29/09/2016

[ RESENHA ] A Irmã da Sombra

Título: A Irmã da Sombra #3
Autora: Lucinda Riley
Páginas: 500
Editora: Arqueiro
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da Editora Arqueiro
Em A irmã da sombra, terceiro volume da série As Sete Irmãs, duas jovens igualmente determinadas, porém de séculos distintos, conectam-se por meio de diários que retratam uma vida intensa de superação, amor e perdão.
Estrela D’Aplièse está numa encruzilhada após a repentina morte do pai, o misterioso bilionário Pa Salt. Antes de morrer, ele deixou a cada uma das seis filhas adotivas uma pista sobre suas origens, porém a jovem hesita em abrir mão da segurança da sua vida atual.
Enigmática e introspectiva, ela sempre se apoiou na irmã Ceci, seguindo-a aonde quer que fosse. Agora as duas se estabelecem em Londres, mas, para Estrela, a nova residência não oferece o contato com a natureza nem a tranquilidade da casa de sua infância. Insatisfeita, ela acaba cedendo à curiosidade e decide ir atrás da pista sobre seu nascimento.
Nessa busca, uma livraria de obras raras se torna a porta de entrada para o mundo da literatura e sua conexão com Flora MacNichol, uma jovem inglesa que, cem anos antes, morou na bucólica região de Lake District e teve como grande inspiração a escritora Beatrix Potter. Cada vez mais encantada com a história de Flora, Estrela se identifica com aquela jornada de autoconhecimento e, pela primeira vez, está disposta a sair da sombra da irmã superprotetora e descobrir o amor.

Da série: livros impossíveis de não amar, kkk. 

Como vocês já devem ter percebido eu sofro de um caso de amores grave e intratável com relação a essa autora, juro que não existe um livro ruim que ela escreva, se apoiando sempre em um contexto histórico associado ao moderno, vamos nos aventurando em romances extremamente apaixonantes do início ao fim, de século em século.

Com certeza a autora Lucinda Riley sabe mexer com nossos pobres coraçõezinhos leitores e, novamente, ela trouxe uma experiência de leitura fantástica em "A Irmã da Sombra", que conta a história de Estrela a terceira filha adotiva de Pa Salt enquanto ao mesmo tempo discorre sobre a vida de Flora, uma jovem que viveu em 1900 e tem uma correlação indireta com a vida no presente.

"A Irmã da Sombra" é o terceiro livro da Série "As Sete Irmãs", lançado recentemente no Brasil. E eu já liberei a resenha do primeiro livro chamado "As Sete Irmãs", então se você está se sentindo meio por fora dessa realidade, clique aqui e fique por dentro da contextualização dessas irmãs. Estou devendo a resenha de "A Irmã da Tempestade", mas prometo liberar em breve. ^^

Já falei muito, vamos partir para o abraço agora! =D


"Muitas vezes, a coragem silenciosa, a gentileza e a força interior passam desapercebidas. Ela não transformou o mundo, mas tocou as vidas de quem estava à sua volta e as mudou para melhor. E, ao fazer isso, encontrou a si mesma." (Nota da Autora)

Astérope é o nome real da protagonista, mas todos a chamam carinhosamente de Estrela, aí você está pensando: "- Nossa, que nome esquisito!" hahaha. Esse nome foi dado a ela por seu pai adotivo Pa Salt que batizou suas filhas com nomes que fazem referência a constelação Plêiade. 


Estrela vive à sombra de sua irmã Cecília, as duas têm personalidades bem opostas, só que em meio as dificuldades completam uma a outra, mas a verdade é que não há como tudo se manter da mesma forma eternamente e esse "grude" que são as duas uma hora teria que mudar. O fato é que a mudança começa justamente na irmã mais calada, reservada e introspectiva, algo que ninguém da família esperava, especialmente Ceci.

"Durante meus anos nesta Terra, aprendi que nada pode permanecer igual para sempre... Ter essa esperança, é claro, é o maior erro que nós, seres humanos, cometemos. As mudanças vêm, quer nós a desejemos ou não, e de inúmeras formas diferentes. Aceitar isso é fundamental para alcançar a alegria de viver neste magnífico planeta."

Após a morte de Pa Salt e de acordo com desejo unilateral de Ceci, as duas vão morar em Londres em um apartamento enorme, só que assim que chegam lá Estrela se sente desconectada, não enxerga aquele ambiente como seu lar e, movida pela necessidade de sentir bem, embarca na investigação sobre seu passado de acordo com as coordenadas que seu pai adotivo deixou a ela e as demais filhas depois de seu falecimento.

Para ela investigar sua história é um ato de grande magnitude, pois terá que lançar mão da socialização - algo, que está pouquíssimo familiarizada, já que Ceci é meio que sua porta-voz - e, ao meu ver, é nessa sua atitude mais pró-ativa que ela começará a mudar sua vida.

Pa Salt deixa para ela uma carta e um pulseira com um pingente de um animal preto representando uma pantera, além disso diz que ela deve procurar uma livraria bem minimalista e diferente localizada em Londres, porque segundo ele lá encontrará com certa dificuldade fatos sobre seu passado.

Nessa livraria fará amizade com um excêntrico homem chamado Orlando, um britânico tradicional que respira livros 24h ao dia e vive da venda de obras excepcionais e raras. Meio perdida com relação ao seu futuro, Estrela começa a trabalhar para ele como sua assistente e entre conversas diárias acaba se infiltrando vagarosamente na vida familiar dele, além, é claro, de saber um pouco mais sobre uma mulher chamada Flora MacNichol, que pode vir a ter relação com sua família biológica.

Assim ela vai descobrindo um pouco sobre a Flora em seus diários que estão na livraria e iniciamos nossas descobertas juntamente com ela. Alternando presente e passado, ou seja, visão de Estrela e Flora, vamos compreendendo o quanto o passado pode influenciar o presente/futuro.

Flora é uma garota simples que vive com sua família - que inclui sua mãe Rose, seu pai Alistair e sua irmã mais nova Aurélia -, são considerados no vilarejo os ex-ricos digamos assim, porque as condições financeiras deles estão bem longe de serem boas para a sociedade da época.

Basicamente teremos um triângulo amoroso que irá desunir uma família, Aurélia é apresentada na sociedade londrina e se apaixonará por Archie Vaughn, todavia esse jovem já terá entregado seu coração a ninguém mais ninguém menos que Flora, logo as duas irmãs amam o mesmo homem. 


Com medo de magoar a sua amada irmã, Flora opta por obrigar que Archie se case com Aurélia. Ela se muda para Londres onde será também apresentada com atraso a sociedade e ficará por um tempo sobre os cuidados da Sra. Alice Keppel, que é a melhor amiga e amante do rei Bertie. Esse rei parece nutrir um grande apreço pela jovem senhorita Flora e lhe dará de presente uma jóia com um pingente de pantera.

"- Esse homem é mesmo um enigma - sussurrou ela para Pantera, cuja cabecinha repousava no travesseiro ao seu lado. - E eu me odeio por começar a gostar dele."

Quando o caos se instala novamente na vida de Flora ela se vê obrigada a viver reclusa, somente na companhia de seus amados animais e seu gato Pantera, além de esporádicas visitas a sua grande amiga e inspiradora Beatrix Potter (famosa autora inglesa de livros infantis).

A vida dá muitas reviravoltas ao longo dos anos e o amadurecimento, o perdão e o amor sempre andarão juntos.

Todo esse passado de Flora, que após alguns anos viverá na companhia de seu filho Teddy e sobrinha Louise, terão uma ligação importante com os motivos de Estrela ter sido adotada quando ainda bebê. Só que eu não posso falar quais as razões pra tudo isso, mas afirmo que a descoberta é excelente quando estamos lendo a obra e todas as surpresas são fantásticas.

Enquanto Estrela descobre seu passado o presente estará o tempo inteiro batendo à sua porta, porque sua proximidade com Orlando a puxará para um novo destino que poderá a vir a ser seu futuro. Para ajudar seu patrão e a família dele, passará alguns dias na companhia de Rory, Mouse e Margareth na High Weald, mansão essa extremamente necessitada de reformas da família Vaughn.

Rory é um menino com habilidades artísticas maravilhosas e que apesar da sua limitação física é muito esperto e feliz, Estrela se conectará com ele rapidamente e não conseguirá se imaginar longe da vida no campo perto dele e todo o aconchego rústico que proporciona, em muitos aspectos ela lembra Flora tanto na personalidade quanto no estilo simples de vida.

Suas idas a High Weald permitirão momentos importantes de reflexão sobre seu passado e farão ruir as barrerias do seu coração que sempre esteve fechado para o amor.

Nunca é fácil resenhar um livro da Série "As Sete Irmãs" por conta do risco constante de spoiler, já que cada página é um tiro de conhecimento crucial para o desfecho do romance. Mas deixo o máximo de informação possível sem causar turbulências quando vocês lerem a obra.

Nesse livro é possível sentir que o romance ficou levemente mais focado no passado, confesso que ficava sempre curiosa durante a leitura para saber um pouco mais sobre Flora. Mas Estrela ao longo do livro vai ganhando seu espaço, sua voz (no sentido abstrato e literal) e vamos nos apaixonando pela personagem e tudo o que ela é.

Minha avaliação sem sombra de dúvida é: 5 estrelas, ao infinito e além! hahaha.

Espero que tenham curtido essa resenha, comentem muito e compartilhem. ^^

Nos vemos em breve.

Bjinhos.
Att,
Paty Argachof.

15 comentários:

  1. Confesso que ainda não li nada da autora, mas estou vendo o sucesso que ela está fazendo, gostei bastante da sua resenha e das suas fotos, são lindas. Parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu não gosto muito de livro que contam histórias de amor, mas simpatizei com essa série espcialmente por causa dessa mescla de passado e presente, e todos dizem que a autora se preocupa e pesquisa bem para compor o passado e isso me deixou bem animada

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Eu estou lendo essa série e adorando cada um dos livros. Esse volume ainda não consegui ler, mas será uma das minhas próximas leituras. Espero ggostar desse livro também.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Ainda não li nada da autora mas adoro a premissa dessa série e tenho muita vontade de a ler principalmente por conta dessa mistura de passado e presente causada pela busca das origens das protagonistas. A única coisa que me desanima é o tamanho da série, mas ainda assim darei uma chance.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie, estou para ler esse livro e que bom saber que você gostou. Adorei saber que temos uma livraria como cenário, isso com certeza dará uma charme a mais para a obra. E também adorei saber que a estrela vai adquirindo sua voz.

    ResponderExcluir
  6. OPlá
    eu tenho muita curiosidade em ler algo da autora por sempre ver resenhas como essa sobre os livros dela e os enredos são sempre muito legais, quem sabe uma hora eu leia e espero gostar tanto quanto você

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da autora, então não li os primeiros volumes da série, mas tem um motivo, eu ando com preguiça de ler livros com mais de 400 páginas, eu não ligava, na verdade adorava, mas toda vez que eu pego um acabo enrolando a leitura, ao contrário de livros com menos páginas que normalmente me enchem de animo. Acho que é porque eu me coloco metas a bater diariamente na leitura e com livros maiores acaba parecendo que não ta indo a lugar nenhum, não sei.. só sei que quando vi a quantidade de paginas dos livros, gemi e desisti. Quem sabe um dia eu crie coragem e leia, não me falta curiosidade, mas a preguiça tem abundado bem mais que ela ultimamente... kkkk

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Oi linda,

    Eu tenho três livros da autora aqui, mas nunca criei vergonha na cara para ler algum deses haha.
    Todo mundo me diz que a Lucinda escreve bem e as histórias são emocionantes e cativante e em janeiro lerei essa série, porque estou fazendo TCC e sem tempo para ler mais nada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi! Eu tinha uma ideia bem diferente sobre os livros dessa série. Realmente parece bastante interessante, mas ando com uma ressaca literária tão tensa que livros grandes tem me assustado kkk (e olha que eu era a maior devoradora :P)... espero que seja apenas uma fase.

    Obrigada pela dica. bjs - Papierllon

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Confesso que tenho uma certa preguiça de ler os livros dessa autora, tenho A casa das orquídeas aqui na estante e mesmo tendo gostado (até onde li), acabei abandonando a leitura, não me lembro o porquê agora. Enfim, tenho bastante curiosidade em ler algo dela, mas não por agora, quem sabe mais pra frente né.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Meninaaa, confesso que não tinha vontade de ler esse livro, mas depois dessa resena maravilhosa.... Já quero ler também! haha
    Já vou procurar sobre o primeiro livro aqui. Espero ter a oportunidade de lê-lo.

    beijoos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, acho que temos sentimentos totalmente oposto sobre a autora, eu realmente não consigo ler nenhum livro dela, e até já tentei várias vezes com livros diferentes mas siimplesmente não flui, mas eu fico muito feliz que você tenha gostado tanto da história ,pois você fez uma ótima resenha e realmente passou pra gente o quanto adorou o livro, bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi, Paty, tudo bem?
    Nossa, faz tanto tempo que não leio nada da Lucinda!
    Estou louca para ler essa série e sua resenha me deixou com ainda mais vontade. Sem contar que as capas estão lindas, né?!
    Tenho certeza que é impossível não amar mesmo. Se essa série seguir o padrão da autora, deve mesclar muito passado e presente e eu A-D-O-R-O isso! haha

    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  14. Sabe que eu morria de vontade de ler algo da Lucinda, aí comecei por A garota italiana e acabei me decepcionando um pouco? Mas já me disseram que os outros são melhores, então tenho vontade de ler essa série mesmo assim, mesmo porque tenho o primeiro livro. Que bom que achou a leitura desse fantástica, espero um dia me apaixonar pela escrita da autora como você.

    ResponderExcluir
  15. Hello! Tudo bem?
    Desde que a autora veio ao Brasil na Bienal eu fiquei com mta vontade de ler os livros dela.
    Essa trilogia achei mto interessante, e agora sabendo mais do livro 3 eu achei bem legal mesmo.
    Sem contar essas capas lindas, que bom que a arqueiro pegou pra lançar.
    Vou ler com certeza.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo