08/10/2016

[ DICA DE FILMES ] O Que Assisti em Setembro

Olá pessoinhas.
Dessa vez o post vai ser diferente dos outros da coluna Dicas de Filmes. Eu costumava falar de apenas um filme por post, mas resolvi dar uma mudada e fazer um resumão de tudo que assisti no mês já que ando assistindo muitos filmes e não conseguiria fazer um post resenhando cada um. Então vamos lá.


Deus Não está Morto 2

Resultado de imagem para filme deus não está morto 2
Grace Wesley (Melissa Joan Hart) é uma professora cristã que, ao responder uma pergunta feita por uma de suas alunas, Brooke (Hayley Orrantia), acaba falando sobre Jesus Cristo em plena sala de aula. Tal situação lhe rende um processo administrativo impulsionado pela diretora Kinney (Robin Givens), que não quer que assuntos religiosos sejam tratados dentro da escola. Após se recusar a pedir desculpas pelo ocorrido, Grace é processada pelos pais de Brooke, que acreditam que a polêmica em torno do julgamento possa facilitar a entrada da garota em uma universidade de prestígio.
( Excelente )
Gênero: Drama || Duração: 2h 01m || Lançamento: Abriu 2016 || Elenco: Melissa Joan , Ray Wise, David A.R... ||+10

Devo confessar que os atores são bem fraquinhos, o primeiro filme foi muito melhor, mas esse também tem uma trama muito legal. Eu recomendo.


Uma Promessa

Resultado de imagem para filme Uma Promessa 2013
Alemanha, 1912. Um jovem diplomata (Richard Madden) ingressa no serviço administrativo de uma usina siderúrgica. Por conta do seu bom trabalho, seu patrão (Alan Rickman) o contrata para o posto de secretário particular. Conforme os dias passam, ele conhece e se aproxima da esposa (Rebecca Hall) do chefe, apaixonando-se perdidamente por ela. Ele recebe a missão de ir ao México repentinamente e, ao anunciar sua partida, a mulher entra em desespero, realizando que ambos se amam. Sendo assim, fazem uma promessa de amor: um dia ele irá retornar e os dois finalmente ficarão juntos.
( Bom )
Gênero: Drama, Romance || Duração: 1h 34m || Lançamento: Novembro 2014 || Elenco: Rebecca  Hall, Alan Rickman, Richard Madden... ||+14

Na verdade eu assisti pela segunda vez esse filme e consegui entender mais algumas coisinhas. É um filme bom, mas não esperem muito dele. Mas devo dizer arrasaram na fotografia e figurino.

07/10/2016

Wattpad: Um Vício


Olá Leitores,

E esse mês que praticamente não existiu? Que loucura! 

Não sei quem sou, para onde vou ou como colocar em dia minhas leituras atrasadas. Estou aceitando conselhos hehehehe

Mesmo assim um tempinho para as redes sociais sempre sobra, não é? E minha rede social favorita (além do instagram) é o Wattpad, que é minha canção de ninar antes de eu desmaiar na cama.


Sei que muitas pessoas não tem o costume de ler no computador ou celular. Foi muito difícil minha adaptação e que dó dos meus olhos em certos dias, mas tem coisas que valem a pena conhecer e se aprofundar. O wattpad é uma rede social para leitores que não tem medo de descobrir histórias (ainda) não publicadas e escritores divulgarem histórias, contos, poesias e afins online e de maneira gratuita. 

06/10/2016

[ RESENHA ] A Mais Pura Verdade

Título: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart 
Ano: 2015 
Páginas: 221
Editora: Novo Conceito
Estrelas: 3/5


Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier.Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.


Mark é um garotinho que tem câncer e ele odeia ser lembrado disso toda hora, ele odeia ver a mãe se preocupando o tempo todo com ele, ele odeia que os outros sintam pena dele. Enfim, ele odeia ser lembrado de que tem câncer. Diante de todo esse sentimento de raiva de tudo e todos ao seu redor, Mark planeja uma fuga.


Assim, Mark prepara o seu kit de sobrevivência, junto de seu cachorro Beau, para seu objetivo que é escalar o monte Rainer. Lembrando de uma promessa que fez a seu avô, ele quer subir até esse monte para provar a todos e a si mesmo de que ele consegue e que não precisa de ajuda de nada e ninguém só porque ele está doente. Então, ele deixa para trás tudo o que pode o lembrar da sua vida passada, compra a passagem e parte. Apenas com uma câmera fotográfica, dinheiro, Beau, seus remédios e algumas lembranças dos seus pais e de sua amiga Jessie. Lembranças que podem o ajudar quando ele estiver se sentindo sozinho.


Isto é uma coisa que eu não entendo: por que as pessoas gostam de levar consigo uma coisa que as faz lembrar de que suas vidas estão indo embora.


A narrativa nos é apresentada a partir de dois pontos de vista, do de Mark e a da Jessie. Como os capítulos são alternados entre essas duas visões, a narrativa não  se torna cansativa. Podemos descobrir e conhecer  as lembranças da infância do Mark a partir da narração da Jessie. A leitura é suave, fluida, tanto por conta das aventuras que o Mark enfrenta, as barreiras que ele quebra e das emoções vinculadas à suas experiências sendo tão jovem, os sofrimentos internos que ele passa e até mesmo a comovente amizade entre Mark e Beau fazem esse livro ser simples e belo.

Confesso que o conceito dele não me atraiu logo de primeira, afinal é um tema muito abordado por autores atualmente, mas depois pensei que é importante tratarmos desse assunto, sim. Pessoas com câncer ou com qualquer outro tipo de doença são vistas pela sociedade como incapazes, antes mesmo de se considerar as possibilidades e a capacidade da pessoa. Esse livro me fez perceber que não é bem assim, essas pessoas, assim como qualquer pessoa, inclusive você que está lendo, são pessoas que lutam diariamente para provar que são capazes, que elas podem alcançar seus sonhos, apesar das adversidades.



Em A Mais Pura Verdade, o autor nos conduz belamente pela história e vamos acompanhar os dilemas de Mark e de Jessie da família dele que fica desesperada à sua procura. Uma boa história para quem quer uma leitura rápida e pra quem quer somente ler sobre a história de um garoto que quer demonstrar que ele é muito mais que uma doença.


"Normalmente, a polícia não sai atrás de uma criança desaparecida há apenas algumas horas. No entanto, quando sua mãe contou a eles sobre Mark, sobre sua história, eles prestaram um pouco mais de atenção. Quando ouviram o que os médicos haviam dito, ouviram com muita atenção. Quando descobriram o bilhete que ele deixara, deram toda a atenção do mundo."

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo