22/04/2016

[ RESENHA ] O Céu É Logo Ali

Título: O Céu É Logo Ali
Autora: Lilian Farias
Editora: Divas
Páginas: 115
Estrelas: 4/5

Livro: Cedido pela autora
O Céu É Logo Ali representa a liberdade que são as borboletas e os pássaros. Dolores e Clarice são mulheres que buscam tal liberdade. Dolores é uma mulher de muitas experiências; de vida simples e sem amigos. O único amigo que possui é esquizofrênico e a trata com muito carinho. Clarice é cheia de mimos e sempre teve de tudo, mas o que as liga são suas tribulações de sentimentos e busca por liberdade. Dolores fica encantada com o mais simples dos gestos, um pingo de chuva sobre a pele faz dela a pessoa mais feliz e livre do mundo. Já Clarice tem a vida dos sonhos, porém o destino pode destruí-lo com rapidez. O livro da Lilian é profundo e tocante. Ele nos mostra que devemos aproveitar o momento porque tudo pode acabar em um piscar de olhos.

Olá, caros leitores!

Essa resenha foi um pouco difícil de escrever, pois confesso que ainda estou um tanto impactada pela história. De início, essa capa me transmitiu a ideia de que esta seria uma história leve, mas eu estava um pouco enganada, pois a história me trouxe alguns conflitos psicológicos das personagens principais, algo pelo qual eu não esperava em tão grande proporção, mas que fez com que a leitura se tornasse muito mais interessante para mim.

Este livro conta a história de duas mulheres, que vivem vidas completamente separadas. Uma delas é Dolores, uma moça de beleza comum, que está acostumada a viver uma vida mediana trabalhando em um restaurante, sem ligar para a própria aparência ou para a forma como lida socialmente com as pessoas. O único amigo de Dolores é um homem esquizofrênico que frequenta o restaurante diariamente.


Num ambiente completamente diferente, temos a segunda protagonista da história: Clarice. A vida de Clarice sempre foi perfeita. É uma moça muito bonita; a mais inteligente da sala em todas as escolas nas quais estudou e até mesmo na faculdade; seus pais a amam mais do que tudo e ela também tem um namorado a quem ama muito, assim como ele também a ama.

No entanto, dois acontecimentos marcantes fazem com que a vida das duas jovens comece a mudar. Não posso dizer o que acontece, pois seria um spoiler, mas a partir deste momento, as duas começam uma busca por libertarem-se da forma de vida que as aprisionava. Ambas começam a buscar uma libertação daquilo que as impede de serem felizes, porém as formas de “se libertarem” são bem diferentes para uma e para a outra.

“Lá estava ela, mais uma vez com olhar de tempestade, tomada na face por lágrimas, seu coração era um turbilhão, mas ainda assim sabia que a vida lhe era gloriosa!”. (pág. 15)


O livro me agradou do começo ao fim, mas antes de começar a elogiar as coisas que me chamaram atenção na história, também preciso comentar os pequenos pontos negativos que encontrei na obra. Na realidade, foi apenas a revisão que achei que poderia ter sido mais cuidadosa. Encontrei alguns erros, principalmente de concordância e pontuação, mas isso não tirou o mérito da história de forma alguma.

Linguagem                                                                              
A Lilian tem uma narrativa incrivelmente poética. Achei uma linguagem bem diferente do que eu estava acostumada, pois o objetivo dela não é ser descritiva e nem dinâmica. É bastante perceptível que o objetivo da autora está na beleza do texto, por isso ela usa palavras bonitas, metáforas e comparações para definir os sentimentos das personagens, que são tratados com muita ênfase no livro.

“São as marcas das nossas ancestrais. Não dá para correr do que somos se desejamos viver. Dolores dançou a dança da vida.” (pág. 40)  

Borboletas e pássaros
Uma das coisas que vive sendo mostrada ao longo da história é a comparação das personagens principais com esses animais. Dolores é sempre comparada com a borboleta, alguém que está prestes a passar por uma metamorfose que a fará ser diferente do que era antes. Já Clarice, por sua vez, constantemente é comparada com um pássaro, que está prestes a lançar voo para ganhar a liberdade. Ambas as comparações fazem total sentido com o contexto das duas personagens e isso me impressionou muito.


Romance
Apesar da capa do livro passar uma leve ideia de romance na história, este não é um livro com foco no romance. O foco maior seria a busca pela liberdade enfrentada pelas duas personagens. No entanto, há dois romances fortemente representados ao longo da história e, apesar de eu não gostar muito de romances em literatura, um deles realmente me conquistou.

“Cada pingo constrói um espetáculo mágico e gracioso no meio da tempestade, cada um deles é uma revolta dançante que alegra os corações humanos”. (pág. 58)

Este romance ao qual me refiro é o de Dolores com um rapaz viajante que chega à cidade na qual ela vive. O relacionamento dos dois é uma mistura de espera e mistério, pois apesar de Dolores querer muito se envolver com ele, ela hesita em fazer isso. De início, isso parece que é devido a uma insegurança que a personagem tem com relação a ele e a si própria.


Outro romance que está bem visível ao longo da história é o de Clarice com seu namorado. Este relacionamento não me chamou tanto a atenção, mas acredito que muitos irão gostar de ler sobre ele, pois os dois fazem bem o tipo “casal apaixonado”. É um casal no qual o amor está claro, muito diferente do relacionamento de Dolores, no qual o leitor não tem certeza se ela está apaixonada pelo viajante ou se ele está apaixonado por ela até que chegue o fim da história. Acho que acabei gostando muito do casal justamente por causa do mistério!

Personagens
Houve uma grande preocupação da autora ao construir os personagens, pois deu para perceber que ela conseguiu aproximar o leitor até mesmo de personagens coadjuvantes, como a mãe e o pai da Clarice, por exemplo. Temos uma visão ampla de todos os personagens mencionados pela autora, mesmo que o foco esteja em Dolores e Clarice. O pai da Clarice é realmente uma figura admirável, que passamos a amar ao longo da história. O rapaz viajante que Dolores conhece, cujo nome é sempre um mistério para o leitor, também é extremamente cativante. No entanto, acho que minha personagem favorita na história acabou sendo a Dolores, pois o tempo todo ela se mostra uma mulher em constante evolução, superando seus receios e se entregando às sensações da vida.

Surpresas
Certamente não irei contar o final do livro, mas o que tenho a dizer é que ele é surpreendente. O tempo todo o leitor fica aguardando que determinada coisa aconteça na vida de Clarice e determinada coisa aconteça na vida de Dolores. Tenho certeza de que os leitores serão capazes de supor o destino de uma delas, mas o da outra, foi completamente um susto para mim. E valeu muito a pena!


Enfim, esse livro está mais do que recomendado. Se alguém aí já leu, eu adoraria saber o que achou também! :D 

16 comentários:

  1. Olá, adorei a capa desse livro, que coisa mais fofa. O enredo também é interessante, pelo menos foi o que sua resenha me passou, já estou com vontade de ler também!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raquel!
      A capa é realmente muito fofa! Acabei não comentando muito sobre ela na resenha, mas ela é pequenininha, tanto horizontal quanto verticalmente. O enredo me parecia bem simples, mas é interessante porque o foco maior está nos sentimentos dos personagens. Que bom que isso te despertou o interesse pela leitura. Espero que possa tê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  2. Oi ^^

    Já tive a oportunidade de ler outra obra da autora e realmente a escrita dela é incrível, fora do comum. Ela consegue encantar com suas palavras, até mesmo quando se trata de um assunto mais sério.

    Ainda não li esta obra, mas fiquei bem curiosa. Assim como você eu tinha a imagem de se tratar de algo mais leve, mas pelo visto a capa engana um pouco hahaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra!
      Com certeza a linguagem é impressionante! Me encantou muito!Esse é o único livro que li da autora, mas tenho vontade de ainda ler outros futuramente. Para você que já conhece o estilo literário dela, tenho certeza que este livro não irá decepcionar. Espero que possa lê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  3. Eu fiquei realmente interessada na historia, confesso que li a sinopse também achei que seria leve, porém sua resenha mostrou que tem muito mais e que pode se correr risco de amar a leitura e gostaria mesmo de conhecer a historia.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Viviana!
      Pois é, tanto a capa quanto a sinopse me deram a ideia de que seria uma leitura leve também, mas a surpresa que tive com um enredo um pouco mais sério me agradou bastante. Espero que você também goste. Beijos! ^-^

      Excluir
  4. Oi. Obrigada pela bela resenha e divulgação. Me alegra saber que tenha apreciado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lilian!
      Fico muito feliz em ver sua presença aqui no blog! Meus parabéns pelo livro! Realmente gostei muito e te desejo sucesso com os próximos. Beijos! ^-^

      Excluir
  5. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem?
    Que máximo, você leu o livro da Lilian!!! Achei a capa linda e super delicada. Gostei do titulo também. Em relação ao enredo, o que mais me atraiu foi justamente a libertação dos personagens, o crescimento deles e pelo visto a intensidade dos mesmos. Gostei da forma poética que usou também. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila! Tudo bem, e você? <3
      Confie em mim, se você gostou da resenha, você vai amar tudo nesse livro. Beijos! ^-^

      Excluir
  6. Oi Jéssica, tudo bem?
    Eu tenho a antiga edição desse livro, mas ainda não pude ler. Que bom que gostou e que a Lilian tem essa narrativa poética, pois adoro muito isso.
    Uma pena quanto a questão da revisão, mas espero que nas próximas isso possa ser corrigido. Enfim, sua resenha me animou a pegar o livro aqui na estante e ler. Obrigada!

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica! Tudo bem, e você?
      Já tive a chance de ver a antiga edição deste livro, achei bonita também, mas não saberia dizer o que mudou de uma edição para a outra na questão de conteúdo. A narrativa também me agradou muito, principalmente pela questão da beleza. Também fiquei triste com a revisão, mas apesar disso, foi possível aproveitar bem a história. Que bom que gostou da resenha e espero que goste do livro também. Beijos! ^-^

      Excluir
  7. Olá!

    Não conhecia esse livro e fiquei encantada com a sua resenha. Adoro livros mais fortes e que tragam enredos relacionados ao psicológico.

    Irei pesquisar mais sobre o livro, pois já quero ler!!

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamila!
      Fico feliz em saber que gostou da resenha e que ela tenha servido para te apresentar o livro. Se você gosta de enredos mais densos, tenho certeza que você vai gostar bastante do livro. A autora trabalhou muito bem com essa parte psicológica nas protagonistas. Espero que possa lê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  8. Olá, essa é a segunda resenha que leio super positiva do livro e apesar dele não ser bem o meu estilo de leitura estou começando a ficar curiosa para lê-lo *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  9. oi, tudo bem?
    adorei a resenha, e passou bem a ideia do livro e como ele te impactou. Realmente, a capa sugere algo leve, fofinho, e é legal ver a profundidade da obra. E não ligo de não ter foco no romance, desde que a história seja bem construída, como parece ser o caso.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo