17/02/2016

[ RESENHA ] Diário de Busca

Título: Diário de Busca
Autor: W-Souza
Editora: Chiado Editora
Páginas: 338
Estrelas: 4/5

Livro: Cedido pelos autores

O incansável explorador dá de ombros e não se deixa abater, tentando demonstrar maturidade e controle. Eval tinha razão, muito ainda estava por vir, aquilo era só o começo. Aprendeu com sua mãe a ser persistente, a lutar pelo que acredita, e pensou: É como dizia um velho ditado – Para o obstinado, o tropeço é apenas um empurrão para seguir em frente. Agradeceu, despediu-se, pegou a mochila, e virando a aba do boné para trás, gesto que fazia quando estava indignado, partiu, sorrindo apenas para a secretária. Jamais desistiria, não era o perfil dos Di Carlli. Dali foi direto para a biblioteca preparar o material para uma próxima possível expedição.


Olá, caros leitores!

Antes de mais nada, é preciso dizer que este é um daqueles livros surpreendentes. A capa me chamou bastante a atenção por sua beleza, mas infelizmente preciso dizer que ela não é condizente com conteúdo do livro. No entanto, por incrível que pareça, isso acaba sendo muito bom, pois a história presente nele é muito mais interessante do que esta capa.


Este é um livro em que é preciso dizer: “Não julgue o livro pela capa”. Mas também é um daqueles em que se diz: “Não julgue o livro pela sinopse”. Após ler a história, percebi o quão vaga foi essa sinopse, que inclusive é um trecho presente no livro. O que quero dizer é que, apesar da sinopse ter sido bastante verdadeira, nela só é mencionada uma parte do livro, com a qual não é possível ter real noção do que se trata a história como um todo.

Diário de Busca conta a história de Leopoldo, um garoto que descobre seu interesse por arqueologia e precisa lidar com as dificuldades impostas pela mãe, que não aprova esta carreira e sempre desejou que ele se tornasse padre. A história de Leopoldo e suas descobertas arqueológicas é o guia que conduz o livro até mais ou menos a metade. O tempo passa, o garoto cresce, vivencia aventuras, descobre coisas incríveis em suas pesquisas e forma uma família.


É a partir deste momento que vemos que a história começa a mudar. Até então, Leopoldo parecia ser o protagonista e esta parecia ser uma história sobre um rapaz que gosta de arqueologia. Mas é aí que está a grande surpresa! Não quero contar muito para não estragar a experiência de quem pretende ler, mas preciso dizer que quem gosta de ficção científica espacial vai adorar esta história. Confesso que nunca tinha lido um livro de ficção científica antes, mas quando esta parte começou a ser narrada no livro, me empolguei a cada segundo.

“A doutora corre o mais rápido que pode na direção da segunda porta, luta contra o tempo, quer que suas pernas sejam mais rápidas, mas está no seu máximo.” (pág. 171)

Antes de ressaltar os pontos fortes deste livro, preciso também comentar algumas coisas que me desagradaram, e que prejudicaram um pouco a classificação de estrelas que atribuí a ele. Encontrei poucos erros ortográficos ao longo da leitura, mas a quantidade de erros de pontuação, vírgulas e falta do uso de travessão para diálogos infelizmente foi uma falha da revisão.

Além disso, senti que Leopoldo foi tratado pelos autores com certa infantilidade demais enquanto era criança. Por exemplo: aos treze anos, ele ainda gostava de dormir ao lado do pai. Isso sem falar dos muitos termos no diminutivo que são usados para se referirem a ele durante a infância. Ainda sobre o Leopoldo, confesso que não achei muito convincente a forma como ele deduziu que a mãe tinha finalmente aprovado a carreira dele. Afinal, para quem via o quanto a mãe dele era radical em suas decisões, a forma como ele deduziu aquilo foi um pouco forçada, na minha opinião.




Este é um livro que apresenta capítulos muito curtos e, apesar de eu achar que os capítulos curtos deixam a história mais dinâmica, às vezes os capítulos são divididos no meio de uma conversa entre dois personagens, o que me fez sentir certa confusão enquanto lia, pois estamos acostumados com uma divisão de capítulos que simbolize pelo menos uma breve passagem de tempo entre um cenário e outro.



E por último entre os pontos negativos, quero ressaltar a existência de uma parte do livro em que aparece uma lista com nomes e idades de determinados personagens. Mais tarde, entretanto, os mesmos personagens são apresentados uns aos outros com idades completamente diferentes das citadas anteriormente, o que faz com que o leitor fique um pouco sem saber qual a verdadeira idade dos personagens.

Entretanto, nada do que eu citei diminui a incrível história contada por W-Souza (pseudônimo usado por Wânio e Wolnéia, autores irmãos que escreveram a obra). Há muitos pontos positivos anotados por mim enquanto lia, mas tentarei colocar aqui os que mais me chamaram a atenção durante a leitura.

Linguagem
Esta deve ser a primeira vez que eu encontro um livro que consegue ter uma narrativa tão descritiva quanto dinâmica. Geralmente os livros que possuem narrativa detalhada acabam sendo mais lentos e os que têm uma narrativa dinâmica costumam ser mais vagos na descrição de cenários. Este livro consegue ser bom em ambas as coisas. E além disso, a narrativa é em terceira pessoa, mas ao invés de acompanhar apenas o que vive o protagonista, o narrador tem liberdade para passear entre os personagens e narrar o que considera importante para cada um deles.

Conexão
A história não deixa brechas e tudo consegue ser conectado de uma forma que justifique cada coisa que acontece. Sabe aquilo que aconteceu e você achou que era totalmente sem importância? Pois é, aquilo vai ter uma importância enorme e você provavelmente vai ficar surpreso quando descobrir. Tudo que foi escrito tem motivos para ter sido escrito.

“O inesperado sai da água, atravessa a areia branca no breu da madrugada e desaparece na densa floresta. Horas depois chega à cidade.” (pag. 7)

Identificação temporal
O tempo passa de forma rápida na história, que se inicia no ano de 1912 e termina muito depois de 2016. De início, achei que a inserção das datas ao longo da narrativa não fosse importante, mas isso acaba sendo legal para identificarmos a evolução tecnológica que houve durante o período.


Estereótipos
Os autores quebraram estereótipos de forma incrível no livro. Leopoldo é um claro exemplo de garoto que, mesmo sendo inteligente e viciado em livros, não segue o estereótipo de menino nerd e antissocial. Muito pelo contrário, mesmo amando os livros, também joga futebol, é engraçado e cheio de amigos. O mesmo foi feito com a personagem Lílian, que quebra estereótipos de gênero e de idade, mostrada como uma mulher bonita, de aproximadamente 40 anos, que consegue ser rude e sensual ao mesmo tempo e ainda ser uma treinadora durona que faz com que todos os demais a tratem com respeito e admiração. Honestamente, os autores merecem uma salva de palmas pela forma como fugiram do clichê nestes aspectos.

“Era verdadeiramente apaixonada por aviação, tanto que chegou a se especializar em mecânica de aeronaves. Trabalhava com simuladores de voo simplesmente por ser a melhor. Seus métodos rígidos formaram excelentes pilotos, os melhores.” (pág. 137)


Personagens
Todos os personagens foram bem construídos, apresentando características próprias que nos fazem conseguir diferenciar bem a personalidade de cada um. Talvez o único que eu tenha achado um pouco genérico tenha sido o Tony. Entre os demais, cito como os meus favoritos o Leopoldo (de quem falei acima), a Lílian (também já mencionei), a Mey (uma médica muito legal e determinada), o Vladimir (também chamado de “Russo” e “Grandão” na história; ele é com certeza meu personagem favorito entre todos, é verdadeiramente um homem admirável que passa por muitas transformações ao longo da história) e o Corb (cuja história de seu passado quase me fez chorar). Acredito que algumas pessoas também vão gostar do clima de briguinhas que acontece entre Jeffrey e Ramona, ou do relacionamento apaixonado de Tony e Juliana, mas se é para falar de romance, eu confesso que achei Mey e Russo o casal perfeito. 

Enfim, espero que tenham gostado de saber mais sobre este livro. Indico a leitura a todos aqueles que querem uma história de aventura que os surpreenda em todos os sentidos. :D 

52 comentários:

  1. Olá, tudo bom?

    A primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa, assim como você. Fiquei triste logo que li que ela não é condizente com o livro, ficando feliz depois por saber que a história é melhor hahaha Além disso, supus uma coisa quando li a sinopse, mas acabei me surpreendendo... Ficção científica? Sério? Por essa eu não esperava hahahaha Apesar dos defeitos apontados, parece ser o tipo de livro que eu gosto!

    Enfim, uma incrível resenha, como sempre! Adorei conhecer esse livro, que nunca tinha ouvido falar antes desse post.

    Obrigada pela dica!

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wellida! Tudo bem, e você?
      A capa é bastante atrativa, realmente também achei incrível quando vi. Aconteceu o mesmo comigo ao ler a sinopse, eu acabei imaginando uma coisa e depois era outra. hahahaha Fico muito feliz que tenha gostado de conhecer o livro e agradeço os elogios à resenha. Espero que você possa lê-lo um dia também. Beijo! ^-^

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Que bom que o livro tenha te conquistado tanto!
    Eu nunca li nenhum livro de Ficção Científica, então sinceramente não sei o que esperar de um livro do gênero.
    Que bom que os pontos positivos tenham sido maiores que os negativos e que a história tenha sido tão boa.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maiara! Tudo bem, e você?
      Realmente, o livro me conquistou bastante. Eu também nunca tinha lido um livro de ficão científica, mas adorei a experiência. Vale a pena às vezes nos comprometermos a ler um gênero diferente dos que estão na nossa zona de conforto. Esse caso, acabou sendo uma poa experiência. Beijos! ^-^

      Excluir
  3. Olá! Essa é a primeira resenha que leio sobre o livro e confesso que não fiquei muito interessada na leitura. Gostei dos pontos que ressaltou e realmente parece uma leitura bem instigante, porém não faz muito meu estilo no momento. Gostei da resenha! :D
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabrielly!
      Que bom que este post serviu como meio de apresentação deste livro para você. É uma pena que não goste muito do gênero, mas eu entendo porque também tem alguns tipos de livros que também não gosto muito. Beijos! ^-^

      Excluir
  4. Olá
    Eu gostei de saber do que se trata o livro. Mas ao contrário de você a reação com a capa foi bem diferente rsrs. A sinopse é realmente bem vaga. Mas parece que todo o enredo do livro me parece ser bem legal e eu amo livro assim!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Manoel!
      Que pena que não curtiu a capa. A sinopse não diz muita coisa, mas fico feliz que tenha gostado do enredo. Espero que possa lê-lo. Beijos! ^-^

      Excluir
  5. Oii!

    Eu não conhecia o livro e fiquei sabendo da obra a pouco tempo.
    Confesso que os pontos negativos pesaram um pouco aqui para mim. Não curto muito esse estilo um pouco infantilizado dos personagens, outra coisa que me incomodou foi essa lista que não condiz com o que a história conta.
    Mas saber que um livro narrado em dois narradores foi bem amarrado assim me conquista, é dificil isso acontecer né?
    A resenha está ótima e eu gosto dessa divisao que você faz!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Para mim também foi surpreendente o fato do livro ter uma narrativa tão boa sendo escrito por dois autores. Fico feliz que tenha gostado da resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  6. Olá Jéssica,
    Poxa, que pena que a capa não tem muita relação com a trama.
    Eu havia ficado interessada em ler o livro até ler que o Leopoldo foi tratado de forma infantil e que o livro possui erros. Esses dois pontos me desanimaram demais com a leitura e decidi não ler, no momento, pelo menos.
    Apesar desses pontos negativos, acho que a trama é boa e uma revisão melhoria muito.
    Gostei muito da sua resenha, mas não pretendo ler o livro agora.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna!
      Você tem toda a razão. Ao ler este livro, fiquei tão impressionada com a trama que me senti um pouco triste pelo fato de ter erros de pontuação. Tipo, é aquela sensação de que o livro tinha tudo para ser maravilhoso, mas que por um pequeno descuido de revisão, acabou não atingindo o topo. É uma pena que tenha perdido o interesse em ler o livro, mas fico feliz que tenha gostado da resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  7. Oi Jéssica, não conhecia o livro e achei a capa muito bonita!!! Faz um tempão que não leio uma boa aventura, adorei a dica e já quero conferir em breve!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivi!
      Eu também adorei esta capa. Fico feliz que tenha gostado e espero mesmo que você tenha emoções tão legais quanto as que eu tive lendo. Tem muitas surpresas que eu fiquei morrendo de vontade de contar na resenha, mas preferi deixar para vocês descobrirem. hahahaha Beijos! ^-^

      Excluir
  8. Oie!
    Mesmo não revelando muito sobre a trama (que me deixou ainda mais curiosa), eu imaginei um pouco do que se trata a história, mas com certeza vou me surpreender. Achei muito interessante os pontos positivos apontados, e achei a capa belíssima. Com certeza, preciso ler esse livro \o/
    Bjks!

    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla!
      Pois é, tive que esconder um pouco da trama para a surpresa, que é muito legal. A capa é realmente linda e os pontos positivos fazem a leitura valer a pena. Espero que consiga lê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  9. Oi!!

    Jéssica gostei bastante como você listou os pontos positivos e negativos, quanto a capa não fiquei tão empolgada como você e a sinopse achei muito vaga e pela sua narrativa é possível perceber que ambos os pontos realmente não acrescentam muita coisa. Também não recordo de ter lido um livro de ficção cientifica e fiquei bem curiosa.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Realmente, admito que ambos os elementos não são capazes de dizer o que é a história realmente. Mas que bom que o livro despertou sua curiosidade. Beijos! ^-^

      Excluir
  10. Oi Jéssica, esse parece ser um livro muito surpreendente mesmo, confesso que fiquei bem curiosa com ele e essa capa é muito chamativa mesmo. Estou adorando conhecer ele e com certeza daria uma chance logo que tiver uma oportunidade!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/luz-camera-e-acao-15.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kétrin!
      Que bom que gostou. Vale a pena dar uma chance sim! Beijos! ^-^

      Excluir
  11. Olá, Jéssica!
    A capa desse livro é um tanto enigmática, daquele tipo que se pode esperar qualquer coisa do livro! Mas confesso que ficção científica não estava em minhas opções! Kkkkkkk! Adorei sua resenha e fiquei triste por saber sobre as falhas na edição. De toda forma, achei a história bonitinha e pretendo dar uma chance ao livro.

    Abraço!

    Karla Samira
    http://www.pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karla!
      Tem razão, a capa praticamente nos permite imaginar que o livro seja sobre qualquer assunto. Foi uma surpresa para mim também quando me deparei com ficção científica. hahaha Fico muito feliz que tenha gostado da resenha e ainda mais feliz que você pretende dar uma chance ao livro. Espero que realmente goste. Beijos! ^-^

      Excluir
  12. Oi...
    Não conhecia o livro e posso dizer que adorei a premissa. ..eu tenho um aqui em casa que diz que seria paleontólogo desde criança. Que é na mesma área (história ) e hoje meu filho faz essa faculdade. Mas aí contrário da mãe do livro eu sempre incentivei. Até porque é a minha profissão também. Por tudo isso me identifiquei encantei com a história e amei a tua resenha tão completa e bem escrita.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise!
      Que legal que você atua nesta área! Parece mesmo uma profissão incrível e que bom que você incentiva seu filho nessa carreira também. É muito bom quando os pais apoiam seus filhos em suas escolhas. Tenho certeza que se identificou bastante com a história, espero que possa lê-la. Beijos! ^-^

      Excluir
  13. Oi...
    Não conhecia o livro e posso dizer que adorei a premissa. ..eu tenho um aqui em casa que diz que seria paleontólogo desde criança. Que é na mesma área (história ) e hoje meu filho faz essa faculdade. Mas aí contrário da mãe do livro eu sempre incentivei. Até porque é a minha profissão também. Por tudo isso me identifiquei encantei com a história e amei a tua resenha tão completa e bem escrita.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá Jéssica,
    Eu compro muito pela capa e essa, eu não compraria. Uma sinopse mal feita é terrível, deixa de atrair novos leitores.
    Bom saber que a narrativa tem uma leitura dinâmica, assim nem percebemos quando o livro acaba.
    Muito bom conhecer novos livros e saber que é uma boa história.
    beijos e parabéns pela resenha
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daya!
      Pois é, infelizmente achei que a capa e a sinopse não conseguiram caracterizar bem a história. Mas o enredo é realmente ótimo e a leitura flui facilmente. Que bom que gostou da resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  15. Oi! Realmente pela sua resenha a capa não tem nada haver com a história do livro. Quando vi a capa pensei se tratar de outra coisa.
    Achei o livro meio confuso por começar pebsamdi que se trata de um garoto que gosta de arqueologia e depois mudar totalmente a história. Achei meio sem sentindo. Apesar que são conclusões precipitadas talvez.
    No momento não pretendo ler.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!
      Na verdade, existem motivos relevantes que fazem com que a história siga para outro caminho, então achei a mudança bem aceitável e senti ela como uma grande evolução na história. Espero que ainda possa mudar de ideia e lê-lo um dia. Beijos! ^-^

      Excluir
  16. Oiee Jéssica ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas gostei da capa dele. Não curto muito ficção científica espacial, então não sei se teria coragem de arriscar a leitura, e saber que o livro tem muitos erros me desanimou ainda mais, pois estou muito cansada de livros com esse tipo de problema *-* sempre me incomodo muito com coisas assim, então acabo não aproveitando a leitura.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dryh!
      Que pena que perdeu o interesse. Apesar dos erros, a história é bem interessante. Beijos! ^-^

      Excluir
  17. Nossa, eu adoro ficção científica! Pela capa nunca imaginaria que se trata disso, na minha viagem olho pra ela e vejo um submarino... rs... Vou relevar os erros - a maioria de pontuação, pelo jeito - e colocar o livro na minha lista. Acho que vou estranhar isso de capítulos acabarem no meio de um diálogo, mas enfim, me parece que mesmo assim vou curtir a leitura.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju!
      Pois é, o assunto é bastante surpreendente quando nos deparamos com essa capa!E olha, eu nem achei a sua ideia de submarino tão viajada assim! Até consigo imaginar algo assim com a capa! hahahahahaha Eu acho que se você relevar os erros, você realmente vai gostar muito. Se você gosta de ficção científica, já é um sinal que vai adorar. Beijos! ^-^

      Excluir
  18. Olá!
    Nossa, já estava interessada no livro antes de você citar a parte da ficção científica! haha
    Sobre os erros, mesmo sendo consideráveis, acho que podem ser deixados de lado se estivermos completamente imersos na história.
    Gostei muito da sua resenha, e já coloquei o livro na minha lista!
    Beijos
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jordana!
      Que bom que gostou! Eu também estava gostando bastante da história antes de saber que era ficção científica, mas parece que o fato de ter sido colocado esse ponto fez com que todo o enredo evoluísse muito. Fico feliz que esteja planejando lê-lo! Espero que goste. Beijos! ^-^

      Excluir
  19. Se algum dia eu ler esse livro será única e exclusivamente pela sua resenha...]
    De cara a capa não me agradou, já a sinopse não é apenas vaga como você citou é desestimulante também, além de pouco atraente. Mas sua resenha no entanto trouxe mais cor e despertou em mim uma pequena curiosidade, não procurarei pra ler, mais se de repente tiver a oportunidade prometo dar uma chance.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Delmara!
      Nossa, que pena que não gostou da capa e da sinopse. Mas garanto que nenhum dos elogios que fiz à obra foram em vão. Se algum dia tiver a oportunidade, leia! Pode ser que você acabe mudando de ideia! Beijos! ^-^

      Excluir
  20. Olá Jéssica.

    Parabéns pela resenha bem elaborada. Ficamos felizes que tenha gostado da história.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, W-Souza!
      Nossa, eu é que estou muito feliz em ver a participação de vocês aqui no blog. Obrigada por terem criado um personagem tão maravilhoso quanto o Russo! Sério, virei fã dele! Amei a história e desejo sorte a vocês! Beijos! ^-^

      Excluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Taty!
    Eu sou uma daquelas pessoas que juga um livro pela capa e justamente por causa disso já estou apaixonada pelo livro. Só desejo que eu goste tanto da historia quanto você!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  23. Oie, ainda não conhecia o livro e nem a autora, mas amei a capa simples, monocromática e meio instigante. Fiquei super curiosa com os quotes que você marcou e queria um post só com eles, pode ser??? hahahahahhaha Amei tudo e com certeza vou curtir o livro porque ele tem tudo o que eu gosto: aventura, descobertas e romance!!!

    ResponderExcluir
  24. Bem não fã de ficção me admirei pela história ter da metade para o fim uma mudança e a capa gostei muito mas posso dizer que jamais julgeui a capa num total ,prefiro o conteúdo sempre.

    ResponderExcluir
  25. Aqui encontra-se um perfeito parametro porque pela resenha de Marcio não fiquei interessada em ler já nesta me deu uma vontade incrível de lê-lo.rsrsi

    ResponderExcluir
  26. JÉSSICA!
    Realmente se é um livro de ficção, a sinpse tem muito pouco haver com o enredo que apresentou em sua resenha, que por sinal é muito bem feita, a análise deu uma real noção do que poderemos encontrar no livro e gostei muito.
    Já me identifiquei com o protagonista porque gosto de arqueologia.
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  27. Já amei esse livro pela capa e logo depois pela resenha. Estou ansiosa para essa leitura que com toda certeza tem muito a oferecer. <3

    ResponderExcluir
  28. A capa é bem chamativa mas a sinopse foi bem leve. Não conhecia o livro e o que li em sua resenha deu-me uma idéia do que se trata. Se tiver oportunidade de ler, gostaria muito.

    ResponderExcluir
  29. EU já me maravilhei com essa capa show,uma incrível resenha,Quero ter a orportunidade de ler esse livro.Gostoria muito de Ganhar...

    ResponderExcluir
  30. Otimo, o livro em questão é ''Diário de Busca'', um romance que promete arrancar dos leitores, um misto de sensações durante a leitura

    ResponderExcluir
  31. Oi, Jéssica!
    Cada vez que vejo a sinopse desse livro eu me apaixono mais e a curiosidade só aumenta para saber o que acontece com Leopoldo e Tony. Diário de Busca se tornou a minha "busca incontrolável" (risos). Parabéns pela resenha detalhada e espero ser a contemplada dessa obra incrível.

    ResponderExcluir
  32. Oi, Jéssica!
    Cada vez que vejo a sinopse desse livro eu me apaixono mais e a curiosidade só aumenta para saber o que acontece com Leopoldo e Tony. Diário de Busca se tornou a minha "busca incontrolável" (risos). Parabéns pela resenha detalhada e espero ser a contemplada dessa obra incrível.

    ResponderExcluir
  33. oi...
    ainda nao li o livro mas gostei da resenha e resolvi ler espero q eu goste...bjo ate.

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo