27/06/2016

[ RESENHA ] Artífices da Vontade

Título: Artífices da Vontade
Autora: Igor Feijó
Páginas: 272
Editora: Drago Editorial
Estrelas: 4/5
Livro: Cedido em parceria pelo autor.

Uma temida data marca a chegada de uma força desconhecida que lança sua presença nefasta sobre o mundo. Essa força é chamada de Sombra. A magia está morrendo e o mundo está desacreditado. Seres de fantasia estão aos poucos sendo esquecidos pelo povo. Órgãos secretos são criados pelos governos para proteção... A única chance parece estar nas mãos dos libertos - pessoas capazes de moldar a realidade - em devolver o espírito à humanidade e no meio disso ainda encontrar forças para lutar contra escuridão impedindo que tudo se torne vazio. Mas e se encontrarmos escuridão dentro de nós? Quantos irão querer enxerga-la a ponto de combatê-la?

Hey leitores!
Tudo bem?
Hoje eu trouxe a resenha do livro Artífices da Vontade, do nosso autor parceiro Igor Feijó!

O livro nos leva a conhecer primeiramente Marco, um autor que está passando por um terrível bloqueio de criatividade, logo após ter sido contratado por uma mulher misteriosa para escrever um projeto.


Mas tudo muda certo dia, quando ele nota que escreveu, mesmo sem se lembrar, uma série de palavras numa língua diferente, semelhante a símbolos.
“Eram formulas matemáticas, símbolos antigos e aquela língua que se mostrou enigmática no começo de tudo, mas que agora era tão transparente como água.”

Logo ele se vê perseguido por pessoas que nunca viu, lhe impulsionando a pedir ajuda ao seu amigo mais antigo, Rafael, um cara carismático que de acordo com Marco entende dessas “coisas malucas”. Este por sua vez acaba lhe contando verdades imagináveis juntamente com Janine, sua mentora.


“Talvez fosse melhor não acordar desta vez. O mundo que conhecia não era bom e, agora que conhecia parte dela, estava ficando cada vez pior. Queria descansar de verdade, queria poder viver, e não sobreviver.”

Rafael é um Liberto e Marco acaba de se tornar um após ter sido acessado psiquicamente por sua contratante misteriosa. Confuso, eu sei, mas garanto que o autor explica tudo bem melhor no livro.

“[...] no começo, parece que tudo aquilo que você conhece não está do jeito que deveria ser, mas, no fundo, você sente algo pulsar, e isso te diz que não é assim, que você pode alcançar um entendimento, não que a resposta virá, mas busca por ela será o seu norte.”  –Rafael.

Ao longo da obra conhecemos vários outros personagens, como Victoriya, uma capitã que trabalha para Caster Von Rosen, um homem calculista responsável pela equipe Zero da Rede, que tem por missão interceptar jovens libertos que estão manifestando seus feitos de forma imprudente. A Rede é uma organização comandada pelos Arquitetos, que querem controlar as mentes humanas, deixando-as desacreditar no sobrenatural; ela caça e às vezes destrói seres fantásticos. Os integrantes dessa coordenação são muitas vezes composta por Libertos, que foram convertidos e chamados desde então Esclarecidos, preferindo tratar a magia como ciência.


A data 12-12-12 chegou e muito acreditaram que a raça humana se extinguiria da Terra, mas o que não sabíamos era que naquele dia o mundo mudaria, mas não fisicamente. Uma antiga força foi libertada de novo, conhecida como Sombra. Os libertos têm como papel ajudar quem precisa de ajuda e lutar para sobreviver (pois são constantemente perseguidores por seres de outros planos) enquanto lutam para devolver o espirito da magia à humanidade, e claro, deter o avanço da Sombra para o plano étero, onde os humanos vivem.

“[...] Mas quando uma responsabilidade aparece, não podemos simplesmente virar as costas. A roda do mundo continua a girar, independente de quem segure em suas laterais.”

Marco busca ajuda e encontra outros três libertos que tiveram suas obras interceptadas. Michael é um magico, Ivan, um escultor e Elisa, uma pintora, e todos entregaram suas obras para contratantes misteriosos, menos Marco. Os emissários precisam de quatro obras de quatro libertos para realizar um determinado ritual para invocar algo ou alguém, possivelmente Lords (seres nascidos na Sombra que comandam pequenos reinos abissais).

“—Das quatro artes, um ser superior agirá. Da escultura formará seu corpo. Da pintura se formará sua imagem. Da escrita formará sua história. E da mágica se formará tua essência.”

Enfim leitores, esse é um livro com um início confuso e apressado, mas que melhora ao longo das páginas. Os personagens são diversificados e construídos, entre tantos gostei mais da Elisa, que representou bem o papel de uma mulher forte e determinada, e a escrita do Igor Feijó é fácil e fluída, capaz de nos envolver principalmente nas “cenas” de luta e perdas.

“Marco agradeceu e viu o quanto Elisa podia ser forte. Sua maneira de agir, de falar e até de se impor, tudo nela parecia gerar poder de uma forma elegante.”

O final me surpreendeu bastante, pois juro que não esperava “aquilo”. A narrativa é feita na terceira pessoa, nos dando uma visão privilegiada dos pensamentos de vários personagens, incluindo os vilões. A capa e a gráfica do livro são incríveis! As ilustrações internas são fantásticas, amei os símbolos que antecedem os capítulos, desenhados pelo próprio autor! Aguardo pelos próximos livros dessa série de fantasia fantástica.

Artífices da Vontade é um livro que recomendo principalmente para os jovens leitores, e para os que apreciam uma dose generosa de aventuras sobrenaturais, fantasia e ação.




17 comentários:

  1. Oiii MAarcela, tudo bem?
    Fiquei completamente apaixonada por esse livro, é um tema que sempre quando possível gosto de ler! Fiquei bem curiosa diante daquela datinha que tu citou.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marcela! Adoro essa temática... histórias que envolvem o sobrenatural sempre me despertam curiosidade! Não conhecia esse livro, mas vou anotar a dica!!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Marcela, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas gostei de conhecer. Ele parece bem interessante :)
    E essa coisa da data de 12-12-12, eu achei bem interessante. Sempre fico pensando se o mundo não acabou mesmo, não da forma como imaginávamos, mas nem tudo acontece perante os nossos olhos :3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gislaine! Realmente essa data nos deixa super curiosos, e garanto que no livro ela gira em torno de eventos surpreendentes!

      Excluir
  4. Olá Marcela,

    Esse livro parece ser incrível, se antes eu já estava curiosa para ler agora fiquei mais tentada ainda com a sua resenha. Gostei de saber que o final é satisfatório e surpreendedor, fico muito feliz que você tenha gostado tanto da obra.

    Grande Abraço
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Caramba, parece ser um livro bacana. Eu realmente gosto de ler obras com esse ar de mistério. Acredito que a simbologia pode influenciar muito também...
    Não conhecia o exemplar, tampouco o autor, mas, agora, irei me aprofundar para ver se adiciono o exemplar na minha lista de desejados!
    Sucesso para você!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  6. Que livro legal!
    Não sabia da existência desta obra. Com toda certeza anotarei a dica!
    Que data intrigante. Gostei das frases do livro que ressaltou. Dá pra ter uma ideia da leitura agradável que deve ser.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia o livro mas confesso que a capa e o título chamaram minha atenção. A premissa é até interessante mas achei tudo meio confuso... Acho que é muita informação diferente huahua Mas apesar disso, gosto muito de aventuras sobrenaturais e fantasia, e acredito que a obra merece uma chance sim.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. eu até curto aventuras com toque de sobrenatural e ação, mas o começo confuso tirou minha vontade de conhecer a obra... confesso nunca ter ouvido falar do livro ou autor antes...
    bjs, flor ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria, te entendo quanto a confusão no começo, mas prometo que logo nos achamos na história. E quanto a não ter conhecido o autor antes, acho que seja porque o livro foi lançado esse ano, é recente kkk
      Beijos!

      Excluir
  10. Olá!

    De fato esse começo se pareceu bem confuso para mim. Mas parece ser um bom livro que eu leria, mas acho que desanimaroa de início e só depois minha leitura fluiria melhor quando eu começasse a entender melhor a história toda. Adorei sua resenha e as fotos que postou!


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pamella!
      E obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha!
      Beijos!

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?

    Confesso que achei o livro meio confuso, não sei se leria. Eu gosto bastante de fantasia, talvez, seja algo positivo. Tem algo de obscuro na trama que fisga bastante, mas não é bem o meu tipo. Não sou muito fã de narrativas em terceira pessoa, sempre parece que não me sinto na história :( Mas, pela sua resenha, parece um livro muito bom. A capa me lembrou a marca-negra HUEHUE.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá Marcela, adorei sua resenha. Não conhecia o livro e fiquei bastante curiosa com o enredo que você apresentou, parece ser uma ótima leitura.

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Olá Marcela, além de ter uma ótima resenha, me interessei muito no assunto por ser sobrenatural <3

    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo