23/12/2016

[ RESENHA ] No Limite da Atração

Livro: No Limite da Atração
Autora: Katie McGarry
Páginas: 364
Editora: Verus Editora
Estrelas: 5/5

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma esquisita cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.
Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente.
No Limite da Atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.


No Limite da Atração era um dos New Adult (NA) que queria ler desde seu lançamento, em 2013. Depois de anos enrolando, deixando de lado, resolvi pegar para ler e eu lhes garanto que surpresa boa isso foi. Porque aqui não encontramos adolescentes padrões, nem uma história padrão.

Noah e Echo tem terríveis acidentes no seu passado. Ela sofre de uma perda de memória de um acidente que lhe ocorreu com a mãe, deixando-a com diversas cicatrizes no seu braço e que a fez ser a esquisita e a fofoca da escola. Ele perdeu os pais em um incêndio, fazendo com que caísse no sistema de adoção e passasse por vários lares adotivos, tornando-o uma pessoa rebelde. Duas pessoas que queriam que a normalidade voltasse para suas vidas, porém a vida as vezes faz escolha diferentes.


"Não importava. Não eram eles que ficavam deitados na cama à noite tentando descobrir o que tinha acontecido. Não eram eles que acordavam gritando. Não eram eles que se perguntavam se estavam enlouquecendo. Não eram eles que se sentiam desesperados." 


Nossa, como eu me encantei com esse livro e a história que é tratada. Não temos aqui, uma mero romance de dois adolescentes com passados ruins, mas dois adolescentes que querem suas vidas de volta e aprendem que viver não é ter aquilo que quer de volta.


Noah é um personagem bem rebelde que beira a ser um bad boy. Como eu disse, beira. A medida que você conhece mais a trama dele, conhece o que move as atitudes dele, essa rotulação cai por terra. Quando descobrimos mais sobre os seus irmãos, que também são um ponto fundamental de tudo que pode ocorrer, sobre o que causou o incêndio e sobre seu medo de amar, passamos a ter uma conexão com o protagonista, querendo e torcendo para seu final feliz.

Já a Echo, ela começa no extremo oposto. Também podendo ser rotulada de rica e mimada, temos uma versão completamente diferente exposta. Mais quieta, na dela, com grandes perdas nas costas e esse acidente que modificou tudo, vemos uma menina querendo apenas ser normal. E o seu normal é querer voltar ao passado. Quando vemos os dois mundo, dela e dele se chocarem, vemos que a normalidade não será o que eles almejam.

E a partir disso entramos de coração no romance, que pode ou não dar certo, junto com os resultados que isso pode implicar. A cada novo relapso de memória, a cada nova descoberta de segredos, vemos um muro caindo nos dois e principalmente o quanto isso pode afastar um do outro.


"— Porque crescer significa escolhas difíceis, e fazer a coisa certa nem sempre significa fazer o que faz a gente se sentir bem." 

E acho que isso foi uma das escolhas mais acertadas da autora. Não querer que cada um cure no outro seus males e sim cada um se cure sozinho, aprenda a amadurecer, crescer e pensar antes de entrar de cabeça em um relacionamento fez tudo ter um outro olhar. Vemos muito de que precisamos sim de amigos, pessoas que nos deem a mão e consiga nos erguer, porém somente nós temos a chave para alguns problemas que passamos.

É um enredo narrado com pontos de vista alternados entre os protagonistas, em primeira pessoa, com uma diagramação linda e diferenciada para cada. Verus sempre ganha ponto com isso. A capa retrata bem as características em destaque dos dois, e a escrita da Katie te encanta e faz as páginas fluírem. Esse é o primeiro de uma série que pode ser lido fora de ordem e independentemente, onde cada um fala sobre um casal.


Uma grande lição que tiro aqui é que apesar de vários New Adults estarem em alta, terem uma "fórmula" parecida, No Limite da Atração se encaixa fora disso. E o que me surpreende mais é que é de 2012, ou seja, quando nem se imaginava o estouro que esse gênero seria. Se você gosta, corre para ler porque você não vai se arrepender. 

16 comentários:

  1. Olá! Ainda não li o livro da Katie. Optei por outros YA. Mas é bom saber que é uma série interessante, pode se tornar uma opção para o futuro! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Olha leia a Katie porque você não vai se arrepender! Sim, ela é uma ótima opção para o futuro <3
      Beijos

      Excluir
  2. Oiii Ana, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou tanto meu interesse por isso irei pular a dica, mas parabéns pela sua resenha que ficou linda Ana e as fotos encantadoras.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo sim! Ah tudo bem então, Obrigada <3

      Excluir
  3. Oi Ana! ^^
    Já escutei falar muito desse livro e já o encontrei a venda, apesar de gostar muito do gênero New Adult, nunca havia parado para saber mais sobre No Limite da Atração. Agora que conferi sua resenha fiquei muito empolgada para conhecer esses dois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Ah que bom então, espero que você leia <3
      Beijos!

      Excluir
  4. oie que bacana ver que você gostou desse livro. Gostei da premissa principalmente por não trazer apenas adolescentes comuns e sim pessoas que já conhecem as nuances da vida. Gostei também de saber que eles procuram a cura em si mesmos e não um no outro, isso é um ponto que sempre me incomoda nos livros atuais. Vai para a listinha de futuras leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim são adolescentes bem diferentes do esteriótipo que encontramos no mercado. Sim acho que a questão da cura é o ponto principal. Que bom então que será uma futura leitura <3
      Beijos

      Excluir
  5. Eu já li outro livro dessa autora, No Limite do Perigo, e gostei bastante da escrita dela, que é super simples. Além disso, concordo com o que você citou, ela foge de "fórmulas" e, ainda assim, consegue criar enredos totalmente envolventes. Já topei com esse livro várias vezes, mas a minha cota de New Adults já foi batida por enquanto. De qualquer forma, ele será uma das minhas apostas para 2017. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba, já estamos em 2017, já pode adicionar hahahaa <3 Ainda não li No Limite do Perigo mas espero mudar em breve porque gostei da escrita da autora. Obrigada!
      Beijos

      Excluir
  6. OOi!
    Esse livro parece ser ótimooo! Apaixonada por NA que sou, já anoto a dica. Apesar de amar os clichês do gênero, é sempre bom esses mais "fora do padrão".
    Com certeza pretendo lê-lo.
    Parabéns pela resenha!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba que bom então <3 Leia mesmo! Obrigada e beijos <3

      Excluir
  7. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Estou com esse livro na minha estante me esperando faz tempo e agora você vem com essa resenha e me deixa com vontade de passá-lo na frente de todos os outros livros. Eu acho lindo quando duas pessoas encontram a cura um no outro. Mas, por outro lado, é muito importante a cura individual, para que não se crie dependência emocional e que a pessoa se torne forte para conseguir enfrentar problemas no futuro. Já estou apaixonada pelos dois e torcendo por um final de amadurecimento. Sua resenha ficou ótima, não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem sim! Ah que bom que isso te animou. Todos os pontos citados é o que me fez mais amar essa história <3
      Beijos

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?
    Gosto da forma como os personagens mostram seu amadurecimento durante este enredo, me encantei por esse livro, pois de acordo com suas impressões é o tipo de leitura que gosto de acompanhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo sim. Ah que legal que se encaixa no seu tipo de leitura <3 Leia mesmo porque não vai se arrepender <3
      Beijos

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo