqui, uma mero romance de dois adolescentes com passados ruins, mas dois adolescentes que querem suas vidas de volta e aprendem que viver não é ter aquilo que quer de volta.

20/12/2016

12 [ LANÇAMENTOS ] Galera Record - Dezembro



A Chave de Bronze #3 - Holly Black e Cassandra Clare
Call, Tamara e Aaron deveriam estar preocupados com coisas normais na vida de jovens aprendizes de mago. Ao invés disso, depois da assustadora morte de um de seus colegas de classe, eles devem rastrear um terrível assassino... e arriscar suas próprias vidas no processo. O trio terá que usar toda sua força e magia para combater o mal que está escondido no Magisterium. Mas, dessa vez, o Caos irá revidar.



ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM: NEWT SCAMANDER - Rick Barba
Saiba tudo sobre Newt Scamander e o incrível filme inspirado no mundo mágico de J.K. Rowling e Animais Fantásticos e Onde Habitam. Espie a maleta encantada de Newt Scamander, encontre criaturas maravilhosas, percorra as ruas da Nova York dos anos 1920 e conheça os fascinantes amigos de Newt! Esse scrapbook encantado levará os leitores por uma aventura interativa através de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Repleto de artefatos destacáveis, como jornais mágicos, pôsteres e outros achados incríveis para todas as idades!

19/12/2016

12 [ RESENHA ] Uma Chance Para Recomeçar


Título: Uma Chance Para Recomeçar
Autora: Diana Scarpine
Editora: Pandorga
Páginas: 425
Estrelas: 3,5/5

Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma de suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e, desesperadamente, desejando aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos são necessários vencer para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?


Uma leitura completa e devastadoramente intensa.

Ao receber o livro da autora Diana Scarpine, não me aguentei e folheei algumas passagens só para matar a minha curiosidade, a partir daí descobri gostar desse livro por antecipação.

Carina é uma mulher super atarefada e responsável, além disso, ela é herdeira da empresa da família, logo, não para um segundo para cuidar de si mesma. Como consequência de todo o caos que resume sua vida, ela não tem a melhor aparência do mundo e o seu estresse vive no limite, por essa razão, o cotidiano da personagem dá um giro de 360° graus quando ela se depara com o espelho e vê com o rosto paralisado.

Aterrorizada e louca por uma solução, a mulher vai imediatamente em busca de uma fisioterapia com a finalidade de recuperar o movimento do seu rosto. Aproveitando a oportunidade e o conselho de uma senhora da clínica, ela resolve fazer sua inscrição para sessões de massagem terapêutica com o doutor Aurélio.

Eis que surge a personagem chave de toda a história: Aurélio.

Há dez anos atrás, ele e sua família sofreram um acidente de carro que vitimou sua filha e sua esposa. Como consequência, ele ficou cego e, por causa dos impactos que o carro sofreu durante as colisões, acabando, pois, sendo incendiado, 50% do seu corpo ficou com as cicatrizes das queimaduras, lembranças daquele dia.
As marcas da perda não ficaram eternizadas somente na pele desse personagem, mas também no coração e na memória e, infelizmente, ele vive sob os domínios de seus próprios demônios.

"Eu não via o Sol, mas conhecia a intensidade da noite em minha alma, a dor que o vazio da solidão me provocava."

14/12/2016

12 [ RESENHA ] Half Bad


Título: Half Bad
Autor (a): Sally Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 304 
Estrelas: 5/5 ♥
Nathan, filho de uma bruxa da Luz com o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras. O adolescente vive com a avó e os meios-irmãos e é visto como uma aberração por seus pares. O Conselho dos Bruxos da Luz vê nele uma ameaça, que precisa ser domada ou exterminada. Prestes a completar dezessete anos – época em que todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom é finalmente revelado bem, como sua denominação como bruxo da Luz ou das Sombras –, agora Nathan terá que correr contra o tempo para achar o pai, que jamais teve oportunidade de conhecer, e salvar a própria pele.


Olá, leitores!


É um prazer passar aqui pra falar de um livro que eu adorei ler, que é o Half Bad, primeiro livro da trilogia Half Life. Eu comprei este livro em uma das promoções loucas que a Americanas faz, sabe? Mas eu não dava nadinha pra esse livro, eu achava que ia ser apenas mais um livro com uma história não tão original assim. O que me atraiu realmente foi a capa maravilhosa que esse livro tem e não vou mentir, acabei gostando da história logo que comecei a ler.

Half Bad foi escrito pela autora Sally Green, os outros livros da trilogia estão sendo publicados também pela Intrínseca aqui no Brasil. O segundo livro se chama Half Wild e foi publicado em 2015, se não me engano. O terceiro livro já foi lançado lá fora com o título de Half Lost, mas ainda não há uma previsão certinha de quando ele chega aqui no Brasil. Mas sem mais delongas, vamos saber um pouquinho mais dessa história? 

Logo nas primeiras páginas do livro somos apresentados à um mundo onde humanos e bruxos convivem juntos e nesse mundo existem dois tipos de bruxos: os Bruxos da Luz e os Bruxos da Sombra. Os Bruxos da Luz são tidos como os bonzinhos e pacatos da história e os Bruxos da Sombra são os "ruins" e perversos. Nathan, o narrador e personagem principal, é um meio-código. Meio-código é aquela pessoa que é tanto bruxo da luz quanto bruxo da sombra, Nathan herdou isso por causa de seu pai, que é um poderoso bruxo das sombras e o mais perigoso deles, e de sua mãe que foi uma bruxa da luz, mas acabou se matando pela vergonha de ter se envolvido com um bruxo da sombra e ter tido um filho com ele. Por isso, e também por ser o ÚNICO meio-código, Nathan é visto como uma anomalia por todos os Bruxos da Luz. 


É a partir daí que começam todas as contradições na história, apesar de todos os Bruxos da Luz se denominarem os bonzinhos e tudo o mais, eles não conseguem aceitar que Nathan viva no mesmo mundo em que eles vivem. Eles temem que Nathan esteja em contato com o pai e que juntos estejam tramando contra os Bruxos da Luz. Marcus, pai de Nathan, é apresentado como vilão da história porque ele já matou e roubou muitos Bruxos da Luz e ninguém nunca conseguiu o matar ou o prender.

13/12/2016

31 [ RESENHA ] Infinito + Um

Título: Infinito + Um
Autora: Amy Harmon
Editora: Verus

Páginas: 336
Estrelas: 5/5

Quando duas pessoas se tornam aliadas improváveis e foras da lei quase sem querer, como podem vencer todos os desafios?
Bonnie Rae Shelby é uma estrela da música. Ela é rica, linda e incrivelmente famosa. E quer morrer.
Finn Clyde é um zé-ninguém. Ele é sensível, brilhante e absurdamente cínico. E tudo o que ele quer é uma chance na vida.
Estranhas circunstâncias juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro. Tendo o mundo contra eles, esses dois jovens, tão diferentes um do outro, embarcam numa viagem alucinante que não só vai mudar a vida de ambos, como pode até lhes custar a vida.
Infinito + um é uma história sobre fama e fortuna, sobre privilégios e injustiças, sobre encontrar um amigo por trás da máscara de um estranho — e sobre descobrir o amor nos lugares mais inusitados.





Hey leitores!
Não faço ideia por onde ou como começar a falar deste livro para vocês. Este foi possivelmente o livro mais divertido e lindo que li esse ano!

Acredito que pela sinopse dá para ter uma ideia de como é o enredo, então não vou comentar muito para não acabar estragando as coisas, ainda mais pelo fato de que cada página escrita por Amy Harmon é uma experiência única, me peguei até querendo poder esquecer para poder ler de novo. Em vez de tagarelar sobre a trama, quero contar um pouco sobre o casal que sem sombra de dúvida vai fazer vocês se apaixonarem também, ou não.

Bonnie tem aparentemente tudo que uma garota desejaria, fama, dinheiro, beleza e é dona de uma voz magnifica, capaz de tocar até mesmo o coração mais frio, mas ao mesmo tempo ela não tem nada. Bonnie é inteligente de um jeito singular, engraçada sem ser idiota, generosa sem pedir nada em troca e tudo isso e muito mais, porém, ela não superou a morte da irmã gêmea que tinha leucemia, e agora está mais perdida do que nunca, desmoronando, quer morrer enquanto também estar desesperada para viver.

 “— Eu queria cantar pra você — respondi. — Eu precisava te dizer como me sinto. Precisava que você acreditasse em mim. E você ouve melhor quando eu canto.”

E é assim que Finn Clyde conhece Bonnie Rae Shelby, a pop estrela da música country, poucos segundos antes dele impedi-la de saltar de uma ponte. 

07/12/2016

17 [ RESENHA ] Suzy e as Águas -Vivas

Título: Suzy e as águas-vivas
Autora: Ali Benjamin
Páginas: 224
Editora: Verus
Estrelas: 4/5 ♥
Livro: Cortesia da Galera Record
Um dos romances mais autênticos e comoventes dos últimos tempos. Finalista do National Book Award de 2015. Suzy Swanson está quase certa do real motivo da morte de Franny Jackson. Todos dizem que não há como ter certeza, que algumas coisas simplesmente acontecem. Mas Suzy sabe que deve haver uma explicação — uma explicação científica — para que Franny tenha se afogado. Assombrada pela perda de sua ex-melhor amiga — e pelo momento final e terrível entre elas —, Suzy se refugia no mundo silencioso de sua imaginação. Convencida de que a morte de Franny foi causada pela ferroada de uma água-viva, ela cria um plano para provar a verdade, mesmo que isso signifique viajar ao outro lado do mundo... sozinha. Enquanto se prepara, Suzy descobre coisas surpreendentes sobre o universo — e encontra amor e esperança bem mais perto do que ela imaginava. Este romance dolorosamente sensível explora o momento crucial na vida de cada um de nós, quando percebemos pela primeira vez que nem todas as histórias têm final feliz... mas que novas aventuras estão esperando para florescer, às vezes bem à nossa frente.

Suzy e Franny se conheceram ainda bem pequenas e tornaram-se melhores amigas. Elas eram como irmãs, Franny sempre mais na dela, mais calada, tímida e Suzy sempre tinha muito o que falar, seus pais até a aconselharam fazer perguntas as pessoas para que assim ela também aprendesse a ouvir, mas Franny gostava de ouvir Suzy falar.
Tudo começou a mudar quando elas fizeram 12 anos e Franny começou a se comportar de forma diferente, e aos poucos foi fazendo amizades com um grupo de garotas populares, garotas que não se pareciam em nada com Suzy ou com a Franny de antes. As coisas chegaram a um ponto critico, onde Suzy começou sofrer bullying não só por aquelas garotas, mas também por sua ex-melhor amiga Franny.


Durante as férias Suzy recebe uma noticia terrível, Franny tinha morrido afogada, saber daquilo a deixou triste, ainda mais ao saber de tudo depois de 2 dias do ocorrido, mas algo ficou martelando em sua cabeça... Como Franny poderia ter morrido afogada se ela era a melhor nadadora que Suzy conhecia? Isso não era possível. 
Suzy simplesmente não conseguia aceitar que o afogamento foi o motivo que tirou a vida de sua amiga, então durante uma visita a um local de exposição de águas-vivas ela encontra a resposta de sua pergunta. Essa era a única explicação, Franny foi morta por uma água-viva e uma água-viva irukandji e Suzy queria apenas provar isso para todos.

05/12/2016

40 [RESENHA] Cilada Para Um Marquês



Título: Cilada Para Um Marquês - Série Escândalos e Canalhas

Autora: Sarah MacLean
Páginas: 320
Editora: Gutenberg
Estrelas: 5/5
“De todas as bobagens incríveis que ele já tinha visto as mulheres fazendo ao longo de sua vida, aquela era, sem dúvida, a pior.”
Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.
Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.
No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.
O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?

Primeiramente, um fato sobre Sarah MacLean: essa mulher nunca decepciona!
Com uma escrita irreverente e personagens apaixonantemente divertidos ela conseguiu me conquistar mais uma vez.

Cilada Para Um Marquês é o primeiro livro da série Escândalos e Canalha. Aqui nós conhecemos Sophie Talbot, a “Irmã Perigosa” mais nova da família. Sophie sempre odiou a aristocracia, sempre repulsou a maneira como sua família era tratada pela sociedade, afinal, seu pai enriqueceu graças à profissão de carvoeiro e nenhum nobre aceita que toda a fortuna se deu com muito esforço e trabalho e não com uma jogada de sorte. Por essa razão e, principalmente, por não ter comportamentos típicos da aristocracia daquela época, Sophie e suas irmãs são chamadas de Cinderelas Borralheiras.

Sarah MacLean tem o verdadeiro dom de nos cativar nas primeiras linhas de suas obras, em Cilada Para Um Marquês não foi diferente. Ela transformou uma trama que, aparentemente, tinha muitos indícios de se tornar um clichê – mocinha em busca de liberdade encontra libertino com um passado perturbador, ele descobre que a ama e se livra de seus demônios subitamente – numa história completamente original e surpreendente. Aliás, o livro já começa de forma bombástica e, a cada início de capítulo é uma surpresa diferente. (Logo, logo eu revelo parte do motivo)


Nossa protagonista é, também, a mais reservada da família; aquela que todos apostam que ficará para titia, muito diferente das irmãs que simplesmente adoram serem os centros das atenções, mas a festa sobre a China, que, na verdade, deveria ser sobre o Japão da Condessa de Liverpool foi o estopim para que os limites da mocinha sumissem. Ao ver seu cunhado traindo sua irmã atrás da mansão Liverpool, Sophie perde totalmente o controle e provoca o que viria a ser sua ruína: ela o empurra e ele cai num tanque de água cheio de peixes. Como se não bastasse isso, todos os convidados da festa presenciam a cena deplorável.

04/12/2016

2 [ RESENHA ] Segredos de Um Pecador

Título: Segredos de Um Pecador
Autora: Madeline Hunter
Páginas: 240
Editora: Arqueiro
Estrelas: 5/5
Leona Montgomery foi criada na China. Com pai inglês e mãe portuguesa, aprendeu desde cedo a se adaptar aos costumes de outras terras e adquiriu uma cultura e uma sofisticação incomuns às mulheres de seu tempo. Por isso, quando o pai, já viúvo, morreu, deixando os dois filhos em uma situação financeira difícil, Leona assumiu os cuidados do irmão caçula e os negócios da família. Trabalhando pela recuperação da Montgomery & Tavares, ela viajou por diversos países, negociou com homens rudes e enfrentou piratas. Recém-chegada a Londres, agora espera fechar parcerias comerciais e dar sequência a uma investigação que o pai não pôde concluir. Mas estar em Londres significa algo mais.   Sete anos atrás, Edmund, um naturalista inglês, deixou Macau à noite, depois de um beijo de despedida que Leona nunca esqueceu, e retornou à Inglaterra. O que Leona não poderia imaginar era que Edmund na verdade é Christian Rothwell, o marquês de Easterbrook, um homem poderoso envolto em mistérios e que talvez se beneficiasse com o fim das investigações de seu pai. Dividida entre o dever e a tentação, é na cama do marquês que ela fará suas maiores descobertas.


Segredos de um Pecador nos traz a história do irmão mais velho dos Rothwells, Christian, que é o marquês Easterbrook considerado meio louco e excêntrico pela sociedade. Sua personalidade diferente é explicada por ter herdado da mãe um dom que faça com que se isole o máximo possível de outras pessoas pois esses sentimentos exacerbados são ampliados por multidões. Porém, tudo muda quando Leona Montgomery vai parar em Londres. Os dois tem um passado de paixão que deixou marcas e mentiras. Será capaz de os dois perdoarem-se e fazer esse amor florescer?

Diferentemente dos livros anteriores, Madeline Hunter nos traz um pouco mais de excentricidade e conectividade dos personagens. Leona é uma mulher de personalidade forte, diferente do que se é esperado pois ela não é totalmente inglesa e foi criada na China. Vinda de outros costumes, de outros lugares, foi um impacto e tanto seu modo de agir na sociedade Londrina. E isso foi um ponto muito positivo durante todo o decorrer das páginas, afinal ela veio com um propósito e mesmo se deparando com situações onde poderia não querer mais descobrir o autor da morte do seu pai, ela vai encarar a situação mesmo assim. 


Paralelamente temos o Christian, que já conhecíamos pelas suas passagens em outros livros e que já sabíamos do seu grande coração. Aqui veremos mais especificamente seu lado protetor com aqueles que ama e principalmente as explicações de situações um pouco estranha que ele vive. Todos os Rothwells tem um lado excêntrico por causa da família, mas acho que o do marquês possa ser considerado o pior. E só por isso você já fica torcendo para o casal dar certo, afinal de alguma forma Leona diminui isso.

02/12/2016

11 [ RESENHA ] Lúcida

Título: Lúcida
Autora: Ron Bass & Adrienne Soltz
Páginas: 363
Editora: Cortesia da Galera Record
Estrelas: 3/5 ♥
Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?"


Duas mentes que estão passando por uma confusão de sonhos e medos, as personagens Maggie e Sloane tem vidas separadas, mas toda a noite quando dormem elas sonham com a vida da outra, ou seja, a Maggie sonha com tudo o que a Sloane viveu no dia anterior e Sloane sonha com tudo o que aconteceu com a Maggie.

Como isso pode acontecer? Será que isso tudo é real ou alguma delas pode ter criado uma realidade diferente que a ajude a superar certas dificuldades? O que elas passam é tão real que nós entendemos que de fato se trata de duas pessoas com personalidades opostas sonhando com a vida da outra, por mágica ou bruxaria ou algum poder? Háhá, as hipóteses são muitas, mas o que se passa com essas duas é algo bem mais complicado do que a razão.


Maggie é atriz e está em uma fase crítica de início de carreira tentando encontrar um papel de sucesso, faz sucessivos testes, mas não consegue engrenar em nenhum. Ela vive preocupada com sua irmã mais nova Jade que na cabeça de Maggie vive doente e pode estar correndo risco de vida. Convive também com sua mãe Nicole, que é uma empresária muito ocupada que dedica pouco tempos as filhas, mas que tenta a sua maneira, trazer boas energias para os testes que a filha faz. 
Ela perdeu o pai e sente muita falta dele em sua vida, por essa e outras razões, meio que se sente responsável pela educação e cuidado de Jade. Acaba se apaixonando por um jovem que conhece em dos seus passeios para relaxar, e este garoto vai ajudá-la e muito nessa fase crítica que viverá. Para lidar com seus sentimentos ela frequenta sua psiquiatra Emma toda semana e tenta aliviar seus medos com relação ao que esses sonhos podem representar tanto no seu presente quando no seu futuro breve, as consequências podem ser péssimas a curto prazo, mas ainda piores a longo.

01/12/2016

35 [ RESENHA ] Entre o Sol e a Lua

Título:  Entre o Sol e a Lua
Autora: Ana Ferrarezi
Páginas: 516
Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)
Estrelas: 4.2/5
Livro: Cortesia da autora.

Joana cresceu em uma cidade no interior de São Paulo e, para dar um novo rumo à sua tumultuada vida, aceita um emprego em uma multinacional no Rio de Janeiro. Enquanto ela enfrenta os desafios desta nova fase, Cauã – entidade do Sol – a reencontra e a reconhece como o amor milenar dele. Joana não tem conhecimento de que é a personificação de uma importante entidade milenar, representada pela Lua, tampouco tem ideia de que agora faz parte de uma perigosa batalha entre entidades indígenas e de que irá se deparar com inimigos inimagináveis. Surge entre eles uma paixão sem limites. No entanto, Cauã precisará unir forças para proteger a sua amada. E quebrar o encantamento que o impede de estar ao lado dela. Afinal, se o Sol precisa de Cauã para existir, ele precisa de Joana para viver. Num enredo intrigante e mágico, Entre o Sol e a Lua dá vida a personagens míticos e à encantadoras lendas, parte do folclore brasileiro ainda pouco explorado: a mitologia tupi-guarani.


É um livro bem diferente do que estamos acostumados a ler. E isso é no sentido bom. Com misturas de romance, fantasia e folclore brasileiro, Entre O Sol e a Lua veio para desmitificar que cultura brasileira é ruim. Leia esse livro e descubra como nosso país é rico em mitologia.

Esse primeiro volume da série Esmeralda, nos traz a história de Jaci e Guaraci. Jaci e Guaraci são respectivamente a Lua e o Sol, duas entidades que se amavam e resolveram se materializar em humanos para concretizar e pode viver esse amor. Porém acontecimentos passados fizeram eles se separar, fazendo com que quando Jaci retornasse em corpo humano não lembrasse nada do seu passado e nada do seu Guaraci. Atualmente Guaraci com nome de Cauã está esperando há 500 anos o retorno da sua amada e está despedaçado. Joana, que detém Jaci no seu meio, não desconfia nada disso quando é contratada para trabalhar na empresa do seu futuro amado. O que eles não esperavam é que para ficarem juntos, teriam vários percalços.



Quando iniciei o enredo tive o completo medo de não saber lidar com essa lado da nossa cultura que eu não conhecia. Porém a autora, já ganhando um ponto positivo, nos começa mostrando um conto que está presente no prólogo sobre Guaraci e Jaci para nos situarmos no que seremos apresentados e não por satisfeito, temos um glossário e termos próprios que nos ajuda e muito durante a leitura.

30/11/2016

17 [ RESENHA ] As Mil Noites

Título: As Mil Noites
Autora: E. K. Johnston
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Estrelas: 4/5

Sinopse: Clássico da literatura universal, as histórias de As mil e uma noites estão no imaginário de todos — do Oriente ao Ocidente. É impossível que alguém nunca tenha ouvido falar sobre Ali Babá e seus quarenta ladrões, ou sobre Aladim e o gênio da lâmpada. Ou sobre Sherazade, a mulher sagaz e inteligente que se casou com um homem cruel, e, por mil e uma noites, driblou a morte narrando contos de amor e ódio, medo e paixão, capazes de dobrar até mesmo um rei. Em As mil noites, a história se repete, mas com algumas diferença. Quando Lo-Melkhiin chega àquela aldeia — após ter matado trezentas noivas —, a garota sabe que o rei desejará desposar a menina mais bela: sua irmã. Desesperada para salvar a irmã da morte certa, ela faz de tudo para ser levada para o palácio em seu lugar. A corte de Lo-Melkhiin é um local perigoso e cheio de beleza: intricadas estátuas com olhos assombrados habitam os jardins e fios da mais fina seda são usados para tecer vestidos elegantes. Mas a morte está à espreita, e ela olha para tudo como se fosse a última vez. Porém, uma estranha magia parece fluir entre a garota e o rei, e noite após noite Lo-Melkhiin vai até seu quarto para ouvir suas histórias; e dia após dia, ela continua viva. Encontrando poder nas histórias que conta todas as noites, suas palavras parecem ganhar vida própria. Coisas pequenas, a princípio: um vestido de seu lar, uma visão de sua irmã. Logo, ela sonha com uma magia muito mais terrível, poderosa o suficiente para salvar um rei.





Após ler A Fúria e a Aurora este ano, fiquei à procura de livros que tivessem o mesmo cenário árabe e todo aquele clima de romance, que nos conquista do começo ao fim. Eis que a Editora Intrínseca resolve nos presentear com As Mil Noites,  que além de ter uma capa lindamente atrativa, também possui um enredo repleto de mistérios, escrito com uma fluidez maravilhosa e que arrebatou o comeu coração.

Nesta obra somos a apresentados ao cenário de um reino, que vive assolado por um rei Lo – Melkhiin, que de tempos em tempos, escolhe uma noiva, somente para matá-la no dia seguinte. A protagonista dessa história, vive em uma das aldeias deste reinado e ama imensamente a sua irmã, que é uma jovem linda e se destaca. E é exatamente por esse motivo, que a jovem teme que ela seja a próxima escolha do rei, já que seu povoado será o próximo a perder uma menina.

"Quando os anciões da aldeia viram o brilho das armaduras de bronze em meio à nuvem de areia e ouviram o galopar acelerado dos cavalos sob o sol, quando o vento balançou a trança de minha irmã e soltou alguns fi os, como se também temesse perdê-la, eu já tinha um plano."

Ao ver que o rei não tardará a chegar, a jovem coloca seu plano em ação. Enquanto todas as garotas tentam se tornar invisíveis perante o monarca, ela se arruma com exuberância, destacando sua beleza perante todas as garotas da aldeia. O plano dá certo e Lo – Melkhiin acaba escolhendo-a para ser sua noiva. Sabendo o que o destino lhe aguarda, tudo que ela espera é conseguir ao menos mais um dia de vida, pois esta jovem é uma excelente contadora de histórias.


29/11/2016

48 [ SORTEIO DE NATAL ] Novembro, 9

Agueeeenta coração!!!!
O blog Coleções Literárias está sorteando um dos livros mais desejados pelos leitores loucos por livros BONS e loucos por Colleen Hoover, pode chorar de emoção hehhehehe. Esse livro maravilhoso já foi resenhado aqui no blog, para ler é só clicar aqui ► RESENHA NOVEMBRO,9



Quero antes de tudo agradecer à editora Galera Record por estar disponibilizando esse exemplar para ser sorteado. Vocês são maravilhosos ♥ 

Agora vamos ao sorteio.

Para participar é muuuuito simples, se liga nas regras.

REGRAS: 
Para participar é mega fácil, só tem duas entradas obrigatórias, que são as primeiras e o restante é extra (o que significa que você vai ter mais chances de ganhar!)

28/11/2016

33 [ RESENHA ] Meu Erro

Título: Meu Erro (Série Segredos #1)
Autora: Cinthia Freire
Páginas: 380
Editora: publicação independente
Estrelas: 5/5
Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais. Todos tem os seus fantasmas.
Carol tem os seus e há algum tempo eles parecem estar adormecidos. Gabriel desistiu de tentar frear os seus fantasmas há muito tempo e decidiu o caminho mais fácil, vivendo uma vida sem regras e limites. Eles estão na mesma estrada, mesmo que estejam em sentidos opostos. Enquanto ela tenta fugir da escuridão, ele só quer se perder ainda mais. Uma história emocionante sobre até onde somos capazes de ir para salvar aqueles que amamos e sobre acreditar que todos tem uma segunda chance. Mesmo que para o resto do mundo isso pareça um erro.

Olá, pessoal! Hoje trouxe a resenha de Meu Erro, livro que se encaixa no gênero new-adult, escrito pela autora Cinthia Freire. Neste livro, nós vamos conhecer a história de Carol e Gabriel, dois jovens que sofrem muito, mas que conseguem encontrar a cura de todos os seus problemas um no outro. 


"Errar é humano. Essa é uma das verdades absolutas da vida."

Tudo começa quando descobrimos que Gabriel é uma pessoa que não tem limites na vida, ele sempre faz tudo de forma desregrada, ao extremo, sem se importar com o que vai acontecer, mas tudo isso na ânsia de algo que o faça esquecer de todas as coisas ruins que passa. Ele é rebelde e viciado em drogas, sua vida se resume a álcool e festas. Já Carol é completamente o oposto de Gabriel, ela é uma jovem estudante que, finalmente, conseguiu um pouco de liberdade, mas que também tem problemas, luta pra superar todos eles e, ao mesmo tempo, tenta ter uma vida normal. 

É tentando viver uma vida normal com sua amiga Verônica, que Carol conhece Gabriel. Eles dois sentem que são diferentes e sentem uma forte ligação, Carol sente que ele é cheio de erros, mas percebe que Gabriel é muito mais que esses erros, que no fundo ele só também luta contra seus fantasmas. Gabriel também sente que Carol é uma garota diferente das outras, ele percebe que ela não é como as outras garotas com as quais ele costuma se relacionar e isso levanta o interesse dele.  


"Eu estava perdido, vagando na escuridão, um corpo sem alma, escravizado pela dor, seguindo adiante sem saber ao certo onde estava indo."



Só que tudo vira de cabeça para baixo quando Carol conhece Gabriel, porque ele é cheio de problemas, ele não sabe controlar a agressividade e os vícios, então ela tem que ajudá-lo, ela tem que fazer esforços pra ajudá-lo a superar esses problemas e fazer ele perceber que precisa de ajuda. Carol não só ajuda Gabriel, como também recebe ajuda dele, assim eles dois acabam trocando uma carga de sentimentos, pois se tornam o porto seguro um do outro. 

27/11/2016

0 [ PARA REFLETIR ] Sem mais delongas, saudade



Ei você que foi embora,

Onde ficam suas lembranças, os arquivos de sua memória, o baú encantado para o mundo onde eu possa viver como parte da sua vida, mais uma vez ou duas?
Onde encontro o lado meu que não sabia o que era perder e nunca mais encontrar?

Há tantas dúvidas, tanta brutalidade no vazio, tanto que eu gostaria de compartilhar, no entanto veja só você, estou atrasada. Tenho que imaginar que de algum lugar está observando meus acertos e erros, minha saudosa saudade a dizer: ei eu já esperava que você fosse embora, mas estou tão acostumada a errar que esse acerto ainda não me cai bem.
Sabe que às vezes fico descontrolada, desestabilizada? Sinto muito por isso.

24/11/2016

20 [ RESENHA ] Depois Daquela Montanha

Título: Depois Daquela Montanha
Autor: Charles Martin
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Estrelas: 5/5 ♥
Livro: Cortesia da editora Arqueiro
O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

Hey leitores!
Tudo bem? ... Comigo não muito. Eu fui esmagada e destroçada por este livro, mas sabe de uma coisa louca? Eu amei cada instante, cada palavra e cada emoção. Depois Daquela Montanha é um livro impressionante, lindo numa medida tão profunda que surpreende e encanta. 


Ben Payne é médico ortopedista que está voltando de uma conferência. No aeroporto, ele conhece Ashley Knox, uma mulher inteligente e dotada de um excepcional senso de humor. Ela é colunista e escreve para uma revista feminina, e está tentando chegar a tempo da própria cerimônia de casamento, enquanto Ben quer voltar logo para sua amada esposa, Rachel. 

Com os voos cancelados, Ben consegue fretar um avião pequeno com esperança de passar à frente da tempestade, e como sabe que Ashley também quer muito chegar em casa a convida para ir junto. 

Mas as coisas se complicam durante o voo quando o piloto sofre um ataque cardíaco e perde o controle do avião, conseguindo ainda heroicamente de alguma forma pousá-lo sem matar seus dois únicos passageiros. 

“Em seguida, ouvi estalido alto, Ashley gritou, o cachorro latiu e foi lançado para fora da aeronave. A neve salpicou meu rosto, seguida pelo som de galhos de árvore quebrando e pelo barulho do impacto.”

22/11/2016

27 [ RESENHA ] O Primeiro dia do Resto da Nossa Vida + SORTEIO


Título: O primeiro dia do resto da nossa vida 
Autora: Kate Eberlen
Páginas: 432
Editora: Arqueiro.
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da editora Arqueiro. 
Tess e Gus foram feitos um para o outro. Só que eles não se encontraram ainda. E pode ser que nunca se encontrem... Tess sonha em ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controle da família e descobrir sozinho o que realmente quer ser. Por um dia, nas férias, os caminhos desses dois jovens de 18 anos se cruzam antes que os dois retornem para casa e vejam que a vida nem sempre acontece como o planejado. Ao longo dos dezesseis anos seguintes, traçando rumos diferentes, cada um vai descobrir os prazeres da juventude, enfrentar problemas familiares e encarar as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo indica que é impossível que um dia eles se conheçam de verdade... ou será que não? O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida narra duas trajetórias que se entrelaçam sem de fato se tocarem, fazendo o leitor se divertir, se emocionar e torcer o tempo todo por um encontro que pode nunca acontecer.

Olá, leitor! Hoje eu trouxe a resenha de um livro super fofo, O primeiro dia do resto da nossa vida tem uma história incrível que vai te cativar logo nas primeiras páginas. 

"Na cozinha lá de casa havia um prato pintado à mão que minha mãe tinha comprado durante umas férias em Tenerife. Ele continha os dizeres: Hoje é o primeiro dia do resto da sua vida."

Tess e Gus são dois jovens de personalidades semelhantes, que não se encontram, mas enfrentam seus problemas, vivem normalmente. Tess e Gus viajam durante as férias para a Itália. Tess para visitar uma amiga, sonhando com um futuro na universidade em que foi aceita e Gus para lidar com a perda do irmão e também com o fato de os pais desejarem que ele faça um curso que não quer. Ambos são personagens que não são perfeitos, vivem e lidam com os mesmos problemas que todos nós lidamos. 


Durante a narrativa, podemos perceber o fato de os dois jovens serem tão feitos um para o outro e nunca terem se encontrado. Em algumas ocasiões durante a história, nunca sabemos o que está por vir, eles se encontram e se desencontram e  isso causa uma certa angústia e ansiedade em quem lê, afinal, você começa até a torcer para que os dois se conheçam e fiquem juntos. O nosso pobre coração de leitor sofre, porque a autora não pretende revelar tudo assim, logo nas primeiras páginas do livro. 
© Coleções Literárias ♥ 2018 - Todos os direitos reservados ♥ imagem-logo