13/04/2016

[ RESENHA ] A Batalha do Apocalipse


Título: A Batalha do Apocalipse – Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Páginas: 647
Estrelas: 5/5
Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e o inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro da humanidade. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana – é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, repleto de lutas heroicas, magia, romance e suspense.




Olá, caros leitores!

Há alguns anos, uma amiga comentou comigo sobre esse livro e o quanto a história era boa. Naquela época mesmo li e me surpreendi bastante com a história criada pelo Eduardo Spohr. Atualmente, o autor é considerado um dos mais famosos escritores de fantasia nacional. Como me deu saudades desse livro, resolvi relembrá-lo com esta resenha.

O livro conta a história de Ablon, um anjo que se sentia oprimido e enganado pelos arcanjos (que tinham mais poder que os anjos) no céu e resolveu enfrentá-los, liderando um grupo de anjos guerreiros que eram contra o extermínio da humanidade. Os cinco arcanjos que dominavam o céu eram Miguel, Gabriel, Rafael, Uziel e Lúcifer (que ainda não tinha caído).


No entanto, Ablon e os demais anjos guerreiros acabam perdendo este combate e são obrigados a viver no mundo dos humanos até o dia do Apocalipse. A história de Ablon começa a ser contada quando o anjo já está muito próximo do Dia do Juízo Final, mas o autor faz uso de muitos flashbacks que nos ajudam a conhecer melhor o personagem e saber quais foram as dificuldades que ele enfrentou para conseguir permanecer vivo até aquele momento.

Contexto histórico
Por meio dos flashbacks, o leitor consegue ter uma ideia mais clara sobre o Ablon, a personalidade dele e tudo o que ele enfrentou ao longo de anos vivendo entre os humanos. Mas o mais interessante é ver que nestes flashbacks o personagem passa por diferentes períodos históricos, enfrentando grandes perigos tanto em sociedades ocidentais quanto orientais ao redor do mundo. É bem visível que o autor realizou um estudo das sociedades de diferentes períodos históricos para narrar sobre elas no livro.

Linguagem
O Spohr escreve de uma forma cativante, que faz com que a história não se torne arrastada. Particularmente, eu costumo gostar de narrativas que descrevem mais as batalhas, e isso não acontece muito neste livro, mas a batalha final foi tão incrível que eu consegui relevar perfeitamente isso. A história tem partes escritas em terceira pessoa e outras em primeira pessoa pelo ponto de vista do Ablon, porém toda essa mudança está bastante clara e justificada na narrativa.


“Um fato inesperado, porém, frustraria meus planos, e eu seria protagonista de um evento no qual só encontraria lógica dois mil anos depois”. (pág. 329)


Mitologia
O autor criou sua própria mitologia sobre os anjos e demônios descrevendo uma complexa divisão em castas. Cada casta simboliza as habilidades e características mais marcantes daqueles que fazem parte dela. Tanto o céu quanto o inferno (que no livro é chamado de Sheol) são divididos em várias camadas, portanto as castas também indicam em que parte do céu ou do inferno determinada criatura habita.


“ – Ainda que eu tente negar, sou um querubim, um anjo guerreiro. Minha casta persegue a justiça e não teme a morte”. (pág. 402)


Personagens
Mesmo gostando muito do livro, sou obrigada a admitir que o Ablon não me agradou tanto como protagonista. Ele é aquele tipo de personagem poderoso, corajoso e que quase não tem ameaças à altura de sua força. Gostaria que ele tivesse um pouco mais de fraquezas, pois achei que ele faz muito o tipo “herói perfeito”, apesar de que entendo que ele não poderia ser de outra forma já que a própria casta da qual faz parte o obriga a ser assim. Outra personagem que ganha destaque também é a Shamira, uma feiticeira necromante que acaba se tornando amiga do Ablon. Gostei da personagem mas, por ser uma feiticeira, gostaria que ela tivesse tido mais cenas utilizando magia, que apesar de tudo aconteceram, mas eu imaginava que teria algo a mais.


“No deserto, o olhar da moça alcançou o topo da enorme montanha, como se sua memória recuasse muito no tempo, a um passado imemorial, já apagado de todos os registros humanos”. (pág. 46)


Entretanto, todos os demais personagens foram muito bem construídos. Gostei particularmente da Sieme e do Aziel, dois anjos que ajudam Ablon em alguns momentos. Sieme faz parte da casta dos serafins, que faz com que ela seja muito racional, estrategista e manipuladora. Aziel, por sua vez, faz parte da casta dos ishins, que são fortemente ligados a forças da natureza. As duas castas têm uma fama de não se darem bem, mas é lindo como os dois se unem e se tornam amigos para ajudar o Ablon. Também gostei do Lúcifer como personagem e achei os demônios bem significativos para a história, inclusive há uma parte da narrativa que se passa no Sheol e foi uma das que eu mais gostei.

Estética
Tenho a edição especial deste livro, que é linda, e eu aconselho a comprarem se tiverem a oportunidade. A diferença desta edição e da edição simples é que esta tem capa dura, capítulos extras e ilustrações muito bonitas. Além disso, também tem alguns organogramas que nos explicam mais sobre a hierarquia dos anjos e dos demônios, que eu achei bem interessante e úteis para compreendermos a história. Vejam:




Espero que tenham gostado de saber mais sobre esse livro. Se vocês já leram, gostaria de saber o que acharam dele também! :D 

36 comentários:

  1. Oi Jessica, eu já ouvi muitos comentários positivos sobre essa obra, mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler. Eu amo o gênero Fantasia e ainda mais sendo um nacional por isso que ainda espero ter a obra em mãos. Por falar nisso, essa edição especial está linda e é o sonho de qualquer fã. Pretendo comprar esse então, ainda bem que você falou porque eu nem sabia que tinha essa. Adorei as ilustrações e o fato de ter capa dura e capítulos extras.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fer!
      Acredito que todos os bons comentários que tenha ouvido sobre a obra sejam mesmo verdadeiros. Esse foi o primeiro livro de fantasia nacional que eu li e me encantei, então acho que para você que gosta do gênero também será uma ótima leitura. Essa edição é linda mesmo! Muito bem feita e super explicativa. Espero que possa lê-lo em breve. Beijos! ^-^

      Excluir
  2. oi Jessica, nunca li nada do Spohr, mas só ouço elogios quanto a sua escrita. Este gênero não é muito minha cara, então vou deixar a dica passar, apesar de ter ficado curiosa quanto a mitologia envolvida no enredo e a arte gráfica desta edição que você fotografou está incrível.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivi!
      O autor merece os elogios, com certeza. Esse foi o único livro que li dele por enquanto, mas já espero ler outros em breve. É uma pena que você não goste muito do gênero, a parte da mitologia é realmente incrível e as ilustrações são lindas. Se um dia mudar de ideia e resolver lê-lo, não vai se arrepender! hahaha Beijos! ^-^

      Excluir
  3. Olá!
    Nunca li o livro mas uma amiga minha leu um tempo atrás e gostou bastante. Eu não costumo gostar muito desse gênero e desse tipo de história sobre anjos e demônios. Mas tenho que admitir que pelas críticas, esse livro deve ser bom mesmo.
    As imagens da edição especial são muito bonitas!
    Não é um livro que estou ansiosa para ler, bem pelo contrário, mas para quem gosta sei que vale a pena.

    Abraços, Lara.
    http://imperioimaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      Que pena que não gosta muito desse gênero, mas também tem gêneros que não gosto muito, então te entendo. Espero que se um dia mudar de ideia, escolha colocar este livro na sua listinha. Vale a muito a pena. Beijos! ^-^

      Excluir
  4. Já li inúmeros elogios a essa obra e a escrita do autor, mas não sei porque nunca consegui querer ler ele... Mesmo admirando diversos elementos que compõem a trama, nunca me senti a traída pelo livro, espero algum dia reverter isso e poder apreciá-lo também.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Delmara!
      Talvez você ainda precise de um tempinho para pensar melhor e decidir ler, mas tenho certeza de que quando fizer isso, não irá se arrepender. Beijos! ^-^

      Excluir
  5. Oi!
    Não tem como não amar o Eduardo Spohr! Que homem.
    Eu sou apaixonada pelos livros deles e a Batalha do Apocalipse é o meu favorito. Acho a construção dos personages e a ambientação MUITO BOAS. Também fiquei receosa com o Ablon, mas no fim, a obra é muitoooooo boa. Que bom que gostou <3

    beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anelise! ^-^
      Gostei muito! Fico muito feliz em saber que você pensa da mesma forma! Beijos! <3

      Excluir
  6. Olá Jéssica,
    Já li o livro e me encantei com tudo o que aconteceu ao longo da história.
    Quando li era um pouco imatura, mas aproveitei bem. A minha edição não é essa especial, mas fiquei com muita vontade de tê-la.
    O contexto histórico foi bem feito e acho que o autor estudou mesmo para isso. Ablon, pelo que me lembro, me agradou bastante, mas, como disse, li há muito tempo.
    Adorei sua resenha, ela me fez lembrar de quando li.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna!
      Que bom que você já leu, é muito legal poder comentar com alguém que já leu o livro e também gostou da história. Vale a pena ter esta edição, mesmo eu achando que seja possível ter aproveitado bem também com a edição simples. Mas se quer uma dica, acho que não seria tão difícil você conseguir vender sua edição e comprar a especial. E que bom que gostou da resenha! Beijos! ^-^

      Excluir
  7. Oi, flor.

    Eu já li varias resenhas positivas sobre a trama e tenho muita vontade de ler. Saber que o autor criou sua própria mitologia, me cativa mais ainda, visto que temos que valorizar nossa literatura nacional. Essa edição especial está realmente linda e eu vou querer comprar rssss
    Amei sua resenha ♥

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marina!
      A parte da mitologia criada pelo autor acho que é o que mais impressiona na história toda. Dá para ver o quanto ele deve ter gastado tempo pensando na forma como dividir os anjos e demônios em castas. Compre, sim! Tenho certeza que vai amar! E fico feliz que tenha gostado da resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que esse não é o tipo de leitura que costumo fazer, mas lendo sua resenha fiquei bem animada com a história e gostei da estrutura da sua resenha também, a forma como divide tudo. Bom, eu prefiro livros que não descrevam muito cenas de batalhas e por isso o livro já ganhou um ponto comigo, mas confesso que não sei se Ablon me agradaria muito também. Enfim, apesar de não ser um livro que quero desesperadamente ler, eu vou marcar a sua dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Larissa! Tudo bem, e você?
      Às vezes vale a pena dar uma chance a gêneros literários diferentes mesmo. E fico extremamente feliz por você ter gostado da divisão na resenha. Apesar do Ablon ter me desagrado também, os outros personagens fazem a história valer a pena. Beijos! ^-^

      Excluir
  9. Olha, adorei a imagem gráfica do livro, já que assim facilita muito mais a leitura. Não sou muito apegada a leituras sobre estes temas e ainda mais que é um livro bem longo, mas para quem curte tenho certeza de que ele foi muito bem escrito. O ruim mesmo é que quando o personagem é muito forte e não tem fraquezas, parece que é invencível e aí perde um pouco o glamour.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Greice!
      As ilustrações e os organogramas facilitam mesmo, é legal para saber melhor sobre as hierarquias. É uma pena que este tema não te agrade muito em livros. Beijos! ^-^

      Excluir
  10. Oie! Eu quase comprei essa obra há algum tempo atrás, mas a versão normal, porém não havia mais quando cheguei no sebo. Até foi bom, pois agora poderei comprar a edição especial quando a oportunidade surgir. *-* A história parece realmente maravilhosa e eu adorei o fato de as criaturas serem separadas em castas e se juntarem por uma causa maior mesmo quando não se relacionam bem. Fiquei com um pé atrás apenas devido ao seu comentário sobre herói perfeito, pois sempre acho que as imperfeições deixam os personagens mais reais e isso faz com que eu tenha uma ligação maior com ele. De qualquer forma, com certeza tentarei ler o mais breve possível. As fotografias estão lindas e eu amei as ilustrações do exemplar! ♥

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda!
      Desejo a você uma boa leitura, tenho certeza de que irá amar! Beijos! ^-^

      Excluir
  11. Oiii!!

    EU não conhecia o livro, na verdade eu conheço o autor mas nada de suas obras, até por não ser muito meu estilo, meu amigo fez um TCC sobre ele e disse que o Edu é super simpatico.
    Gostei do enredo e da forma como o autor tratou o tema, acho que o fato da sua resenha ser bem dividida e trabalhada me animou mais pois deu uma visão ampla sobre o livro sem contar demais.
    Gostei e anotei a dica!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Que pena que este é um estilo que você não gosta muito, mas achei uma ótima ideia essa do seu amigo de fazer um TCC sobre o Eduardo Spohr! Fiquei muito curiosa até mesmo para ler este TCC! hahaha Sim, o autor realmente é muito simpático, já tive a chance de vê-lo pessoalmente uma vez, foi bem bacana. Fico muito feliz em saber que gosta da forma como divido a resenha. Beijos! ^-^

      Excluir
  12. Nunca li nada do Spohr, mas tenho muita vontade de conhecer os livros dele, principalmente esse! Não sabia que existia uma edição especial com capa dura, o meu é a edição normal e está autografado, vou ter que comprar mais um porque o conteúdo extra desse parece imperdível, principalmente porque me apaixonei pelas ilustrações! E é muito bom saber que o autor escreve de forma cativante.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju!
      Quase consegui que a minha edição fosse autografada, pois uma vez o Spohr veio aqui onde eu moro, mas infelizmente naquela época que eu ainda não tinha o livro! hahaha Vale a pena ter essa edição, é muito bonita! Espero que possa ler o livro em breve e se encantar também pela escrita do autor. Beijos! ^-^

      Excluir
  13. Oi Jéssica, sabe que eu tenho esse livro na minha estante desde que me conheço por ter uma estante praticamente! hahaah mas não tive oportunidade de pegar ele ainda, mas por falta de tempo mesmo porque sempre tive uma certa curiosidade nele. E sabe que a sua resenha me fez lembrar o quanto eu quero lê-lo, parece ter uma trama bem cativante e espero de verdade conseguir conferir em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kétrin!
      Nossa, como você conseguiu manter este livro na estante por tanto tempo sem ler? hahaha Brincadeira, pois sei bem como é isso, também tenho alguns na mesma situação. Mas espero que você possa lê-lo em breve! Beijos! ^-^

      Excluir
  14. Oii, tudo bem?
    Desde que eu comecei na blogosfera eu sempre vi muitas resenhas positivas a respeito desse livro. O Eduardo realmente é considerado um ótimo escritor, porém eu ainda não tive a oportunidade de ler nada dela, mas tenho muita vontade. Eu amei essa edição, ela realmente está linda e as ilustrações são maravilhosas. Espero ter a oportunidade de adquirir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovana! Tudo bem, e você?
      O livro realmente tem vários motivos para ser elogiado e esta edição é lindíssima. Também espero que você possa ler logo. Beijos! ^-^

      Excluir
  15. Oi ^^


    Eu tenho este livro há alguns anos (muitos) parado na estante. Lembro de ter tentado iniciar a leitura, mas não fluiu tão bem.
    Já pensei em trocá-lo, mas são resenhas como a sua que o mantém na prateleira, quero realmente conhecer os personagens, a história, a batalha, mas me falta deixar a preguiça de lado hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra!
      Vale a pena dar uma segunda chance! hahahaha Te desejo uma boa leitura. Beijos! ^-^

      Excluir
  16. Olá!

    Lá em 2012, eu li esse livro, e posso dizer que me agradou bastante, eu não esperava por um livro tão bom. Sua resenha só serviu para me lembrar que preciso reler esse livro, pois além de uma leitura dinâmica, o livro tem muitos personagens marcantes, estou com saudades de Ablon e Lilith <3
    Achei algumas cenas muito maçantes, porém compreendo que por ser um livro totalmente diferente do com os quais estou habituada, foi preciso uma riqueza de detalhes. Enfim, um livro que agradará gregos e troianos, eu acho hahaha.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thayenne!
      Fico muito feliz que você também tenha lido o livro e gostado tanto quanto eu. Eu o reli agora para fazer esta resenha e te garanto que mesmo com a releitura, a história não perde a graça. E nossa, você me fez lembrar da Lilith agora! hahaha Eu já tinha me esquecido dela, mas também é uma personagem que gosto. E eu costumo gostar de detalhes, por isso não me senti incomodada. Beijos! ^-^

      Excluir
  17. Ei, tudo bem?
    Como fã de fantasia e mitologia, tenho muita curiosidade de ler esse livro. Só escutei elogios até hoje e desde que conheci o autor, essa vontade de ler só aumentou. Achei essa edição especial linda, mas só a compraria se fosse um livro favoritado por mim. Espero poder ler esse livro logo e que eu curta bastante a leitura.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Tudo bem, e você?
      Para você que também gosta de mitologia e fantasia, eu tenho certeza que este livro será maravilhoso. Não é à toa que há muitos elogios! Também tive a oportunidade de conhecer o autor pessoalmente e o achei bastante simpático. Espero muito que você possa se dedicar a essa leitura também. Beijos! ^-^

      Excluir
  18. Já faz muito tempo que sou louca para ler esse livro e lendo sua resenha agora fiquei me questionando porque eu ainda não fiz isso. Vou adicionar esse livro na minha lista de compras do mês que vem.
    Adoro anjos, batalhas que envolvam esses seres e além de tudo é de um cara fantástico que só ouço coisas positivas a respeito.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!
      A hora é agora! Você realmente não irá se arrepender com a compra desse livro, principalmente pelo fato de você já gostar das temáticas presentes na história. E vamos todos amar o Spohr porque ele merece! hahaha Beijos! ^-^

      Excluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo